Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » PRIVILÉGIOS DE UM CORNO MANSO

PRIVILÉGIOS DE UM CORNO MANSO

Publicado em maio 30, 2020 por Roberto Filho

PRIVILÉGIOS DE UM CORNO MANSO.

– Corno! Vem! Abra a bundinha dela e coloca a cabeça do meu pau na entrada do cuzinho dessa puta! Mary se ajeita novamente, abre mais as pernas, mantém a bunda empinada com o cuzinho já lubrificado e chamativo pois não parava de piscar. Eu entendi os sinais cunículos! Ela a dona do orifício e ele o buraco a ser fodido queriam aquele pau! De frente para o macho, com as duas mãos abri delicadamente o cu da minha esposa/puta. Alcancei o majestoso pau, e fui ajeitando a cabeçona na entrada. Arregacei e segurei enquanto o cara começava a operação “penetrar cu”. “Aiiiiii ui ui ui…. Mary sentiu a robustez do mastro. 20cm grosso, bem grosso. Aiiiiii está me dando um calorrrrr ui ui ui – Dirso, o moreno pauzudo, continuou a meter. Eu ali, muito próximo do local onde o cacete estava entrando, fiquei com dó. Sim! Com dó da Mary! Mas no segundo seguinte, deletei isso, pois era desse jeito, desse tamanho e com esse tipo de rola que minha esposa/puta se realizava e muito, muito gozava. E acabou o pau! Os 20 estavam lá dentro! O anel anal, envolta do avantajado caralho, parecia totalmente esticado tendo chegado ao seu limite. Mas era só impressão. Para a querida esposa/puta, tudo estava nos conforme. Então o bem-dotado começa a socar. Digo socar, mas na verdade era um vai e vem suave. Tirava até aparecer a cabeça recolocando centímetro por centímetro até o talo. Mary soltava o palavreado: “Me fode moreno! Agora sou tua puta! Mete nesse cu…delícia de pau…e você é gostosão… fode querido fode…. Dirso aumenta o ritmo na penetração e Mary aumenta o volume dos gemidos. O macho dá uma parada com o Pintão atolado. – “Rebola puta! Vai! – Mary maravilhosamente vai rebolando levando para a esquerda, direita, cima, embaixo entrando e saindo um pouco o grande pau. Diga-se: A Mary faz, e faz muito gostoso! E o tempo passa torcida Brasileira! Bom tempo que o cara estava metendo e a Mary recebendo com gosto um pau de outro homem. E muito bem servida! Bota Pau Nisso! Geme lá na frente, geme aqui atrás. Mantiveram o ritmo, e o macho e a puta chegaram a um orgasmo intenso. Pelo vasão, deduzo que a porra já depositada nas entranhas da Mary não era coisa pouca. Ainda meteram por mais uns dois minutos. Ao sair do cu da minha esposa/puta, o cacete deixa um buraco espetacularmente simpático. A vasão continuava. Dirso pega a toalha e me entrega dizendo: “Vai corno! Agora limpa! É todo seu! – Fiz a faxina! Da cabeça aos pentelhos deixei brilhoso o belo pau morenaço! Mary também fez a sua e os dois se deitaram aos beijos e braços. Pega aqui, alisa ali, buceta na mão, mão no pau e vamos que vamos. Claro que eles se preparavam para a segunda. Certamente seria uma das boas na buceta. Toca um telefone. É o meu? É o Teu? – Oi alô! — (era com o Dirso) – Deu um suculento beijo na Mary, pede desculpas, mas precisa ir. – Vi a Mary com cara de quem acabou de comer um cacetão, mas não gostou desse desfecho. Corno! E agora! Meu buceta corno! Siririca? Não vou tocar! Porra que merda viu! A Mary estava indignada. Putaria tem disso também como também tem Dirso. Minha esposa/puta, se te serve uma bucetona, está mais fácil de conseguir do que um pau grande, grosso, cabeçudo e fodedor. Essa hora! Complicado minha puta! Corno! Quero um pau ou uma boca com mãos habilidosas na minha bucetaaaaa! Entendeu!!!! Entendi! Quem? Como? De onde? – ligo para o primeiro número que vem à cabeça. Oi!!! Daí amiga! Tudo bem? Fazendo o que? Humm? Tocando punheta? Menina! Vem já pra cá! Sim! Vem! Não amiga! Não tem pau! É essa! Te esperando! Vais chupar e ser muito bem chupada! Você sabe! Você conhece! Tinha um pauzão que cabiam duas bucetas, mas o cara precisou sair! Vem? Legal! Estamos esperando! Sim! Diga! – Claro! Fodo sim! Aliás hoje me lembrei desse seu cu delicioso! Lembrei sim! Venha! Vou foder ele enquanto você chupa uma deliciosa buceta! Sei que você adora essa vagina kkkk até já! “Toca meu celular!” Sim! Oi fala! Só eu e a Mary! Você está onde? Perto? Hamm! Então venha aqui! Dorme aqui! Vai ter duas bucetas e dois cuzinhos! Sim! Venha! Tá estou esperando! Para quem não tinha mais nada, vai ter um magnifico pau uma deliciosa buceta com duas mãos, 10 dedos, dois seios e uma louca boca? Vai ser do caralho! Os dois estavam pertos, imaginei que chegariam juntos! Não deu outra! No Portão se encontraram. Apresentei Nestor, sim! O CHACAREIRO, E SANDRA a nossa querida amiga putona. – Hamm? Como ficou? Assim: Mary e Sandra se atracaram. Cena maravilhosa! Duas mulheres maduras, experientes, putas com pós-graduação na matéria se pegando, se alisando se chupando se colando…uma louca delícia entre duas bucetas, 4 seios, duas bocas 20 dedos e sempre surge um novo elemento. Nestor pela primeira vez vê o que está acontecendo naquela cama. Ele confessou mais tarde que nuca havia visto mulher com mulher. O Nestor no quesito “putaria” é zero. 1º – Nunca tinha comido um cu! 2º – nunca tinha visto buceta com buceta! O chacareiro compensava essas falhas com o robusto, dinâmico e competente cacete grande, grosso e bonito. Fica pelado Nestor! Acatou meu pedido, e vi o bicho/duro. Estava tinindo! Amigo! Amiga! O pau do cara é bonito! Ôrrra! As duas pararam para admirar o mastro. Mary chama Nestor. Carinhosamente pega no pauzão. Se achega mais, o Nestor se ajeita e o cacetão acaba na boca da Mary. La em baixo, entre as pernas da minha esposa/puta, Sandra se delicia com um gostoso grelo, deliciosos lábios e uma porta úmida de desejo por onde sua língua entra até onde alcança. Mary ofegante de tesão, se esforça para meter na boca tudo o que tem entre as duas mãos. Não vai! Não dá! Mas ela tenta! Então Nestor se ajeita novamente e fica no prumo para devagar, quase parando, ir empurrando boca adentro o seu estonteante cacete. Faltou pouco para entrar tudo. Mary não chupa, não mama, não faz nada mais do que buscar um pouco de ar para se manter desse jeito o maior tempo possível. Mary desejava o pau do seu peão desde o primeiro dia, quando o chupou até gozar na sua boca. Mary mexe-se e levanta a Sandra em direção a sua boca e lhe dá um beijo tal qual eu ainda não havia visto em boca nenhuma. Deu para sentir que ali havia paixão. Mary deita e abre as penas. Nestor vem e arregaça o belo pau. Sandra vem e me abraça. Ligeiramente vai me livrando da bermuda e da camiseta. Pelado meu pau duro aparece. Sandra se abaixa e o chupa da cabeça ao talo. Lá na cama, Mary já está levando na buceta. Nestor fode cadenciadamente. Manter o ritmo é muito bom e ideal. Sim, porque devagar se vai longe. Nesse embalo, Mary geme, e o chacareiro fode. Coisa linda de se ver é pau desaparecer dentro da buceta da esposa. Loucura isso! Um macho pauzudo fodendo a sua esposa não tem preço. O que a Mary queria nesta noite, está acontecendo. Levar na buceta tanto pau quanto levou no cu. E foi assim! Levou, levou e: AIIIIIIII MUIIIITOOOOOO BOMMMMMMM FODE NESTOR…..FODE MEU MACHOOOO UIIIIIIIIIII EU VOU GOZAR…..METE METE METE TUDO DEIXA LÁ NO FUNDO EU ME …MEXOOOO AQIIIIIIIIIIIIII CHACAREIRO não suporta os gemidos e palavras da Mary e solta seu gozo de macho fodedor. Fodem mais…mais… é pau que entra é pau que sai… Mary goza, Nestor goza…. estão realizados………..e eu, no melhor balanço bocal, vou sentindo que muito breve gozarei na boca da querida amiga. Faz esse corno gozar Sandrinha faz! Era Mary dando uma força. Veio, chegou…. vou abastecendo a boca quente e sugadora com uma ótima quantidade de porra…. chupa lindaaa…chupa……… hummmmmm deliciaaaq querida que gostoso…….; – eu gozei………Estamos nos recompondo e ouço a Mary: “Sandrinha! Vais levar na bunda este pau. E mostra o cacete do Nestor para a amiga. Venha, deixa ele duro, e se senta. Senta-se virada para cá, abre as pernas que vou chupar tua buceta. O dito começa a acontecer. Nestor no cu da Sandra que tem na Buceta a minha esposa/puta. E eu….me deliciando com esse cenário que é um privilégio para quem assume ser um corno manso. Dos bem Manso.

Continua depois da publicidade

6789 views

Contos relacionados

Transei com um velho negro

Olá amores. Sou a cyntya. Uma bbw hotwife de 88kg com peitos, coxas e bunda grandao. Vou contar minhas aventuras com velhos negros. Meu marido é enfermeiro e desde que começou a pandemia tem...

LER CONTO

Depois de puta, virei dogger!!

Ola amores, sou a cintia. Bbw hotwife mto puta. Adoro trair meu marido corno manso. Depois de ter entrado pra vida de chifrar meu marido com qualquer um que eu queira, cada vez mais busco sexo fora...

LER CONTO

Churrasco na minha casa

Olá amores, sou a cyntya. 48 anos, 88kg 1.68de altura. Gordinha casada e muito safada. Meu marido gustavo é corno manso e eu sou uma putinha que dá pra todo mundo. Mas nada supre minha...

LER CONTO

CORNO ME FILMA SENTANDO NAS PICAS DE 4 TAXISTAS.

Nesse dia foderam demais minha bunda. Recebi nesse motel 4 amigos e queria receber os caralhos de todos em meu rabo. E tudo na frente do corno manso. Vejam essas fotos e filmes. tem de ser muito...

LER CONTO

Traí meu gatinho, chupei meu professor e ganhei nota 10

No colégio onde estudei, as aulas de Educação Física eram às terças e quintas, e cada trimestre tinha uma modalidade diferente: basquete no primeiro, seguido por handebol, vôlei e futsal. Já...

LER CONTO

LEVEI DOIS PEÕES PARA A MINHA CAMA E FILMEI, SEM ELES SABEREM.

Todos me conhecem e sabem que eu sou uma esposinha muito vadia e vagabunda mesmo. E só posso ser assim porque tenho um marido que é um corninho bem manso e conformado. Tenho certeza que já tenho a...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos