website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » PRIMEIRA VEZ ? conto tudo !!! (verídico, nomes fictícios)

PRIMEIRA VEZ ? conto tudo !!! (verídico, nomes fictícios)

Publicado em maio 17, 2023 por JOÂO LUIZ

Vou contar sem freios….. Minha primeira vez, kkk

Coleguinha da escola, a gente falava coisas de sexo, mesmo sem saber como era, ele meu coleguinha estava um pouco mais adiantado nesse assunto, tinha um primo mais velho que mexia (??) com ele.

Ao lado da minha casa um terreno murado, vazio, muito mato. Descobri uma vez estando em cima do muro divisório, que era um lugar legal, pra montar um acampamento. Falei com Claudio no colégio, a gente muitas vezes já havia estudado junto lá em casa. Ele então foi lá, numa tarde, e pulamos o muro, depois montamos uma tenda, uma barraca, colocamos almofadas velhas, toalhas velhos no chão, e ficamos ali, de bôa.

Claudio era bem safadinho, engraçadinho, meio malandrinho. Numa das tardes na nossa barraca, ele tirou de dentro da mochila, uma revista. Sexo gay, eu confesso nem sabia o que era gay. A revista cheio de fotos, homens de todos tipos , com aquelas coisa enormes, comendo outros, Claudio só falava dos pauzões, e, num momento, olha só sou mini perto destes caras. Tirou o pau pra fora da bermuda. “Deixa eu ver o teu May” pediu, meio encabulado, baixei minha bermuda, meu pau mole ficou a mostra. Ele pulou e pegou meu pau, “deixa eu amassar ele, faz ele ficar duro”, em segundo acordou começou endurecer, “pega o meu, aperta ” falou…, meio travado, não sabendo bem o que estava acontecendo, mas no intimo estava gostando.

Peguei, super duro, “mexe, mexe, masturba pra mim “, enquanto isso ele masturbava o meu. Parou, “May, deixa eu ver teu cu”, já me virando e empurrando nas costa pra me abaixa, fiquei de quatro, ele abriu minhas nádegas, “cara bem fechadinho,” risos. Senti quando ele encostou um dedo no meu cu e forçou pra entrar, mas não entrou. “olha o meu “, ja ficando de quatro e com uma mão abrindo as nádegas , “passa o dedo, vai, faz assim como fiz em vc ” Coloquei a ponta do dedo bem no cu dele, e forcei, nada aconteceu. Naquele dia acabamos nos masturbando. Num outro dia estávamos lá, ele abriu a mochila e tirou a tal revista outra vez, desta vez, tirou meio disfarçado um tubo branco, e colocou ao lado da mochila. Sem falar nada tirou a bermuda ficou nu da cintura pra baixo, “tira,tira, vai, tira fica nu “. Folhando a revista e já de pau duro, eu também, May, deixa eu comer vc, e depois vc me come ?”, perguntou.

Não respondi, “então vc me come , depois eu como vc ?” , e, já se ajeitando de quatro com aquela bunda branca sendo oferecida. Eu nem sabia o que fazer, como fazer, ele então, ” pega alí aquele tubo, é gel, passa no meu cu a na cabeça do teu pau, dai escorrega fácil”, ele se masturbava, obedeci, untei o cu dele com gel, a cabeça da meu pau, me aproximei também ajoelhado e fui, quando encostei no cu dele, ele veio pra trás, “segura teu pau e ajuda empurrar pra entrar” falou.

Outra vez obedeci e senti que começava entrar, ele começou gemer, segurando com os dedos empurrei mais e senti qua a cabeça havia entrado, apertado, quente, contrações, ” cara, eu vou gozar” falei, “não, não, não goza, segura, tira,tira. ” tarde demais, já gozava só com a cabeça no cu dele. ele se levantou meio chateado, não queria que gozasse dentro dele. “Fica alí agora ” de quatro, deixei ele se aproximar, e senti o dedo untado de gel, ser esfregado no meu cu, e ele ainda empurro o dedo a ponta pra dentro de mim, “agora vou fazer devagar, fica parado não te mexe, e já veio encostou e forçou, “cara deixa entrar, relaxa” mais gel, e voltou a forçar. quando eu senti que podia estar entrando ele empurrou, gritei de dor, ele me segurando pela cintura, “fica parado, não te mexe, já vai passar a dor, quieto, quieto, fica parado, vou devagar, ” falando o tempo todo, e foi empurrando, horrível, pensava, tá me rasgando, me machucando, então senti que ele encostou o corpo nas minha nádegas, com certeza estava tudo dentro, ele fazia um vai e vem bem curto, eu reclamando da dor, ele não parava me segurando pela cintura, começo respirar fundo, se agitou mais a dor aumento ainda mais na entrada, e gemendo gozou com tudo enterrado no meu cu. Imediatamente a dor começou amenizar, “cara, tira, vai tira logo ” senti que ele se afastava, puxando pra fora, quando a cabeça saiu um alívio total, e junto com o gozo dele, fezes minha, que horror. Usei uma toalha pequena que tinha ali pra me limpar, ele também sem limpou. ” May , era uma vez um cuzinho virgem, super apertado ” risos….

E foi assim que tudo começou, foi a primeira vez. Outra vezes aconteceu com ele, a gente fazia o tal troca, troca. Sempre sentia dor, mas era menos dolorido um pouco, ele dizia que sentia dor também, mas não demostrava nem reclamava…

 

e foi assim… kkkk, espero que gostem, é verdadeiro… viciei ….

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

Recebi uma Punheta no Ônibus

Uma viagem inesperada

6327 views

Contos Eróticos relacionados

Primeira vez na sauna calígula

Primeira vez na sauna calígula Me chamo Cleiton, cabelos encaracolados, tenho 32 anos, sou Bissexual, com uma bunda de dançarina de funk, aliás sei requebrar bonito, pernas finas, mais meus...

LER CONTO

MEU AMANTE MANOLO

MEU AMANTE MANOLO Depois das experiências com meu tio Pedro e o lance do negão do sítio(histórias reais), fiquei viciado em dar o cu e passei a procurar aventuras do tipo, porem achar aventuras...

LER CONTO

O Rabão da MamãeZONA

O Rabão da MamãeZONA

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Site De Hentai

Site De Hentai

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Um Padrasto Muito Tarado

Um Padrasto Muito Tarado

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Motorista comedor

Com meus 14 anos de idade eu já tinha aquelas experiências de escolar na masturbação, com colegas ou mesmo só em casa. Com garotas nunca tinha tido nada muito intensivo (tínhamos medo que elas...

LER CONTO

O YouTuber da minha cidade – Capítulo 1

... Sabe quando você tem uma certa paixonite por alguém da TV, ou algum ator de algum filme? Pois é... Acho que me apaixonei por ele. Loiro, alto, cochas fortes, barbudo, volume interessante......

LER CONTO

Aguinaldo e Guilherme – Cap. 1: A Praia

Parte 1 - A Chegada no Hotel Agnaldo fechou a porta atrás de si, jogou a chave na escrivaninha, tirou a bolsa tiracolo com seu notebook e coisas do trabalho e deixou sobre o sofá, enquanto...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Mato Grosso 7 20/05/2023 16:46

    Eu adorei ficou muito bom , fiquei super excitado aqui.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos