website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » FUI COMIDA PELO AMIGO DO MEU MARIDO

FUI COMIDA PELO AMIGO DO MEU MARIDO

Publicado em novembro 29, 2022 por Ademir

FUI COMIDA PELO AMIGO DO MEU MARIDO

Ola, sou a Katia casada a 5 anos com o Sávio, somos muito felizes no casamento, meu marido é um homem trabalhador, simpático, bonito, muito gostoso na cama e me satisfaz plenamente sexualmente, sou uma mulher de sorte no casamento, a gente faz sexo praticamente todos os dias e sempre com muita tesão, meu marido tem umas manias que a princípio me assustavam porém fui me acostumando, ele gosta de fingir que estou com outro homem, ele adora enfiar em minha bucetinha um consolo enquanto sugo seu pau delicioso e fica dizendo para eu fingir que estou sendo comida por 2 homens, eu no início não gostei muito mas ele dizia que era para apimentar e tornar nosso relacionamento sensual mais prazeroso e na verdade acontecia mesmo.

Eu chamava ele por outros nomes enquanto ele metia em mim e ele adorava rsrsr, mas nunca admiti a possibilidade de ficar com outro homem que não o meu marido pois tenho uma formação religiosa rígida que jamais admitiria isso mas enquanto ficava nas brincadeiras era delicioso, e eu gozava muitas vezes imaginando essa situação, meu marido até chegou a propor sexo comigo ele e mais um homem mas descartei a possibilidade e até ficamos brigados por um tempo por essa proposta indecorosa dele, ai ele não mais falou a respeito mas continuamos a fingir a presença de outro homem em nossa transas, mas um dia aconteceu algo que acabou se transformando em uma aventura muito gostosa, meu marido tem um amigo de trabalho que as vezes vem a São Paulo a trabalho e como eles tem muito trabalho a fazer juntos, ele acaba sempre dormindo em nossa casa, isso acontece uma ou duas vezes por mês, o Paulo é um cara muito gentil de uns 29 anos, bonito e musculoso e sempre me chamou a atenção pelo seu porte e jovialidade, porém nunca no sentido de sexo, alias isso nem passava pela minha cabeça.

Ele é muito respeitador e nunca me faltou com o respeito; já flagrei ele olhando para minha bunda, afinal sou uma mulher jovem de 26 anos, com um corpo bem cuidado de academia diária, tenho seios médios e duros, bunda arrebitada e firme, coxas grossas e um corpo esguio muito bem feito e sei que chamo a atenção dos homens por onde passo mas o Paulo além dos olhares velados nunca me faltou com o respeito ou fez qualquer comentário maldoso, mas nesse dia algo aconteceu, meu marido me avisou que ele viria e como de costume iria passar a noite em nossa casa, e por volta das 19 horas chegaram, eu havia preparado uma boa refeição e após a janta ficamos na sala batendo papo e bebericando um delicioso licor caseiro, gostoso mas com grande concentração de álcool, que como era doce e saboroso repetimos diversas vezes as doses, não demorou nada eu fiquei tonta pois não era acostumada a beber tanto álcool e senti que estava bêbada rsrsrsr.

Meu marido e o Paulo se divertiam com minha fala enrolada e as bobagens que dizia rsrsrs, estava de vestido curto e usando uma calcinha mínima e no cruza e descruza as pernas mostrava para os dois minhas coxas grosas e a calcinha branca mínima que mal cobria minha buceta e deixava as nádegas de fora, percebi que o Paulo estava excitado e com uma ereção evidente, nossa seu pau devia ser enorme pelo volume que eu via na frente da sua calça, e eu aproveitei o estado de embriagues para mostrar a ele e meu marido meus dotes de mulher gostosa, meu marido se divertia com a situação e parecia estar gostando da minha performance em me mostrar para eles e não demorou muito tive de ser amparada pelo meu marido para subir para o quarto, estava totalmente embriagada, ele me ajudou a me despir me deixando só de calcinha pois estava calor e me ajudou a deitar-me, bêbada como eu estava, imediatamente peguei no sono, mas logo depois, acordei com meu marido me bolinando, estava tão gostoso que continuei a fingir que estava dormindo, quando ouvi meu marido comentar.

Ela está desmaiada, totalmente bêbada pode ficar tranquilo que ela não vai perceber nada, imediatamente me assustei com o comentário, e fiquei me perguntando, com quem ele falava assim tão intimamente, ai lembrei do seu amigo e gelei, entrei em pânico sem saber se continuava quieta fingindo dormir ou se dava a perceber que tinha acordado para acabar com a farra deles, percebi que os 2 estavam bolinando meu corpo semi nu, eu estava só de calcinha e totalmente exposta, senti uma boca sugando gulosamente meu seio, dei uma olhada disfarçada e vi o Paulo amigo do meu marido mamando meus seios, a sensação era deliciosa demais, apesar do meu cérebro e a razão insistir que aquilo era errado, que eu devia dar um basta naquilo, meu corpo me traia e se entregava aquele momento de pura tesão, pela fresta do olho pude perceber que os dois estavam totalmente nus, o pinto do Paulo era realmente assustador, grande e grosso, bem maior que o do meu marido rsrsrs.

Meu marido todo assanhado começou a puxar minha calcinha para baixo até tirar pelos pés me deixando totalmente nua, o Paulo abriu minhas coxas e elogiou a minha buceta, nossa que buceta linda ela tem, lisinha e gordinha, meu marido concordou e comentou que eu era muito gostosa e fogosa na cama, ai enquanto o Paulo beijava a testa da minha buceta e lambia meu grelo, meu marido sugava meus seios, eu estava nas nuvens, com o celebro ainda meio anuviado pela bebedeira mas era delicioso demais, sentia a língua quente e molhada do nosso amigo entrando em minha buceta encharcada nessas alturas, toda melada de tesão e meu marido mamando meus seios, não aguentei, tive um orgasmos delicioso em total silencio para não deixá-los perceber que eu estava acordada, se isso acontecesse eu ia morrer de vergonha mas assim fingindo dormir me sentia menos culpada rsrsrsr, meu gozo intenso se prolongou por vários minutos, gozei muito mesmo, o Paulo então tirou a língua da minha buceta dizendo nossa que delicia, como produz mel essa buceta.

Vi pelo canto do olho que ele estava com a boca toda melada dos meus sucos, meu marido se ajeitou entre minha coxas e começou a me penetrar, era demais, senti o Paulo esfregando o pinto enorme e duríssimo em meus lábios, fiquei na duvida se abria a boca com medo de perceberem que eu estava acordada, mas estava tão gostoso que entreabri a boca e senti a cabeça rombuda do enorme pinto dele entrar em minha boca, me mantive quieta e ele mergulhou o cacete até minha garganta, comecei a mamar devagar para não chamar a atenção, suguei como se tivesse mamando uma mamadeira de leite ouvindo os gemidos do Paulo e de repente senti o leite dele quente dele espirrando em minha boca, encheu minha boca de porra e eu engoli cada gota do seu delicioso esperma enquanto meu maridinho que estava dividindo a esposa com o amigo, gozou forte na minha buceta, ficaram dentro de mim até passar os espasmos do gozo.

Aí descansaram um pouco e ouvi meu marido dizer para trocar de lugar agora, fizeram a troca ai senti o pinto do Paulo bem maior que o do meu marido invadindo minha buceta dolorida e toda melada do gozo anterior escorregando fácil para dentro de mim até encostar em meu útero, nossa como era enorme, me ajeitei sob ele para acomodar melhor o seu membro enquanto mamava o pinto do meu marido, sentindo o sabor dos meus sucos em seu pau que acabara de sair da minha buceta, o Paulo metia alucinado em mim sem se incomodar se estava me machucando ou não, eu sentia seu enorme pinto me arregaçando a buceta de tão grande, queria gemer, gritar de dor e prazer mas me contive, se eles percebessem que eu estava acordada ia ficar uma situação extremamente embaraçosa, aguentei quieta até sentir o gozo abundante do Paulo em minha buceta, meu marido também gozou em minha boca quando percebeu que seu amigo estava gozando e ficaram assim me enchendo de novo de esperma.

Eu já havia gozado uma meia dúzia de vezes rsrsrsrs; terminaram e tiraram os pintos de dentro de mim, meu marido cansado avisou que ia tomar um banho e o Paulo disse que iria depois dele, ainda fingindo dormir, me virei na cama ficando de bruços para poder abrir os olhos e ficar mais a vontade, eu sentia o esperma do Paulo escorrendo da minha buceta encharcada melando os lençóis ele sentou-se do meu lado e começou a apalpar minha bunda que estava a disposição, me assustei pois estava muito exposta com o cu pra cima e fiquei com medo que ele tentasse por no meu cuzinho, eu não tinha certeza que iria aguentar a grossura do seu pinto no meu cu, eu sentia muita dor com o pinto do meu marido que era bem menor, imagina com o dele, senti sua língua lambendo minhas nádegas e seus dentes mordendo levemente as carnes macias da minha bunda, senti seu dedo coçando meu cuzinho enquanto ele lambia enchendo de saliva, seu dedo entrou devagar em meu cuzinho que piscava loucamente, ele continuou a salivar meu cuzinho e enfiando os dedos deixando o interior bem melado e liso para a penetração, eu estava com medo mas ao mesmo tempo cheia de tesão querendo aquela sodomia, ele tirou o dedo do meu cu e se ajeitou sobre meu corpo, encaixando a cabeça do enorme pinto na entrada do meu pobre cuzinho, forçou um pouco e eu para facilitar dei uma relaxada sentindo a cabeça do cacete entrar em mim, quase gemi de dor mas aguentei quieta, mordi fortemente o travesseiro e me preparei para receber o resto do enorme cacete que não demorou muito.

Seu pau grosso e muito duro escorregava devagar para dentro de mim, até eu sentir seu saco encostando em minhas coxas, o monstro estava todo dentro de mim, eu sentia o cuzinho ardendo e super distendido para acomodar seu cacete, com certeza ele ia estourar algumas preguinhas do meu cu com aquela penetração, ele respirava forte e gemia com a boca encostada em meu pescoço, ouvi sua voz rouca dizendo no meu ouvido, nossa que cu delicioso, quente e apertado, vou encher ele de porra, eu sentia todo o membro dentro se agitando no meu interior, e o peso do seu corpo sobre o meu, era delicioso demais, apesar da dor que eu sentia, o prazer era intenso, ele começou um vai e vem bem de leve e de repente se enterrou totalmente dentro do meu dolorido cuzinho e gozou forte, eu gozei junto com ele sentindo as contrações deliciosas do seu pau despejando um monte de porra dentro de mim, ficou assim enterrado até passar os espasmos do gozo, saiu de cima de mim deitando-se ao lado com a respiração forte e entrecortada, ele havia gozado 3 x já e estava exausto, eu por minha vez também estava cansada e louca por um banho mas tinha gozado umas 7 vezes e estava ainda no torpor do excesso de álcool e exausta, assim que meu marido saiu do banho e ele entrou, eu adormeci de pura exaustão , acordei horas depois, vestida com a mesma calcinha e mais ou menos limpa rsrsrs, ainda saia porra da minha buceta e cuzinho mas eles tentaram me limpar para eu não perceber que havia sido comida pelos 2 rsrsrsrsr.

Levantei tomei um banho demorado eliminando todo o esperma que estava dentro de mim, mas continuei dolorida principalmente no cuzinho, afinal o pinto do Paulo era enorme comparado com o do meu maridinho chifrudo agora rsrsrs e logo depois desci para a sala encontrando os 2 vendo TV, fingi que nada tinha acontecido, eles me olharam meio desconfiados mas eu sei fingir muito bem, toda sorridente, anunciei que iria fazer um café para nos e fui para a cozinha com um sorriso cúmplice nos lábios, totalmente, satisfeita pela maravilhosa trepada que meu marido e seu amigo haviam me proporcionado; Nunca mais aconteceu e eu nunca comentei com meu marido a respeito do ocorrido e o Paulo continuou a frequentar nossa casa como se nada houvesse ocorrido e continuou a me tratar com todo respeito rsrsrs e foi assim que fui comida pelo amigo do meu marido..

Leia outros Contos eróticos de corno bem excitantes abaixo:

Trai meu marido na festa

Meu presente ao meu amigo - Parte 1

71815 views

Contos Eróticos relacionados

O empregado da Sra. Silvia

Eu e meu marido somos alemães. Traí meu marido pela primeira vez quando tinha 21 anos e somente depois de dois anos de casada. Voltemos à época da 2a, Guerra Mundial. Meu marido e eu viemos para o...

LER CONTO

ERIN e FRYEDA BOAS DE BUNDA III

Groerg está meio surpreso com as atitudes de sua noivinha Erin. Eles estão dentro de uma van e Erin arreou o encosto do banco e deitada de lado, exibe os bens torneado e imensos glúteos. Com uma...

LER CONTO

SEMPRE TRAI MEUS MARIDOS COM ESSA MINHA BUNDA.

Como podem ver nessas fotos, tenho uma bunda enorme e profunda. Meu ânus fica lá no fundo de meu reguinho. Aqui abro bem a bunda,mesmo assim dá para vocês notarem o quanto meu cu fica profundo, no...

LER CONTO

Sendo enrabada enquanto o marido não chega

Marcia está casada há quase três anos. É advogada e trabalha numa grande banca de advocacia. A família dela, sem exceção é toda de juristas e servidores públicos. Teve uma educação...

LER CONTO

2 - Comentário(s)

  • Monica Lima 27/12/2022 23:57

    Excelente escrita. O Conto é fantastico, que tesão que não deve ter sido isso. Mas vai por mim, conversa com seu marido e diga que sabe tudo e chama ele pra transar de novo com vcs dois.

  • João e Lurdes 21/12/2022 16:11

    Belo conto foi o segundo melhor que eu li e ao ler este conto imaginei o que queria fazer com a minha mulher fazer igual

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos