Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de Zoofilia » O Cachorro Arrombou meu Cuzinho

O Cachorro Arrombou meu Cuzinho

Publicado em março 6, 2020 por mmourasp1982

Um conhecido tem um cachorro, um Border Collie grande pro tamanho normal da raça. Desde que ele era filhote eu já tratava ele como meu macho, deixando ele me cheirar, pular encima de mim, baixando os olhos pra ele, ou sendo submisso, deitando de barriga pra cima pra ele, deixando ele brincar de montar nas minhas pernas como se fosse cadelinha.

Um ano antes do que eu vou contar, mais ou menos, ele tinha 1,5 anos, eu fiquei de quatro pra ele a primeira vez, e ele até tentou meter, acertou meu cuzinho, mas não deixei ele avançar muito porque meu conhecido estava deitado na sala dormindo. Ele sai pouco de casa.

Meu conhecido saiu com outra pessoa comprar um negócio, e eu vi a possibilidade de levar rola de verdade do cachorro. Eu fiquei imaginando a rola dele do jeito que eu senti no ano passado, não muito grande, nó pequeno que não ia chegar a me deixar entalado. Então assim que ele e o outro saíram, chamei o cachorro no quarto, baixei a calça e fiquei de quatro pra ele. Ele não entendeu o que estava acontecendo em princípio, mas quando eu deitei de barriga pra cima, ele veio com tudo querendo meter.

Fiquei novamente de quatro pra ele e ele montou nas minhas costas, já puxei ele pra cima de mim e encaixei a ponta da rola dele no meu cuzinho.

Meteu sem dó, socou a rola inteira, e eu puxei ele bem perto, e ele foi metendo fundo e bombando forte, até que deu uma desequilibrada pra trás e fez que foi sair. Foi a hora que eu senti… tava entalado com ele, e doeu pra caralho hora que ele tentou puxar. Peguei o celular e comecei a filmar.

Assustei um pouco, pensando que meu conhecido poderia voltar rápido, e eu entalado com o cachorro. Tentei algumas vezes forçar a rola e o nó pra fora de mim, mas estava bem preso mesmo.

Fiquei um tempo parado, coisa de um minuto, segurando o cachorro pra ele não tentar sair, sentindo líquido escorrendo pela minha bunda, sendo preenchida pela porra do cachorro.

Tomei coragem e forcei o cu pra tirar a rola de dentro, como se estivesse forçando para evacuar. Doeu pra caralho, e saiu o nó e a rola dele do meu cu, como uma coisa enorme me rasgando.

Começou a escorrer um monte de porra dele, ele desceu e começou a lamber meu cu. Foi muito tesão isso. Ele foi lambendo e eu forçando a porra dele a sair. Dai me levantei, abri o cu pra ele e ele continuou lambendo.

Passei a chupar o pau do dog que tava saindo porra ainda um pouco, e para limpar o pau dele. Depois me levantei pra ir ao banheiro me limpar e limpar o ambiente, pois logo meu parente voltaria.

Ao tirar o resto da porra do cachorro no vaso sanitário, senti o estrago. Tava machucado, arrombado pelo meu cachorro. Ouvi meu parente chegando, me limpei o quanto pude, botei um papel higiênico na cueca, pq tava com sangue e porra vazando, sentindo meu cu arrombado, e paciência.

Voltei como se nada tivesse acontecido. Porém agora me sinto como propriedade do cachorro, que ele eh mais macho que eu, que sou putinha dele também.

Meu cu sarou uns dois dias depois só.

Procuro machos ativos que tenham cachorro grande para meter em mim e deixar o dog meter. Deixo ele engatar e vc filmar ele meter em mim. Chama no WhatsApp ou e-mail, no meu perfil.

Me peça o vídeo por WhatsApp. xxx xxx ou email [email protected]

10403 views

Contos relacionados

Perdi minha virgindade com meu melhor amigo em seu carro

Olá, meu nome é Arthur, tenho 18 anos e o que vou contar agora aconteceu a um pouco mais de dois anos com meu melhor amigo . Em um dos cursos que fazia no meu dia, acabei conhecendo um rapaz...

LER CONTO

Rebolando para o primo leiteiro

Após ter mamado o Maicon ( nome fantasia ) eu fiquei viciado, enquanto não estava chupando o pau dele, sonhava em estar chupando ou sentando até as bolas como havíamos combinado. Até tentamos em...

LER CONTO

Eu e ele

Ele estava visivelmente excitado. Juntos no sofá, não parava de se esfregar em meu corpo enquanto eu assistia à televisão.  Não queria me demonstrar receptiva posto estar assistindo ao meu...

LER CONTO

Meu vizinho sacaninha

Hoje tenho 17 anos, mas a história que vou contar aconteceu há mais tempo, quando eu tinha 13 anos. Eu tinha acabado de me mudar para Juiz de Fora, em Minas. Eu era um garoto de cidade grande...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Jucadasilvaopintao 15/03/2020 09:45

    Adoro zoofilia, ja fodi cachorra cabrita égua e outros. A ultima foi uma galinha que morreu.na minha pica enquanto minha mulher olhava e tocava uma sirica.Certa vez fui ao passar fim de semana em uma fazenda ,onde em.uma charrete puchada por uma égua chamada Bruaca. Na estrada deserta,minha mulher olhando o bucetao preto da Bruaca me perguntou,se eu meteria nela .Sai da estrada e entrei em um curral abandonado, com o dedo localizei o clitoris da égua que fica por dentro da buceta ela tremeu-se toda e piscar o bucetao preto enquanto minha mulher se exercitava na Sírica e ao lembrar do meu tempo de pivete minha tesao aumentou, trepei na Bruaca e minha mulher disse penetra devagar pois quero ver sua pica entrando, e assim foi ate o fim bruaca tinha a buceta tao quente que parecia um forno,ali permaneci por mais de meia hora, na hora do gozo ,por saber que nao tinha leite para transbordar dei uma forte mijada. Minha mulher querendo participar fechou a mao e meteu na buceta da Bruaca, entrando o braco até o cotovelo Foi algo diferente em nossa relaçao sexual, minha mulher quando ne queria dizia ": VEM FUDER SUA BRUACA E QUANDO NA BUCETA , FODE MEU PANGARÉ GOSTOSO." Nunca fodi milha mulher no papai × mamae, na cama como seu corpo todo, nao somos familia. Vale tudo,sou seu cliente e ela minha piranha da Vila Mimosa.Penso que toda mulher quer ter um marido que a trate assim

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos