Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Sou amante da minha tia

Sou amante da minha tia

Publicado em março 4, 2020 por Harry

Pessoal hoje trago uma história que acontece entre minha tia e eu. Por motivos de discrição usarei nomes fictícios, pois bem, meu nome é Jorge tenho 22 anos, e tudo começou a oito meses atrás.

Sou solteiro convicto, não gosto de me sentir preso por um relacionamento, então nunca tive uma namorada fixa. Tenho uma tia irmã da minha mãe, ela tem 41 anos de idade, mede aproximadamente 1,60, seios fartos e uma bunda grande, olhos claros e cabelos cacheados, eu sempre fui gamado nela pois é muito gostosa.

Continua depois da publicidade

Laura é seu nome, casada com um coroa mais velho, tem dois filhos otários,pois se eu fosse um deles já tinha comido a mãezinha gostosa que eles tem.

Por muito tempo percebo que minha tia me cobiça, por várias vezes ela me encarou principalmente na casa da minha avó,lugar em que nos reunimos nos finais de semana. Certa vez eu estava na cozinha sozinho enquanto todos estavam na sala, quando de repente ela entra e começa a me perguntar se eu estava namorando e se estava comendo alguém. Meu tesão por ela só aumentou, depois que vi que ela tinha interesse em saber minhas intimidades, pedi seu número de telefone, e começamos a trocar mensagens, por várias vezes me masturbava enquanto conversamos, nosso papo começou a esquentar e ela me enviava fotos em posições provocantes.

Ela mora em outra cidade vizinha e não sou muito de ir na casa dela, por isso nunca ninguém desconfia. Teve uma festa na casa dela e fui convidado, ela bebeu um pouco a mais e me agarrou dizendo que queria dançar comigo, estava a maioria bêbados, menos eu que não bebo. Ela me agarrou e no meu ouvido disse:

Continua depois da publicidade

_Nossa estou com muito tesão, estou vendo que você também está! Sorrindo completou _ seu pau tá duro né sobrinho?

_Para tia Laura,todos estão olhando pra gente,vai dar problema!

_Adoro quando você me chama de tia, minha xaninha tá molhadinha quer sentir?

_ Tia estou com muito tesão por você,mas aqui não tem como, nossa família toda está aqui!

_Olha seu tio sentado no chão, aquele traste está bebado, merece ser corno mesmo aquele pinto murcho!

_Vamos lá fora eu vou na frente e depois você vai! Eu disse a ela e fui.

Esperei ela na esquina na casa dela, tinha uma árvore gigante que deixava o local escuro. Meu pau estava duro e o tesão era muito grande quando eu a vi chegando pra me encontrar. Ela não disse nada e veio me beijando,nossas línguas entrelaçadas, nossos corpos se esfregando,suor descia por nosso corpo, eu enfiei minha mão por dentro de sua calcinha e fui movimentando meus dedos em sua buceta, ela gemia gostoso no meu ouvido dizendo:

_ Nossa que tesão não pára Jorge, minha nossa que gostoso, você sabe fazer direitinho,uuuuuu, minha buceta tá toda melada tá sentindo?

Eu aumentei o ritmo, queria sentir seu gozo em minha mão, eu sabia que depois ia ser recompensado.

_ Vamos titia goza pra mim, tá gostando né?

_Ai Jorge que tesão, continua assim, tá vindo eu vou gozar aaaaaaaa…..

Senti que ela molhou minha mão de tanto que gozou, levei minha mão na boca e falei:

_ Nossa que gosto bom tem sua buceta!

Ela sorrindo com uma cara de acabada por ter gozado me disse:

_ Você é muito gostoso,fez direitinho e vai ganhar uma chupada bem gostosa nesse teu pau grosso.

Foi se abaixando e abrindo minha calça,meu pau de tanto que estava duro saltou para fora, ela foi passando a língua na cabeça e me olhando nos olhos, nossa que tesão vendo minha tia me chupando, ninguém nos procurava e então ficamos muito a vontade, ela engolia meu pau e eu me contorcia de prazer, dez minutos de oral e eu não estava mais aguentando

_ Nossa que gostoso, vou gozar,vou gozar, aaaaaa

Ela se levantou,ficou do meu lado e sem tirar a mão me masturbou numa punheta frenética, gozei muito, minha porra esguichava, meu pau parecia que ia explodir.

_ Da próxima vez eu deixo você gozar na minha boquinha, tá!

Eu todo ofegante:

_ Mal posso esperar por isso! E começamos a nos beijar por mais uns cinco minutos.

Depois nos recompondo voltamos para a festa, como se nada tivesse acontecido, a não ser pelos nossos olhares que se cruzavam a todo momento.

Dias se passaram, continuamos a provocar um ao outro,por mensagem falávamos em ficar juntos e até fugir, numa conversa ela disse que precisava sentir meu pau dentro dela, que não esqueceu da promessa que tinha me feito,de eu poder gozar na boca dela, e que no próximo final de semana ia dar certo, seu marido ia viajar pra trabalhar e ela ia ficar sábado e domingo sozinha.

Por volta das oito da noite eu poderia ir, assim eu fiz. Ela me recebeu com um beijo demorado,estava vestindo uma camisola preta, sua lingerie também eram pretas, ela estava muito gostosa. Sentei no sofá e ela já muito safada foi abocanhando meu pau,quase gozei na hora.

_ Vamos pro quarto Jorge, não estou aguentando a vontade pra sentar nesse pau delicioso!

Fomos e comecei fazendo um oral caprichado naquela safada, ela gemia sem pudor, se contorcia de tesão, terminei de tirar sua roupa e lá estava ela, peladinha e toda molhada esperando o pau do sobrinho penetrá- la.

_Vou pegar a camisinha

_ Não precisa, quero sem, não se preocupe sou operada.

Não podia acreditar que ia saciar meus desejos por aquela mulher,ela começou por cima num ritmo acelerado, gemia como se nunca tinha transado antes, meu pau entrava totalmente, eu a deixei controlar,pois ela queria se sentir dominante.

_Me come Jorge,meu sobrinho favorito,fode sua titia Laura, eu sei que você sempre quis isso safado!

_ Nossa tia que gostoso,pula então sua cachorrinha, senta nesse pau ele é todo seu!

Podia sentir que ela gozou no meu pau, ela foi diminuindo o ritmo e foi se debruçando sobre meu peito.

_ Agora é minha vez safada, gostosa do caralho.

_ Vem me pega de quatro safadinho, quero ver se aguenta!

E foi metendo naquela puta insaciável, meu pau parecia que sabia o caminho certo, ela me disse:

_ Goza dentro da minha xaninha quero sentir seu leite dentro de mim.

Naquela hora não aguentei e foi muita porra pra dentro daquela buceta inchada. Gozei tanto que perdi as forças. E lá estávamos nós exauridos pelo sexo selvagem que acabamos de fazer. Tomamos um banho e fomos dormir como casais, abraçados e satisfeitos.

Acordei com um sensação incrível, minha tia chupando meu pau, nossa como ela gostava de fazer aquilo, se sentindo uma putinha devassa, gozei em sua boca e ela fez questão de mostrar que engoliu cada gota da porra.

_ Cumpri minha promessa, tenho sua porra na minha garganta agora.

_ Safada, gostosa! Disse eu dando um tapa em sua bunda.

Tomamos um banho juntos, e fui embora, me despedi dando muitos beijos nela.

Hoje em dia sou amante da minha tia Laura, eu amo ela e ela me ama! Comer aquela mulher é a melhor coisa que acontece comigo ultimamente.

10337 views

Contos relacionados

Não Perdoei a Divida da Cunhada e quem pagou foi a Sobrinha Fogosa !!

Minha cunhadinha estava passando por um momento difícil eu estava disposto a ajudar ainda mais com o fator de ter a sobrinha fogosa e gostosa a disposição ali sempre pois bem, vamos ao ocorrido.. ...

LER CONTO

Putaria familiar

Enviado por: Cristina Há muito tempo penso em escrever sobre minha história, mas ao descobrir, recentemente, que estou grávida, percebi que tinha chegada a hora de colocar em palavras escritas o...

LER CONTO

Sou uma mãe safada

Confesso que sou bem safada, tenho um filho de 17 anos e um de 10 anos. Eu já não estava aguentando de tesão pelo meu mais velho. Ele andava pela casa vestindo uma bermuda de tecido leve estilo...

LER CONTO

Papai me comeu

Desde muito nova me sinto interessada por esses contos eroticos de incesto. Sou baixinha, magrinha, bundas e peitos medios, tenho 17 aninhos e me chamo luana. Eu estava dormindo e comecei a...

LER CONTO

Meu sobrinho é diferente e transei com ele

É ferias escolares, época de descanso para maioria. Claro! Faz muito tempo que terminei meus estudos e hoje me dedico a minha família. Minha filha Violeta de 18 anos e meu marido Eduardo que...

LER CONTO

Estou namorando minha irmã

A seguir vou contar como tudo começou, meu nome é Guilherme tenho 17 anos, sou um cara normal porém muito popular, tenho uma única irmã seu nome é Natália mais velha que eu, tem 19 anos,...

LER CONTO

2 - Comentário(s)

  • Pernalonga 09/03/2020 16:57

    Tenho vontade de comer a minha também, não sei como deixar ela saber, alguém me dá um conselho?

  • Jotha 07/03/2020 03:25

    Quero te fuder todinha Sem frescura safada cachorra vadia ordinária bandida,te gozo todinha.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos