Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos picantes » Transando Com o Tatuador

Transando Com o Tatuador

Publicado em julho 21, 2021 por J. R. King

Meu nom é Bianca. Tenho 1,67m, 58 kgs e 28 anos. Sou o tipo de garota bastante alternativa, tenho tatuagens pelo meu corpo e piercing na minha orelha, língua e nos meus mamilos. A história que eu vou contar hoje é de quando eu transei com o meu tatuador.

Eu conheci Fábio através de um amigo em comum. Desde quando nos fomos apresentados eu já tive uma vontade enorme de dar para ele. Ele tinha cerca de 1,80m, bem gostoso, cabelos pretos curtos e também todo tatuado. Eu tinha um fetishe particular por homens tatuados, e esse me deixou louco.

Continua depois da publicidade

Quando eu descobri que ele era tatuador, já fui puxando assunto com ele. Disse que queria fazer uma tatuagem bem acima dos meus peitos, e perguntei se ele poderia fazer. Nós marcamos então dele fazer a tatuagem para mim. Iría fazer a tatuagem na casa dele, pois ele tinha um estúdio particular na própria casa. Marcamos de fazer em um sábado à tarde.

Cheguei na casa dele vestindo um vestido preto bem justinho, e sem calcinha. Já estava decidida a dar pra ele. Ele me levou até o seu estúdio, eu me sentei na cadeira e ele começou a fazer a tatuagem em mim.

Fábio sentou-se na cadeira ao lado e se apoiava em meus peitos enquanto fazia a tatuagem. Ele percebeu que eu notei que sua mão estava bem no meu peito, mas eu deixei. A gente trocou alguns olhares, e eu já estava olhando para ele com cara de safada. Até que ele chega e fala:

Continua depois da publicidade

– Você tem peitos muito bonitos.

– Obrigada. – Respondi.

– São naturais?

– Sim.

– Nossa nem parece.

– São sim, pode sentir se quiser.

Então eu peguei a mão dele e apertei contra o meu peito, fazendo ele senti-lo com vontade. Ele já ficou sedento para me possuir e abaixou o meu vestido, fazendo os meus seios saltarem para fora. Ele colocou a máquina da tatuagem na mesa e começou a me beijar, enquanto brincava com os meus peitos. Ele ficava brincando com o piercing dos meus mamilos, beliscando eles, me deixando toda excitada.

Eu passei a mão pela sua bermuda, sentindo o seu pau dentro da bermuda. Em seguida, ele se levantou e começou a tirar a bermuda. Eu me ajeitei na cadeira, ficando sentada. Ele tirou a sua rola para fora e começou a dar com ela na minha cara. Ele começou a me dominar, me tratando como uma puta e eu adorava quando os homens me dominavam assim. Ele me colocou para chupar a sua rola. Ela mal cabia inteira na minha boca, mas ele continou forçando minha cabeça contra ele, socando aquela pica dentro da minha boca.

Em seguida ele me empurrou na cadeira, fazendo eu me deitar de novo. Ele arrancou o vestido, me deixando peladinha na cadeira dele. Em seguida ele já foi direto na minha buceta, me chupando bem gosto e enfiando doid dedinhos. Ele chupava bem gostoso, não demorei nada até gozar pela primeira vez, molhando o rosto dele com o meu melzinho.

Em seguida ele se ajeitou e começou a esfregar sua rola contra o meu grelo, me deixando louca de tesão. Até que ele enfiou aquela rola dentro da minha buceta. Ele já começou a socar bem forte em mim. Doía bastante aquela piroca dentro da minha buceta, mas eu tava adorando. Ele colocou a sua mão em meu pescoço, me beijando, mordendo os meus lábios e também apertando sua mão contra o meu pescoço.

Depois ele me virou a começou a me foder de costas. Bem mais dominante, ele começou a estapear minha bunda, fazendo ela ficar toda vermelha. Ele puxava o meu cabelo, apertava os meus seios. Eu tava adorando aquilo e acabei gozando de novo no seu pau.

Depois, ele me colocou de joelhos no chão e fez eu chupar de novo aquela rola. Agora bem mais intenso, ele praticamente fodia a minha boca com o seu pau, batia com ela na minha cara e eu só pedia por mais. Até que ele empurrou minha cabeça contra o seu pau, fazendo em quase me engasgar e gozou tudo dentro da minha boca. Senti a sua porra quentinha preencher e escorrer pelo canto da minha boca. Quando ele terminou eu engoli tudinho, como uma boa vadia.

Depois que terminamos, Fabio continou a terminar a minha tatuagem. Depois que ele terminou, ele falou para eu vir fazer uma “nova tatuagem” a qualquer momento.

2794 views

Contos relacionados

Pagando uma dívida com a filha – parte 1

Primeiro dia - O banho     Seu Tomas era um agricultor que morava no interior, em um povoado rural de uma grande cidade. Era um homem honesto e honrado, trabalhava duro para...

LER CONTO

Uma Viagem Inesquecível – Parte 2

Uma Viagem inesquecível - Parte 2   Essa história continua depois de voltarmos da viagem a Ubatuba; eu, Linda e Marcos. Chegamos todos em casa num clima de que nada tivesse acontecido, a...

LER CONTO

Comi a namorada safada do meu amigo

Olá, me chamo Victor, tenho 30 anos e essa história aconteceu a um tempo. Gabi era deliciosa. A verdade é que eu sempre quis foder aquela vagabunda. Eu ficava com a pica dura só de pensar eu...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos