Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Encontro Inesperado Com A Gordona Do Casal Do Churrasco

Encontro Inesperado Com A Gordona Do Casal Do Churrasco

Publicado em agosto 16, 2020 por Amo Gordinhas

Bom…depois de bons encontros com o casal da esposa gordona que conheci na casa dos patrões da minha amiga gordinha negra empregada, vou relatar aqui algo muito rápido que me aconteceu, mas que achei legal detalhar aqui para postar.

Estava eu certo dia na fila de um banco do qual estava muito lotado por sinal, quando na porta giratória noto uma gordona no estilo como gosto entrando, porem de longe não vi quem era, sei que estava com um vestido soltinho pelo calor pouco acima do joelho e muito decotado, deu pra ver aquelas pernas lindas, grossas, cheia de celulite, sem dizer no detalhe do salto preto que deixava aquelas pernas mais lindas, pra minha infelicidade essa pessoa foi para outro andar do banco.

Continua depois da publicidade

Eu fiquei com essa mulher na cabeça, se eu fosse atendido antes de ela descer do andar superior, disfarçando que precisasse fazer algo nesse andar iria la so pra dar uma olhada melhor.

Quando pra minha felicidade ela vem descendo, aquele barulho de salto puxou meus olhares, e ela foi se dirigindo para essa parte em que eu estava, e chegando perto, pra minha felicidade era aquela gordona do casal, ela me olhou e sorriu assim como também fiz, veio me deu um selinho o que me deixou ainda mais surpreendido, como ela estava linda, cabelão preto solto, aquele vestido, muito cheirosa, alias como sempre por sinal.

Claro que não resisti, olhei pra ela e disse, nossa parabéns que linda você esta. E escutei algo que me deixou muito feliz, ela disse sabe quem e o responsável por essa descoberta ne? Eu fiquei sem saber o que dizer, mas disse que continue assim então.

Continua depois da publicidade

Ai ela perguntou o que teria de fazer, comentei que precisava pagar uns boletos e fazer uns depósitos, ela disse que passou pelo gerente e precisaria passar no caixa também, e como ela chegou depois teve de ir pro fim da fila, afinal estava lotado, e se eu colocasse ela a minha frente daria problemas, mas ela me perguntou você esta do que? Eu disse a pe, pertinho ne? Ela falou, então me espera que eu te levo em casa, eu falei imagina, não quero te incomodar, ela falou não contraria apenas me espera, eu ri,e disse tudo bem madame.

Pouco tempo depois fui atendido e pra não ficar fazendo volume na fila, me sentei em uma cadeira e fiquei esperando, mas claro sempre olhando pra ela, que retribuía os olhares, ria, que linda ela estava, caramba que mudança da época em que a conheci.

Ai foi ela atendida também e fomos para seu carro conversando sobre assuntos aleatórios, no caminho falei novamente você esta espetacular, realmente me surpreendeu, nunca mais se esconda, viu como você pode ser deslumbrante? Voce so deixou essa mulherão adormecer, agora ela acordou e ninguém segura. Ela me olhou so você mesmo, você e o máximo, aiiiinda bem que lhe conheci, não faz ideia como minha vida mudou em todos os aspectos, principalmente no casamento, meu marido a cada dia mais encantado, me estimulando a ser assim, eu disse e ele tem de fazer isso mesmo, porque ficar dizendo pra você se esconder?

E assunto vai, assunto vem, ela me cortou dizendo, a você não sabe a surpresa que fiz para a próxima vez que sairmos, porque claro so sai com você, e nem pretendo encontrar outro, a química nossa foi espetacular, eu cortando dizendo, conta logo, estou curioso. Ela disse lembra de um detalhe que você achou lindo no dia na casa do casal…? Eu nem lembrava tanto assim, foi tao intenso, ela disse, pensa um pouquinho. Ai falei da uma dica ne? Ela puxou um pouco o vestido na parte dos seios e estava uma marquinha linda de bikini, notei sim que ela estava mais bronzeada, mas não imaginei que teria feito marquinha pra me agradar.

Eu na hora disse não acredito, você não existe, certeza que nossa próxima saída vai pegar ainda mais fogo, ate porque quando não teve fogo ne? Desde o primeiro olhar que tive em você fiquei louco. Ai fui perto do rosto dela e disse, você e gostosa, e dei um beijo na boca dela, ela disse seu doido sorte que estou devagar, se não você me faz bater o carro, e rimos, mas ai olhei pra ela e disse, isso e tudo culpa sua, por ser tao perfeita assim. Tanto que podia deixar eu ver melhor essa marquinha ne?

Ela me olhou e disse você e doido, no meio da rua? Eu disse o que tem? A gente para em uma rua calma, seu vidro e todo escuro. Ela começou a rir, e disse você le meus pensamentos ne? Eu aqui pensando em fazer algo rapidinho ao menos com você agora e vem me dando ideia, você acha que vou recusar? E riu, dizendo não sei quem e mais louco se e você que da as ideias ou eu que entro nas suas ideias, e riu ainda mais.

Encontramos uma rua mais calma, ela parou o carro olhou pra mim e disse so ver ne? Eu disse, capaz mesmo, no mínimo vou chupar um pouco, ela riu e disse você não existe e foi puxando o vestido pra baixo, tirou o feixo do sutien tirando ele, que linda ficou aquela marquinha, na hora fui pegando, indo com a boca pra mamar, que peito grande, lindo, cheiroso, ela já começou a gemer dizendo, olha o que você faz comigo, colocou minha mao na sua buceta por cima da calcinha senti muito quente, muito melada, claro que puxei um pouco de lado dizendo quero sentir melhor ne, ate pra agradar ela, queria que ela voltasse pra casa dando uma boa gosada.

Fiquei ali chupando aqueles peitos lindos e mexendo na buceta dela com o dedo e ela gosou umas 2 vezes, ai ela disse a outra marquinha so quando a gente sair, mas como o vestido havia descido bastante deu pra ver um pouco, e eu disse eu estou vendo ta, e ficou uma delicia, ela riu e disse não vale, era surpresa.

Mas me olhou, de um beijo tao gostoso, por uns minutos e disse, você me fez gosar, agora vou baixar o encosto do banco e você cala a boca, ergueu um pouco minha camisa e foi descendo beijando meu peito, barriga, que cena mais alucinante, foi abrindo o botão da minha bermuda dando beijos de leve no pau essa hora já muito duro na cueca, e me dizendo, quer sentir minha boca? Passando a mao por cima dele ainda de cueca me beijando.

Eu fui baixando a cabeça dela ate ele, puxei a cueca e coloquei a boca dela, segurando ela pelo cabelo, que engoliu ate o fundo, que loucura, eu estava flutuando, e como ela ficou de 4 no banco dela pra me chupar, o vestido subiu, e ela ficou com aquela bunda linda, gigantesca pra cima, aquela calcinha enfiadíssima amarela de renda, e fiquei louco já fui com a mao acariciando, apertando, dando tapas, dizendo você e perfeita, faz tudo maravilhosamente bem além desse corpo que me deixa louco.

E ela ficou ali me chupando e me beijando nesse revezamento, as vezes esfregava meu pau nos peitos, e num determinado momento passou uma pessoa de moto, e viu ela com aquela bunda linda pra cima me chupando, eu disse a ela o cara viu, ela disse dane-se e não parou de chupar e do nada ele passa denovo, ela deu risada e mexeu a bunda como se tivesse rebolando pra provocar ele, falei você e doida e ri, deixa ele alucinado la, quero so você, fiz a alegria da punheta diária dele, e caiu na gargalhada.

Ai ela começou a chupar e punhetar dizendo vai meu puto delicioso, gosa logo na minha boca que precisamos ir, e foi aumentando a velocidade, ate que segurei ela pelo cabelo fazendo ela ficar com o pau todo dentro da boca e gosei, ela engolia gemendo, terminando de engolir, me olhou rindo, e disse viu como sou obediente? Tomei tudinho e me beijou.

Ai coloquei o pau devolta na bermuda, ela sentou ao lado foi abaixando o vestido, puxou a alcinha pra cima dizendo, haaaa vou sem sutien mesmo meu marido sabe que eu dou pra você, alias ele adora quando conto que lhe encontrei, ate fala que somos moles quando não demos ao menos uns pegas, claro que eu ri dizendo vocês são demais, por isso o casamento de vocês esta ótimo, e ele heim, que parecia ser o mais serio, se revelou um safado, ela disse, você não viu nada, aquele safado, esta comendo nossa empregada direto, ela acha que ele não me conta, e uma gordinha pouco parecida com empregada do casal…Ai falei haaa legal, isso fez muito bem a vocês. Ela disse claro, por isso tenho essa liberdade com você também, a ponto de ele liberar de você ir em casa, dormir la quando ele viaja, a gente mete na nossa cama, sofá etc. Isso foi um combustível. Voce foi uma grata surpresa na nossa vida pra nos descobrirmos, eu ficava sem saber o que dizer.

Ai ela disse, deixa eu te levar, a gente combina de se ver logo, porque estou precisando e riu, e fomos nos dirigindo a minha casa, parou na frente, e assim eu agradeci a carona, ela disse as ordens meu puto e riu, falou não esta esquecendo nada não? Eu disse não sei, o que por exemplo? Ela falou vem mais perto, e me um beijo espetacular, e disse pronto, agora pode ir, eu disse UAU, esse beijo me viciou viu.

Ai saindo do carro, ela disse mais tarde te mando mensagem pra gente combinar algo, eu disse claro, como prazer, manda um abração ao…, ela disse pode deixar, ele vai gostar de saber o que fizemos, e ainda sim vai dizer que fomos devagar, dizendo so fizeram isso? Eu ri muito alto e bati a porta, ela mandou um beijo e foi.

E assim foi uma das aventuras que achei interessante transcrever com essa esposa gordona que tenho a honra de transar sempre, espero que tenham gostado, logo venho com mais historias com gordinhas, divirtam-se, ATÉ A PRÓXIMA…

7258 views

Contos relacionados

Primeira vez de Sibila

  Estava no primeiro ano do ensino médio e estudava no turno da tarde. Era uma sexta-feira. Quinto tempo dentro da sala de aula, quando minha amiga Kênia, que sentava na carteira ao lado, me...

LER CONTO

Transando com a ex-namorada e uma amiga

Como já mencionei em outro conto aqui publicado (Fiz anal com a vizinha de Kitinet), fui casado por um tempo, já faz dois anos que estou solteiro, e sempre tendo minhas aventuras sexuais. Sempre...

LER CONTO

A aluna que me tirou o juízo

A profissão de professor traz os seus percalços e suas recompensas.   Meu nome é Julio, tenho 40 anos e sou professor da rede pública de ensino há dezoito anos. Levo a arte de lecionar...

LER CONTO

Aprendendo sobre a Siririca

Me chamo Gabrielle, tenho 26 anos e hoje vou contar para você como foi a minha primeira experiência com a siririca. Para que entenda melhor como tudo aconteceu, vou ambientá-lo à ocasião. Eu sou...

LER CONTO

Transando com a prima da minha esposa – Parte 2

Conforma já foi publicado aqui no site, tenho um relacionamento com a esposa do primo da minha mulher. Seu nome é Daiane, uma moreninha baixinha de 1.50m. Peitinho pequeno, bumbum pequeno,...

LER CONTO

Dando pro coroa do Tinder

De: Elisa DANDO PRO COROA DO TINDER Sou Elisa ( nome fictício) Tenho 16 anos, cabelo preto ondulado, olhos pretos, alta, 70kg, seios pequenos. Sou totalmente fora dos padrões (não gosto de...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos