website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Fui buscar peladinha e literalmente tomei no rabo

Fui buscar peladinha e literalmente tomei no rabo

Publicado em outubro 25, 2022 por Dammas Safadas

Fui buscar peladinha e literalmente tomei no rabo

“HELENA DE TRÓIA”

Bem, depois que ele foi me buscar em RG, ficamos alguns dias nos vermos, pois ele foi viajar, passar uns dias de férias em uma cidadezinha perto de SC. No primeiro dia trocamos muitos watts, ao ponto de eu antes de sair para correr, mandar uma foto com uma regatinha preta, e um shortinho preto também, no que obviamente me perguntou o que eu estava usando por baixo, eu apenas ri e fui correr, quando estava correndo vi que tinha enviado um watts, era ele de bermuda, zíper aberto e com o pau de fora, só a cabeçona, quase cai, tive que parar para observar e pedir mais, no que ele retrucou dizendo que só quando eu mostrasse o que tinha por baixo do shortinho preto, respondi que estava toda de preto, sutiã e calcinha,
– Eu quero a foto;
– Vou pensar.
Quando cheguei em casa fui até o meu quarto, tirei a fotinho de costas, com o shortinho abaixado até os joelhos, só a pequena calcinha tapando meu cuzinho. Aproveitei e tirei de frente, e mais uma com o short nos joelhos e a calcinha abaixada, deixando minha bundinha toda à mostra, tomei meu banho… GOZEI gostoso com o chuveirinho na minha bucetinha e para minha surpresa coloquei um dedo no meu cuzinho, nossa será que eu já andava com vontade de ver como ele me dizia, que seria diferente.

 

Recebi um bom dia pelo watt com uma foto de todo o pau dele, tirou uma fotinho pelado o sem vergonha, e enviei um só de camisetinha, bem como havia acordado, e assim foi todos os 10 dias em que fiquei longe, no dia que ele voltaria recebi o vídeo derradeiro… ele batendo uma punheta, gozando e chamando pelo meu nome:
(– vou gozar assim na bucetinha da minha Helena, vou encher a boquinha da minha putinha de porra), corri para o banheiro, fiz um vídeo me masturbando e falando que tava com saudade de gozar no pau DELE, enviei, o carinha pirou total rsrsrs…perguntei que horas chegaria, que tava louca p rever ele,  falou que só o veria se fosse até a casa dele no meu carro, totalmente pelada.…eu falei que seria impossível.

Por volta das 19 horas, eu tomei um banho, coloquei minha calcinha preta (descobri que ele adora preto), sutiã preto e uma gabardine de algodão igualmente preta, falei que queria ir a um motel e que passaria lá às 21h30min, disse que só iria ao motel se eu estivesse nua… peladinha.…eu apenas enviei um:
(– HEHE)por watts e descrevi o que estava usando.

Na hora marcada peguei o carro, desci, vi que um vizinho achou estranho eu de gabardine com aquele calor todo, mas segui, entrei no meu carro e quando parei na primeira sinaleira abri a capa e tirei o sutiã, um cara de moto ficou olhando, vidrado, mas pra minha sorte o sinal abriu, e quando fui tirar à calcinha na próxima sinaleira a moto estava ao meu, fiz cara de brava, fechei a gabardine e voeei até a casa DELE. Uma rua antes vi que me esperava na frente, tirei a gabardine e cheguei peladinha, ele entrou no carro, me olhou e foi logo me beijando, dizendo não acreditar que eu estava como pediu, e enfiou a mão na minha xotinha, toda melada, já pelo carinha da moto, e pelo tesão de ver aquele homem.

Vamos para o motel, ele me disse, eu disse que não, que queria dar uma volta e pedi que ele dirigisse meu carro. Meu carro é automático, então enquanto  dirigia eu abri o zíper, tirei aquele pau gostoso para fora e comecei a chupar todo, enfiava a cabeçona na boca, tirava passava a lamber todo o pau, punhetiava gostoso, metia a cabeçona na boca e depois enfiei o que deu na minha boquinha gulosa e louca por leitinho, me mandou ficar de quatro com a bunda encostada na janela do carro e enfiou os dedinhos novamente na xotinha e começou a socar dois dedinhos, e tirar eu já completamente melada rebolava com os dedinhos castigando e molhando, babando minha bucetinha, foi quando se surpreendeu com o que pedi, falei p ele colocar um dedinho no meu cú, pegou um dedo já melado da minha xotinha e enfiou o dedinho, só a pontinha no meu cú, pedi para colocar todinho e ele o fez, ai comecei a rebolar bem puta, bem taradinha, e pedi para ir ao motel, chegamos e disseram que tínhamos que esperar uns 10 minutos pois já estavam arrumando o quarto.

Entramos no pátio e ficamos esperando, e voltei à carga, virei de bundinha para ele de quatro no banco e comecei a rebolar, ele abria minha bundinha, expondo meu cuzinho que piscava, foi quando olhamos a guria da recepção do motel nos olhando, os vidros são escuros, mas não tão escuros, olhando ele de calça arriada tocando uma punhetinha e eu rebolando com o cuzinho bem amostra foi ai que pediu para eu me virar e chupar a pica, tal o tesão que eu estava que não percebi, só me dei conta quando ele abriu o vidro e deixou que ela olhasse bem de pertinho, ouvi ela com voz tremula dizer que o quarto estava pronto, me sentei no banco, pegamos a chave e fomos para o quarto.

Mal entramos no quarto, eu só de sandálias de salto alto, ele tem 1, 88, me empurrou para cima da mesinha e enterrou a pica na minha buceta, nossa senti as bolas batendo no meu rabinho, e começou a socar e tirar todo o caralho, me arrombando, nossa que saudade dessa pica gostosa, mas eu queria mais, me virei e fiquei em cima da mesa, e começou a bater com a pica no meu grelinho, metia e batia no meu grelinho eu já tava louca e disse que assim ia gozar… mas, ele continuou a socar, e tirar, ai deixava a cabeçona e socava…comecei a pedir para enfiar mais, socar mais na puta dele, e gritei gostoso e me acabei….GOZEI….GOZEIIIIII….me pegou no colo, me levou para a cama e deixou eu me acalmasse, curtisse meu gozo.

Deixou-me uns 10 minutos quieta e me convidou para um banho, já tinha enchido a hidro, pegou duas cervejas e fomos para a hidro, entrei na água quentinha, ele ficou na borda me olhando, disse que não tinha gozado, e comecei a mamar,chupar gostoso aquela picona linda, foi quando ele entrou na hidro, me colocou de 4 e começou a ensaboar meu cuzinho, senti que ia acabar tomando no cuzinho, já enviava dois dedinhos no meu cú, disse que ia ensinar como era bom toma no rabinho, que se eu quisesse ia colocar só a “cabecinha”, pedi para ir pra cama.

Fiquei de quatro na cama, molhada, com o cuzinho todo ensaboado, e pediu que eu abrisse minha bunda com uma das mãos, colocou dois travesseiros embaixo de mim, e senti a cabeça da pica forçar meu cú, pediu para eu relaxar, e senti que a cabeça deslizou para dentro, ardeu, doeu, reclamei e ele parou de meter, deixou a cabeça lá e disse q a dor já ia passar, falei que tava bom e pediu para eu rebolar, comecei a rebolar e pedi que ele metesse no MEU RABO e foi empurrando bem devagar, me segurando pelo quadril e senti a pica toda lá dentro, por incrível que pareça não tava doendo mais e ai ele começou a tirar, deixando só a cabeça e socando de novo, ia esfolando, arrombando meu cú e eu adorando, ainda mais quando começou a me masturbar, e eu rebolando na pica, até que avisou que ia gozar, perguntou onde eu queria porra, falei para encher meu cú de porra, de leite, de gozo e gozou me encheu o cú de porra,  me acabei quando senti o leite quente no meu rabo… caiu em cima de mim, mas antes que ficasse mole disse que ia tirar devagarzinho e assim o fez…que tesão de homem, que caralho.

Pegou-me pela mão, me deu um puta beijo e convidou para um banho de chuveiro. Entramos e pegou o sabonetinho, começou a me lavar, passava o sabonete no meu cuzinho, todo aberto, e ia com carinho me lavando, me beijando, foi quando senti aquela pica dura, arrebitei a bundinha e pedi pica na buceta, e ele enfiou, socou com força, sem pena de mim, e eu rebolava… e rebolava mais quando ele perguntava se tinha doido, se eu tinha gostado de da o cú para ele, aumentei os rebolados e disse que assim ia goza no pau dele, e gozeiiii….gozeiiii…perguntou onde eu queria a porra e falei que queria tomar tudinho, me segurou forte pelos cabelos, me virou, me agachei e recebi toda a porra na boca, na garganta, punhetiei até sair a última gota. Estava na hora de ir embora, pedi que pegasse minha bolsa, tirei uma calcinha limpa, branquinha, coloquei de costas para que ele visse o fiozinho entrando na minha bunda, botei um vestidinho e fomos embora… eu com o cuzinho doído, mas um doído bem gostoso. Deixei-o em casa, e quando estava chegando à minha, mandei um watts dizendo que queria “MAIS PIÇA NO CÚ”

4411 views

Contos Eróticos relacionados

A Filha da empregada, pt1

Muito bem, me chamo Bono e eis aqui minha 2a experiência sexual, dividirei com vcs mais essa. - As vezes a realidade e mais louca que a ficção. - B.Bianco Florianópolis meados de 2002, eu...

LER CONTO

Minha amiga do Grajaú e eu

O que vou relatar realmente aconteceu. Estávamos no início dos anos 2000. Eu prestava serviço em uma operadora de telefonia bastante conhecida. O local era bem movimentado e dinâmico,...

LER CONTO

Comi aluna de filosofia Porto Alegre

Começo avisando que não escrevo nada que não seja real. Todos meus contos sai reais. Bem, vamos lá: Leciono numa escola de Ensino Médio Particular. Logo que cheguei numa das turmas percebi...

LER CONTO

Ensinei minha cunhada a jogar tênis

Segunda (dia 24) de noite, sai de uma partida de tênis de 2 horas, tirei uma foto do meu relógio que mostra as calorias gastas e mandei em um grupo do Whats que tem eu, minha esposa, sogra e...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos