website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » MINHA BISSEXUALIDADE.( A ) fatos reais.Ftos representativas

MINHA BISSEXUALIDADE.( A ) fatos reais.Ftos representativas

Publicado em março 17, 2024 por JOÂO LUIZ

…….. aqui posso confessar, contar tudo, afinal ninguém me conhece.

Tudo começou quando eu tinha 14 anos, (hoje 60). Um coleguinha da escola, Marco Aurélio (16), em minha casa estudando migo juntos, fazendo um trabalho, retirou da mochila dele, uma revista, pequena, fotos coloridas, de sexo entre homens. Foi uma coisa bem estranha ver aquilo, nunca imaginara algo como aquilo. Ele então sentado ao meu lado na minha cama, começou fazer comentário, era um ano mais que eu , quase dois.

Ele ria brincava, fazia comentários das fotos, e num momento levantou de deixo a calça cair, nem usava cueca, e foi o primeiro pau além do meu que vi. Sacudiu e logo ficou duro, apontando pro teto, ” deixa eu ver o teu”, pediu. Eu não queria me mostrar, mas ele me puxou pelos braços, fez eu levantar e soltou meu cinto, baixando minha calça é minha cueca. “legal teu pau, mexe mexe nele faz ele ficar duro “, eu demorei pra entender, eu estava bem travado, ele então, “deixa que eu faço” e pegou meu pau, começou masturbar, puxou minha mão e colocou no pau dele, já duro, “mexe, mexe, masturba o meu”, eu segurando apertado, duro duro, e quente, ele largou meu pau, fez eu largar o dele, “olha aqui, olha só, meu cuzinho, deixa eu ver o teu ?”, se ajoelhou na cama e abriu as nádegas, esfregando o dedo no cuzinho dele, “vem vem aqui, fica assim, me acomodando de joelhos e ele abriu minhas nádegas, e senti o dedo dele me tocando, meio que forçando pra entrar, sem nada falar, senti que ele se acomodava atrás de mim, e o pau dele encostou no meu cuzinho, eu sem saber o que fazer e pq eu deixava, ouvi ele cuspir e logo voltou a encostar o pau no meu cuzinho, forçando, ele forçava, empurrava, sentia que ele puxava minha nádega pro lado e comecei sentir dor, tentei sair fora, ele me segurando, soube então que a cabeça do pau dele, tinha entrado no meu cuzinho, consegui deixar meu corpo cair pra frente e o pau saiu. ” Vem aqui, come o meu”, já se ajoelhando na cama, fui, só que meu pau meio mole, não consegui nada e não ficou duro.

Ficamos nisso, nada mais aquele dia. Nunca falamos nada mesmo estudando na mesma sala. Até que ele se aproximou, “vem lá em casa hoje a tarde, a mãe vai sair e volta tarde”, confesso que alguma coisa me atraia, já estava no meio da tarde quando bati lá na porta, ele veio e logo fomos pro quarto dele. Ele estava com tudo preparado, era safado mesmo. Entramos ele logo tirou a bermuda que vestia, né por baixo, nada de cueca, pau já acordando, foi no armário e trouxe uma bisnaga, que era gel lubrificante. “Tira a calça, tira, rápido, vc me come primeiro desta vez”, já me ajudando a tirar a roupa e logo pegando meu pau, masturbado e que logo ficou duro, me passou o tubo, “bota, na cabeça, esfrega”, pegou um pouco e ele mesmo colocou no cuzinho dele e rápido pulou na beira da cana ficando de quatro. Fui nele por instinto, nunca tinha feito nada parecido, com o pau todo melado de gel, encostei no cuzinho dele e empurrei, meio que entortou, mas senti que começava entrar, maravilha, um cuzinho super super apertadinho, ele gemeu, ” soca,soca,soca mais forte, enfia tudo”, e gemia, soquei bastante, meu pau estava doendo de duro, “go0za, goza, goza, ” pedia, só que não consegui, tirei o pau pra fora, todo melado, mas não gozei.

Ele se limpou rápido em uma toalha pequena, “vai, vai, fica ali pra mim agora”, na posição, senti ele passando gel no meu cuzinho, e um dedo entrou, me retrai, “relaxa, relaxa “, falou. Olhei para trás e só então vi o pau dele como estava, apontando pro teto, super duro, o pau dele era fino da cabeça até o meio, depois ficava mais grosso, senti ele encostando e começando a forçar, empurrava e parava, voltava a empurrar, voltava, até que empurro e seguiu empurrando, e senti que a dor estava chegando, o pau dele entrando em mim, dor, dor, muita dor, reclamei ele parou de empurrar ficou imóvel por segundos, mas voltou a empurrar, a dor só aumentava, quando senti ele encostar o corpo nas minha nádegas, entendi que estava todo dentro de mim. Puxava bem devagar eu na esperança que ia tira, falava ate´” tira, tira, tenho muita dor”, ela fazia que não ouvia e voltava a empurrar tudo outra vez, logo deu uma acelerada, algumas socadas rápidas, e deu um grito, deixando tudo enterrado em mim, e se tremendo todo e gozou, o gozo foi pouco, mas dentro de mim, no banheiro depois escorreu pra fora. Meu cuzinho ardia, quando fui pra casa. Mas eu tinha uma sensação estranha, não era de arrependimento, já pensando o que fazer numa outra vez.

Com o Marco Aurélio, foram diversas vezes que fizemos troca troca. O Tempo vai passando e as fantasias aumentando, ele sempre com ideias a minha frente, sempre concordamos um com o outro, e a ideia que mais concordávamos, era de conseguir outras amiguinhos, que gostavam mesma coisa, eu já tinha uma outra vontade, que ele nem concordava comigo, era achar um adulto, que gostasse de nós……..

… segue minha bissexualidade …..( B )

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

O Começo de Tudo - Parte I

O meu melhor amigo tb foi o meu melhor amante

7464 views

Contos Eróticos relacionados

ULTIMA TREPADA COM MEU AMANTE MANOLO EM 27/01/21

ULTIMA TREPADA COM MEU MACHO MANOLO EM 27-01-21 Como sempre marquei um novo encontro com meu amante Manolo no mesmo hotel de sempre e surpresa, não aceitavam mais período e sim diária, uma...

LER CONTO

DEI O CU PARA O SEGURANÇA DENTRO DO DEPÓSITO DE BEBIDAS

Esta história aconteceu no mês de fevereiro de 2022 e quem me comeu foi o Adriano, um segurança negro de 48 anos, com quase 2 metros de altura, uns 130 kg, que trabalha num depósito de bebidas no...

LER CONTO

Aguinaldo e Guilherme – Cap. 1: A Praia

Parte 1 - A Chegada no Hotel Agnaldo fechou a porta atrás de si, jogou a chave na escrivaninha, tirou a bolsa tiracolo com seu notebook e coisas do trabalho e deixou sobre o sofá, enquanto...

LER CONTO

Surubão No Ônibus Lotado

Surubão No Ônibus Lotado

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Arrombando A Sobrinha Virgem

Arrombando A Sobrinha Virgem

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Cuzinho Lindo Da Titia

Cuzinho Lindo Da Titia

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Na praia com o francês parte final

Cheguei no hotel já era por volta das seis e meia da tarde ja estava escuro, meus pais estavam esperando no quarto e como bons matutos (modo como chamamos quem vai a praia e se queima demais segundo...

LER CONTO

Adoro mostrar a minha bundinha

Adoro exibir a minha bundinha Estou aqui para contar um conto e ganhar um conto. Isso acontece comigo todas as madrugadas, eu me levando ainda a madrugada está escura, as vezes fico só de...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos