website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de travesti » Meu melhor amigo travesti (parte 3/final)

Meu melhor amigo travesti (parte 3/final)

Publicado em dezembro 2, 2021 por Alesandro Pierinni

Como falei nas partes anteriores essa história se passou em janeiro de 2019 e no desenrolar da história o, até então, Eduardo conseguiu um estagio em Campinas, para começar em fevereiro de 2019 mesmo, mas ele não estava afim de ir, como vou explicar na sequência.

Dois anos se passaram e fomos nos falando pouco, pelo telefone e redes sociais, a relação ficou estremecida. Agora, em maio de 2021, eu estava chegando em casa e vi uma menina linda, branquinha, loirinha, bunda nem grande demais e nem pequena demais, grandinha pela altura, seios grandinhos também, linda demais. Comentei com minha mãe quando entrei em casa que vi uma menina linda entrado na casa dos pais do Eduardo, minha mãe ficou sem fala, ela já sabia e apenas comentou comigo que os pais do Eduardo nos chamaram para ir jantarmos com eles, eu aceitei ir até mesmo porque fiquei curioso para saber quem era a menina.

Tomei banho, me arrumei e fui pra sala, meus pais estavam prontos e apenas me esperavam. Fomos para casa dos pais do Eduardo. Chegamos na casa deles, a tia Patrícia atendeu a porta e entramos, entrei e quando percebi ela vinha da cozinha com uma forma com lasanha nas mãos levando para sala de jantar, ela sorriu pra mim e eu sorri de volta e achei bem familiar o sorriso, fiquei meio sem graça. A tia Patrícia percebeu e chamou a “Eduarda” e falou comigo: “Alesandro, essa é Eduarda!” Eu fiquei olhando é a Eduarda falou comigo: “Não está lembrado de mim??” Eu respondi que não, pedi desculpa e pedi pra ela me lembrar de onde e ela respondeu: “Daqui de casa mesmo. Brincamos juntos, sempre jogamos vídeo games juntos…” Fiquei imaginando e ela falou “Sou eu, o Eduardo!” Eu sorri e abracei ela, falei que senti saudades e que as mudanças foram bem feitas e rimos todos. Fomos jantar, era um jantar de boas vindas. Acabamos de jantar e ela me chamou pra conversar, a tia Patrícia falou: “Vão, vocês têm muitas coisas para conversar!” Saímos e sentamos num banco que tinha no quintal deles e ficamos conversando.

Ela me perguntou como estava minha vida, meus relacionamentos e respondi que depois que ela foi embora eu não tive mais nenhuma relação homossexual, mas que tive algumas relações com mulheres, mas sem namorar ninguém, e claro perguntei como estava a vida dela. Ela respondeu que não teve nenhuma relação com ninguém, porque a operação que ela fez foi dolorida e levou um tempinho para cicatrizar totalmente e que também deixou algo para trás inacabado. Falei que fiquei chateado porque ela foi embora sem falar comigo e logo ela respondeu que também ficou porque não dei atenção pra ela, quando foi, pensou que eu tinha deixado de falar com ela. Perguntei se os pais dela tinham aceitado de boa essa mudança, ela falou que o pai aceitou e a mãe foi mais contrária, mas que depois aceitou depois de tudo. Eu disse pra ela que ela estava muito linda e ela falou que estava com saudades, ficou muito excitada em voltar a te andar comigo, que meses pensando em mim e se masturbando pensando no que fazíamos. E muito curioso perguntei se ela tinha tirado o pau? Ela respondeu: “Por que você está querendo saber isso?? Está com saudade da última vez que viu meu pau?” Fiquei sem palavras e ela me disse que não tirou não, logo já pensei na nossa última transa, meu pau deu uma leve endurecida. Ficamos ali conversando por muito tempo e já tarde da noite entramos, ela foi pra casa e eu pra minha. Assim que entre o no meu quarto meu “zap” toca, peguei pra ver e era ela, me mandou um foto, ainda de calcinha, da bunda e perguntou se estava igual a ultima vez que vi, falei que não, q estava mais bonita e realmente estava mais bonita, ela já tinha uma bundinha bem feminina, agora estava perfeita. Falei que ela estava linda e gostosa, pelo pouco que vi e ela mandou mais uma foto, agora era a foto dos seios, fiquei louco, seios lindos, com mamilos rosadinhos. Falei com ela pra não mandar mais fotos, eu já estava muito excitado, falei que queria ver ao vivo e ela falou que queria me mostrar aquela hora, queria ir pra minha casa, falei que não, pois meus pais estavam em casa e meu carro estava na oficina, não iríamos ter como sair. Ficamos conversando um pouco mais e acabamos dormindo. Acordei cedo, estava com muito tesão, meus pais já estavam saindo para o trabalho, meu pai deixa minha mãe no trabalho dela e seguia pro dele, assim que saíram mandei mensagem para a Eduarda, mensagem que falava pra ela vir pra minha casa, a mensagem chegou mas ela não respondeu, fui pro banho e me preparei para tudo o que pudesse acontecer, passou uns 30 minutos e ela mandou mensagem dizendo que estava indo. Não estava conseguindo mais controlar minha excitação. Ela chegou, estava linda, tranquei a porta e fui abraçando ela e beijando ela até meu quarto, sentamos na cama e ficamos nos beijando, fui passando a mão bem devagar por todo corpo dela e ela pelo meu, colocou a mão por dentro do meu short e quando ela segurou meu pau eu tirei o short, já estava pelado, fui pra cima dela, beijava ela toda e ela foi se deitando, fui indo pra cima, fui tirando a blusinha dela, abri o sutiã e também tirei, olhei para os seios dela sem acreditar, estavam perfeitos, lindos, grandinhos e com os bicos rosadinhos, comecei a beija-los, passei a língua em volta do bico, lambi, chupei e fui descendo pela barriguinha dela, beijando suavemente, cheguei no umbigo, fui beijando e descendo, desabotoei o shortinho dela, fui tirando e beijando as  coxas dela, tirei e fui subindo, beijei por cima da calcinha, fui tirando devagar, novamente subindo beijando a coxa, chegando na virilha e no saco murchinho dela, chupei o saco, as bolas e fui beijando o pauzinho dela, fui chupando, apalpando o saco e chupando o pau que foi ficando duro, quando estava bem duro fui chupando com mais tesão, sentia o pau dela latejar na minha boca, ela já estava muito excitada também. Ela veio pra cima de mim e chupou meu pau com muita vontade, mamava de uma forma que ninguém tinha mamado meu pau antes desse jeito. Ela foi se virando e já estávamos num 69 bem gostoso, ela tava dando uma “piscadinhas” com o cuzinho e não resisti, deu um beijinho e umas linguadinhas, ela soltou um gemido alto, voltei a mamar o pau dela e ela sugando o meu, se virou e sentou bem devagar no meu pau, foi bem devagar, encaixando com uma mão e foi sentando até que senti meu pau entrando todo bem devagar no cuzinho dela, mais uma vez ela solta um gemido alto e fui comendo o cuzinho dela, ela foi quicando, rebolava, e eu segurava os seios dela, segurando pela cintura vi o pau dela duro batendo na minha barriga, estava me dando mais tesão e pensei na nossa última transa, quando deu errado, levantei ela pela cintura coloquei ela sentada na cama e disse pra ela “Lembra da nossa última vez? O que deu de errado?” Ela não lembrava, mas sentada da mesma forma, me virei, segurei o pau dela, coloquei bem na entradinha do meu cuzinho e sentei no colo dela, que tesão senti. Fui sentando devagar, sentia entrando cada milímetro do pau dela em mim, estava cheio de tesão já, quando entrou tudo fui dando umas quicadas no pau dela, rebolava, estava me sentindo uma putinha, sai de cima dela e ela foi se virando, ficando de 4, não lembrava de como era lindo o cuzinho dela, fui empurrando meu pau bem devagar, cuzinho apertadinho, fui comendo o cuzinho dela, coloquei a mão por baixo e segurei o pau dela, tirei ela da posição e fui pro lugar dela, fiquei de 4 pra ela, ela foi colocando bem devagar, foi comendo meu cuzinho bem gostoso, eu estava cheio de tesão, quanto mais tesão eu sentia mais eu ia empinando a bunda pra ela comer, ela comia muito gostoso, ela saiu da posição e se deitou na cama, na posição de “frango assado”, fui metendo devagar, segurei o pau dela, punhetei, fui comendo bem gostoso, me deitei sobre ela e lambi os seios, beijei a boca dela, abracei e fui comendo, me virei pro lado me deitei e fiquei na mesma posição pra ela, ela veio pra cima, enfiou gostoso, dessa vez eu soltei um gemido, se deitou sobre mim, lambeu e mamou meus mamilos, que tesão senti, ela estava comendo muito gostoso, eu não queria que ela tirasse o pau mais de mim, sentia o pau dela latejando dentro do meu cuzinho, ela falou que iria gozar, saí da posição e fiquei de 4 pra ela de novo, ela enfiou o pau de uma vez, eu que quase gozei agora, ela foi comendo, sentia cada vez mais o pau dela dentro de mim, ela gemia demais, senti o pau dar uma latejada, senti o jato dentro do meu cuzinho, ela gozava demais e foi comendo, meu cuzinho estava todo melado, a porra já estava servindo de lubrificante, o pau dela entrava e saía bem suave. Saí da posição e coloquei ela de 4, fui comendo aquele cuzinho, agora meu pau que latejava, duro demais, fui comendo, ela gemendo e meu tesão aumentando, até que segurei na cintura dela e puxei, gozei muito, gozei bem lá dentro, ela gemia, eu gemia, foi uma transa muito gostosa com meu melhor amigo e agora uma travesti linda demais. Deitamos na cama e ficamos ali conversando, ela falou que desde que foi embora não teve outros relacionamentos e que não transou, mesmo porque foi tudo muito rápido, as cirurgias e os medicamentos que ela estava tomando.

Essa foi nossa primeira transa depois que ela voltou, mas não foi a última, estamos juntos desde então, todo esses dias com transas gostosas como essa.

8658 views

Contos relacionados

Eu minha mulher e um travesti na cama

Saudações pessoal! Meu nome é Jefferson, sou um morena alto, tenho 27 anos e hoje vou contar como foi o dia em que transamos, eu minha mulher e um travesti . Certo dia saímos para a balada,...

LER CONTO

Como eu perdi a virgindade com uma trans

Eu tive vontade de escrever essa história pois considero o jeito de como eu perdi a minha virgindade bastante exótico, e nunca li nenhum conto em que tenha algum caso parecido com o meu (se alguém...

LER CONTO

Minha primeira experiencia CD REAL

Não é uma ficção, essa é a minha história de verdade. Primeiramente, como toda história desse tipo, vou me descrever. Sou branquinha, 1,73 de altura, 60kg, magrelinha, meu corpo e rosto são...

LER CONTO

Garota trans me ajudou a esquecer a Ex.

Eu estava bem mal. Havia terminado um relacionamento de mais de 5 anos. O meu primeiro amor longo e duradouro que eu tive, mas que terminou por causa de uma traição da mesma. Eu estava bem pra...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Mario centauro 22/02/2022 17:24

    Esse conto foi muito bom quero um assim tbm pra mim.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos