website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » Sexo na praia deserta

Sexo na praia deserta

Publicado em março 15, 2023 por Paulo

Sexo na praia deserta

Aconteceu a cinco anos atrás

Eu adoro uma pescaria ,e tem um lugar na área do pescador bem afastada da multidão

Já era fim de temporada como de costume eu e minha esposa fomos pescar chegando lá olhamos a praia estava praticamente deserta com apenas uns pescadores ,muito longe de nós

nós quase não conseguimos enxergar eles de tão distante que eles estavam coloquei o linha no mar ,e nada de peixe

Entre uma servejinha e outra depois de um tempo  guardei meu aparelho de pesca

E minha esposa ficou tomando banho de sol  coloquei minha cadeira ao lado da  dela e ficamos bebendo .

Ela deitou se de bunda pra cima

 

Olhei pra bunda dela ,por sinal uma bunda linda fiquei adimirando aquela protuberância ela viu que eu estava olhando e ela como uma boa safada me deu um sorriso  . Peguei atolei o biquíni entra suas nádegas  ficou um biquíni fio dental

coisa que ela não usa biquíni fio dental

peguei meu celular e tirei uma foto

Ela pediu pra ver como ficou

Olhou e disse ficou bonita sei que ela e vaidosa e gosta de ser fotografada

A cerveja ia rolando

Ela virou pra queimar a frente  .ficou com os joelhos curvados e de pernas abertas

Ficou com a buceta escancarada parecia um capô de fusca

Falei pra ela .amor assim tu me mata de tesão

E falei  que coisa mais gostosa

Pedi pra ela botar o biquíni no meio da sua buceta  ela prontamente atendeu ,ficou só aparecendo os lábios da sua buceta

tirei a foto e falei .teu vontade de morder estes lábios

Ela como e uma mulher receiosa .falou aqui não!

pode passar alguém

Levantei olhei prós lados  falei aqui não tem ninguém

Ela me olhou deu um sorriso .disse,  olhando em direção do meu pau

amor tu já está de pau duro

Como não ficar? Ela tomou mais um gole de cerveja .sentou na cadeira. Olhou pras lados

Baixou minha bermuda botou meu pau na boca ,, tirou e falou,, fotógrafa isto amor

Respondi vou e filmar

E continuou o boquete gostoso engolia meu pau até o fim mordia lambia fazia um vai e vem, bem gostoso .

Eu continuava filmando ela engolir meu pau

Ela parou  levantou minha bermuda ,disse vamos parar alguém pode ver

Meu pau estava latejando  falei não tem ninguém por perto amor

Ela retornou olhar prós lados viu que não tinha ninguém e falou vamos ficar do lado do carro  chegamos no carro que estava a alguns metros atrás  de nós  o carro estava quase encostando nas dunas  abri a porta de trás ela sentou no banco e eu fiquei em pé olhando pra ver se não vinha nenhum carro

Ela botou o pau em sua boca  e começou a mamar com vontade

Eu fiquei filmando o boquete maravilhoso gemia de prazer enquanto ela se deliciava com meu pau em sua boca

até que gozei fortemente em sua boca ela se lambuzou toda

Me olhou e perguntou

Está bom assim amor?

Respondi . ainda não!

Pedi pra ela deita no banco de trás do  carro e abrir as pernas

Olhei não vinha ninguém

Olhei vi sua buceta depiladinha toda aberta pra mim

Cai de boca comecei a mordeu os lábios da buceta .passei minha língua do seu cuzinho até seu grelinho que já estava duro comecei a chupar seu grelo e morder au mesmo tempo

ela  continuava agravar procurando a melhor posição com a câmera

Ela dava gritinhos e gemidos

Sua buceta estava ensopada de tesão, voltei a morder seus lábios e chupar seu grelinho senti seu orgasmo lubricar seu cuzinho

Chupava sua buceta e coloquei eu dedo em seu cuzinho até que ela deu um gritinho  ela gozou em minha boca . Fiquei lambuzado

Pedi pra que ela ficasse deitada no capô do carro

levantamos olhamos prós lados ela deitou abriu as pernas e botei meu pau duro em sua buceta lubrificada metia forte em sua buceta ela gemia baixinho e gostoso senti que ia gozar de novo

Parei

Ela perguntou porque parou?

Pedi pra ela se debruçar na lateral do capô falei assim e melhor pra ti ficar vigiando ela empinou a bunda botei na sua buceta e filmava meu pau entrando e saindo  ela ficava na ponta dos pés e empinava sua bunda cada vez mais

Com uma mão filmava e com a outra encoste a ponta do pau no seu cuzinho

Ela prontamente entendeu oque eu ia fazer. ela olhou sorriu e botau as mãos pra trás abriu suas nadegas filmei a cabeça do meu pau entrando em .seu cu  já lubrificado com o orgasmo de sua buceta  vi meu pau entrando no seu cuzinho

Ela olhou pra trás , vi seus lábios apertarem .ela deu um gritinho ai de tesão misturado com uma certa dor e prazer

Meu pau entru todo ela gemeu baixinho

Falei pra ela .pode gemer alto não tem ninguém pra ti ouvir gemendo bmeu amor

Ela prontamente deu um grito e disse soca tudo meu amor , arromba meu cu

, Vai vai assim

Comecei um vai e vem,, ela se contorcia de prazer e tesão  até que depois de alguns minutos fudendo àquele cuzinho gostoso gozei forte em seu cuzinho

tirei meu pau do seu cuzinho ela quase ela estava em  estase mas ainda segurando suas nadegas

vi seu cuzinho aberto e minha porra escorrendo do seu cu

Está foi uma das minhas melhores pescarias

Fim

Para comentários

[email protected]

Leia outros Contos de fetiche bem excitantes abaixo:

Aconteceu em Tambaba 2

Casal Cumplice

10726 views

Contos Eróticos relacionados

Ménage com minha namorada

Namorando uma bi. '' historia real e as vezes se repete rs com outras mulheres'' Temos uma relação bem ativa e quente e sempre sabemos aproveitar bem propus pra ela que podiamos esquentar com uma...

LER CONTO

Amante da titia

Minha tia é deliciosa solteirona que adora uma putaria, uma coroa bem conservada com seios durinhos, um rabo grande e gostoso e um bucetão maravilhoso... Ela sempre me deu muita liberdade e...

LER CONTO

Buceta Preferida Do Papai

Buceta Preferida Do Papai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Sexo Gostoso Com irmão Caçula

Sexo Gostoso Com irmão Caçula

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Sexo No Tempo Das Cavernas

Sexo No Tempo Das Cavernas

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

A pastora infame

Marlene é aquele tipo de mulher que quase passa despercebida, quase eu falei. Como ela é pastora, se veste sempre de forma pudica. Mas eu conheci Marlene não pela igreja, e sim pela sua outra...

LER CONTO

Introdução ao Exibicionismo

Introdução ao Exibicionismo Me chamo Shirley quando iniciei está pratica tinha 14 anos, sou morena clara, tipo mignon, pernas torneadas, cabelos lisos e longos até próximo a minha bunda,...

LER CONTO

O Hotel Saint Germain

Eu não estava prepara para voltar à Paris. Mesmo depois de tanto tempo, as feridas do meu passado ainda não haviam cicatrizado. Porém, quando se trata de negócios, não há nenhuma oferta que...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 5 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos