website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » TROCA-TROCA DE MARIDOS…

TROCA-TROCA DE MARIDOS…

Publicado em dezembro 20, 2022 por ANGEL

Resolvi escrever este conto; fatos que aconteceram a pouco tempo, porque sei que vou continuar no anonimato. Meu nome é Júlia (23 anos) e casada a pouco mais de 2 anos com Ronaldo (30). Ronaldo trabalha como gerente financeiro de um grande banco, e com um projeto imobiliário financiado pelo banco ele conseguiu adquirir um belo apartamento. Outro gerente do banco, Lauro de 27 anos e muito amigo de Ronaldo também adquiriu um apartamento logo em frente ao nosso. Lauro casou com Vitória de 21. Vitória era uma mulher belíssima: morena jambo, seios médios perfeitos e um bumbum de deixar qualquer rainha de escola de samba com inveja. Lauro um homem de quase 2 metros de altura, falso magro e de uma beleza simples, porém muito simpático. Eu e Ronaldo a gente sempre se preocupou em manter nossos corpos em dia, frequentando academia pelo menos 3 vezes na semana. Morando em frente, passamos a ter uma amizade de frequentarmos um o apartamento do outro, aponto de quanto nossos maridos estavam trabalhando, eu e Vitória estávamos sempre juntas; em casa ou passeando na cidade. Na piscina do condomínio fomos percebendo que Lauro e Vitória gostavam de beber bastante cerveja e caipirinha, a ponto de subirem pro apartamento cambaleando e trocando as pernas. Num domingo, eu e Ronaldo resolvemos sair pra fazer algumas compras e demoramos a retornar. Ao chegarmos no nosso andar e na nossa porta, notamos a porta do apartamento deles aberta. Ronaldo tocou a campainha, e como não fomos atendidos passamos a chamar pelo nome dos dois, sem nenhuma resposta. Sem saber o que tinha acontecido fomos adentrando no apartamento com todo cuidado, até chegarmos no quarto e ver a Vitória toda largada sobre a cama inteiramente nua. Tivemos que nos aproximar pra perceber que ela estava apenas dormindo profundamente. Com dúvidas se Lauro estava dentro da casa, continuamos a andar pelo apartamento até chegarmos no banheiro e ver Lauro sentado num canto do banheiro, também todo largado; parecendo estar dormindo, e como a Vitória sem nenhuma roupa. Sem saber realmente o que tinha acontecido Ronaldo resolveu tentar acordar o amigo pra ver se ele estava bem. Eu, depois de olhar e reparar que Lauro tinha uma piroca, que mesmo mole caída sobre sua coxa, era bem grande fui pro quarto tentar fazer o mesmo com a Vitória. Balancei Vitória e ela resmungou algumas palavras desconexas indicando claramente que estava era muito bêbada. Resolvi deixá-la dormindo e voltei ao banheiro vendo Ronaldo tentando levantar aquele homem de quase 2 metros.

– Me ajuda aqui Júlia; ele é muito pesado.

Fiquei meio constrangida por ele estar pelado, mesmo assim fui ajudar meu marido. O bom foi que Lauro começou a reagir e acabou facilitando a gente colocá-lo sentado dentro do Box. Ronaldo abriu o chuveiro e assim que a água bateu no corpo do Lauro ele muito assustado arregalou os olhos.

– O que houve? O que houve?…

– Parece que você está muito bêbado e precisa tomar um banho.

Com ajuda de Ronaldo, Lauro foi ficando em pé e apoiando as mãos na parede ficou deixando a água cair nas suas costas. Do lado de fora do Box eu continuava olhando aquela enorme piroca balançando e imaginando aquilo duro. Voltei pro quarto e minutos depois Lauro entrou sendo apoiado pelo Ronaldo… Vitória continuava toda largada sobre a cama, com as pernas arreganhadas mostrando sua xoxota depilada com apenas um pequeno tufo de pentelhos e seus seios volumosos. Depois de colocar Lauro deitado, saímos do apartamento deixando a porta apenas encostada. Na segunda-feira Vitória veio falar comigo dizendo que mesmo confuso Lauro contou sobre lembrar de ter nos vistos dentro do apartamento deles. Acabei contando tudo o que aconteceu, e ela um pouco incrédula, dizendo que exageram na caipirinha no bar da piscina.

– Então o Ronaldo me viu pelada?

– Viu! Eu também vi seu marido completamente pelado no banheiro!

Rimos muito, e ela:

– Então, também vou querer ver o seu marido pelado, ué!

– Ah é? Então eu deixou o Lauro também me ver pelada, kkkkk!…

Acabei contando pro meu marido da conversa que tive com a Vitória, e justamente quando estávamos na cama transando ele com seu pau enfiado na minha buceta, ficou parado olhando pra minha cara.

– Você teria coragem de ficar pelada na frente do Lauro?

– Teria sim, você não viu a mulher dele pelada?

Ele voltando a socar seu pau na minha buceta.

– Aposto que já imaginou você transando com ele, não imaginou?…

Dei-lhe um beliscão no braço.

– Vai a merda!… Você é que deve tá imaginando que eu poderia ser ela agora, não é?

Ele acelerando as socadas na minha buceta.

– Que tal você também imaginar que eu sou o Lauro te fodendo?…

Fiquei puta e resolvi sacanear.

– Mete na minha buceta Lauro, mete! Mete!…

Ele entrando no faz de conta.

– Oh Vitória; como você é gostosa!

Passamos a gemer cada vez mais alto, eu chamando-o de Lauro e ele me chamando de Vitória. Tive um delicioso orgasmo com ele gozando muito na minha buceta. Isso aconteceu outras vezes que transamos, eu fingindo ser a Vitória e ele o Lauro. Tempos depois, Lauro nos convidou a ir em um parque aquático onde eles eram sócios e podiam levar convidados. Chegamos e fomos para um pequeno chalé que Lauro tinha alugado para ficarmos mais à vontade. Quando a gente se preparava pra vestir nossas roupas de banho, Vitória simplesmente foi se despindo na nossa frente ficando completamente nua pra colocar seu biquini. Olhei pro meu marido que sorriu me autorizando a fazer o mesmo. Tive que imaginar que estava apenas eu e Vitória naquele ambiente, e de costas pra eles fui me despindo. Já completamente nua sabendo que Lauro olhava pra minha bunda, ouvi a voz de Júlio.

– Pode virar de frente meu amor!…

Mesmo meio envergonhada estava adorando aquele momento de ser vista pelada por outro homem. Fiquei de frente pra eles, mas colocando rapidamente o biquini e reparando que os dois estavam bastante excitados. Tanto que eu e Vitória tivemos que sair do chalé e deixar os dois voltarem ao normal. Umas duas horas mais ou menos, ainda dentro da piscina Júlio chegou e quase sussurrando me perguntou se eu gostaria de ficar sozinha no chalé com o Lauro… Parece que os dois tinham combinado alguma coisa. Fiquei um pouco nervosa, mas acabei perguntando se ele ia também ficar sozinho com a Vitória. Ele na maior calma disse que “sim”, mas que eu e Lauro deveríamos ir primeiro. Tentei tirar o corpo fora, mas ele todo carinhoso comigo.

– Eu sei que você sente desejos por ele… Vai ficar tudo bem, ok?

– Mas e depois meu amor? E a gente?

– Vou continuar apaixonado por você, aconteça o que acontecer entre a gente! – ele respondeu.

Fiquei ainda por alguns minutos na dúvida em aceitar aquela coisa absurda de ser possuída por outro homem com o consentimento do meu marido. Mas ao me lembrar do dia em que vi o Lauro pelado, acabei caminhando sozinha pro chalé. Me deitei na cama de biquini, e virada pra parede fiquei aguardando até perceber que alguém entrava no quarto do chalé. Começou fazendo carinhos no meu braço, depois na minha coxa, pra em seguida me dar um beijo no pescoço. Parecia que meu coração ia sair pela boca quando senti ele soltando a parte de cima do biquini, e me abraçando por trás começou a apalpar meus peitos. E novamente me beijando no pescoço.

– Não tenha medo Júlia!…

– Estou um pouco envergonhada!…

Ele começou a descer a calcinha do biquini e fui deixando até me encontrar totalmente nua sobre a cama com ele me abraçando por trás e passando a mão na minha bunda. Ele sabia que eu desejava aquilo e logo senti algo sendo colocado no meio das minhas pernas.

– Levanta um pouco a perna, levanta!…

Levantei e senti ele chegando com seu pau na minha buceta, pincelando até encontrar a entrada. Lauro forçou um pouco e fui sentindo seu pau entrando na minha buceta. Tentei não gemer, mas assim que senti ele começando a fazer o vai-e-vem mesmo sem enfiar tudo, comecei.

– Huuuummmmmm! Huuuummmm! Enfia tudo, enfia!…

– Então vira de frente, vira!…

Ele tirou seu pau e eu virando e vendo ele ajoelhado, vi o tamanho real daquela piroca que media mais de 20 cm… Era maior, mas bem mais fina do que a do meu marido. Me ajeitei e ele vindo por cima foi enfiando novamente na minha buceta. Com toda sua piroca enfiada na minha buceta ele começou novamente um delicioso vai-e-vem. Eu agarrando no seu pescoço fui gemendo cada vez mais alto e rapidamente fui tendo o meu primeiro orgasmo. Lauro continuou socando, e quando fui sentindo que ia ter um novo orgasmo, enlacei sua cintura com minhas pernas e fiz praticamente ele gozar dentro de mim… Gozamos ao mesmo tempo.

Ele sem tirar o pau da minha buceta, foi reclinando e me beijando na boca. Acabei sorrindo.

– Que loucura Lauro… Nunca imaginei fazer uma coisa dessa.

– Mas você gostou? – Me perguntou.

– Nossa, foi maravilhoso!…

Fui me limpar no banheiro e voltei pelada me deitando ao lado daquele enorme homem que tinha naquele momento seu pau mole. Ele voltou a me beijar muito, depois mamar nos meus peitos e me abraçando voltou a alisar minha bunda. Quinze minutos depois, eu estava segurando seu pau que estava ficando novamente duro. Lauro me pegou de quatro sobre a cama, e me deu uma coça de pica que urrei feito uma cadelinha até ter mais um orgasmo e ele encher minha buceta de porra. Tomamos um banho rápido e voltamos pra piscina, vendo em seguida meu marido e a Vitória indo pro chalé. Voltamos pra casa e nenhum dos dois fez algum comentário sobre o que tinha acontecido dentro do chalé. Ronaldo continuava carinhoso como sempre, e a diferença é que passamos a fazer mais sexo. O mesmo aconteceu comigo e Vitória, sem fazermos nenhum comentário e nossa amizade continuava como se nada tivesse acontecido. Três semanas depois, estávamos os quatro na piscina do prédio, e foi Vitória quem chegou me perguntando se eu gostaria de ficar um pouco com o Lauro dentro do apartamento.

– E você quer ficar com o Ronaldo, é? – perguntei.

– Eu quero sim, e já conversei sobre isso com o Lauro.

Subimos os quatro, e na porta Vitória foi entrando no nosso apartamento junto com o Ronaldo… Sem opção entrei no apartamento deles com o Lauro, que trancando a porta veio me abraçando e me beijando na boca… Fiquei imaginando que devia estar acontecendo a mesma coisa no apartamento de frente. Como tinha subido de roupão, deixei cair no chão e só de biquini Lauro foi soltando a parte de cima e eu mesma foi descendo a parte de baixo. Ele me levou pro seu quarto, e também ficando pelado deitou comigo já com seu pau duríssimo. Fiquei no apartamento do Lauro por mais ou menos 1 hora, e depois dele me dar duas trepadas seguidas e me fazer novamente ter uns 3 orgasmos, estamos deitados exaustos e abraçados quando Vitória apareceu na porta do quarto. Fiquei constrangida, mas ela me dando um abraço (eu ainda nua) e um tapinha na bunda.

– A gente precisa fazer isso mais vezes, topa?

Disse que sim, a indo pra sala vesti somente o roupão, e levando o biquini na mão voltei pro meu apartamento. Ronaldo me abraçou e me beijando foi tirando o roupão me deixando novamente pelada.

– Tudo bem meu amor?…

Ronaldo me levou pro quarto, e por incrível que pareça enfiou a cara no meio das minhas pernas e começou a chupar minha buceta que ainda tinha um pouco de porra do Lauro. Eu me debatendo de prazer, ele rapidamente foi por cima de mim e também fodeu minha buceta, igual um animal me fazendo um meu quarto orgasmo num só dia. Praticamente todos os sábados eu ia ficar com o Lauro e Vitória com meu marido. Com Lauro acabei fazendo uma coisa que nunca tinha feito com meu marido… Adoro chupar a piroca do Lauro até sentir gozando na minha boca.

Veja outros contos de Contos eróticos de corno e bem gostosos logo abaixo:

ACEITEI UM DESAFIO PERIGOSO DEMAIS PARA MEU CU. QUANDO VI... JÁ ERA TARDE.

Dia que Comi a Namorada Do Vizinho

15404 views

Contos Eróticos relacionados

Sonho realizado

Ser corno é a melhor sensação do mundo ser corno dá um tesão que uma pessoa nunca vai sentir em uma relação comum se você tem medo de ser corno perca esse medo por que a melhor coisa que um...

LER CONTO

A submissão da noiva Aline ao coroa milionário

Não sei se pela tirania de minha mãe ou pela subserviência de meu pai, eu tinha o maior desprezo por homens velhos . Mas agora, ao mesmo tempo em que eu continuo desprezando-os, um homem com...

LER CONTO

Ouvindo Tudo

Vou relatar uma historia que aconteceu a alguns meses, comigo minha noiva e um amigo. Os nomes serão fictícios por segurança. Somos um casal baiano, eu me chamo kaio 23 anos, 1,80m, moreno...

LER CONTO

MINHA MULHER E O GARÇOM

Sempre íamos com frequência a uma boate de casais em Copa. Lá era uma boate especializada em swing e adorávamos o clima sensual da casa. Na boate tinha um garçom que era muito assediado pela...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Velho Chico 21/12/2022 22:28

    É uma delícia isso de uma troca, mas quero é fuder uma esposa liberada pelo maridos que ele fique assistindo a foda e vendo a sua esposinha gozar gostoso na minha cara. Vc corno me convida pra bater um papo27999042412 teclando no zap

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos