Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Transando com a prima da minha esposa – Parte 1

Transando com a prima da minha esposa – Parte 1

Publicado em janeiro 26, 2019 por CooledCutie

Sou de SP mas vim morar no interior de Goias e logo me encantei por uma goianinha , mas nunca me imaginei transando com a prima da minha esposa.

Casámos, comprámos uma casa no bairro onde minha esposa nasceu e onde a maioria da familia dela vive.

Tiv´rmos um filho, o casamento amornou. Em frente da minha casa mora o primo da minha esposa, ele é casado com a Daiane, uma moreninha bonitinha de 1.50m, magrinha, peitinhos pequenos, bundinha pequena, nada de mais.

De uns tempos pra cá percebi que ela estava indo pro serviço a pé, então oferecia carona ja que ela trabalhava de vendedora em frente ao meu consultório.

Mas certo dia ao parar do lado dela vi que chorava copiosamente. Abri a porta do carro, ela entrou e continuou chorando.

Perguntei o que era e ela num grito de desabafo falou: ” vc acredita que o FDP do meu marido vendeu a nossa Bizz pra pagar um aborto pra amante dele?

Agora eu ando a pé por causa de biscate!!!” tentei acalmá-la, mas o primo da minha esposa é do tipo que eu considero otário, e eu falei isso pra Daiane: “seu marido é um otario. Uma mulher linda em casa, que trabalha, ajuda nas despesas, e ele vai comer biscate na rua?” Ela me olhou surpresa depois me confessou que nunca imaginou que eu olhasse pra ela de outra forma.

Continuei:” se vc fosse minha mulher eu nem olhava pra outra na rua. Iria te amar
todos os dias” Aproveitei e passei a mao no cabelo pretinho e liso dela.

Tirei uma parte do cabelo que estava caindo no rosto dela, coloquei atrás da orelha dela.

Ae num me contive, segurei o pescoço e a nuca dela e tasquei um beijão.

A principio ela deixou, depois colocou a mao no meu peito e saiu meio fugida do carro.

No consultório, transando com a prima da minha esposa

No outro dia nada da moreninha a pé. Fiquei vigiando a loja q ela trabalha e nao a vi. As 19 horas ela entrou no consultório alegando uma dor de dente.

Dispensei a secretaria, fechei a porta do consultório. Quando virei pra daiane ela ja estava há 05cm de mim. Falou algo do tipo “pensei naquele beijo ontem o dia todo”.

Não me fiz de rogado. Segurei aquela cinturinha, ja puxei ela e dei outros beijos. Enquanto
isso fui passeando com a mao naquela barriguinha retinha…subi mais um pouco…levantei sua camiseta de trabalho…abri o sutiã dela ( era aqueles q abrem pela frente) e acariciei aqueles peitinhos pequeninos…firmes…a cor dessa mulher me deixa doido…cai de boca neles…fui beijando a barriguinha dela…abri a calça dela…so ouvia ela suspirar…desci a calça e a calcinha dela…vi aquela bucetinha pequena como ela…cheirosa…nao me contive…cai de boca naquele hamburguinho moreno…lambi…chupei…dei mordidinhas…ouvi os gemidos dela…baixinho…coloquei ela deitada em cima da mesa q tenho na minha sala…e penetrei na minha “priminha” em uma so estocada.

Ela deu um grito e depois levou a mao na boca…fui bombando em um ritmo frenético…estava louco de tesão por aquela moreninha…e fiquei mais doido ainda qdo ela me disse: “mexe no meu grelinho…chupa meus peitos…me come!”.

Depois de alguns minutos ela falou: ” vou gozar!!! Faz do meu marido um corno!!”. Daiane arqueou os costas na mesa, se contorceu toda e depois relaxou. Tirou minha mão da xoxotinha dela, começou lamber meus dedos.

Também não me contive e falei:” vou gozar” a resposta me deixa de pau duro ate hj : “vai primo. Me enche de porra.” Estava vencido naquela hora. Gozei feito um cavalo na priminha.

Passamos a nos encontrar sempre. Vários churrascos e confraternizações em família. Eu e a moreninha sempre damos um jeito de fazer um amor gostoso!

Enviado por: Fábio

Assista aqui a parte 2 desse conto

Assista aqui a parte 3 desse conto

6909 views

Contos relacionados

A Cuidadora de Idosos.

Meu nome é Antônio Henriques, tenho 40 anos, carioca, militar e a estória que irei relatar ocorreu em 2010 conforme a seguir: Houve um período em que minha avó necessitava de cuidados...

LER CONTO

Amigo da minha mãe comeu meu cu na festa e virou meu dono!

Meu nome é Anna Sophia, tenho 19 anos e moro em uma cidade do interior do Paraná. Sou uma morena baixinha, 1,62 de altura, cinturinha fininha, uma bunda muito grande de 115 cm, coxas grossas e seios...

LER CONTO

Fudendo a novinha cabaço

Tudo aconteceu em 2015,  ficava sendo admirado por essa novinha  que vou chamar de kkkk, ela toda vez que eu saia na porta  vinha e ficava me olhando  até um dia que  consegui o número...

LER CONTO

Perdi minha virgindade no pique esconde

Perdi minha virgindade no pique esconde. Meu nome é Karen, tinha acabado de fazer 14 anos, morena, cabelos enrolados, olhos cor de mel, meu corpo se desenvolveu rápido em comparação com as...

LER CONTO

2 - Comentário(s)

  • Thay 26/01/2019 16:55

    Deve ter sido maravilhoso

    Resposta:
    E foi msm. Escrevi outra aventura minha e de Daiane no reveillon. Vamos ver se o dono do site coloca no ar!

  • FadaGatinha 26/01/2019 10:57

    Caramba que sexy. Queria conhecer Daiane tb...

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos