website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de travesti » Comi transei com o colega travesti

Comi transei com o colega travesti

Publicado em outubro 4, 2022 por Eduardo Montolivo

Me chamo Eduardo, sou do Rio de Janeiro e trabalhava numa empresa de grande porte, comecei como estagiário e assim que me formei em Administração fui efetivado. Minha supervisora era muito minha amiga e me inscreveu para um cargo em São Paulo, consegui ser aprovado e isso aumentava bem meu salário e minha posição dentro da empresa, era uma experiência nova, não imaginava que seria também na vida sexual.

Fui para São Paulo, cheguei na sexta, fui para o apartamento, que ficava a 10 minutos de caminhada até a empresa, e tinha que me apresentar na segunda. Então, chegou segunda e me apresentei na empresa, que me recebeu foi minha nova supervisora, a Roberta, linda, por volta de 1,70 de altura, branquinha com cabelos longos pretos, peitos grandes lindos, cinturinha, coxas grossas e uma bunda linda, gostosa demais, fiquei louco.

 

Ela me apresentou a equipe que eu iria liderar e comecei a trabalhar. Passaram-se semanas, meses e eu já estava muito entrosado com a equipe, todas as sextas saíamos às 16hrs e íamos para um barzinho, que ficava entre a empresa e meu ap. O pessoal falava que a Roberta era muito fechada, então resolvi chamá-la para ir ao barzinho com a gente, ela aceitou. Eu tinha uma amizade legal com ela, conversávamos bastante. Na sexta, quase na hora da saída, chegaram vários documentos para eu e a Roberta revisarmos, liberei a equipe, dividi os documentos com a Roberta e fui para minha sala, por volta das 18:10hrs terminei minha parte e fui até a sala da Roberta, que ficava ao lado da minha, cheguei na sala e não vi ninguém, vi que a porta do banheiro estava aberta, chamei e ninguém respondeu, resolvi ir até o banheiro, entrei e dei de cara com a Roberta acabando de tirar a rija para entrar no box para tomar banho, pedi muitas desculpas, ela tentou se cobrir mas não deu, ainda vi entre as pernas dela um pau, ela era uma travesti.

Eu nunca tinha visto assim, ao vivo. Ela saiu do banho e veio até a sala, voltei a pedir desculpas e ela me pediu para não comentar com ninguém, lógico que eu nunca iria fazer isso. Colocamos os documentos em ordem e fomos saindo da empresa, já era por volta das 19:20hrs. Resolvi chamar ela para ir até o barzinho comigo, ela aceitou e fomos. Chegamos lá e já não havia mais ninguém da nossa equipe, sentamos a mesa e bebemos, comemos e conversamos muito, conversa nos muito que perdemos a hora, quando vimos já eram 1:30hrs da manhã, saímos do bar e ela estava bem preocupada, resolvi chamá-la pra ficar no meu ap, mesmo porque achava que a estação estava fechada e ela ainda ficava a uns 15 minutos de caminhada dali, meu ap ficava bem mais perto, então fomos.

Chegamos no meu ap, peguei uma toalha, short e camiseta pra ela, ela foi pro banho e arrumei o saga para eu dormir ali, quando ela saiu, reparei que ela tinha ficado mais gostosa usando meu short, falei com ela que poderia dormir no meu quarto, que ela iria ficar mais a vontade, ela recusou e eu insisti, então ela falou que poderíamos dividir a cama, que ela não iria ficar a vontade em eu estar na minha casa dormindo no sofá por conta dela, aceitei e fui pro banho. Acabei e fui pro quarto, apaguei a luz e deitei na cama, ela ainda estava acordada e começamos a conversar, a conversa foi ficando mais quente, eu já estava de pau duro quando senti a mão dela na minha coxa subindo até minha virilha, sem pensar puxei ela pra cima de mim, comecei a beijá-la, fui tirando meu short e depois a camiseta dela, ela foi descendo beijando meu pescoço, peito, barriga, coxa e foi chegando no meu pau, beijou e começou a chupar, mamava de um jeito gostoso demais, chupava até meu saco, abriu minhas pernas e mamava meu pau, desceu um pouco, passou pelo saco e deu uma lambidinha no meu cuzinho.

Meu corpo arrepiou todo de tesão, ela subiu beijando meu corpo, chegou no meu pescoço, foi para o ouvido, mordeu e falou baixinho “Me chupa, chupa meu pau também!” eu tomei um susto, eu nunca tinha ficado com nenhuma travesti, não sabia nem como agir, mas o tesão estava grande, resolvi fazer, ela subiu mais e ficou de joelhos com minha cabeça com o pau em direção ao meu rosto, pau lindo, duro demais, não tinha mais que 16cm, segurei as nádegas delas com as mãos, mamei aquele pau, chupei  como ela chutou o meu, mamei até o saco, com uma mão fui apalpando  bunda dela e enfiei a ponta do dedo no cuzinho dela, soltou um gemido alto, fui enfiando mais e ela gemendo, ela foi para o “69”, mamava meu pau com uma vontade e fiz igual, quanto mais ela mamava o meu eu mamava o dela, saímos da posição, ela se agachou bem devagar no meu pau, quicava gostoso, se sentou e ficou se esfregando em mim, indo pra frente e pra trás, o pau dela ficava esfregando em mim, me curvei e comecei a chupar o pau dela conforme os movimentos dela, se virou de costas pra mim e se agachou no pau, quicava gostoso, se sentou e se entregava, segurei os peitos dela, ele gemia muito, segurei a cintura e aumentei os movimentos dela, ela saiu da posição e ficou de quatro na minha, colocou a cabeça sobre a cama e a bunda bem aberta e empinada, que visão, segurei meu pau, coloquei bem na entrada do cuzinho dela, enfiei a cabecinha e ela gemia, fui enfiando mais e ela gemendo, quando enfiei tudo, segurei o pau dela e ela soltou mais um gemido alto, fui comendo o cú dela.

Ela saiu, levantou, me abraçou e ficou esfregando o pau dela no meu e falou no meu ouvido “Deixa eu comer seu cuzinho?”, falou com uma voz macia, me encheu de tesão, mas como falei, nunca estive antes com uma travesti, meu cuzinho era virgem, por isso fiquei meio receoso, mas com o tesão que eu estava não resisti, fiquei de quatro, igual ela tinha ficado, senti minha bunda toda aberta e meu cuzinho piscando, parecia que pedia que ela enviasse logo, ela colocou às mãos na minha bunda e encostou a cabecinha bem na entrada do meu cú, “travei” e deixei ela empurrando, empurrava devagar, fui “soltando” bem devagar e fui sentindo o pau dela entrando aos poucos, senti a cabeça entrar e “travei” de novo, ela foi empurrando e ia entrando aos poucos, fui “soltando e travando” e entrou tudo, senti o saco dela bater no meu com o movimento que fazia, ela foi comendo meu cuzinho virgem, eu parecia que iria gozar a qualquer momento.

Saí da posição e deitei ela, agachado sobre o pau dela e quiquei devagar, ela gemia mais, sentei sobre ela é me estraguei como ela tinha feito, indo pra frente e pra trás, ela se curvou e chupou meu pau, pensei que iria gozar na boca dela, saí e virei de costas, sentei sobre ela, fiz os mesmos movimentos, ela segurou meu pau, estávamos prestes a gozar!! Ela então sugeriu outra posição, uma que nos penetrávamos ao mesmo, nem sei o nome dessa posição até hoje, mas é como a “tesourinha” que casais lésbicos fazem. Deitei de lado, como se estivesse sentado numa cadeira, e levantei a perna direita, ela deitou, como se estivesse sentada em mim, e levantou a perna esquerda, “apontei” meu pau pra baixo e ela também, consegui enfiar meu pau no cuzinho dela é ela, com jeitinho, também conseguiu, fomos fazendo os movimentos, o tesão aumentava muito, ela gemia mais, e senti o pau dela atenuando dentro do meu cú, senti que ela iria gozar, ela soltou um gemido e gozou, gozou muito, senti o jato quente dentro de mim, o gozo dela lubrificou meu cuzinho, escorria pelo meu cú, o pau dela já entrava macio, me encheu de tesão e com isso gozei, gozei muito também… Ela foi para o banho e fiquei na cama deitado… Essa não foi a única Foda do fim de semana, teve muito mais, mas vai ficar para uma próxima.

4106 views

Contos Eróticos relacionados

Primeira vez com uma trans

Ola pessoal, hoje vou relatar uma história da primeira vez que tive relação com uns transsexual. Sou de SP Capital tenho 26 anos e um desejo insaciável por mulheres e travestis. Desde os meus...

LER CONTO

Voltando À Cidade Natal: Parte I – Os amigos do colégio

Era a primeira vez que eu voltava à minha cidade natal desde a minha transição, que já havia mais de 3 anos que eu comecei a tomar meus hormônios. Uma cidade de meros 50 mil habitantes no...

LER CONTO

Meu melhor amigo travesti (parte 3/final)

Como falei nas partes anteriores essa história se passou em janeiro de 2019 e no desenrolar da história o, até então, Eduardo conseguiu um estagio em Campinas, para começar em fevereiro de 2019...

LER CONTO

Garota trans me ajudou a esquecer a Ex.

Eu estava bem mal. Havia terminado um relacionamento de mais de 5 anos. O meu primeiro amor longo e duradouro que eu tive, mas que terminou por causa de uma traição da mesma. Eu estava bem pra...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos