Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos lésbicos » Explorando meu lado lésbica

Explorando meu lado lésbica

Publicado em abril 16, 2021 por Talita

A amiga da minha mãe

Resolvi escrever esse conto como uma forma e desabafo já que não posso contar para mais ninguém. Omitirei algumas informações para manter a discrição.

Continua depois da publicidade

Sou uma jovem menina do interior, ainda não tive grandes experiencias sexuais para escrever contos emocionantes como alguns que vejo por aqui, para ser mais honesta ainda não tenho nem certeza sobre qual “time” quero jogar, as vezes penso que nos dois.

De forma geral, sinto bastante atração por homens, gosto de conviver e imaginar situações. Consigo ótimos orgasmos vendo pornografia hetero e imaginando situações bem selvagens haha. O que tem ocorrido ultimamente chama-se Helena.

Helena é uma amiga da minha mãe, tem pouco mais de 40 anos, cabelos e olhos escuros, pele morena clara e um corpão de academia, que tem sido meu objeto de imaginação. Essa atração não começou do nada, não me julguem haha. Ela é amiga da minha mãe há alguns anos, acaba que convive muito na nossa casa e nos na dela. Meu pai não gosta muito dela porque diz que ela é safada, a questão é que ela é mesmo!

Continua depois da publicidade

As vezes ela vai lá para casa a tarde e fica bebendo e conversando com a minha mãe enquanto tomam sol, nas primeiras vezes que a vi de biquini achei normal, não tinha nenhum interesse ainda, eu até participava desses momentos de sol as vezes, apesar de não gostar muito.

Helena era divorciada e sempre comentava sobre outros homens, quando o assunto esquentava minha mãe mandava eu ir procurar outra coisa para fazer, mas eu sempre conseguia ouvir algumas coisas atrás de portas haha. Como nunca ouvia tudo estipulei um plano, sempre que começava esses papos deixava meu celular gravando o áudio e subia para o meu quarto antes da minha mãe falar, mal sabia ela que depois eu ouvia toda a conversa delas hahaha. Minha mãe não era nenhuma santa, mas Helena se superava, narrava todos os detalhes que acontecia, quem era as pessoas que saia, tamanho do pau, se demorava gozar e se era bom de cama, tudo tudo tudo era narrado.

No começo, ouvia com curiosidade os relatos, ainda sem malícia nela, mas adorava me imaginar nas situações que ela narrava e me sentir da forma que ela descrevia, nesses dias me tocava mais de uma vez. As coisas mudaram quando em uma dessas sessões de espionagens Helena perguntou para minha mãe:

-Adriana, você já experimentou mulheres também?

Minha mãe gaguejou e disse:

-Sua doida!! Vai que a Tá ouve a gente falando

-Ah paraa, fala!! – ela continuou

-Uma vez dei uns beijos em uma amiga minha, mas nada demais, não gostei e não repetiria, então nem adianta, jamais te pegaria, pode continuar com seus rolos mesmo – minha mãe disse rindo

-Sua besta kkkk vc já tenha a rolona do seu marido, não quero vc não, só perguntei pq tenho muita vontade, mas não tenho coragem.

Depois disso elas mudaram de assunto. Ok, essa conversa foi meio traumática para mim, 1º minha mãe já foi bem safadinha, 2º poderia dormir sem saber essas coisas do meu pai, foi nojento, mas enfim, foquei na parte que me chamou mais atenção: Helena tinha vontade provar.

Depois desse dia comecei a olhar mais coisas sobre lésbicas, já tinha visto vídeos e tudo mais, mas no geral, não me atraia tanto. Comecei a ter sonhos eróticos com Helena, com ela vindo até meu quarto, me dominando, fazendo sexo oral e penetrando seus dedos em mim. Em uma dessas noites acordei molhada e me masturbei no meio da noite, podia sentir minha calcinha úmida.

Ao passar dos dias, inevitavelmente, comecei a dar mais atenção para ela, sabia que ela não notaria uma menina boba como eu, mas não conseguia resistir, as vezes ela desamarrava a parte de cima do biquini para tomar sol, mas nunca conseguia ver muita coisa. Comecei a ficar mais de biquini também, para ver se ela me reparava, em um dia desses quando ela foi trocar de roupa fui atrás com a desculpe de que iria pegar uma saída de praia no quarto da minha mãe, enrolei alguns minutos fingindo não achar até que ela se despiu completamente.

Seu corpo era maravilhoso, seios grandes e coxas grossas, puder ver rapidamente sua perereca, sua depilação era maravilhosa, deixava alguns pelos aparados no púbis, bem simétrico. Ela percebeu meu olhar e disse:

– Gostou da depilação? Hahah

-Gostei sim, achei legal, sempre depilo tudo, mas achei mais bonito assim

-Tenta um dia, fica maravilhoso, essa mulher que faz a minha é muito detalhista, olha como fica certinho

Nisso me mostrou sua púbis, mal sabia ela que estava me deixando louca!

Minha mãe entrou e viu aquela cena, mas entendeu, eu acho haha

Nessa noite não me aguentei, tranquei minha porta, tirei toda minha roupa, tampei meu rosto com o travesseiro e passei a mão em todo meu corpo, alisei meus seios pequenos e desci até meu ventre. Meu corpo arfava de prazer, imaginando a cena de nos duas, se pudesse, naquela tarde teria me despido também e me esfregado na Helena até gozar, iriamos gozar juntas, nossos corpos iriam deslizar, iria sentir o cheiro da sua bucetinha, o gosto e o toque. Gozei muito e mais de uma vez.

Até então essa é minha história, espero que gostem!

Caso tenha alguns avanços na minha jornada irei narrando, isso se vocês tiverem gostado desse primeiro relato, caso contrário deixo só comigo mesmo haha

Comentem para eu saber!

Meu e-mail de contato é:

[email protected]

28156 views

Contos relacionados

Primeira vez de uma lésbica virgem

Oi gente bonita! Meu nome é Luana, tenho 25 anos, sou lésbica e hoje vou relatar com detalhes como foi a minha primeira vez neste conto erótico que eu chamarei de a primeira vez de uma lésbica...

LER CONTO

Filha adotiva com a mamãe carente

Meus pais me adotaram quando eu era criança, eles nunca me esconderam isso, infelizmente meu pai morreu em um acidente de carro, eu tinha cinco anos quando isso aconteceu, então fui criada pela...

LER CONTO

Minha vizinha, Minha Paixão

Desde menina,sempre fui alegre,sapeca e totalmente extrovertida.Quando adolescente,aproveitando a beleza que herdara da minha mãe,tive vários namorados,ocasião em aproveitei para conhecer os prós...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Ge 18/04/2021 03:08

    Gostei do conto, bem escrito. Sempre tive dúvidas sobre ser lésbica quando era mais nova, me descobri Pansexual com 21 .. melhor forma de saber é experimentando!!

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos