website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » COMENDO A MINHA SOGRA – OU SEGUNDA MÃE

COMENDO A MINHA SOGRA – OU SEGUNDA MÃE

Publicado em junho 3, 2022 por CARLOS A. LYRA

COMENDO A MINHA SOGRA – OU SEGUNDA MÃE

… Eu morava em uma cidade pequena, do interior do estado, eu morava em Pedro Osório, no Rio Grande do Sul… Não possuía celular de espécie nenhuma… Era uma região agradável, caminho de Pelotas… Existia na cidade lindas mulheres… Eu era tipo de um capataz na fazenda e tinha como namorada a filha de dona Juliana, era uma moça muito prendada e voltada para os afazeres da fazenda… Juliana ficou viúva muito cedo e era dedicada na criação da filha… Juliana era muito importante na paróquia da cidade, muito bonita, séria, uma católica dedicada e digamos, puritana…

… Ia na casa dela aos sábados para namorar e passear sempre com olhar atento da futura sogra… A casa dela era fora da cidade, um pouco distante, e em época de chuva a estrada ficava intransitável… Naquele sábado o tempo estava para muita chuva, mas mesmo assim me arrisquei e quando cheguei lá bati palmas e ela saiu para me atender, no caso, Juliana, e ela gritou da varanda… – ‘CORRE MENINO QUE LÁ VEM CHUVA GROSSA, E ENTRA LOGO!!… Entrei e me sentei e ela foi fazer um café bem fresquinho e logo veio com o café e começou a conversar dizendo…- ‘Pois e, Amarildo, a Mariana teve que ir visitar a avó e só voltará na segunda-feira, pois ela ligou para fazenda e disseram que você estava vindo para cá e ela foi com o tio dela para Eldorado… A chuva aumentou de intensidade, vários trovões e muitos relâmpagos… Não cessavam…Eu disse…- Não tem nada não dona Juliana, quando a chuva cessar ou diminuir eu pego a estrada de volta… Mas, a chuva não cessava e não vai parar agora… Se apertar muito você vai ter que ficar aqui… Mas, posso lhe fazer uma pergunta, Amarildo? O que é que você viu na minha filha, Mariana, para gostar dela… Vi nela, uma pergunta muito capciosa… E comecei a coçar a cabeça… Meio sem jeito… Disse…- Por favor, a senhora não fique muito brava comigo, mas é que sempre que via vocês juntas, olhava para senhora e dizia para mim mesmo que quando a Mariana ficasse madura ela ia ser bonita igual a mãe e é verdade… Vocês são lindas… Ela, Juliana…! O que?? Me respeite, rapaz, eu sou uma mulher séria, viu?? Eu pedi desculpas… Mas, não por mal, não… Mas, já estou indo embora… Levantei para sair e ela pegou em meu braço e disse…: Nessa chuva você não vai, não… E eu não estou brava, não, só surpresa e confusa, desde que perdi meu marido nunca mais nenhum homem olhou para mim, senta aí, está chovendo muito e eu não te mandei embora. Não, mas, me diga uma coisa, você me acha bonita mesmo?? Vendo aquela brecha, aproveitei a oportunidade e respondi…: A senhora é uma pessoa/mulher muito linda e atraente e é só você que não quer ver…

… Ela… Rapaz, tenho idade para ser sua mãe!! Mas não é…E não respondi, para evitar problemas… Se eu não tivesse conhecido a sua filha, estaria namorando contigo Juliana!! Além disso Juliana, você é uma mulher atraente…E a chuva continuava e ela disse…: Vamos deixar de conversa, e pelo jeito você vai ter que passar a noite por aqui, fique a vontade, vou tomar um banho e preparar a janta, ok… Fique aí vendo televisão… A Mariana vai te ligar quando chegar em Eldorado, ok… Aí você conversa com ela e diga que passar a noite aqui, já que está chovendo muito e a estrada intransitável… E em seguida o telefone toca, era a Mariana e ouvi a mãe dela falando sobre mim e veio me chamar… Fui atender lá no quarto dela… A Mariana disse…: Oi, Amor eu vou ter que ficar por aqui até segunda-feira, pois está chovendo muito forte também, e a mãe disse que você vai dormir aí, achei bom, assim ela não fica sozinha aí, tchau, beijos, Amor…

… Várias coisas começaram a passar em minha cabeça e logo ela me chamou para jantar, já estava com outro vestido, mais apertado e mais sensual e dava para notar os contornos daquela mulher muito bonita escondidos na sua silhueta, o que meu mais tesão de possui-la… Estava um pouquinho gordinha, mas gostosa e perfeita… Jantamos e fomos para sala, e a chuva tinha aumentado… Sentamos no sofá, era grande e confortável, e ela começou a falar…- Sabe Amarildo, fiquei muito feliz em ouvir de você que eu ainda sou muito bonita e atraente e isso me lembra de muita coisa… Pousei as minhas mãos sobre as coxas delas e estavam bem quentes e ela não resistiu e a puxei para mais perto de mim e ela atendeu perfeitamente, e percebeu que a minha ‘piroca’ já estava muito dura dentro da calça e fui passando a mão em seu rosto a acariciando e não resistimos, começamos a nos beijar… Ela tentou resistir, mas não a separei de mim, e fomos nos devorando em beijos, apertava os seios delas, ela gemia e urrava de desejo, mas não pedia que a possuísse… Fui controlando a situação, ela suspirava muito de amor, logo fomos para o quarto e ficamos totalmente despidos… Olhei para ela, ela olhou para mim e soltou um suspiro de desejo… Ficou calada olhando a minha ‘piroca’, tenra doída para possui-la… Abri as pernas dela e comecei a devorar aquela buceta, muito cabeluda e gostosa de ser possuída… Estava ensopada de tesão… Fui penetrando o dedo naquela ‘buceta linda’ e ela gemia de prazer e fazia um vai e vem de desejo e chupava ela inteira… Ela parecia possessa e empinava a buceta e forçava a minha cabeça na buceta dela, gritando…- AMOR… AMOR… AMA-RIL-DO…AMOR… ESTOU GOZANDO DE FELICIDADE… AMOR… OHH!!! AMOR… DEUS MEU… QUANTO TEMPO NÃO SINTO UMA LÍNGUA GOSTOSA… ME CHUPA, AMOR… ME CHUPA, AMOR… ENFIA ESSA PIROCA EM MIM… QUERO TE SENTIR… VAI, AMOR… FIZ O SEU DESEJO… Fui penetrando e ela entrando no clímax do gozo e gozou várias vezes me dando o prazer de gozar nela várias vezes…

… Ofereci aquela ‘piroca’ bem dura e grossa para ela chupar e ela chupava com muito gosto, iniciando pela cabeça e descendo até as bolas em um vai e vem gostoso e enfiava todo na boca… Ela babava gostosamente na piroca e mamava gostosamente e tranquei a boca dela na minha piroca e urrei de felicidade e inundei a boca dela de esperma que escorria pelos cantos da boca dela carnuda e linda e engolia com prazer… Com a vara dura igual a peroba coloquei as suas pernas no meu ombro e dei algumas batidas em cima da sua linda buceta e ela gritou como uma louca…: ‘AMOR, AMOR, ENTERRA ESSA VARA NA MINHA BUCETA… VAI, AMOR, METE FORTE, QUERO SENTIR ESSA VARA TODA EM MIM, VAI, MEU MACHO GOSTOSO… ME COME, ME POSSUA GOSTOSO, SOU TODA SUA, MEU GOSTOSO MULEKE!!!… Desci a vara até a sua buceta gostosa e bem apertada e enfiei ate o talo, em um vai e vem gostoso e ela rebolava em cima dela com prazer… Dizendo em delírio…: AMOR, AMOR, POE E TIRA COM FORÇA… ASSIM, AMOR, QUE EU GOSTO… FODE TODA A MINHA BUCETA, VAI, AMOR, VAI, AMOR IIIIISSO, ASSIM, VAI AMOR IIIISSSO… ASSIM, VAI AMOR, VOU GOZAR E GOZA EM MIM, QUERO SEU LEITE EM MIM… VAI AMOR… GOZA, GOZA, GOZA, AMOR E GOZAMOS EM CONJUNTO… TÁ GOSTOSO DEMAIS, VOU GOZAR DE NOVO, GOZA, AMOR… MAIS RÁPIDO, VAI, MAIS RÁPIDO, AMOR, VAIIII E GOZEI MUITO NELA…

… A mulher estava muito carente e desejosa de ‘muita piroca dentro dela’… E não decepcionei ela… Enfiei novamente ‘piroca’ nela… E ela, Juliana… – AMOR, AMOR DE MINHA VIDA, JULIANA, VAMOS GOZAR DE NOVO, VAMOS, AMOR DE MINHA VIDA, VAI GOZA, QUE EU VOU GOZAR EM VOCÊ… VAI, AMOR, GOZA… ESTOU GOZANDO EM VOCÊ E ELA VIBRA COM AQUELE JATO QUENTE EM SUA BUCETA… E ENCHI ELA DE LEITE E ELA ABSORVEU TUDO DENTRO DELA…

… Ela virou e pediu para que eu ‘comesse’ o cuzinho dela, já que nunca tinha dado o cuzinho nem para o marido dela… E ela tinha vontade de dar… A coloquei de quatro e fui chupando o cuzinho, lambendo, meti a língua inteira nele e lubrifiquei com azeite para uma penetração suave e fui enfiando vagarosamente para que ela não sentisse o impacto da penetração e meti a cabeça, ela gemeu, mas estava lubrificado e depois penetrei todo e ela rebolava com gosto e colocava os dois dedos na buceta e se masturbava brilhantemente… E ela vibrava com a piroca no cu e gozava sem parar… – EU DISSE…- AMOR, AMOR DE JULIANA EU VOU GOZAR NO SEU CUZINHO, TÁ!!! ELA…- AMOR, AMOR, ME ENCHE DE PORRA, VAI!!! … AHHH, AMOR, ESTOU GOZANDO EM TI, AMOR. … E ENCHI ELA DE PORRA… Estávamos realizados. Ficamos deitados, lado a lado e exaustos e todo esperma escorria do seu cuzinho pelas pernas… Fomos tomar banho e ela não resistiu, quando viu ele muito duro entre as coxas e pediu…- AMOR, AMOR, POE POR TRÁS, ELA GANANCIOSA DE AMOR E A PENETREI POR TRÁS E ELA VIBROU DE TESÃO… FOI UMA PIROCADA SÓ… ENTERREI TUDO NELA E ELA GOZOU DE PRIMEIRA… SABOREOU AQUELE LÍQUIDO QUENTE DENTRO DELA… Juliana, liberou a filha de vez e fui morar na casa dela em definitivo e agora tenho duas mulheres para sustentar e ficar comendo as duas, a sogra em segredo e a filha as escondidas… E com o tempo estava fodendo com as duas em plena liberdade na mesma cama… Juliana parou de ir a Igreja, se tornou uma mulher mais alegre e expansiva e se satisfaz todos dias, absorve tudo maravilhosamente e a filha não perdeu o homem que ela ama… Levando piroca também todos os dias… Juliana de manhã e na hora do almoço e Mariana, a tardezinha e a noite…

C. Carlyle Lyra. – – –

Leia outros Contos de incesto bem excitantes abaixo:

Família B.L.I.N: A semana que minha irmã jamais vai esquecer - Cap. 1

Casos de Família 04 - Segunda Cena (O Pijama de cetim)

28337 views

Contos Eróticos relacionados

NA CAMA COM MEU PAIZINHO

Depois de ler alguns contos resolvi escrever o que aconteceu comigo a alguns anos atrás. Meus pais se separaram e eu fiquei com minha mãe, mas saindo com meu pai de vez em quando, ficando com ele...

LER CONTO

MEU FILHO ME DANDO PRAZER

Sou a Natália, casada, 40 anos, e ainda uma mulher bastante fogosa, que gostaria de ter mais sexo do que meu marido vem me proporcionando, depois de 22 anos de casados. Temos um filho de 20 anos...

LER CONTO

Comi a mulher do meu primo

Quando adolescente bati muita punheta imaginando estar comendo a mulher do meu primo . Ela era uma loira, de olhos verdes e bem branquinha, peituda. Eles eram 10 anos mais velhos do que eu e eu era...

LER CONTO

Chupei meu pai no cinema

Ola, meu nome é Beatriz, sou novinha e vou contar como chupei meu pai no cinema. Eu e meu pai temos um relacionamento há muito tempo, por isso resolvi procurar na net pra ver se tinha outras...

LER CONTO

3 - Comentário(s)

  • José 09/01/2023 11:39

    Comi minha sogra nessa virada de ano, morena gostosa com uma buceta bruta,amanhecermos transando e ainda descabaçei o cuzinho dela, segundo ela.

  • ANDRE 30/11/2022 03:02

    que sorte duas putas

  • Steh 24/10/2022 23:42

    Aiii que sooonho,vontade de ser ela👀🤤🤤fiquei toda molhadinha lendo esse conto parabens

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos