website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de putaria » Final da transmissão

Final da transmissão

Publicado em fevereiro 14, 2024 por Fernando Moreno

Como promessa, é dividida. Roberta tinha me prometido encerrar a live me dando o cuzinho. É, querido leitor, ela cumpriu. Tirei o plug do cuzinho dela, ponhei-a de 4 e passei o gel sobre a cabeça do meu pau. Vou ser bem sincero, nem precisava, pois Roberta já tinha deixado ele bem molhado com a saliva dela. Mais mesmo assim passei o gel sobre o meu pau, encostei a cabeça do meu pau sobre o cuzinho dela, só que para não ir direto ao ponto e manter o público atento a transmissão fiquei roçando o meu pau sobre o cuzinho dela, ora descia sobre a buceta dela e voltava no cuzinho dela, o que fazia ela gemer gostoso. Fiquei brincando assim por um bom tempo, vez ou outra dava aquela forçadinha na entrada do cuzinho dela, e quando ela achava que eu iria enfiar, tirava de novo. Decidi passar a língua naquele cuzinho gostoso só para ouvir ela gemer, me ajoelhei entre as pernas dela, comecei a beijar a bunda dela e, é claro, nunca deixando de dar uns tapas naquela bunda gostosa.

Quando eu ia beijando mais perto do cuzinho dela, mais ela gemia e se contorcia, até que comecei a beijar a bunda dela e passar a língua sobre aquele cuzinho delicioso. Foi só a primeira linguada que ela gemeu e se contorceu gostoso, aproveitei para deixar bem babado aquele cuzinho, cuspi nele uma ou duas vezes, encostei o meu pau sobre aquele cuzinho gostoso e comecei a enfiar, minha intenção nunca foi ser carinho e enfiar devagar. Não! Muito pelo contrário, assim que percebi que ele entrou, já enfiei tudo até o final. O que fez ela soltar um belo gemido, obvio que amei, e isso foi como incentivo para meter mais forte e dessa vez sem parar. Queria terminar aquela transmissão com chave de ouro. E a chave de ouro era aquele cuzinho, o meu troféu de ter resistido a ela naquela live maravilhosa.

Coloquei as minhas duas mãos sobre a cintura dela e comecei a bombar naquele cuzinho gostoso, sentia ela apertar meu pau com o cuzinho dela, ela sabia muito bem a técnica do pompoar pelo visto, e isso para mim foi maravilhoso, decidi não me conter e comecei a bombar mais forte, como ela já tinha investido um bom tempo no boquete, resolvi devolver com uma bela estocada, mais dessa vez fiquei ali bombando por um tempo, o que percebi que comecei a soar. Ela, por sua vez, pegou o vibrador que tinha comprado e enfiou na xoxota dela e começou a desfrutar dele enquanto eu comia o cuzinho dela. Conforme eu comia o cuzinho dela, comecei a bater na bunda dela. Com uma das mãos, puxei-a pelo cabelo, segurei como se estivesse segurando a rédia de um cavalo e bombava gostoso sobre aquele rabo, peguei o lubrificante e abusei gostoso dele. Despejei um tanto bom sobre o meu pau, mas também lambrequei o rabo dela, deixando-a bem oleosa, o que fez meu pau entrar mais gostoso dentro daquele rabo. Teve alguns momentos que meu pau escapava para fora, efeito do lubrificante, mas como o rabo dela já estava bem lubrificado, era fácil enfiar de novo e ouvir aquele gemido delicioso. Uma das coisas que mais amo quando estou comendo um cu bem gostosinho é dar aquelas estocadas deliciosas e segurar bem, no fundo do rabo dela. E foi o que fiz, comecei a estocar com força e segurava ela pela cintura para ela não ir para frente, isso me excitava cada vez mais.

Enquanto eu comia o aquele rabo delicioso, ela brincava com o vibrado na buceta, peguei um dos braços dela e segurei para trás como se estivesse prendendo ela para poder meter meu cassetete com força, ficamos nessa posição por um tempo, até que decidi virar ela de barriga para cima, ela ergueu as duas pernas sobre o meu pescoço, o que me deu uma visão legal da buceta dela que estava bem encharcada, dei uma chupada só para sentir o gosto daquela buceta, e já coloquei no cuzinho dela de novo, enquanto eu bombava, coloquei a mão no pescoço dela e comecei a sufocar ela enquanto eu a comia, o tesão era tanto que quanto mais eu socava naquele rabo delicioso, mais apertava o pescoço dela. Ela se tocava cada vez mais rápido e percebi que ela estava gozando, o que me fez bombar mais rápido e mais forte. Quando vi que ela gozou, ela rapidamente me empurrou e pediu para dar leitinho na boquinha dela. É claro que comecei a bater uma bem rápido para poder atender o desejo dela. Quando gozei, ela abriu a boca e deixou a porra escorrer sobre o rosto dela. Depois, ela veio e limpou o meu pau e mostrou para a câmera o rosto dela sujo de porra. O que ela riu para os que nos assistia e disse que adorou aquela experiência e se despediu deles dizendo:

─Até a próxima, meus amores!

Leia outros Contos de putaria bem excitantes abaixo:

Minha primeira suruba

Questão de Oportunidade - Parte 01

29140 views

Contos Eróticos relacionados

Dei para o negão caseiro dos meus avós – parte 2

Oi pessoal conforme eu disse no final da primeira parte desse conto um dia o caseiro negão me comeu juntamente com a emprega , aconteceu da seguinte maneira , a empregada de meus avós a Sônia uma...

LER CONTO

Festinha a 4 com casal de amigos

Olá, olha nos aqui novamente mais relato de uma de nossas aventuras. Essa ultima foi pra fechar o ano de 2021 com muito tesão. Sou Roger e minha esposa Cris. Estamos no mundo liberal a...

LER CONTO

Filhinha De Papai

Filhinha De Papai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Minha Empregada Cuzuda

Minha Empregada Cuzuda

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Vizinhança do Caralho

Vizinhança do Caralho

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Entrelaçados – Parte 2, Vanessa e Aline

Naquele final de semana haveria um churrasco de confraternização com todo o pessoal do escritório e para alugaram uma chácara no interior de SP com espaço suficiente para pernoite de todos tanto...

LER CONTO

Fui doar alimentos para um mendigo morador de rua e gozei sentada no pau dele (Segunda parte).

Conforme eu disse no conto anterior depois do dia que eu havia dado aquele homem em situações de ruas , continuei levando cesta de alimentos para ele juntamente com minha mãe , ele sempre muito...

LER CONTO

Que despertador!

Como eu e a Síl já tínhamos gozados e estávamos exaustos, cai sobre a cama, cansado e suado. Ela por sua vez ainda estava recuperando o folego daquele orgasmo maravilhoso que ela acabara de ter....

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos