website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » METENDO COM MEU DELICIOSO SOBRINHO

METENDO COM MEU DELICIOSO SOBRINHO

Publicado em dezembro 28, 2022 por Ademir

METENDO COM MEU DELICIOSO SOBRINHO

Olá, sou Katia e vou contar uma história de incesto imprevisível mas muito gostosa, época de festas natalinas e virada de ano, minha cunhada Marta finalmente aceitou o convite de passar as festas na praia em nosso apartamento ; Meu marido vai trabalhar no natal e ano novo e eu não tinha companhia para as festas de ano novo na praia, por sorte minha cunhada que acabara de ficar viúva de um marido bebum e cheio de problemas, aceitou vir para São Paulo e ficar comigo na praia, mas disse que tinha de o filho Eduardo, é filho único, mimado demais pela mãe, da ultima vez que eu vi ele em visita a casa da minha sogra, era um garoto de seus 14 anos magricela e extremamente tímido, sequer olhava as pessoas nos olhos rsrsrs, mas quando chegaram em casa, nossa que surpresa, o garoto magricela tinha crescido, acabara de fazer 18 anos, tinha crescido muito mesmo, forte, alto e bonito, mas ainda continuava tímido, sempre segurando a mão da mãe, super protetora rsrsrs.

Mas o corpo do rapaz me chamou a atenção, peito largo, braços fortes, rsrsrs, eu o abracei e senti que ele estremeceu todo e ficou vermelho como um pimentão rsrsr, fiz questão de amassar meus seios contra seu peito sentindo os braços fortes do garoto me abraçando com receio e timidez, me esfreguei nele gostoso rssr, ele ficou sem ação e quando nos separamos, estava vermelho e balbuciando palavras de cumprimento que não entendi rsrrs, percebi que estava ficando de pau duro e todo embaraçado, tentava esconder a ereção com as mãos, me diverti com a situação mas descartei a possibilidade de algo acontecer entre nos, recebi a minha cunhada e seu filho em minha casa em São Paulo alegremente pois iria ter alguém para ficar na praia comigo e no dia 28/12, viajamos para Praia Grande, para meu apto no balneário Solemar, não era muito grande, somente 2 quartos e demais dependências mas suficiente para acomodar com conforto até 6 pessoas.

Chegamos e eu já fiquei a vontade, tirei minhas roupas quentes e vesti um shorts curtinho deixando a mostra minha coxas grossas e o inicio da popa da minha bundinha, tenho 30 anos muito bem distribuídos, morena de corpo perfeito sem filhos, seios grandes e duros, coxas grossas e malhadas, bunda grande, redonda e durinha, do tipo que os homens amam, rosto jovem, cabelos longos e ondulados, enfim, sou uma mulher bonita e gostosa, cobiçada pelos homens e até por mulheres rsrsrs, já trai meu marido algumas vezes, na maioria das vezes com seu consentimento pois ele adora me ver levando ferro de outro homem enquanto ele filma para depois assistirmos juntos e apimentar nosso relacionamento, mas para isso o macho tem de valer a pena pois meu marido é um homem ótimo, bonito, simpático e muito gostoso e me satisfaz plenamente no sexo, não sinto necessidade de procurar sexo fora de casa, quando acontece e mais para seu prazer do que o meu rsrsr mas acabo tendo orgasmos deliciosos assim, Eu sou muito exigente a respeito de macho pois sou uma mulher fogosa e para me aguentar na cama, tem de ser pintudo e muito bom de cama rsrsr, mas voltando ao assunto, um shorts mínimo e uma blusa leve deixando a barriga sequinha de fora, quando o rapaz me viu assim, vi que seus olhos saltaram das orbitas rsrsrs.

Ficou vermelho e baixou os olhos todo envergonhado, uma timidez extrema rsrsr, percebi que estava de pau duro tentando disfarçar com as almofadas rsrsr, permaneceu sentado no sofá escondendo a ereção, me diverti muito com aquilo, o rapaz estava tarado por mim rsrs, arrumamos tudo, ai tomei uma ducha e vesti um biquíni super cavado, pequenino mesmo que realçavam ainda mais os meus dotes exuberantes rsrsr, o meu marido adora me ver assim sendo cobiçada por outros homens rsrs, quando sai do banheiro naqueles trajes, o garoto quase morreu do coração rsrsr, ficou todo atrapalhado tentando não olhar para mim rsrs, ai vesti uma saída de praia deixando ele mais tranquilo, na praia de novo o garoto babou quando me viu de biquíni rsrsr, me seguia com os olhos gulosos todo o tempo e eu só me divertindo com aquela situação rsrsr, era delicioso ver o garoto todo embaraçado com minha semi nudez, me comendo com os olhos, se me ver peladinha então, vai ter um troço rsrsr; passamos assim aquele dia com muito sol e diversão, já a noite após a janta, um joguinho de baralho eu bem a vontade em um mini shorts e blusinha leve sem sutiã, os bicos dos seios duros, chamavam a atenção do garoto rsrsr, eu olhava para ele disfarçadamente e ele estava de olho em mim rsrsr.

Eu estava me sentindo a mais cobiçada das mulheres e minha bucetinha deu sinal, babando toda, nossa molhei a calcinha de tesão rsrs, dia seguinte a tarde todos na praia de novo, exceto o garoto que só ficou de manha e depois do almoço resolveu ficar em casa curtindo um filme em que estava interessado, ai por volta das 14:00 horas me deu uma vontade de fazer xixi, eu não consigo fazer xixi na água do mar, trava tudo e não consigo, ai resolvi subir até o apartamento, falei com minha cunhada que ia subir e aproveitar e tomar um banho, ela estava em uma conversa animada com uma turma e disse que tudo bem, subi para o apartamento, encontrei o garoto vendo TV, cumprimentei-o e fui direto para o banheiro, fiz xixi e resolvi brincar um pouco com o garoto, atiçar seu desejo e sua vontade de me comer rsrsr, não tinha nenhuma intenção de levar aquilo muito além das brincadeiras, apertei bem o nó do sutiã para dar trabalho para soltar, ai chamei ele para me ajuda a desatar o nó do sutiã do biquíni, ele todo acanhado foi até o banheiro e todo desajeitado, com as mãos tremendo, tentava soltar o nó do sutiã sem me tocar a pele mas não conseguia, demorou um bocado e assim que soltou o nó, me virei para ele segurando o bojo do sutiã com as 2 mãos, agradeci a ele pela gentileza e o beijei na face, o garoto se engasgou e ficou vermelho como um pimentão, não tirava os olhos das minhas mãos segurando o sutiã sobre as grandes tetas, agradeci novamente e ele gaguejou um de nada e saiu do banheiro rapidinho, eu me divertia com aquilo rsrsr.

Estava deixando o garoto doido de tesão, fechei a porta, acabando de me despir e entrei no chuveiro, uma delicia de ducha fria, após o banho, coloquei novo shorts mais curtinho e justo ainda e uma mini blusa e sai do banheiro, ele continuava sentado no sofá com uma almofada sobre o colo para esconder a ereção rsrsr, evitava me olhar rsrsr, perguntei se ele queria suco gelado, ele aceitou e eu preparei um suco gostoso para nos, o servi e sentei-me no sofá de frente para ele, que continuava a fugir do meu olhar rsrs, conversamos um pouco sobre o tempo e como a praia estava boa, ele todo nervoso fazia peripécias para esconder a ereção com a almofada, rsrs, resolvi brincar mais um pouco com o garoto antes da minha cunhada chegar, e me sentando ao seu lado, perguntei se ele tinha namorada, muito embaraçado me respondeu que não, que nunca tinha namorado, ai perguntei , como um rapaz bonito, forte e simpático como ele, não tinha namorada, ele todo envergonhado e vermelho me disse que tinha vergonha das garotas, eu fingi estranhar e ele foi se abrindo comigo, eu o incentivava e ele foi me contando as amarguras que passava por ser tão tímido e medroso com as mulheres, eu imaginei que ele deveria estar com as bolas doendo de tanta porra acumulada rsrsr eu tesão saindo pelos ouvidos rsrs.

Disse a ele que tinha de ser mais atirado pois as garotas gostam de homens que vão pra cima rsrsr, ele disse que tentava mas sempre acabava fugindo, ai tive uma ideia, perguntei a ele se ele queria que eu o ensinasse como conquistar uma mulher, ele imediatamente se interessou, ai expliquei a ele sobre como fazer a corte as mulheres, dizendo que nos dias de hoje era muito fácil, perguntei a ele se alguma vez havia beijado uma mulher, ele respondeu que nunca, e ficou vermelho de novo, eu ri e disse a ele, vou ensinar a você como é, me aproximei mais dele, ele estava ofegante e todo embaraçado com minha proximidade, falei a ele para encostar os lábio nos meus, e o puxei, ele aproximou o rosto do meu e senti seus lábios tímidos mas quentes nos meus, entreabri os lábios e disse a ele para por a língua em minha boca, ele realmente não sabia o que fazer, ai eu enfiei a minha língua na boca dele e suguei sua boca jovem e gostosa, o garoto ficou maluco e o beijo se prolongou, eu sentindo sua língua meio tímida se entrelaçando na minha, e ficamos assim até eu me sentir sem ar e me separei dele ofegante, ele estava com os olhos fechados, procurando minha boca, respirei e voltei a oferecer a boca para ele que sugou com gosto, agora, eu sentia que o garoto estava adorando aquilo, fui um pouco além e retirando a almofada de sobre seu colo, coloquei a mão na mala que estava enorme sob sua bermuda, o garoto se assustou e gemeu em minha boca, comecei a apalpar seu enorme pau através das roupas e não demorou nem 3 minutos percebi que ele estava gozando, gemeu forte, tirou a língua da minha boca e fugiu para o banheiro srsrsr.

Demorou um bocado lá e quando saiu não conseguia me olhar nos olhos, balbuciou um pedido de desculpas, eu ri e disse a ele que não tinha de me pedir desculpas pois eu tinha provocado aquilo, ele todo preocupado disse que eu era casada com seu tio e aquilo não era certo, eu me diverti e disse a ele que estava só ensinando ele a namorar, e perguntei se ele não havia gostado, ele disse que adorou mas tinha vergonha, me levantei e novamente ofereci minha boca para ele, que me agarrou em um beijo longo e profundo, me esfreguei nele sentindo seu pinto duríssimo, e novamente o garoto teve um orgasmo, que desperdício rsrsrs, mas dessa vez ele não fugiu, continuou ali me agarrando e gozando dentro das roupas, senti a umidade do seu esperma melando minhas coxas, gozou um monte dentro da cueca rsrsrs, o garoto tinha um gozo abundante, ficamos assim se esfregando até ele terminar o gozo, ai ouvimos ruído da sua mãe chegando e ele me largou rapidamente e correu para o banheiro, eu me recompus e sentei no sofá, minha cunhada entrou e disse estar louca para ir ao banheiro e tomar um banho, informei a ela que o Eduardo estava no banheiro mas que já ia sair, conversamos um pouco e logo depois o garoto saiu do banheiro ainda vermelho e atrapalhado rsrsrm cumprimentou a mãe e fugiu para o quarto, minha cunhada foi tomar banho e o restante do dia transcorreu sem grandes atropelos, eu achei que ia ficar só naquilo mas o garoto não deixou escapar a oportunidade, mesmo com toda a timidez, esperou a noite a mãe dormir e logo após perguntou todo sem graça e hesitante se não podíamos dar continuidade as lições de como namorar rsrs.

Ppedi a ele para dar um tempo e indo até o quarto, verifiquei que minha cunhada estava ferrada no sono e convidei ele a ir para seu quarto, entramos e fechando a porta por dentro já o agarrei oferecendo minha boca, ele ainda meio assustado, me abraçou mastigando minha boca gostosamente, eu havia colocado um baby doll curtinho e uma calcinha mínima, quando fui ao quarto verificar minha cunhada, estava deliciosa, tirei a língua da boca do garoto e o empurrei para a cama, beijei novamente sua boca e abrindo sua camisa, desci a boca pelo seu peito lambendo e beijando, o menino respirava ofegante e eu percebi a sua enorme ereção sob as roupas, desci minha boca pelo seu umbigo e abrindo suas calças, enfiei a mão por dentro da calça e segurei seu pinto duríssimo e enorme através do tecido da cueca, ele gemeu e seu pinto se agitou em minha mão, enfiei a mão por dentro da cueca e finalmente segurei o enorme e grosso pau, nossa como era grande, desci mais a boca e puxei sua cueca para baixo libertando a fera, nossa o cacete do garoto era lindo, grande, grosso e retinho, a cabeça rombuda e vermelha era um convite a mamar, lambi a cabeça do seu pau ouvindo seus gemidos e enchi a boca com aquela delicia, mamei devagar sentindo o pau se agitar dentro da minha boca e de repente o gozo intenso, me pegou de surpresa devido a rapidez do seu gozo, uma quantidade enorme de porra, me engasguei e continuei sugando enquanto o rapaz sofria de prazer gemendo de olhos fechados e todo tremulo, seu gozo tinha sido intenso.

Fiquei mamando até sair todo o esperma que sorvi gostosamente sentindo o sabor forte e a textura grossa do seu sêmen, tirei minha boca do seu pau e procurei sua boca de novo, o pau do garoto continuava duro, sempre sugando sua boca, me ajeitei sobre ele e me sentei devagar sobre seu pinto duro, sentindo a cabeça rombuda e toda melada se encaixar na entrada da minha boceta faminta, senti dor com a penetração pois seu pau era muito grosso e longo, ele me abraçou e eu desci totalmente sobre ele sentindo o enorme cacete chegar até meu útero, nossa como era grande, assim que o pinto me penetrou eu tive o primeiro orgasmo dos muitos que iria ter aquela noite, me agarrei a ele que mamava meus seios desvairado e feliz, pedia a ele para se controlar e não gozar tão rápido e iniciei um movimento de sobe e desce tendo orgasmos seguidos e de repente o garoto me disse que não aguentava mais, gemeu e gozou totalmente enterrado em mim, eu rebolava feito uma puta desvairada em seu cacete enquanto ele se arcava para cima procurando me penetrar ainda mais, foi um orgasmo violento, eu sentia as contrações fortes do seu pau ainda muito duro, ainda enterrado em minha boceta, o garoto estava com os olhos vidrados de tanta tesão, fiquei até assustada com medo que ele tivesse um ataque cardíaco rsrsrs.

Sai de cima dele e seu pau escapou de dentro de mim, imediatamente, senti seu esperma escorrendo da minha boceta encharcada, uuufff o garoto tinha gozado um monte, me deitei a seu lado e ele meio tímido ainda, veio para cima de mim e começou a me beijar, desceu para meus seios e mamou gostoso hora um hora outro mamilo, delicia demais, foi se ajeitando sobre mim, esfregando o pinto duro e melado em minha coxas, eu me ajeitei me oferecendo para ele e ele veio para cima de mim penetrando novamente a minha dolorida boceta, gemi e pedi a ele para por devagar mas ele sequer me ouviu, estava em êxtase, escorregando para dentro da minha boceta quente e apertada, colocou todo o pau dentro de mim e iniciou um vai e vem maravilhoso me dizendo que me amava e que eu ia ser dele rsrsrs, fodeu gostoso e demoradamente pois havia acabado de gozar, eu continuava a ter orgasmos deliciosos no pau duro do garoto, nossa que ereção deliciosa, não amolecia nunca rsrsrs.

Depois de meter por uns 10 minutos, desaguou novamente dentro da minha boceta, seu esperma transbordava pelos lados pois seu pau continuava atolado em mim, após o gozo, descansou sobre meu corpo, as nossas respirações estava ofegante pelo esforço e gozo intenso, logo depois saiu de dentro do meu corpo e deitou-se do meu lado, começou a pedir desculpas, eu ri e disse a ele que não tinha de pedir desculpas, pois fui eu quem quis aquilo, ele todo culpado me dizendo que eu era mulher do meu tio, que nunca mais iria poder encarar o tio nos olhos rsrsr, eu o acalmei e continuei a fazer carinho, seu pau continuava duro, aliais nem tinha chegado a amolecer rsrsr.

Descansamos um pouco e eu me deitei de bruços para me livrar do excesso de esperma que estava dentro da minha boceta e o rapaz vendo minha bunda grande e morena, caiu de beijos, lambendo, mordendo minhas nádegas, senti sua língua atrevida lambendo meu cu e fechei os olhos me deixando levar pelo intenso prazer que sua língua me proporcionava, mas ele não ficou satisfeito só com os carinhos, veio para cima de mim e começou a esfregar a cabeça do enorme pau entre minha nádegas, eu fiquei meio assustada devido o enorme pinto mas a caricia estava tão boa, que relaxei, ele perguntou se podia por naquele buraquinho, eu disse que sim mas tinha de ser bem devagar para não doer muito, ele me agarrou e senti a cabeça rombuda do seu cacete entrar de leve em meu cu, gemi de dor e tentei escapar para evitar a penetração, mas ele louco e desvairado de tesão, me segurou forte e continuou a me penetrar, seu pau estava todo melado e como havia muito esperma saindo da minha boceta escorregando pelo rego do cuzinho, a penetração foi mais fácil, escorregou colocando todo o enorme cacete no meu dolorido cuzinho, ele estava maluco de tesão e metia como um maluco, eu gemia de dor com as estocadas profundas do seu pinto em meu cu mas ele só procurava seu prazer que ainda bem, não demorou, senti ele se enterrar totalmente dentro de mim em uma ultima estocada, retesou o corpo e teve um orgasmo fortíssimo, como tinha porra aquele garoto, senti as contrações do seu gozo, eu sentia a força do garoto gozando fartamente dentro de mim, ainda penetrado, descansando do gozo intenso, eu havia tido um novo orgasmo no gozo dele e estava exausta, quase dormindo srsrs.

Ele saiu de dentro do meu cu e deitando-se do meu lado novamente se desculpou por ter me feito sofrer, eu ri e concordei, sim tinha doido muito, mas tinha sido gostoso, ficamos mais um pouco abraçados, pedi a ele que não podia falar para ninguém sobre o que aconteceu, ele prometeu e logo depois sai do seu quarto e tomei um banho revigorante sentindo ainda o esperma do garoto vazando da minha boceta e cuzinho, entrei no quarto sorrateiramente, me deitei, dormindo logo em seguida.

Minha cunhada e seu filho ficaram comigo durante 10 dias nos quais meti tanto que fiquei com a boceta e cuzinho todo esfolado por uns 3 dias, tive de arrumar uma boa desculpa para não dar para meu marido quando me procurou, disse que estava menstruada mas estava é toda esfolada de tanto levar pinto do meu delicioso sobrinho rsrsr, devo viajar para lá em junho, vamos ver como vai ser rsrsrsr..

Veja outros contos de Contos de incesto e bem gostosos logo abaixo:

SÁBADO de carnaval

Transei com a minha prima mais velha

35459 views

Contos Eróticos relacionados

Dando pro meu primo no churras da família

Sou morena,cabelo cacheado,tenho 21 anos,sou baixinha e tenho um corpo que nenhum homem recusa. Sempre tive contato com meu primo em festas de familia onde todos se reunem e nesse dia a familia...

LER CONTO

Vítimas do Desejo

Olá, meu nome é Gustavo Costa Real, tenho 22 anos. Tenho um corpo esguio, sou branco e tenho cabelos e olhos castanho-claros. Era 9:35 am quando cheguei na Ilha, eu tava muito empolgado. A porta...

LER CONTO

Família B.L.I.N: A semana que minha irmã jamais vai esquecer – Cap. 1

Quatro anos se passaram, chegamos ao 2012, isso mesmo, há oito anos atrás, eu tinha 19 anos, minha irmã, estava as vésperas da sua festa de debutante, que, como vcs sabem, a minha família toda...

LER CONTO

Meu genro me comeu na cama do motel

Tudo bem meu povo? Meu nome é Maria, tenho 53 anos e neste conto erótico vou relatar como foi o dia em que meu genro me comeu me chamando de velha safada e puta gostosa. Antes de começar a...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • THIAGO YAMA YAMAMOTO 20/01/2023 14:32

    tenho 26 anos e procuro uma tia assim pra judiar de mim rs.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos