Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » Casal Cumplice

Casal Cumplice

Publicado em julho 19, 2019 por Carioca

Já conhecia Luciana e João de outras saídas. Nos conhecemos em uma rede para pessoas liberais. Desde o início fiquei impressionado com a sintonia dos dois. João gostava muito de observar Luciana e Luciana se sentia muito excitada de ser observada ao ser possuída por por outro macho. A A primeira vez que nos encontramos fisicamente foi em um bar no Largo do Machado. Fiquei logo impressionado e muito excitado com a beleza estonteante da Luciana. Não saímos nessa noite conversamos muito, conversas íntimas e picante mas como qualquer casal em sintonia deixaram para conversar sozinhos se eu teria o privilégio de estar com eles intimamente.

Fiquei muito feliz quando recebi o telefonema do João marcando comigo em um motel na Barra da Tijuca. Depois desse encontro estivermos juntos muitas vezes ao ponto de criarmos uma grande amizade. Em conversas telefônicas o João chegou a me confidenciar que me consideravam o amante oficial do casal. Mesmo assim foi com alguma surpresa e muita excitação que recebi a proposta deles para sair sozinho com a Luciana. Já tinha percebido que a Luciana adorava levar muita pica E que alinhava em todas as fantasias do João. Mas não sabia que o João tinha uma fantasia de saber que é alô estava saindo com outro macho sozinha em dado momento. Combinamos uma quinta-feira à tarde eu passaria no centro e buscaria a Luciana no trabalho. Por mais experiência que se tenha confesso que também estava nervoso afinal tinha uma responsabilidade acrescida na situação o João tinha deixado sua deliciosa esposa ao meu cuidado para nosso prazer, e em todos os nossos encontros ele também estava comendo ela de todas as formas possíveis. Nunca tinha havido um não da parte dela a única coisa que não curtia era apanhar no rosto. Portanto saciar a sede desta incrível mulher estava apenas nas minhas mãos. No horário combinado estava em frente a Mesbla a espera da Luciana. Sempre tinha encontrado com os dois em fim de semanas e estava acostumado a ver a Luciana em trajes menos formais. Diria até que normalmente bastante sensuais e cativantes.

Continua depois da publicidade

Eis que me surge a Luciana em um terno cinza super moldado ao seu lindo corpo o que reavivou o meu tesão por essa recatada profissional virar uma perfeita puta entre quatro paredes.

ela entrou no carro e imediatamente nossos corações começaram a bater mais forte. O meu pude sentir e o dela percebi porque assim que arranquei com o carro não me contive e fui procurar com minha mão o seu tesudo seio, pude sentir seu coração e seu mamilo já duro de excitação com a situação. Nos beijamos pela primeira vez dentro do elevador no caminho para o quarto foi um beijo longo e menos casual que nos outros encontros, senti de fato que era o amante oficial.

No corredor para o quarto foi percorrendo seu delicioso corpo com minhas mãos sua bunda de asfixiar qualquer um seus seios e seu cabelo.

Continua depois da publicidade

Entramos e não me contive comecei logo a despila como dois amantes em sua primeira vez. Que corpo lindo cheiroso e macio realmente um luxo de mulher. Beijei-a longamente depois virei ela de costas e comecei a beijar sua nuca descendo pela sua espinha até encontrar sua deliciosa bunda com uma calcinha tão pequena que quase não se via.  Pude sentir que ela estava tão excitada quanto eu ao colocar meu dedo em sua bocetinha completamente melada. Tirei a última peça de sua roupa e deitei aí na cama. Beijei longamente seus seios sugando com sofreguidão seus mamilos e deixando-os ainda mais eretos. Conforme descia no sentido de sua deliciosa buceta pude sentir sua respiração tornando-se mais ofegante. Sentir seu corpo se entregar quando minha língua encontrou seu clitóris. Ela estava completamente entregue e era minha por aquele espaço de tempo. Antes de prosseguir e como tinha combinado liguei para o João e deixei a chamada em aberto para que pudesse escutar tudo o que iria fazer com a sua mulher. Voltei a chupar sua buceta durante um longo período de tempo no qual aos poucos e poucos foi introduzindo meus dedos em sua bocetinha e no seu cuzinho. Sabia que ela gostava de ser duplamente penetrada e portanto cheguei a ter três dedos em sua bocetinha e três no seu cozinho enquanto chupava loucamente sua buceta. Sentir seu corpo começar a se mexer em prazer com os movimentos, não tardou muito e gozou pela primeira vez. Levantei-me e ela veio tirar minha cueca e começou a chupar meu pau que neste momento já estava em ponto de bala e todo melado ela chupou com maestria a cabeça e o corpo inteiro no meu pau depois masturbando em movimento delicioso de vaivém sugou deliciosamente meu saco. Que visão divina aquela deusa de joelhos batendo uma punhetas e sugando meu sangue. Vireia de costas e a coloquei de quatro na cama e enfiei sendo de uma vez minha pica em sua bocetinha. Soquei com força segurando pelos cabelos sentir no momento em que arqueou suas costas para que minha pica entrasse completamente em sua bocetinha. Segurando pelos cabelos comecei a dar tapas em sua linda bundinha ao ponto deixa-la avermelhada, a visão da minha pica entrando naquela deusa de quatro era suficiente para gozar quase que duas vezes. Me contive afinal era apenas um para saciar esta ninfeta do sexo. Tirei meu pau de sua buceta e disse em seu ouvido “vou comer seu cuzinho” ao qual com voz rouca ela respondeu “mete!”.

Comecei a pincelar a porta de seu cozinho ela com a maestria habitual foi se posicionando para que conseguisse enfiar tudo até as bolas. Enquanto arrombava seu cozinho comecei a brincar novamente com seu clitóris e sua bocetinha. Sentir que ela estava novamente muito excitada eu também estava não consegui perceber se gozou novamente mas pude perceber que estava completamente entregue ao que eu quisesse.

Resolvi então tentar algo que só seria permitido a um verdadeiro amante do casal. Virei aí de frente tirei minha camisinha e comecei a foder sua deliciosa boca. não tardou muito ir a não ser que ia gozar para ver sua reação. Ela pressionou minhas nádegas forçando mas ainda me aplica em sua boca e recebeu todos os meus jatos de porra como uma verdadeira amante. Beijei todo seu corpo novamente terminando com um ardente beijo em sua boca agradecido ao casal pela confiança e posto de amante. Tivemos muitas outras aventuras e tenho certeza que muitos outros homens tiveram o prazer de experimentar esta deusa do sexo. Mas tenho certeza que aquela tarde foi inesquecível para nós três.

8087 views

Contos relacionados

Sou tarado, pervertido é viciado em pornô

Enviado por: Leonardo Olá! Me chamo Leonardo, tenho 26 anos, comecei a assistir pornô na adolescência, uns 15, 16 anos, desde então vou adquirindo fetiches e fantasias sexuais, ao longo do...

LER CONTO

Minha prima safada

Vou contar pra vocês sobre o dia em que transei com a minha prima gostosa! Ela se chama Karol, tem cerca de 1,65 de altura e um corpo esculpido por Deus, uma cintura fininha, uma bunda enorme...

LER CONTO

O início de uma putinha

Meu nome é Lu e este conto faz parte de um livro que escrevi,e narro como eu me iniciei desde novinha na safadagem.Eu até hoje carrego comigo esta tara de andar a cavalo nua em pelo,não sei...

LER CONTO

Enrabando meu marido

Olá a todos vocês meus queridos leitores,eu no meu conto número três,que está no meu livro,eu comento sobre como eu comi o cuzinho do meu primeiro marido,que era um cara muito safado,e desde...

LER CONTO

O Estagiario submisso

Olà,eu sou Rodrigo e vou relatar outra de minhas loucuras sexuais.... Era uma segunda feira e eu estava com muito tzão(era um daqueles dias que punheta nenhuma resolve) cheguei no trabalho e geral...

LER CONTO

Silvia e a vingança do judeu II

Enviado por: Helga O que vou contar agora aconteceu muito tempo atrás. Nossa família tinha se transferido para o Quenia, na Africa, assim que a segunda Guerra Mundial estourou. Éramos luteranos...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Afonso 09/11/2019 16:41

    Como eu adorava ter um amante assim para a minha esposa, alguem que a soubesse seduzir e conquistar, como sou oral bi em segredo so faltava poder chupar os dois antes e depois do acto, partilhar o pau do nosso amante...

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos