Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » Maridinho corninho queria muito e me incentivou a trair escondido.

Maridinho corninho queria muito e me incentivou a trair escondido.

Publicado em abril 1, 2021 por Ricardo

Tenho 36 anos, sou uma mulher muito bonita, loira dos olhos verdes, branquinha, corpo bem torneado e seios muito belos. Minha bundinha é de tirar o fôlego dos homens que me vêem. Dizem que tenho um reguinho maravilhoso, que dá muita vontade de ficar esfregando nele. Sou louca em dar meu cuzinho. Morro de tesão quando um homem me pega forte e me come, comigo bem empinada e ele quase em pé, enfiando retinho. Fico descontrolada… Gozo muito forte e com muita intensidade. Isto deixa os meus amigos loucos…
Sou casada com um homem muito gato de 54 anos que amo muito. Nunca tinha traído o meu marido e tínhamos um relacionamento normal, sem aventuras.
O meu marido está há 7 meses morando em outra cidade a trabalho. Isto mexe muito com a nossa cabeça, despertando desejos e fantasias muito excitantes que não sabíamos que existiam em nossos pensamentos. Numa dessas vezes em que falávamos por whatsapp, ele me confessou que tinha o fetiche, e que morria de tesão incontrolável, de me ver com outro homem. Nunca me passou pela cabeça aceitar esta proposta, mas sempre me excitava essa ideia da traição, do escondido, do proibido. Até que, neste início de ano, por eu estar muito tensa devido à falta do meu belo homem, comecei a sair com uma galera que conheci através de uma amiga aqui do condomínio onde moro. Minha vizinha é mais nova, e tem um corpo muito bonito, que deixa os homens loucos. Juntas, éramos duas mulheres lindas e fogosas.

Numa dessas saídas , fomos a uma festa bem descolada e super astral com os amigos dela, que já haviam escutado comentários de mim, e estavam loucos para me conhecer e incluir-me no grupo deles de solteiros. Fiquei impressionada com a beleza deles, e a maneira como se comportavam, com elegância e respeito.
Chegamos eu e minha amiga ao local. Um studio tipo loft muito bem decorado, bom gosto e um clima extremamente excitante. Quando entramos, todos já haviam bebido e dado uns tirinhos, que adoro também pois me deixa fogosa e aberta para novas experiências. Foi então que percebemos que TODOS os rapazes me olhavam com muita simpatia e empolgação. Chamei muita atenção e me senti muito à vontade, pois apesar do interesse, todos tinham um respeito e uma educação que me motivaram a relaxar e curtir o momento.
Fui apresentada a todos. Era excitante ver tantos rapazes, na faixa de seus trinta anos, belos e provocantes. Foi então que conheci um que me chamou muito minha atenção.
Um rapaz com um rosto exótico, olhos verdes, barba bem feita, cabelos pretos e um sorriso enigmático. Aquele homem me deixou bamba. Um corpo escultural, lindo. Fiquei muito afim dele, mas fiquei na minha, pois sempre tive esse jeito discreto, tímido. Bebemos e conversamos bastante sobre tudo. Estava empolgada e ele, muito simpático e solícito, me deixando cada vez mais à vontade.
Aquele homem tinha atitude e estava muito seguro de si. Toda mulher gosta de ser elogiada e, além disso, educadamente, ele continuava me provocando e me deixando muito excitada.
Em determinado momento, levantei e disse que iria ao banheiro.
Quando entrei no banheiro e abaixei a calcinha, minha bucetinha estava completamente encharcada, escorrendo pelas pernas. Estava bamba e aquele homem não me saía da cabeça, queria muito dar pra ele.
Quando terminei de me enxugar e abri a porta para sair, dei de cara com ele, tomei um susto!
Ele sem dizer nada, sorriu e me puxou, me encostando na parede com minha bundinha virada para ele, quando começou a beijar meu pescoço por trás e, com uma pegada deliciosa e forte, me fez empinar a bunda e levantar minha saia. Não tive reação, me entreguei totalmente. A pegada era forte e eu estava muito encharcada, entregue ao momento.
Eu não parava de tremer de tesão e minha bucetinha escorria e latejava, desejando muito aquele homem.
Ele abaixou a calça até a metade e eu, maravilhada, vi um pau lindo, grande, grosso com uma cabeça enorme com dobrinhas que me deixaram hipnotizada. Ele, sorrindo, me pegou pela cintura e me levou para um quarto, logo ao lado. Entramos rápido, ele fechou a porta e me pegou forte, tirando minha saia e minha blusa, me deixando só de calcinha. Estava zonza de tanto tesão, pois havia muito tempo que não ficava com ninguém e numa situação tão surpreendente e inusitada.
Ele, com uma atitude de fazer inveja, me jogou na cama e me pediu para empinar minha bunda o máximo que conseguia.
Subiu na cama, com o pau lindo e muito inchado, tirou com força minha calcinha e começou a esfregar no meu reguinho e a bater a cabeça grande e inchada na portinha do meu cuzinho. Sem reação, piscava o cuzinho e desejava aquele mastro me invadindo e me arregaçando, e eu implorando para ele ficar cutucando a entradinha, saindo e entrando, alargando o anelzinho. Tremia e gemia.
Nessa hora, era a putinha dele e disse que ele poderia fazer o que quisesse comigo.
Foi quando ele parou, colocou um tequinho de pó no meu cuzinho e cheirou com um tesão e desejo que me fez dar um gemido alto, intenso.
Me virou de frente para ele, e colocou um tequinho para mim em seu enorme pau cabeçudo e me fez cheirar e lamber. Adorei a sensação de pegar num pauzão lindo e cheirar. Passei a língua em toda sua extensão e , sorrindo, fui engolindo aquele mastro que latejava em minha garganta. Que delícia! Adorava ele me pegar pelos cabelos e empurrar seu pau até o fundo, me fazendo engasgar. Olhava para cima, meus olhos verdes iluminados pelo engasgo, e ele, louco de tesão, empurrava forte, fazendo-me engasgar várias vezes.
Foi aí que tudo aconteceu… Tive o gozo mais intenso e gostoso da minha vida. Quando ele me virou com a bunda pra cima novamente e, sabendo o que ele queria, empinei meu rabão, escancarando meu cuzinho para ele. Eu piscava muito o cuzinho incontrolavelmente, e minha bucetinha escorria e pingava de tanto tesão.
Ele subiu na cama e, em pé, por cima de mim, começou a cutucar com seu mastro na entradinha do meu cuzinho apertado, empurrando a cabeça inchada de cima para baixo. Que delícia! Estava com muito tesão no cuzinho e queria gozar muito pelo cu. Lubrificando o pauzão com o meladinho que escorria de mim, começou a empurrar devagar, quando senti a dobrinha do pau dele, alargar meu anelzinho. Que pegada… entrava e saía do cuzinho brincando com meu anelzinho sem dó.
Chorando de tesão, pedi para ele parar, pois era uma mulher casada e não poderia fazer aquilo.
Pedia para tirar, com a voz manhosa, gemendo e ele perguntando se era isso mesmo que eu queria.
Não conseguia responder… não queria que ele parasse.
Então ele chegou no meu ouvido, deu um beijinho gostoso, e me chamou de putinha, de casadinha gostosa, de safada, falando que eu gostava de trair e que eu iria contar tudo pro maridinho corninho.
Me derreti. Ele percebendo, foi entrando e empurrando devagar com aquele pau enorme, batendo lá no fundinho do cuzinho. Fiquei alucinada. Desejava muito aquele pau. Queria gozar pelo cuzinho, tava com muito tesão no cu.
Ele começou a bombar forte dizendo que a cabeçona do pau dele tava inchando muito e que ia me encher de porra. Ficava batendo gostoso no meu rabinho e não parava de repetir, agora alto e ofegante, que seu pau tava inchando, inchando muito, que ia me encher de porra.
Comecei a gritar que ia gozar forte, descontrolada, quando senti um jato de porra maravilhoso enchendo meu cuzinho lá no fundinho.
Urramos os dois, gozamos juntos.
Eu piscava intensamente o anelzinho de tão forte que foi meu espasmo.
Chorava e gemia de alegria, desfalecida na cama, ainda com o pau dele todo enfiado. Nos abraçamos e nos acalmamos, ele me fazendo muito carinho.
Desejei que aquele momento nunca terminasse. Foi intenso.

Continua depois da publicidade

Quando nos recompomos, voltamos para a festa que já estava animadíssima.
Dançamos, bebemos e nos divertimos muito a noite toda.
No dia seguinte, totalmente feliz, resolvi contar pro meu maridinho o que havia acontecido. Ele meio que já esperava isso de mim.
Hoje sou uma mulher muito apaixonada pelo meu marido e ele por mim. Temos muito respeito um pelo outro e nossa relação ficou mais verdadeira, gostosa e sólida.
Quanto aos rapazes, tivemos outras festas, mas isso é uma outra história…(continua)

Nas vezes seguintes, meu gato ficante me recebeu com amigos. O meu marido amou saber que eu tinha dado para vários caras. Eu mesmo ligava o celular para ele ouvir tudinho. Para ouvir os caras, para ouvir eu gemendo, enquanto eles metiam em mim. Amei demais quando me sentei em cima do meu ficante enigmático, cavalgando na rola dele, roçando os meus seios na sua boca, enquanto um amigo dele me penetrou por trás. O Maridão ouviu os meus gritos de dor, os meus gemidos de prazer. Foi bom demais.

Talvez na próxima festa, eu ofereça ao meu marido o presente que ele tanto anseia: dar para outros caras, com ele vendo e chegar em casa toda melada de porra para ele me lamber. Ele me pede muito…

Continua depois da publicidade

2264 views

Contos relacionados

traí meu marido com o auditor

Traí meu marido com auditor Tenho 38 anos e trabalho em uma empresa pública no setor administrativo, tenho algumas responsabilidades sérias e na empresa é grande o número de funcionários do...

LER CONTO

O MARIDO DE VALÉRIA NÃO CURTE ANAL. COITADO.

Bom dia a todos. Meu nome é Valéria, sou casada e moro na cidade Tabajara, entre Olinda e Paulista. Não sei se sou viciada, mas gosto de sexo acima do normal. Mas foi lendo contos com fotos que...

LER CONTO

MINHA ESPOSA DEU A BUNDA A MEU MELHOR AMIGO

Nessa foto minha esposa está nua, em nosso banheiro, com meu melhor amigo. Amigo de infância. Jamais pensei nisso. Foi decepção total mesmo. Mas deixa eu explicar tudo. Sou casado com Ana e...

LER CONTO

2 - Comentário(s)

  • Rodrigo 08/04/2021 02:23

    Adoro ver minha esposa gozar em outros cacetes. Só que geralmente também participo

  • Fernando Garcia 02/04/2021 03:36

    Nossa! Que mulherão vc é! Manda mais

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos