website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » Minha mulher me traiu e amei assistir sem ela ver

Minha mulher me traiu e amei assistir sem ela ver

Publicado em outubro 2, 2022 por Leandro Escravo

Precisei ficar alguns meses na cidade de … por causa da empresa.
Minha mulher estava desgostosa comigo, pois não tinha prazo para voltarmos para São Paulo e ela não gostou da ideia de ficar tanto tempo longe dos amantes dela.
Naquele momento eu não queria procurar outro amante para ela. Era diferente do meu primo ou irmão, que sentia segurança que não falariam, mas naquela cidade, onde apenas tinha contato com a empresa, me sentia muito inseguro.
Lembro que minha mulher protestou, fazendo greve de sexo comigo.

Achei que talvez nosso casamento fosse acabar.
Naquela cidade a empresa liberava um carro com motorista para mim.
O rapaz me levava para todos os lugares e também minha esposa.
Um dia desses,pedi para o motorista levar minha esposa para as compras, queria ver ela feliz.
Depois de uma hora, acabou a luz do prédio. Decidi voltar para casa. Não chamei o motorista para não atrapalhar as compras da minha mulher.
Estranhei quando cheguei na frente de casa e vi na garagem o carro.

Quando passei pelo lado da janela do quarto, olhei pela fresta.
Não acreditava no que via. Minha mulher estava fazendo um 69 no motorista.
Ambos nús. Eu conseguia ver ele chupando a bucetinha dela, enquanto colocava o dedinho no cozinho dela.
Fiquei perdido, pois todo sexo com outro homem, era com a minha permissão e ciência.
Ela estava dessa vez me traindo.

Eu podia ter entrado lá e acabado com aquilo, mas fiquei olhando.
Eles mudaram de posição, minha mulher com as pernas abertas recebia o pão do motorista. Ele penetrava ela enquanto era puxado e beijado.
Tirei meu pau para fora e comecei a me tocar assistindo.
O tesão era demais.

Ele chupava a língua dela enquanto a beijava.
Depois a pós de quatro e começou a foder.
Ele bem forte o jeito que ele fodia minha esposa.
Não demorou muito e tirou o pau, deixando as costas dela toda cheia da porra dele
Minha mulher virou e começou a beija-lo falando:

– Vou pedir mais vezes os seus serviços para o meu marido. Quero muito ser a sua putinha.
– Vou amar dona. Vai ser uma bela putinha.
Quando eles falaram isso gozei. Não tinha aguentado de prazer ser traído.
Sai de lá e peguei um táxi. Fiquei um tempo pensando no que tinha acontecido.
Então tomei uma decisão louca, que iria elevar muito meu grau de corno.

Leia outros Contos eróticos de corno bem excitantes abaixo:

Erin boa de bunda I

Meu primo ganhou um presente virgem que minha mulher não dava pra mim.

10240 views

Contos Eróticos relacionados

MINHA ESPOSA LEVA O 1º PAU NEGRO

MINHA ESPOSA LEVA O 1º PAU NEGRO. Cor negra, alto, simpático até sorridente, mas ofegante. Totalmente pelado, tocava punheta num ritmo cadenciado onde a velocidade da mão se mantinha desde o...

LER CONTO

AJUDANDO O MARIDO A SER PROMOVIDO

AJUDANDO O MARIDO A SER PROMOVIDO. Ola, sou a Claudia, casada com o Fábio a 5 anos, tenho 25 anos e o Fábio 30 e temos uma filhinha de 4 anos e vou contar aqui uma história de traição para...

LER CONTO

Convenci minha mulher a dar para outro

Olá, meu nome é Paulo e a história que vou contar é incrível e aconteceu comigo há um mês. Considero-me um cara de muita sorte, tenho trinta anos e sou empresário em São Paulo onde moramos. ...

LER CONTO

Sonho realizado

Ser corno é a melhor sensação do mundo ser corno dá um tesão que uma pessoa nunca vai sentir em uma relação comum se você tem medo de ser corno perca esse medo por que a melhor coisa que um...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Leandro Escravo 08/10/2022 17:20

    Espero que tenham gostado do conto. Por favor, deixem suas opiniões.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos