Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » MEU PRIMEIRO ANAL FOI REALMENTE FODA.

MEU PRIMEIRO ANAL FOI REALMENTE FODA.

Publicado em novembro 10, 2019 por Selma

Meu nome é Juliana, completei 20 anos na sexta-feira, ontem. Ainda sou virgem na buceta, porém, fui iniciada no anal pelo meu Tio, aqui mesmo na casa dele. Eu sempre notei que todos os homens olham minha bunda, Em clubes, praias e até na própria família. Tenho uma bunda muito bonita e Adoro brincar com ela faz tempo. Mas até hoje, o que eu sempre fiz foi enfiar o dedo fundo na bundinha quando estou tomando banho. Também confesso que gosto muito do cheiro natural de minha bunda, quando eu faço alguma atividade física ou passo horas sob sol forte em alguma praia. Costumo passar o dedo no reguinho, enfiar á dentro, rodar e cheirar. E isso me dá muito tesão mesmo. Comecei a ler sobre machos que adoram cheiro de bundinha, gostam de lamber as bundinhas suadas e isso me deixou maluca. Meu Tio tem 44 anos e é muito conservado e bonito. Sempre notei os olhares dele para mim a bundinha. E nesse final de semana resolvi realmente chegar aos finalmentes. Ontem, sábado, minha tia estava de plantão e fiquei aqui na casa somente com ele. Coloquei esse shortinho e uma calcinha . comum, pois não tenho nenhuma calcinha fio-dental. Mas peguei a calcinha e puxei toda para dentro de minha bundinha. E olha só como ficou! Tanto a calcinha como short ficaram completamente enfiados no meio de minha bundinha e as laterais de meu rabo ficaram aparecendo. Sabia Que isso ia deixar o meu querido tiozinho maluco de tesão e que ele não ia aguentar, pois eu também estava louca para saber como era um cacete de perto e até sentir dentro de minha bundinha, mesmo nunca tendo recebido algo grande e grosso dentro dela, mas a vontade era muito grande e de ontem não ia passar, de jeito nenhum. Ele vai para varanda, senta-se e começa a tomar uma cervejinha. Vou na varanda, apoio-me no parapeito, virando a bundinha desse jeito para ele. Sabia que o macho estaria olhando minha bundinha e ficaria maluco de tesão. Ele disse o quanto eu evolui e fiquei bonita. Eu sei que ele estava mesmo era olhando o meu traseiro e desejando demais. Sentei e comecei a beber um pouco com ele. Num determinado momento, ele falou que lembrava que há pouco tempo eu ainda sentava em seu colo. Resolvi tomar uma atitude mais drástica, levantei, botei essa minha bundinha em sua perna e falei que tinha vontade de sentar de novo. Empinei bem a bundinha e comecei a pegar amendoim e tomar goles de cerveja, sabendo que deixava ele maluco. Ele percebeu o que eu queria, com toda certeza, e já foi colocando a mão na minha bunda, dizendo que minha bunda tinha ficado muito grande e linda. Eu disse que já havia percebido os olhares dele e gostava muito disso. E perguntei porque ele olhava tanto. Ele falou que olhava mesmo, mas não podia dizer o que se passava em sua cabeça, pois eu podia não gostar do que ele ia falar. Eu disse que adoraria saber o que se passava na cabeça dele, tava curiosa com os olhares dele e o que é que se pode fazer com uma bunda igual a minha. Puxou-me e deu logo um beijo em minha boca, daqueles bem demorados, quentes e Molhados. Suas mãos foram entrando já pela meu short e seus dedos procurando meu reguinho, que estava bastante quente suadinho. Minha bundinha estava com cheiro forte e não tinha certeza se o macho ia gostar daquilo ou não. Ele tirou o dedo completamente molhado do meio do meu reguinho e começou a cheirar, olhando meu rosto e dizendo que aquele cheiro estava maravilhoso. Pedi para cheirar também, olhando nos seus olhos. Peguei aquele dedo e Comecei a chupar, dizendo que além de cheiroso estava com sabor maravilhoso. Sinto seu pau crescer e boto a mão em cima, dizendo que nunca vi um de perto e perguntando se podia ver o dele. Ele falou para irmos ao seu quarto e fomos. Lá ele coloca para fora o caralho enorme e muito grosso, também estava completamente duro feito uma rocha. Pela primeira vez minhas mãos segurava um cacete. Botei na boca. Era muito gostoso sentir aquele cheiro de macho e o cacete pulsando dentro da minha boca quente e molhada. Ele começa a pegar minha cabeça e socar, como se estivesse fodendo uma buceta. Perguntou se eu ainda era virgem e falei que sim, que era a primeira vez que eu pegava um cacete de verdade e ele assustou-se. Falei para ficar tranquilo, mas que tinha vontade de fazer sexo anal. É claro que o macho não ia dispensar botar seu cacete numa bundinha dessa como a minha. Deitei na cama com a bundinha para cima, e ele tirou meu short, calcinha, abriu bem minha bunda e começou a cheirar. Era muito gostoso a sensação do macho com a cara dentro da minha bunda e cheirando ela daquele jeito. Depois passa a lamber todo meu reguinho e começa a querer enfiar fundo a língua no meu ânus. Ele dizia que estava delicioso que queria ser o primeiro a socar seu tronco ali dentro. Estava Apreensiva, mais queria muito sentir um caralho dentro da bunda. Ele pegou Creme de minha tia, lambuzou o cacete, meu cu e vem por cima de mim. Abro Bem as pernas sinto o macho encostar a cabeça do cacete no meu cu e começar a pressionar. Faço força como se fosse cagar. Vou sentindo aquela cabeça grossa abrindo demais o meu ânus, quase rasgando. A dor era muito grande, mas o tesão era maior ainda e eu queria aquilo tudo dentro de mim. Quando a cabeça passou, senti uma dor terrível e sai para o lado. Ele falou que era normal e que ia passar. Logo ele veio de novo. Doeu demais para passar novamente a cabeça, mas quando entrou, daquele cacete enorme vai junto e sinto ele varando a minha barriga. Falando nisso, a dor de barriga que deu era muito grande e eu já sabia que isso ia acontecer. Falei para ele sobre isso e ele disse para eu relaxar, pois gostava muito disso. Ele começa a tirar empurrar devagar e vai aumentando até estar socando forte, no meio de minha bundinha. Eu já me peidava toda e estava morrendo de vergonha, mas o macho ficava socando e dizendo que eu era a cachorrinha dele, que ia peidar no seu pau e ia cagar na sua vara. Fico gemendo baixinho, mas a vontade mesmo era gritar, enquanto aquele macho socava com força. De Repente ele começa a gemer, falando que estou melando sua vara e que vai gozar lá dentro. Deita seu corpo por cima de mim, começa a tremer todo e sinto seu pau esporrar jatos de esperma quente, bem dentro do meu reto. Pela primeira vez eu sabia o que era dar a bundinha e receber a gozada de um macho e lá dentro. Espero de verdade que todos gostem dessa minha primeira vez, pois quero colocar muitas outras e também colocar fotos e filmes. Estou aberta sempre a novas amizades, com pessoas de bom nível intelectual. Responderei a todos que deixarem email e mensagens.

9540 views

Contos relacionados

Realizando um sonho antigo, comi o cu da coroa gostosa

Como já relatei em outros contos, sou divorciado, tenho 56 anos, não sou o tipo de coroa que chama a atenção das mulheres por onde passa, mas também não sou de se jogar fora, não sou gordo e...

LER CONTO

A Obesa da Sala de Bate Papo da Bol

A Obesa do Bate Papo da Bol Meu nome é Antônio Henriques, tenho 40 anos, sou militar, carioca e a estória que irei relatar ocorreu em 2013 ao retornar de uma rápida viajem ao nordeste de nosso...

LER CONTO

Meu primeiro conto – A madura negra

Boa tarde a todos ! Meu nome é Rodrigo , tenho 36 anos , mineiro e casado atualmente. O que aconteceu foi real e recente. Sempre tive vontade de conhecer uma mulher madura e ao mesmo tempo uma...

LER CONTO

Transando com a prima da minha esposa – Parte 1

Sou de SP mas vim morar no interior de Goias e logo me encantei por uma goianinha , mas nunca me imaginei transando com a prima da minha esposa. Casámos, comprámos uma casa no bairro onde minha...

LER CONTO

12 - Comentário(s)

  • Junyorkj 27/03/2020 04:18

    Olá Selma. Faculdade, duas pós e um mestrado. Temos coisas em comum, algumas ao contrário se é que entende-me rsrs, um nível sensacional na escrita, então envie-me e-mail que descobriremos muitos mais coisas em comum ;) Você amará, garanto!!!!!!!

  • michael bento 14/03/2020 13:26

    oi adorei seu conto gostaria de cv com vc pode mechamar no zap tambem eu amo chupar uma bunda suada sentir o cheiro forte

  • Nego 08/03/2020 19:46

    Tati, sou negro do jeito que vc sonha, meu e-mail, vamos conversar....

  • Tatiane 06/03/2020 18:14

    Tive uma experiência igual a essa e confesso que foi inesquecível. Pena que meu marido não gosta de comer meu cuzinho. tenho vontade de vê umas picas negras meu zap sou casada tá. Sigilo total.

  • carlos 27/02/2020 17:34

    A sensação a mesma quando comi o rabetao da minha ex namorada

  • Paulo 23/02/2020 12:41

    Adorei seu conto.manda me seu contacto no whatssp. Bju

  • Sayd 18/02/2020 14:27

    Conte ne mais juju

  • Gabriel 08/02/2020 11:43

    Oi juju quero muito bater um papo contigo, me chama no E-mail!! 🔥❤️❤️

  • Jhonh 06/02/2020 17:10

    Olá Juju adorei este conto me chama no e-mail

  • Anônimo 31/01/2020 14:16

    Amaei seu conto me chama lá no e-mail

  • Deco 10/12/2019 10:44

    Oi Juju adorei seu conto, espero um dia te conhecer, se tiver mais conto mande pra mim. Bjs

  • Hector Ferreira 15/11/2019 22:17

    Oi Ju, boa noite! Adorei seu conto, fiquei de pau duro lendo, muito bom saber que existem mulheres que gostem de dar o cuzinho assim sem medo ou receio. Vamos bater um papo, me manda um e-mail. [email protected]ail.com beijos nesse rabo gostoso

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos