Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » Nunca desacredite dos rituais

Nunca desacredite dos rituais

Publicado em março 16, 2021 por Wesley araujo bezerra

Eu havia feito o ritual! Velas acesas, banho tomado…” eu te invoco succubus! Só por essa noite! Algo de momento! Nada duradouro… Deixe-me sentir o prazer de ter você! Deixe-me tentar te satisfazer, pode se alimentar da minha energia vital, e não me leve a mal! Eu quero hoje, só hoje com você!” foi o que eu disse antes de acender as velas e deitar… Deslizei minhas mãos pelos meu corpo pra sentir meu próprio carinho, passei meus dedos pelo cabelo… depois deslizei pelo meu peito, parando um momento em meus mamilos… Fui acariciando as minhas costelas, ate chegar em meu órgão genital!
Acariciei com a ponta dos dedos, ate que ele ficasse ereto! Continuei acariciando, ate que a sensibilidade fosse parcialmente perdida, e o pré-gozo saísse de se sua ponta! Eu estava totalmente envolvido, sentia meu corpo estremecer, sentia cada centímetro do meu sexo, mesmo que eu não o estivesse tocando inteiro…
Depois de algum tempo eu sentia meu corpo tremer, sentia prazer em me conhecer, fisicamente é claro e quando eu estava preste a chegar ao ápice…
Parei… Como dizia o ritual, fui tentar dormir, mesmo excitado a ponto de doer as minhas bolas!

Senti algo subir em minha cama!
Eu não tinha certeza se estava acordado ou dormindo, mas eu não consegui me mexer… Estava muito escuro, não consegui enxergar, mas alguém, chegou em meu ouvido e sussurrou…” vc me chamou! Agora estou aqui! Nosso acordo foi selado, você não pode mais fugir!”… Ao terminar de falar senti algo deslizar em minhas pernas, fazendo caricias… Senti também, algo começar a me beijar, primeiro a boca, desceu pelo pescoço, parou por alguns segundos no meu peito…
Eu sentia algo que nunca senti na vida, minha pele sempre foi sensível, mas isso não tinha descrição, era como se esse ser pudesse me fazer gozar… só em tocar minha mão, a cada toque eu sentia mais prazer, cada sensação, era como se eu fosse explodir! Mas parecia que esse ser não queria que eu chegasse ao êxtase ainda… Parecia que, queria me fazer implorar, que eu não tinha escolha, eu não podia nem me movimentar, muito menos falar!
Senti sua boca deslizar por meu corpo… Senti sua língua acariciar o meu sexo, enquanto algo que parecia uma cauda, acariciava meu anus…
Eu não consegui evitar os gemidos, muito menos os espasmos, eu sentia um prazer descomunal, era só a língua que havia me tocado, deslizado por todo meu sexo, com a maior calma do mundo… isso estava me deixando doido… Eu só queria sentir mais prazer, mas já sentia meu corpo estremecer, mal sabia se eu conseguiria aguentar… Só sabia q a qualquer momento eu poderia gozar…
Mas essa entidade continuou, colocou sua boca ao redor do meu sexo e o sugou, como se quisesse se alimentar de mim, com muito prazer eu podia sentir… Me desejava ate o fim! Deslizou sua boca suavemente no inicio, seguiu por todo meu sexo, ate tudo estar dentro de si, depois foi retirando devagar, eu senti toda a extensão daquela parte do meu corpo, senti o fundo de sua garganta! Senti que eu já estava ficando louco, queria agarrar seu cabelos, queria deslizar minhas mãos pelos seus seios, mas eu não podia me mover, só podia sentir… Eu era um escravo sexual dês do momento em que eu comecei o ritual…
Aquele ser me chupou, ate eu não aguentar mais, e quando eu estava prestes a gozar… Parou. E começou a me acariciar, parecia saber que eu estava perto do final, não queria q eu terminasse agora, parecia querer me “torturar” com prazer, então Pôs pouco tempo de carinho, o suficiente pra eu não estar, mais perto de gozar, aquele ser começou a deslizar seus seios pelo meu sexo, enquanto eu nada podia fazer, aquilo tinja sido desejo meu, ela só veio atender, eu tinha feito o ritual de brincadeira, nunca imaginei q algo assim, podia realmente acontecer, mas não parecia ruim, eu estava gostando, aquilo era alucinante, nunca havia sentido nada igual, então ela deslizou seus seios pelo meu corpo, ate seu sexo fica um pouco acima do meu, começou a me masturbar, com o que me parecia uma vagina, estava tão molhada, que as vezes sem querer meu pau entrava e logo ela fazia questão de tirar, parecia de proposito, ela parecia querer que eu não gozasse, pois sempre que eu estava bem perto, ela parava e quando eu estava quase amolecendo, ela voltava a acariciar meu sexo, a acariciar meu anus, parecia q ela sabia exatamente do que eu gostava e como me sentia…
Aquilo tudo era bem elaborado, e quanto mais continuava mais fraco me sentia, mas nesse ponto da coisa toda, eu não queria que terminasse,, eu queria era mais prazer, não me importava mais com o que pudesse acontecer… Foi nesse momento que ela sento no meu pau, deslizando devagar ate que ele entrasse por inteiro, eu sentia seu calor me cobrindo, suas mãos deslizaram ate meu ombro, ela então se apoiou e começou a se movimentar, pra cima, pra baixo, as vezes uma rebolada, isso estava dando tanto prazer, que eu já não conseguia pensar em mais nada, só conseguia sentir meu corpo se esfregando ao seu, sentia seu sexo engolir o meu e minha energia se esvair por ali, a cada movimento dela eu estremecia, a cada movimento, minha mente ficava cada vez mais vazia…
Enquanto ela cavalgava em mim, sua unhas me arranhavam, algumas vezes a ponto de me machucar, e aquilo me fazia sentir mais prazer…
Ela começou a se mover mais rápido em cima de mim, ate chegar um momento, em que estava claro que ela, não ia mais parar, mesmo que eu gozasse ela ia continuar… Foi exatamente o que aconteceu, eu cheguei ao êxtase e ela continuou, ignorando o fato de eu ter gozado, ignorando, meu pau ter amolecido, ela continuou a pular em cima de mim, parecia q sua buceta me sugava pra dentro, pois mesmo com meu sexo mole, ele não saia… Era meio desconfortável depois de eu já ter gozado, mas ela continuou ate me endurecer de novo, ela continuou ate que eu gozasse de novo, isso durou uma noite inteira…
Quando eu acordei pela manhã, minha cueca e cama estava toda molhada, tudo que havia acontecido me parecia sonho, mas eu estava me sentindo como se houvesse transado a noite toda ao invés de dormir, meu copo com fadiga, o cheiro de sexo em minha cama… Tudo parecia ter acontecido, apesar de eu lembrar apenas como c fosse sonho… Nunca mais realizei aquele ritual, apesar de gostoso, aquilo me deixo com medo… Mas ate hoje, lembro daquela sensação, do prazer descomunal, foi um sexo sem igual, mesmo depois de eu ter ficado doente por duas semanas…

Continua depois da publicidade
 

2132 views

Contos relacionados

Chupando a buceta amanhecida sem lavar, natural com sebo!!!

Eu estava em um dia muito exaustivo. Semana de prova, passava o dia inteiro na biblioteca e sala de estudos. No penúltimo dia de prova estava estudando como sempre das 9h da manhã até 19h. Uma...

LER CONTO

Fiz do meu namorado minha cadela

okay, meu nome e Luana, e estou escrevendo esse conto pra dividir minha historia que eu tive com meu namorado eu e ele namoramos por 3 anos, e sei que e pouco tempo mas eu queria "apimenta" as coisas...

LER CONTO

Terceiro Carinha – Christian

Matheus tinha sumido a três dias. E eu não sabia ainda, eles já tinham começado uma briga. O que acabaria na separação dos dois. Lucas me mandou mensagem perguntando se poderia me encontrar....

LER CONTO

CAPITULO 9 – KIANY QUERENDO SEU IRMÃOZINHO

Depois que transei bem gostoso com a Karol, arrumei uma namorada e nós começamos a fazer curso juntos e como era um curso de 3 meses apenas, então tínhamos aulas todos os dias... O que tornou...

LER CONTO

Tesão Por Melissa

Olá me chamo João , e o conto que vou contar para vcs é o primeiro de muitos , espero que gostem . Desde sempre tive fetiche por pés , Saltos altos , Botas , etc.. Em um dia qualquer fui...

LER CONTO

É DIA DE ROCK, BEBÊ – CONTOS DA LUA

Apesar de o conto a seguir parecer inacreditável, eu garanto que tudo que você vai ler aqui é 100% real. Antes de começar a ler, deixe de lado seus preconceitos e permita-se conhecer o meu mundo. ...

LER CONTO

A Putinha Submissa Deste Site

Depois de ter escrito alguns contos neste site relatando as minhas experiências virtuais até então... Comecei a receber diversos emails de mulheres curiosas em subsmissão e sexo virtual com...

LER CONTO

Adoro exibir as tetas

Adoro exibir, provocar as pessoas com minhas tetas.Na verdade sempre tive tesão em teta.Me considero mulher hétero porque nunca gostei de outra garota,não curto bct.Só curto mesmo um peitinho....

LER CONTO

4 - Comentário(s)

  • Thaís 21/05/2022 15:58

    Nossa deve ter sido incrível, mas eu teria medo....e existe um ser assim masculino ?

  • Paulo Cardoso 22/04/2021 14:47

    Você pediu ela veio. Pote ter certeza que vc vai fazer mais sexo com o ser.

  • Leitor anônimo 21/03/2021 15:25

    Bom,acho que poderia ser inusitado.

  • Lucas 20/03/2021 16:53

    Já li um pouco sobre sucubus e incubos, o que te levou a fazer esse ritual? Mais alguma coisa mudou na sua vida, além da doença após esse acontecimento?

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos