Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » Meu professor de Ed. Física

Meu professor de Ed. Física

Publicado em junho 1, 2020 por Adulto

Olá! Hoje irei relatar uma das minhas aventuras heréticas. Pois bem, tudo começou quando eu iniciei meu último ano do ensino médio. Eu vivia me mudando pois como meu pai era representante da empresa em que ele trabalhava sempre precisávamos estar nos deslocando para que ele pudesse apresentar a empresa em diversas cidades. Eu tinha chegado na cidade no final do ano letivo do ano anterior e não conhecia praticamente ninguém, estudei apenas 2 meses na escola em que eu faria meu último ano do ensino médio e não tive contato com quase ninguém pois o período foi bem curto. Mas não posso negar que naqueles 2 meses eu já tinha notado o quanto meu professor de educação física era atraente.

O ano letivo começou e eu então voltei a estudar naquela escola. No meu primeiro dia de aula eu já tive a ilustre presença do meu professor ele chamava Ricardo (nome fictício), ele era alto, devia ter por volta de 1,90 de altura, possuía alguns músculos definidos mas nada que fosse exagerado e tinha pele escura, Ricardo era uma delícia de professor. Ele entrou na sala e pediu para pudéssemos nos apresentar e ao final da aula fez questão de deixar claro que na aula dele todos nós éramos obrigados a jogar e que as aulas seriam em horários opostos ao que estudávamos, ou seja, como eu estudava no período da manhã às aulas seriam a tarde. Como eu morava longe da escola eu sempre ficava na quadra até o momento que a aula começava e como Ricardo sempre estava lá, dando aula para as outras turmas a gnt sempre ficava conversando, até que um dia ele me perguntou:

Continua depois da publicidade

Prof: Guilherme (nome fictício que usei p n me identificar) você tem namorada?

Eu: Tenho não professor, pq a pergunta?

Prof: Nada, pensei que alguém tão bonito como vc tivesse alguém

Continua depois da publicidade

Logo que ele falou isso ele deu um aperto em minha perna, a aula passou eu fui pra casa me masturbei pensando no Ricardo e segui normalmente com minha rotina. Após algum tempo ele me chamou para auxiliar ele em algumas aulas pois estava chegando a época de um campeonato na escola e ele disse que precisava de ajuda, eu aceitei já que não tinha nada pra fazer e comecei a ficar o dia inteiro na escola para ajudar ele, no início achei estranho pois não tinha nada para fazer ele apenas ficava conversando comigo e no final pedia pra eu guardar os objetos utilizados na aula. Comecei a cogitar a ideia de que o meu professor pudesse estar com segundas intenções já que ele sempre pedia para eu ficar e no final não tinha nada que ele não pudesse fazer sozinho. Então um certo dia eu optei por testar o meu professor, auxiliei ele na aula de ed. Física e disse a ele que ia tomar um banho pois sairia dali direto para um compromisso, ele me disse que tudo bem e que me daria a chave do vestiário pois como a aula teria acabado o mesmo deveria estar fechado. Seguimos para o vestiário e logo tirei a minha roupa para tomar o banho, fiquei de costas pra ele e tirei toda a roupa. No momento em que estava nu escutei ele sussurrando um “Puta que pariu” mas não olhei pra ver a reação dele, ele então disse que também tomaria um banho, pois estava sentindo calor. Percebi que ele foi até a porta do vestiário e trancou por dentro, e ele logo se despiu e entrou no chuveiro ao lado do meu, eu tava morrendo de curiosidade para ver ele nu e dei uma olhada de canto de olho e percebi que o pau dele estava meia bomba. Não ia perder a oportunidade de comentar sobre já que eu queria saber as intenções dele comigo.

Eu: Que isso professor, tá animado hein

Prof: Tá foda viu, minha namorada tá fazendo greve e eu to tendo que me virar sozinho. Nunca aconteceu com você?

Eu:Digamos que eu não goste muito de namoradas kkkkk se é que você me entende

Prof: Você e gay ?

Eu:Sim

E percebi que ele ficou calado, até que ele então disse:

Prof: O que você acha de me dar uma ajudinha então com esse meu problema, mas ninguém pode saber disso, ou eu perco meu emprego

Eu: Acho melhor não professor alguém pode pegar a gente aqui é isso vai dar muito problema pra gnt

Prof: Relaxa isso não vai acontecer

Senti então ele vindo por trás de mim e encostando o pau dele na minha bunda. Ele não era dotado, o pau dele devia ter cerca de uns 18cm mas era grosso. Ele então sussurrou no meu ouvido “me chupa vai, não custa nada” me virei de frente pra ele e logo me abaixei, o pau dele estava latejando e babando bastante, passei a língua na cabeça bem lentamente e olhei para a rosto dele, ele me encarava com uma cara de pedinte e então abocanhei a cabeça do seu pau que era bem redonda e comecei a chupar e a masturbar ao mesmo tempo.  Enfiava o pau dele na minha boca e tirava batendo ele na minha língua enquanto ele respirava fundo e segurava para não gemer alto pois alguém podia ouvir do lado de fora. Continuei masturbando ele é comecei a lamber as suas bolas, passando a língua no períneo e no saco, chupei ele por volta de uns 10 minutos e ele disse que ia gozar, segurou minha cabeça e começou a fuder minha boca com força até que jorrou leite na minha garganta. A gente se vestiu e ele pediu segredo, perguntou se eu queria carona até em casa e eu então aceitei. Ele disse que iria passar na casa dele antes para pegar algumas coisas, eu consenti e seguimos para a casa dele. Ele me perguntou se eu queria entrar para ajudar ele a pegar as coisas e que logo em seguida me levaria para a casa, eu entrei pra ajudar e logo que entramos na casa dele ele me pegou pelo braço e me beijou, confesso que me assustei, não esperava isso dele, mas retribui. Senti o pau dele ficar duro e ele então começou a esfregar o pau dele no volume que estava na minha calça, pq eu também estava bem excitado. Ele me chamou pra ir pro quarto dele e eu fui, mandou eu ficar pelado e deitado na cama enquanto ele ia até o banheiro. Entrei no quarto e fiz o que ele pediu e ele não demorou entrar no quarto, ele então me beijou novamente e me virou de bruços, tirou a sua roupa ficando só de cueca e veio em direção a minha bunda, abriu ela e começou a línguar meu cu, eu delirei, ele sabia muito bem fazer aquilo, comecei a gemer baixinho e quanto mais eu gemia mais ele línguava, parecia querer me penetrar com a língua. Ficou nessa “brincadeira” por volta de uma 15 minutos, eu já não aguentava mais e pedi pra ele me fuder.

Eu: Me fode eu não aguento mais de tesao

Ele parou de chupar meu cuzinho, deitou sobre meu corpo puxou meu cabelo e disse no meu ouvido

Prof: implora pro seu macho te fude, anda

Eu:por favor me fode professor eu já não aguento mais de tanto tesao

Ele me pediu pra ficar de 4 levantou da cama e pegou na gaveta da cômoda um lubrificante e camisinha, pediu para eu abrir minha bunda e deixar meu cuzinho amostra pra ele e assim eu fiz, ele passava o dedo com lubrificante no meu cuzinho que já piscava de tanto tesao e falava.

Prof: seu cuzinho tá até quente de tanta vontade

Então ele introduziu um dedo e começou a movimentar, um movimento de entra e sai bem gostoso e assim por conseguinte até que estava com 3 dedos no meu cuzinho, a essa altura eu já estava delirando de tesao, gemendo e rebolando no dedo dele. Ele então colocou a camisinha e penetrou no meu rabo. Eu senti uma dor considerável pois o pau dele era bem grosso, tentei fugir e ele me puxou pela cintura.

Prof: Não foge não bebe, vc pediu

Eu:Aaaaai tá doendo

Prof:Calma que jaja você acostuma

Ele ficou uma 5 minutos com o pau dentro de mim sem se movimentar para eu acostumar com a dor e logo em seguida começou a bombar, ele socava sem dó, metia no meu cuzinho como se tivesse fudendo uma buceta. Me chamava de puto e dava vários tapas na minha bunda.

Eu: Aí professor mete gostoso no seu putinho

Prof: Toma caralho o meu putinho pediu rola e vai tomar

Socava forte, me pegava pela cintura e metia gostoso, rebolava e o som das bolas dele batendo na minha bunda ecoava pelo quarto, até que eu gozei sem sequer encostar no meu pau.

Ele então me pediu pra virar de frango assado, eu obedeci e ele socou mais forte ainda, ele tava deixando meu cuzinho todo arrombado e eu gemendo igual uma puta

Eu:Aí que delícia, soca gostoso, soca

Prof: toma caralho, toma pirocada nesse cu

Ele então colocou a mão no pescoço e começou a pressionar até ele disse que ia gozar

Prof: aaaaa caralho que cuzinho gostoso pqp, cuzinho apertadinho

Depois dessa gozada, nós ficamos deitado alguns minutos um ao lado do outro e logo após fomos tomar banho. Ele me fudeu no banheiro e mais uma vez no quarto dele. Desde então sempre que dá a gente transa, fiquei nessa de auxiliar ele por um tempo e sempre batia um boquete pra ele no vestiário no fim da aula. Virei putinho do meu professor até o resto do ano letivo. Hoje a gente já quase não se fala mais, me mudei para fazer faculdade e nunca mais encontrei com ele.

13126 views

Contos relacionados

Visitei meu amigo e ele me comeu

Eu conheci esse meu amigo no aplicativo Grindr, ele sempre me chamava pra sair, so que eu nunca tinha saído com caras de aplicativos, e ainda mais caras que curte ficar com homens. E aí passou...

LER CONTO

Perdi minha virgindade com meu melhor amigo em seu carro

Olá, meu nome é Arthur, tenho 18 anos e o que vou contar agora aconteceu a um pouco mais de dois anos com meu melhor amigo . Em um dos cursos que fazia no meu dia, acabei conhecendo um rapaz...

LER CONTO

No churrasco de um amigo,quem levou linguiça foi eu.

Sou casado,tenho mulher,porem gosto mto de uma rola tambem,claro que no sigilo e com segurança,moreno,corpo liso e bundao. Eu fui em um churrasco, de um amigo meu ,minha mulher tbm foi, era p...

LER CONTO

Fui arrombado pelo Dog, fudido e leitado pelo dono

Sou gay, passivo, putinha submissa. Moro em SP. Um tempo atrás, postei aqui no site um conto de zoofilia, com vídeo tbm (clique no meu nome Rick Campinas e vai ver a lista de contos). Depois de...

LER CONTO

Outro encontro

Olá a todos!! Vou seguir narrando os encontros que tive com meu cabeleireiro amante! Depois dos dois primeiros encontros começamos a nos conhecer mais...saber onde tocar, onde chupar, onde...

LER CONTO

Quando usei doce com meu amigo

Meu amigo eu já tínhamos ficado outras vezes, mas, eramos amigos. Certo dia ele falou que os pais estariam fora no final de semana e perguntou se eu queria usar doce com ele no sábado, eu aceitei...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Marcelo 01/06/2020 20:08

    Que demais!!! Quase perdi o fôlego lendo... Também adoro professores de Ed. Física.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 2 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos