website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » SÓ FATOS VERDADEIROS. 01 (nomes fictícios)…+ fantasias

SÓ FATOS VERDADEIROS. 01 (nomes fictícios)…+ fantasias

Publicado em novembro 2, 2023 por JOÂO LUIZ

Hoje já um homem bem maduro, que se identifica com bissexual, casado. Um filho ( Eduardo) , hoje já adulto, que puxou pelo pai. Escolha dele, sem nenhuma interferencia do pai ou da mãe…..

…….Casei com 30 anos, mas comecei a me agitar com, 1,4, ainda estudante do primeiro ciclo. Alto magrelo, agitada, filho de pais de origem italiana, nascido em pequena cidade de origem quase que totalmente Italiana também. No inicio meu pai passava o dia fora de casa trabalhando, depois nesta idade que informei entes, ele já era vendedor viajante, então chega a passa 45 dias ou mais longe de casa. Tínhamos uma casa de praia, e no verão, ficávamos quase que todo o verão lá, eu e minha mãe, Ela era uma Italiana linda, chamativa, onde a gente ia, ela chamava atenção.

Então, eu com quatorze, seguido estudava junto com um dos colegas ( Perci ), nas tardes, ou na minha casa ou na casa dele, ele quase dois anos mais velho. Foi na casa dele que começo a rolar, ele sempre ficava todas tardes sozinho, a mãe trabalhava em um banco. Perci era bem safado, ele era brincalhão, era bem agitado. Depois de muitas vezes estudarmos juntos na casa dele, era novembro, muito quente e ele me falou que ia colocar uma bermuda, ali no quarto mesmo. Tirou a calça do uniforme da escola e a cueca, fiquei olhando aquela bunda branca, nunca tinha visto uma, quando eu olhava, ele rápido se virou, claro que pra eu ver o pau dele, desviei rápido o olhar, mas ele me chamou atenção e estava sacudindo, meio duro já, ficava reto quando ele largava. Confesso que fiquei com olhar fixo no pinto dele, era já meio desenvolvido, bem mais que o meu, diferente pq ele tinha feito circuncisão a cabeça aparecendo toda. Ele sacudindo veio até onde eu estava, “JL, olha só, oq vc acha dele, pega” , e puxou minha mão. Não sei explicar pq fiz, pequei, ele segurando minha mãe, apertava o pau e começou masturbar, duro, duro, parecia que crescia mais ainda e ficava mais grosso, ele se moveu, ” chupa, abre a boca chupa “, e veio direto com ele na direção. Não abri a boca, mas ele esfregou nos meus lábios. “Tira tua calça, quero ver o teu, faz, tira,tira “, levantei e tirei a calça e logo a cueca, ele sorriu um pouco, claro que pela diferença. Pegou meu pau mole ainda e começou apertar e masturbar, logo ficou duro, mas precisava puxar a pele pra tras pra cabeça aparecer. “vira deixa eu ver tua bunda, fica ali, te apoia na cama”, já me conduzindo pelo braço, fez eu me curvar com a bunda virada pra ele. Foi direto nas minhas nádegas e abriu, ” belo cuzinho, bem rosado, tocou com e dedo e senti que forçou pra entrar, logo ouvi que ele cuspia nos dedos e voltou a encostar um dedo no meu cuzinho e empurrar, um pouco entrou, então notei que ele estava se arrumando pra vir com o pau, esperei e senti encostar e começar fazer pressão pra entrar, ele empurrava rápido, mas não entrava, foi então que ele usou a mão pra ajudar, tinha colocado cuspe no pau, e empurrou, senti que entrava, gritei pela dor, mas ele já estava com a cabeça dentro, não sei quanto entrou, mas ele chegou a empurrar antes de eu cair pra frente e o pau dele cair fora. Ele comandando, foi na cama e ficou de quatro no meio da cama, “vem, vem, vem aqui, mete no meu cu”, eu sem nenhuma experiencia, me ajoelhei atras dele, com uma mão ele abriu uma nádega, o cuzinho dele apareceu, eu aprendi rápido sabia como fazer, encostei a cabeça e empurrei, não entrou, entortou e não entrou, “empurra, empurra, ajuda com os dedos pra empurrar”, obedeci, senti que começava entrar e entrou a cabeça, ele gemeu, “dói”, reclamou, “vai JL, empurra, entra, entra”, fui com tudo que tinha e fiquei parado, sentindo o calor do cuzinho dele e super apertado, ele tinha contrações, notei que ele se masturbava, e veio meu gozo, uma coisa fora do comum eu nunca tinha sentido nada assim, me tremi todo, me4 contrai e gozei, quase nada de gozo mesmo, pq ainda não tinha muito. ele acabava de gozar, chegou e expirar alguma coisa na cama. O pau dele, estava inchado, cabeça bem vermelha quase roxa, já dependurado.

“Semana que vem, vamos fazer outra vez, mas não adianta gritar, quero comer entrando todo, sei como fazer “.  Na outra semana, no intervalo no colégio ele já me convocou. A tarde, no quarto dele, ele tinha um gel lubrificante. Ví estrelas, quando ele empurrou, entrou na primeira empurrada que deu, horrível a dor, mas ele socou tudo, senti ele encostando nas minhas nádegas. Ele fazia rápido puxar pra fora e enterrar outra vez, eu tinha muita dor, reclamava mais não adiantava, foi logo que senti a dor aumentar e sabia que tinha engrossado mais e que ele ia gozar, gozou, com tudo socado em mim. O pau do sacana só crescia, cada vez eu achava ela maior.  O pior da tarde, foi quando chegou minha vez de comer ele, meu pau não endureceu, ele chegou as botar na boca, mesmo assim, não ficou bem duro.

Seguimos nos encontrando, em troca troca, até que ele mudou de colégio, dai paramos de nos encontrar….Mas foi ele que me iniciou, achei legal, valeu

………..   segue.. no 02

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

A Cartomante

Fui pedir um orçamento e acabei cheio de porra

17057 views

Contos Eróticos relacionados

Chupando o cunhado

Olá sou homem magro branco mas sempre malhei e meu cunhado forte baixo e moreno .Tudo começou quando estávamos saindo do trabalho , eu e meu cunhado trabalhávamos juntos em uma empresa . ...

LER CONTO

Por que será ???

Por que será??? É verdade, por que será que existem tantos tabus em quem dá o cu, gente é tão gostoso levar pau no cu, não sei o porquê de tantos mistérios, dar o cu é maravilhoso e este...

LER CONTO

Filhinha De Papai

Filhinha De Papai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Sogro Tarado Fodendo a Nora

Sogro Tarado Fodendo a Nora

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Mãezona Peituda Fazendo Espanhola

Mãezona Peituda Fazendo Espanhola

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Amizade colorida

O Léo foi o meu primeiro namorado na adolescência, e começamos a ficar mais íntimos quando eu tinha 17 anos e ele 18. Estudávamos na mesma sala no segundo grau, e ele era um dos colegas que eu...

LER CONTO

FUI INAUGURADO cedo . real

Sempre fui meio nerd, reconheço. Mas já adulto, decidi por exigência da minha mãe, entrar pra um grupo de escoteiros da cidade. Também tinha um ex colega da escola que já estava lá. Com este...

LER CONTO

VERDADES SECRETAS (INICIO) 02

seguindo do 01 Eu e meu agora querido coleguinha de escola (Ubiratã) , até meio que a gente "forçava" nos encontrar pra esudar na casa dele. As tardes dele sempre sozinho em casa, pai e mãe...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Rogério 25/03/2024 17:09

    Soy casado ,mas quero dar meu cuzinho ,e ser uma puta pra outro homem

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos