Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Transando com a ex-namorada e uma amiga

Transando com a ex-namorada e uma amiga

Publicado em agosto 9, 2019 por Mato Grosso

Como já mencionei em outro conto aqui publicado (Fiz anal com a vizinha de Kitinet), fui casado por um tempo, já faz dois anos que estou solteiro, e sempre tendo minhas aventuras sexuais. Sempre tive a fantasia de ficar com duas mulheres, agora que estou solteiro pude realizar esta fantasia, algumas vezes.

Essa história que vou narrar aconteceu com uma ex-namorada minha, assim que me separei arrumei uma namorada e um dia confessei a ela sobre essa minha fantasia o qual foi minha surpresa, ela me revelou que também tinha duas fantasias, uma seria ficar com um casal e a outra era ficar com dois homens, mas que um tinha que transar com o outro pra ela ver, além de os dois transar com ela, falei pra ela que até ficaria com ela e outro, mas só que eu só comeria o outro e não daria. (essa historia contarei no próximo conto).

Essa minha ex-namorada, (já que, namoramos por quatro meses, mas sempre nós ficávamos juntos, sexo sem compromisso), é uma mulher já coroa, uma baixinha, tanto é que, seu apelido é baixinha, uma mulher louca por sexo. Depois que terminamos após uns 6 meses eu conheci uma outra mulher, pelas redes sociais, ela me revelou que tinha uma fantasia que era de ficar com um casal, ai já sabe juntou a fome com a vontade de comer.

Essa minha amiga é uma mulher de uns 40 anos, loira, um pouco cheinha, muita linda, um tesão de mulher, marquei em minha casa, com as duas, mas isso durou um mês a nossa conversa , até madurecer bem o assunto. A loira me pediu para que eu providenciasse uma bebida para que nós ficássemos mais soltos, eu me limitei a beber. Quando a loira chegou à minha casa a baixinha já estava, fiz a apresentação de uma para a outra, e servi Wisk com água de coco, depois de varias doses a baixinha me disse que a bebida estava deixando ela com muito calor e se podia tirar a blusa, disse que se ela quisesse poderia tirar toda a roupa, sem fazer cerimônia ela ficou só de calcinha.

A loira um pouco envergonhada, disse que preferia ficar como estava, mas que, nós dois poderíamos ficar a vontade, logo comecei a beijar a baixinha e ela gulosa como sempre começou a chupar meu pau, colocando tudo na boca até provocar anciã e babar, a loira vendo aquilo, não se aguentou e pediu para participar, quando olhe as duas já estavam se beijando, no inicio um beijo tímido, já que segundo elas nunca tinham feito aquilo, mas para duas iniciantes até que, estavam se saído muito bem.

Entrei na brincadeira, e nós três trocamos beijos, depois as duas começaram a disputar o meu pau, uma mais gulosa que a outra, depois pedi para que uma chupasse a bucetinha da outra, que tesão que me deu, as duas se envolveram em um 69 delicioso, a baixinha estava por cima, eu não resisti a visão daquela bundinha, que já tinha comido muitas vezes e como um dia ela me disse que quando ficasse com outra queria que, enquanto a outra mulher chupasse sua bucetinha ela queria que o homem comesse seu cuzinho, lembrei disso e lógico que iria realizar a fantasia da minha ex-namorada, coloquei a camisinha, dei umas lambida no seu cuzinho e fui colocando minha rola naquele cuzinho delicioso e guloso ela quase enlouqueceu de tanta tesão e gozou muito.

Depois foi a vez de comer a loira troquei o preservativo, ela pediu para eu comer sua bucetinha primeiro, quase não conseguia falar uma vez que a baixinha não lhe dava trégua, quando não estava beijando a boca da loira estava chupando sua bucetinha ou lambendo o cuzinho. A loira estava toda molhada, enterrei meu pau de uma vez na loira ela deu um gemido e dizia que não sabia o que era mais gostoso se era meu pau ou a língua e os carinhos da baixinha, ela não demorou muito e gozou gostoso, quis comer seu cuzinho e ela me disse que outra vez que ficássemos só nos dois ela liberaria e que aquele dia era para mim se deliciar com o da baixinha. Ficamos por muito tempo transando, (eu demoro muito para gozar e isso as mulheres com quem eu transo aproveitam muito essa demora), ao final eu pedi para gozar na boca da baixinha, já que eu sabia que ela aprecia isso, perguntei se a loira queria dividir a minha porra com a outra ela disse que não, mas que admirava mulher que gosta de engolir.

Continua depois da publicidade

Espero que vocês tenham gostado de mais esse conto verídico. Abraço…

Se você gostou desse conto verídico, ficarei muito feliz de receber o seu  email, caro leitor,

matogrosso 2019@hotmail.com

2548 views

Contos relacionados

A recepcionista gostosa

Fala galera, meu nome é Pedro, resido em Salvador-BA e a história que eu vou contar a vocês é real, tenho 25 anos solteiro não me considero dotado (tenho 18cm de pau), trabalho em uma empresa de...

LER CONTO

Transando com a prima da minha esposa – Parte 2

Conforma já foi publicado aqui no site, tenho um relacionamento com a esposa do primo da minha mulher. Seu nome é Daiane, uma moreninha baixinha de 1.50m. Peitinho pequeno, bumbum pequeno,...

LER CONTO

Eu fui o presente de aniversario

  Meu nome é Yara tenho 20 anos, sou morena, baixinha, cabelos lisos médios, seios médios durinhos , bunduda e  com coxas grossas. Namoro o Eduardo de 26 anos a cerca de 6 meses ele é...

LER CONTO

A Petroleira Nordestina no Rio de janeiro

Meu nome é Antônio Henriques, tenho 40 anos, sou militar e a estória que irei relatar deve seu inicio no ano de 2004, devido meu pai apresentar problemas de saúde e nosso prédio antigo não...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2019 - Contos adultos