website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos picantes » MINHA SOBRINHA – MINHA ‘PUTINHA’ – MINHA SECRETÁRIA MINHA AMANTE – 4ª Parte

MINHA SOBRINHA – MINHA ‘PUTINHA’ – MINHA SECRETÁRIA MINHA AMANTE – 4ª Parte

Publicado em julho 3, 2022 por CARLOS A. LYRA

– . . . – TEMA – MINHA SOBRINHA – MINHA ‘PUTINHA’ – MINHA SECRETÁRIA MINHA AMANTE. – – – 4ª Parte – – –
Personagens – Luiza ( Sobrinha) – Antonio Carlos (Tio) e Camila (Tia)

– . . . – Dei um abraço na Mari e um beijo muito gostoso nela e ela era pura vibração e perguntou. …’Amor’, você vem para o almoço. … Eu disse que sim. … E ela abriu um lindo sorriso. … A parte da manhã na Secretária foi bem tranquila sem muita ocorrência. … Na hora do almoço a Mari me dá apresenta um documento de um oficial de justiça que esteve lá e ela disse que, como estava em meu nome, ela assinou e se ela fez mal em assinar e eu disse que não, já que “minha esposa” e tem todo direito sobre mim. … Ela deu um lindo sorriso. … Pensei! Deve ser algum documento referente a morte dos pais da Luiza. … Comentei com a Mari. … Mas, me enganei e a surpresa veio a minha cabeça. … Eu estava estranhando a ausência muito prolongada dela de casa. … E a resposta veio rápida. … E a Mari pergunta!. Meu Amor, alguma preocupante!. Eu disse. …’Amor, leia. … Você é muito inteligente e saberá analisar. … Ela pegou o documento e leu e falou. … ‘Amor, já tão rápido assim. …

– . . . – Eu disse: … ‘Amor, não entendi a rapidez e através de um oficial de justiça. … Já que ela quer a separação, farei isso. … Na data marcada irei a Justiça. … E fomos ao almoço que estava uma delícia. … Agora a Mari poderia respirar mais tranquila e despreocupada. … Logo será a minha esposa. … Almoçamos e fomos para o nosso quarto. … Ela me acariciava direto e não parava de me alisar. … Mas não resisti aquela linda buceta bem apertada. … Fui penetrando nela carinhosamente e ela vibrando e rebolando em cima da espada dela. … E fui amaciando aquela deliciosa buceta. … Demos duas gozadas e descansamos um pouco já que as 15 horas eu tinha reunião de diretoria. … Às 14:30 horas acordamos e fui me arrumar para o trabalho e ela ficou descansando mais um pouco. … Agora ela podia. … Seria a patroa e estava no direito dela. …

Ela me viu saindo e saiu correndo para me dar um beijo e entrou para casa. … A tarde foi bem tranquila e a reunião bem produtiva. … Cheguei em casa e a encontrei linda na cozinha já com o jantar pronto e a mesa toda preparada. … Ela estava linda e formosa. … Troquei de roupa e fomos jantar. … Eu disse para ela contratar uma empregada e ela administrando a casa e ela gostou da ideia e disse que tinha uma senhora conhecida dela interessada em trabalhar lá conosco. … Ela marcou com esta senhora em uma quinta-feira, já que eu tinha expediente só na parte da manhã e a tarde ela poderia vir aqui em casa. … Era cedo, marcava 20:30 horas e fomos para o nosso quarto e ficamos bem agarrados e aquecidos, pois a chuva estava dando os ares da graça. …

– . . . – Ela colocou algumas almofadas entre as nossas pernas e percebi a bucetinha dela bem aquecida e fui acariciando-a delicadamente. … Ela vibrava intensamente. … Ela adormeceu bem aconchegada e aquecida e respirava leve e delicadamente. … Um sono reconfortante. … Apaguei as luzes e fui dormir com a vara colocada entre as coxas e a bundinha dela. … Ela pouco se mexia e arrumava a vara nas coxas dela. E voltava a dormir. … Foi um começo de semana delicioso. … Na terça-feira acordamos, nos abraçamos e nos beijamos em um bom-dia amante e delicioso. … Ela me abraçou com as lindas coxas dela e a vara estava direcionada na entrada da sua buceta e em um gesto mágico ela a coloca dentro dela carinhosamente. … Ficamos vibrando e logo entramos em um gozo pleno. … Descansamos um pouco e fomos tomar banho. … Ela estava vibrante e muito tesuda. … Estava mais linda e radiante. … Agora, sabendo do desejo da Camilla em se separar. … Nos arrumamos e fomos para cozinha preparar o café. … Ela estava primorosa e linda em tudo que estava fazendo. … Ela se sentia renovada e amada. …
– . . – Terminamos e fui pegar o carro para ir para o trabalho. … E disse que na hora do almoço estava de volta. …

– . . . – Na hora do almoço ela já tinha preparado tudo e estava linda e muito carinhosa. … Vi uma mesa de almoço de uma verdadeira esposa. … E sempre tesuda, elétrica e carinhosa. … Almoçamos e ela fala que temos que fazer algumas compras e já fez a relação e qual dia faremos essas compras. … Combinamos no dia seguinte e ela concordou e a tarde iremos na casa dela. … Ela amou a ideia de irmos na casa dela. … Faríamos as compras na parte da tarde e a noite iríamos na casa dela. … Ela concordou com a sugestão. …
– . . . – Fomos descansar o almoço e ela: … Amor, a minha menstruação desceu e agora temos que esperar. Tá. Não fica zangado, não, OK. … E me beijou ardentemente e com muito carinho. … Eu falei. … Amor, quem ficou meses só na saudade, quatro dias é tranquilo. … Ela sorriu com muito carinho. … Ficamos descansando e dormimos um pouco e às 14:30 horas segui para o meu trabalho e ela ficou descansando. …

– . . . – A noite cheguei e ela estava sorridente e muito feliz e me apresentou um documento e falou: … A nossa casa está quitada. … E a casa já está no Cartório para nós assinarmos. … Eu fiquei me perguntando. … E falei com ela. … ‘Amor’, mas a casa está no seu nome e você tem que assinar como única dona. … Ela. … Mas, ‘Amor’, agora a situação mudou. OK. … E agora você é meu marido. … Vai dar tempo do seu divórcio sair e nós sacramentarmos o nosso casamento. Eu concordei com ela, mas pedi segredo disso. … Ela aceitou a minha sugestão. … Jantamos e fomos para o quarto ver televisão. … Ela se deitou e estava radiante e acabou dormindo cedo. … Em meus braços. … Estava linda e brilhante de amor. …

– . . . – Dormimos maravilhosamente bem. … E de manhã acordamos bem e tranquilo. … Ela estava muito feliz. …
– . . . – A minha audiência de separação estava se aproximando e ela, Mari, cada vez mais feliz e dinâmica em casa, como esposa, dona da casa e administradora da casa. … E, por incrível, renunciou ao seu salário e estamos vendo uma maneira de preparar a demissão dela. … Já que ela tem muitos anos na casa e é registrada. … Não conversei com ela sobre a sua situação trabalhista. …

– . . . – A tarde nos preparamos para fazer as compras que ela pediu. … Fomos ao atacadão que ela sempre sugere e pesquisa. … E a noite fomos na casa dela. … Ao chegarmos lá a documentação da casa estava dentro de um envelope na caixa de correios. … Ela me apresenta o documento e ficamos lendo e analisando o documento e o carimbo do cartório e guardamos o documento para levar para nossa outra casa. …
– . . . – Chegamos em casa, Mari estava radiante com a situação da casa. … A reação dela era de plena felicidade. …

Ela estava em um estado pleno de alegria que a menstruação não descia mais, somente poucos sinais e se pendurou em mim e foi me alisando e acariciando e foi tirando a roupa e logo em seguida penetrou todo dentro dela em um gesto dinâmico e rápido e ficou rebolando alegremente até gozar abundantemente tamanha era a alegria dela. …
No Próximo Capítulo – O divórcio. — A assinatura de quitação da casa e a transferência para os nossos nomes e uma foda maravilhosa. – – –

Leia outros Contos eróticos picantes bem excitantes abaixo:

UMA TITIA MARAVILHOSA – UMA COROA LINDA E EVANGÉLICA

ARMANDO – O BOTE

4772 views

Contos Eróticos relacionados

Meus amigos abusaram da minha mãe

Olá me chamo Nicolas e o caso que irei contar é verídico , demorei um pouco pra falar sobre esse assunto pq me incomodava , mas anos se passaram e eu superei Tudo ocorreu no dia 12 de agosto (dia...

LER CONTO

Garoto de Sorte

Esta manhã parecia ser normal igual a outros dia no pequeno sitio de minha família  no interior  eu levantando cedo para cumprir com minhas obrigações tratar das criação tirar leite alimentar...

LER CONTO

Minha vida virou uma droga

Tudo começou quando eu tinha 15 anos logo apos meu pai morrer, nos mudamos para a cidade de vitoria es, eu e minha mae, minha mae uma mulher linda que me teve muito nova, na epoca do conto ela tinha...

LER CONTO

Swing no Caribe – EP 01 – Início das Férias

Os homens também são capazes de produzir conteúdo erótico para mulheres e todos os gêneros. Basta ter a sensibilidade para entender o prazer de cada um, sem abrir mão da ousadia das fantasias...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos