website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » BISSEXUALIDADE 2. fatos reais. nome trocados

BISSEXUALIDADE 2. fatos reais. nome trocados

Publicado em maio 11, 2024 por JOÂO LUIZ

….Então com 23 anos, namorando a Clarinha e continuando meus encontros com o Marco, minha vida virou uma bagunça. O Marco aparentemente teve uma recaída e só inventando, rolos e mais rolos, todos finais de semana que a gente se encontrava, ele tinha uma brilhante ideia. Marco tinha uma facilidade enorme de encontrar “parceiros”, e também de criar fantasias, bem agitadas. Chegando até a trocar um encontro com as namoradas, por um encontro com um novo “amiguinho”……

Ele reencontrou um amiguinho nosso, coleguinha de escola onde estudamos, Claudemir, idade bem semelhante a nossa, quando cheguei no shopping naquele sábado a tarde, os dois conversavam na aérea de alimentação, Claudemir, mesma cara não havia mudado quase, nada, de pele bem morena, e bem magrelo. Estavam jogando conversa fora, bate papo, relembrando aqueles tempos do colégio, fofocando, coisas que se sabia na época. Claudemir, estava separado, a quase um ano, e não tinha filhos.

Marco entrou no assunto de sacanagens, comentando que nós dois, muitas e muitas vezes até trocamos de namoradas, elas faziam de conta que nos namoravam e nós fazia de conta que namorávamos elas, e era muita pegação, e deixou escapar de propósito mesmo, que nós dois nos entendíamos muito bem e que até as vezes a gente aprontava alguma coisa diferente, deixando quase explicito que a gente se trocava, daí risos, e Marco deu a cartada final, inclusive vc Claudemir, se quiser a gente aceita mais um no nosso grupinho de dois, risos, risos. E mesmo que ele não tenha reagido favorável a proposta do Marco, ele passou o endereço e o telefone dele. Alguns minutos depois a Flora e a Clarinha, apareceram e acabaram com nosso papo. Marco apresentou o Claudemir, como antigo colega de escola e amigo, brincando como sempre, “ele esta livre, solteiro”…risos. Claudemir prometendo ligar, se despediu.

Dalí, saímos e fomos para o clube, como costume para participar da reunião dançante. Dalí, já a tardinha saímos e fomos para o apto. do Marco. Para então comer o lanche que compramos. A Flora só elogiando o Claudemir, legal, bonito, forte, etc, etc, e a Clarinha me olhava e sorria, duas safadas. Como janta, comemos o os lanches que levamos, já estávamos no sofá, o telefone do Marco tocou, era o Claudemir, que estava na frente do prédio, querendo entrar. Foi a Flora que abriu a porta pra ele, trouxe ele puxando pela mão, conversamos um tempo e a Clarinha pediu pra levar ela para a casa, Marco, “vai, vai , leva ela, depois volta tá bom ?”.

Quando voltei, entrei direto eu tinha chave pra entrar, estavam os três na sala, muito a vontade, cena, Marco só de camiseta, e nu, de pé , Claudemir, sentado no sofá, só com a camisa, nu e de pau duro apontando pro teto, parei na porta da sala, bem na hora que a Flora de dobrava, pra chupar o pau do Claudemir e o Marco chegando por trás  ,segurando ela pela cintura enfiando o pau nela, Flora chegou a deixar o pauzão do Claudemir, pra gemer alto quando o Marco empurrou tudo nela.

Marco me viu, falou alto, “vem cara vem, tem lugar pra mais um “, rápido tirei toda minha roupa, fiquei totalmente nu, já meio excitado, me masturbando pra endurecer mais, sentei ao lado do Claudemir, e a Flora pegou meu pau, masturbando, ela chupava o Claudemir, era fodida  pelo Marco e me masturbava, quando o Marco saiu dela,  ele rápida pulou no colo do Claudemir, fazendo o pau dele desaparecer, Marco se ajeitou atras dela, e depois de pincelas um pouco, parou e bem devagar, foi entrando no cuzinho dela, uma bela DP, Flora gemia alto, adorando, eu me masturbando não consegui mais segurar meu gozo, cuspi pra cima sentado ao lado deles, eles foram demorados, o Marco puxava o pau quase até sair pra fora e empurrava outra vez tudo bem devagar, começaram a se agitar juntos, estava na hora de gozar, eu achei que a Flora havia gozado antes, da forma que ela se comportou, tremendo e gemendo.

Marco gozou dentro dela o Claudemir, ela saiu do pau dele e ele rápido se masturbou, gozando também. Logo os quatro sentados, no sofá, exaustos e satisfeitos. Marco foi pro banheiro e o Claudemir atras, Flora não falava nada, parecia em transe, me olhou sorriu, “adorei”, única coisa que falou…. Saímos todos juntos do apto, Marco foi levar a Flora pra casa, dei carona pro Claudemir, combinamos nos falar, combinar algo e fui pra casa também.

…… Eu estava meio que “largando” a Clarinha e o desempenho da Flora, me deu certeza que ela era muito experiente no que fazia……..

 

segue no BISSEXUALIDADE 3. …

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

O dia em que virei putinha de negrão, e amei!!!

Fogo e Paixão

12461 views

Contos Eróticos relacionados

DE QUATRO PRO CAUBÓI

Nós já trabalhávamos juntos há dois anos e eu nunca tinha percebido o quão ele mexia comigo. O bumbum desenhado no jeans, os lábios meio rosados, o rostinho imberbe... Eu me considero muito...

LER CONTO

VERDADES SECRETAS (início) 01

Me considero BI, como aqui não tem espaço específico para este tema, então o mais proximo é este que escolho. Tenho 58 anos, casado a bom tempo , 3 filhos.  Abracei a profissão de ser...

LER CONTO

O primo leiteiro

Fui criado muito próximo da família, sempre estava visitando as tias e convivia em especial com um primo, Maicon ( nome fantasia ) que era quase 2 anos mais velho. Crescemos juntos e vi ele...

LER CONTO

Arrombando A Sobrinha Virgem

Arrombando A Sobrinha Virgem

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Nora virando os olhinhos no orgasmo

Nora virando os olhinhos no orgasmo

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Liberei a virgindade pro papai

Liberei a virgindade pro papai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Foda no kitnet

Transei com uma travesti em um kitnet em Copacabana. Esta história é real. Aconteceu realmente comigo. Os nomes são fictícios, caso tenha, para preservar a identidade. Depois de transar com...

LER CONTO

Estou amando ser a fêmea de dois amigos – Parte 1

Estou relatando algo que aconteceu a quase 2 anos e ainda estou vivendo, vou usar só os nomes fictícios tudo é real. Eu sou Cláudio, atualmente tenho 16 anos não tenho irmãos, tenho dois...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos