Transando com a prima da minha esposa – Parte 3

Após aquele sexo delicioso com a prima da minha esposa, que relatei na 2a parte, Daiane foi ao banheiro lavar o rosto, eu fui na cozinha pegar minhas roupas.

Ajudamos o primo a chegar até a cama porém minha moreninha pediu para colocá-lo no quarto de hóspedes, com medo do “raizudão” vomitar no quarto do casal. Despedi dela, fui pra minha casa e tomei aquele banho.

Minha esposa dormia e me deitei de conchinha nela. Encostei o pau na bunda dela e como de costume já ouvi: “to cansada, vamos transar amanhã”. Normalmente isso iria me irritar, porém depois de um sexo doido com a Daiane um “toco” desses ainda me rendeu um sorriso.

Adormeci alguns minutos mas ouvi o interfone tocar. Achei q fosse algum bebum ou algum jovem fazendo gracinhas. O interfone tocou mais uma vez e minha esposa foi atender. Ela voltou pro quarto dizendo meio sonolenta:”Daiane esta pedindo pra vc ajudar a colocar meu primo na cama pq ele dormiu no sofá.” Vesti a 1a bermuda q encontrei e ainda ouvi minha esposa dizer mal humorada: “leva a chave pra vc nao me acordar”.

Atravessei a rua,já passei pelo portão que estava destrancado. Sabia q a moreninha estava precisando é de outra ajuda. Entrei na casa, vi a luz do quarto do casal acessa. Qdo parei na porta Daiane estava de 4 na beira da cama, já peladinha. “Vc me deixou com vontade de experimentar no cuzinho”.

Amigo, aquela frase quase fez meu pau explodir a bermuda. Abaixei na frente daquele bumbumzinho lindo. Abri as bandas com as mãos e comecei a passar a lingua aquele cuzinho…lambi um pouco…ela gemeu…

Comecei a enfiar a lingua no cuzinho da Daiane…e nisso eu ia mexendo tambem naquela bucetinha morena. Enfiei meu dedão na xoxotinha molhada da baixinha para lubrifica-lo…

Depois subi um pouco e fui penetrando o cuzinho da Daiane com o dedão…ela gemia como uma cadela no cio…eu empurrava o dedão e com os outros dedos ia masturbando a moreninha…como ela é pequenina consegui fazer isso e colocar meu pinto proximo ao rosto de Daiane…e ela como sempre colocou ele na boca e chupou com maestria.

Passaram alguns minutos, ela tirou minha mão da xoxota/cuzinho dela. Deitou-se de barriga para baixo, meio de ladinho. A perna de baixo esticada e a de cima dobrada(depois ela me confessou q tinha pesquisado na internet e essa posição era a ideal para iniciantes no sexo anal).

Ela passou lubrificante no cuzinho, na cabeça do meu pau, abraçou um travesseiro e disse:
“por favor seja carinhoso. Nunca dei o cuzinho antes”. Fui penetrando lentamente…primeiro a cabeça. Daiane mordeu o travesseiro…perguntei se estava doendo…ela balançou a cabeça e falou:”continua…vamos ver se é gostoso”…continuei empurrando com cuidado…devagarinho…sei q Daiane gosta de estocadas fortes na bucetinha mas o cuzinho requer cuidado…carinho…paciencia.

Como se diz. Cu não se come. Cu se conquista. E fui explorando aquele cuzinho centimetro por centimetro.

Dando chegou ate o talo (nao sou um cara bem dotado) comecei um movimento de vai e vem
bem lento…tirando menos de um terço do pau e colocando de volta…a moreninha continuava mordendo o travesseiro…tentando abafar os gemidos…e do outro quarto só ouviamos o ronco.

Nessa posição conseguia olhar aquela moreninha de 1.50m…seios pequenos…bumbum pequeno…mas linda de rosto…e com a carinha mais safada do mundo. Daiane entao pediu p
ra q eu deitasse…qria mudar de posição.

Entao a moreninha começou a sentar com o cuzinho no meu pau…novamente bem lento. Confesso q achei muito excitante vem aquela moreninha deslizando com o cuzinho no meu pau…

Qdo chegou até o fim ela deu algumas bombadinhas e colocou as duas pernas pra frente…apoiou as mão no meus joelhos, inclinando o corpo para tras…e naquela posiçao eu tive uma visão maravilhosa daqueles peitinhos lindos, daquele rosto lindo, daquela barriguinha retinha,daquela bucetinha morena…eu comecei a passar o dedão naquele grelinho enquanto segurava aquela cinturinha linda.

Daiane foi aumentando um pouco o ritmo das bombadas, porem nao muito…o suor dela e o meu ja eram uma coisa só…senti q a respiração dela estava acelerada…ouvi:”pare com essa mão q eu vou gozar”…ae amigo…tive a visão e a sensação do paraiso…a moreninha enterrou meu pau no cuzinho…deu uma reboladinha pra frente e pra trás…senti o cuzinho de Daiane contrair com uma força q pensei q iriamos ficar grudados igual cachorro…e eu vi todo aquele corpo morena em extase…vi…literalmente eu vi aquela xoxota se contrair…ae companheiro nao teve jeito…enchi o cuzinho da priminha de porra…

Daiane caiu na cama toda manhosa…ficou deitada igual uma gatinha preguiçosa…ronronando e sorrindo satisfeita.

No outro dia nos reencontramos pro almoço na casa de um tio da minha esposa…sentamos os dois casais juntos naquelas mesas quadradas de ferro…tipo de boteco…Daiane sentada da minha frente… Meu menino corria com os primos qdo o esposo da Daiane lançou essa pra mim: ” um dia vc ainda vai virar macho e beber igual um homem”…nao contive o riso principalmente depois de ver o sorriso safadinho de Daiane e um toque de leve q eu senti na minha perna daquele pezinho pequenino.

Engraçado como as coisas são…uma mulher q eu achava antes “nada de mais” hj é a mulher mais sexy, desejável e linda que me leva ao delirio toda vez que nos encontramos.

Conclui que:”melhor q um corpo lindo,todo siliconado ou todo malhado é uma grande atitude” e o velho ditado:”uma dama na sociedade e uma puta na cama” ainda tem muita validade. E claro…se vier com um otário pra servir de corno melhor ainda.

Enviado por: Fábio

Assista aqui a parte 1 desse conto

Assista aqui a parte 2 desse conto