website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

Papai Roludo

Publicado em maio 18, 2023 por Torres

Papai é um coroa sarado, gosta de academia, bem conservado e vaidoso, já mamãe é meio relaxada, gostosa, mas relaxada, não gosta de academia, mas ainda sim, da um show em algumas novinhas.

Meu pai se chama Mario, minha mãe Vanessa, e eu me chamo Julio.

Certo dia estávamos almoçando e conversando sobre varias coisas, meu pai fez algum comentário e minha mãe logo soltou uma boa pra meu pai.

Mãe: essa pica de gato?

Pai: kkk você sabe que não é Vanessa.

Mãe: hmmm sei não.

Pai: kkkk para Vanessa fica falando isso olha o que o Julio vai pensar.

Mãe: kkkk ele pense o que quiser.

 

Eu: eita kkkk pica de gato é kkkk

Pai: sua mãe sabe que não é isso.

Pai: ela não diz isso quando esta gritando.

Eu: gritando? Nunca ouvi a mamãe gritando.

Mãe: e nem vai ver, deixa de ser curioso moleke.

Eu: kkkk oras, vocês que começam com essa safadeza e eu que tenho que parar é?

Após esse almoço, sempre que podia ficava tirando onde com meu pai.

Pai: bom dia filho.

Eu: bom dia pica de gato, ops kkk pai.

Pai: engraçadinho.

Os dias foram se passando e eu sempre amolando meu pai com essa brincadeira de pica de gato.

Certo dia ele me enviou varias fotos de rolas no whatsapp e me perguntou.

Pai: olha ai Julio, quero ver você adivinhar com dessas é minha rola.

Eu: que isso pai?

Pai: eu você vive me chamando de pica de gato, agora esta ai, tenta saber qual é.

Depois de olhar bem as fotos, descobri qual era dele, era a ultima foto e descobri por causa do travesseiro ele nem percebeu, fui comentando sobras as fotos da primeira até a ultima.

Eu: é a primeira?

Pai: não kkkk

Eu: a segunda?

Pai: também não.

Fui comentando até chegar na ultima.

Eu: ahhh então só pode ser essa ultima.

Pai: acertou kkkkk

Eu: kkkk seu besta, eu já sabia qual era.

Pai: ué e porque não foi direto nela?

Eu: queria saber se você percebia que estava te zuando.

Pai: e como descobriu que era essa ultima?

Eu: kkkk ahhh pai você nem se ligou né.

Pai: em que?

Eu: o travesseiro pai, olha la, os desenhos, não tem como errar kkk.

Pai: eita caralho, é mesmo kkkk que distraído que fui.

Pai: e ai, viu agora a pica de gato que sua mãe falou e você fica me enchendo.

Eu: é pai realmente não é pica de gato.

Pai: pois então.

Eu: é uma senhora rola isso sim, caralho é bem veiuda né pai.

Pai: kkkk é sim, sua mãe adora.

Eu: imagino, ela deve amar.

Pai: mama muito, ops ama muito kkkk

Eu: kkkk imagino deve mamar, ops amar muito.

Pai: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Eu: nossa pai a cabeça da rola é bem rosinha né.

Pai: ????

Eu: a cabeça da rolaaaaaaa pai, olha ai, é rozinha.

Pai: é dessa cabeça que sua mãe adora.

Eu: agora entendi porque disse que a mamãe grita.

Pai: é, ela grita demais e fala muitas besteiras.

Eu: ué, mas eu nunca ouvi a mamãe gritando.

Pai: é porque ela só faz isso quando estamos sozinhos em casa ou quando vamos ao motel.

Eu: ahhhh entendi, é isso então kkkk

Pai: ela fica mais doida no motel, porque la pode gritar a vontade sem se preocupar com você chegando em casa de repente.

Eu: entendi, nossa kkkk imagino ela deve gritar muito, uma senhora rola dessa kkk

Pai: sim, ela fica bem soltinha no motel.

Eu: imagino como ela deve ficar nessa rola, ops nesse rolão.

Pai: olha só como ele esta ainda.

Papai me mandou outra foto, agora mais com o rosto dele, e a cabeça da rola babando de tesão.

Eu: eita pai ainda esta assim é?

Pai: sim, estou pensando na sua mãe, e ele fica assim todo babão.

Eu: kkkk eita rolão babão em.

Pai: ele baba muito.

Eu: estou vendo, esta escorrendo em toda rola.

Pai: preciso tomar banho, sua mãe saiu e não sei quando vai voltar, não posso ficar com essa rola dura assim o dia todo.

Eu: vai la pai, vai aliviar esse rolão.

Papai foi no banheiro se aliviar, a fechadura da porta era antiga e havia aquele buraco da chave, mas não tinha chave, então usávamos ferrolhos para fechar a porta.

Tempo depois que papai entrou no banheiro, de curiosidade fui olhar ele tomando banho, ficando maravilhado vendo papai batendo aquela senhora punheta, enquanto ele batia punheta, senti minha boca salivar, não podia imaginar que estava começando a gostar de ver papai na punheta, que imagem maravilhosa, vendo o coroa sarado na punheta, acho que papai percebeu que tinha alguém olhando ele, porque olhou de rabo de olho pra baixo da porta, como se soubesse que tinha uma sombra na porta, então começou a bater com mais vontade, ficando de frente pra porta, só pra poder mostrar a rola melhor.

Fiquei doido vendo aquela cena de papai punhetando seu rolão, minutos depois papai gozou forte e alto, muita porra, muita porra mesmo.

Apaguei as fotos do celular, deixando apenas a que mostrava o rolão de papai com o travesseiro de fundo mas sem o rosto dele, queria poder apreciar sempre que pudesse, estava começando a me sentir estranho, não podia acreditar que estava admirando o rolão de papai.

Certo dia os dois estavam se arrumando, mamãe saiu e foi para o carro, enquanto papai pegava as chaves passou todo perfumado.

Eu: eita perfumadão em pai.

Pai: é kkkk hoje vou levar sua mãe no motel.

Eu: eita kkk hoje tem.

Pai: sim, ela esta afim de gritar a vontade.

Eu: imagino, vai gritar muito nesse rolão.

Pai: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Pai: hoje vou arregaçar sua mãe.

Eu: eita caralho kkkkk vai la pai, arregaça a mamãe com esse rolão lindo que tem.

Papai me olhou meio admirado, depois do meu elogio, não sabia que eu achava a rola dele linda, até eu fazer esse elogio.

Foi tão rápido minhas palavras que só me dei conta depois que papai saiu.

Papai levou mamãe no motel, foderam muito, voltaram horas depois, mamãe toda sorridente e feliz, parecia esta nas nuvens.

Eu: hmmm mamãe esta bem feliz né kkk

Pai: sim muito, ela mama, ops ama.

Eu: kkkkk imagino, quem é que não mama, ops ama.

Papai me mandou uma foto dele de rola dura piscando pra mim, o coroa estava sentado no sofá.

Eu: que isso pai?

Pai: olha só como ele esta de novo kkk

Eu: mas já pai, acabaram de chegar do motel com a mamãe.

Pai: pois é, não sei porque, ele ficou assim.

Eu: no sofá da sala pai?

Pai: é, sua mãe esta dormindo.

Eu: ela pode acordar e ver o senhora na sala pelado, vai falar um monte.

Pai: vai não, ela tomou remédio pra dormir, só vai acordar de manhã ou de tarde sabe la.

Eu: tem certeza pai?

Pai: sim, absoluta.

Pai: percebi que você elogiou a rola do papai, gostou dele foi?

Eu: ahhh pai, o senhor tem uma rola linda.

Pai: hmmm gosta de admirar rola é?

Eu: não, apenas a sua achei linda.

Pai: entendi, que bom que gostou.

Eu: até que o senhor esta em forma pra um coroa e roludo ainda mais kkk

Pai: que bom que acha assim, olha só como ele ainda está.

Papai mandou outra foto da rola dele, toda babada.

Eu: nossa pai, esse rolão lindo esta todo babado né, fica lindo assim babando.

Pai: é, vem aqui na sala ver mais de perto, se quiser.

Não pensei duas vezes, sabendo que mamãe dormia como pedra depois do remédio.

Pai: pode vir mais perto, se ajoelha ai na sala pra ver melhor se quiser.

Eu: nossa pai, de perto é ainda maior, que rolão em.

Pai: gostou né.

Eu: gostei sim, nossa muito lindo, olha como esta babando.

Pai: se quiser tocar fique a vontade.

Eu: posso pai?

Pai: sim.

Comecei a bater punheta pra papai, ele se deliciava com minha punheta, eu estava admirado e maravilhado com esse rolão lindo na minha frente, o nervosismo e o tesão estava tomando conta de mim ao mesmo tempo.

Pai: relaxa sua mãe não vai acordar mesmo.

Depois que papai disse isso pra me tranqüilizar, fui chegando mais perto, o cheiro de sexo tomando conta de mim e quando me dei conta, já estava mamando o rolão de papai, ops amando.

Papai ainda mais maravilhado com minha chupada de rola, se contorcia de prazer, e eu mamando igual louco no cio, aquele liquido salgadinho com misto de medo e prazer ao mesmo tempo tomando conta de mim, me deixando doido, mamei mas mamei muito a rola de papai.

Ele não agüentando por muito tempo gozou na minha boca, fiquei na duvida se engolia ou cuspia, mas com o tesão falando mais alto comigo, acabei engolindo, achei que fosse ser ruim, mas acabei adorando a porra de papai, ele ainda mais maravilhado.

Pai: porraaaaaaaa caralhooooo, nossa sua mãe não engole.

Eu: não, nossa pai, é gostoso demais, que delicia de porra, deixa limpar tudinho aqui.

Limpei toda porra da rola de papai não deixando nem uma gota passar.

Depois fomos tomar banhos juntos, enquanto mamãe dormir feito pedra em no quarto.

Fomos descansar, mas por volta de quase quatro horas da madrugada, papai aparece no meu quarto, me acorda e diz que esta com a rola dura de novo.

Ali no quarto mesmo acabei pro sentar na rola do papai, nossa entendi logo porque mamãe gostava de gritar, era maravilhoso sentar na rola de papai, que rola maravilhosssssssaaaaa, mas diferente de mamãe não poder gritar, enquanto ela dormia feito pedra, eu podia gritar, kkkkk gritei feito louco no cio, e agora papai tem uma buceta, duas bocas e dois cuzinhos pra comer em casa.

Fim.

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

Conhecendo meu Primo - Parte III

Me conhecendo com meus amigos de escola - Parte 2 (boquete prometido)

10221 views

Contos Eróticos relacionados

RECORDANDO COM SAUDADE E NOSTALGIA E UMA ENORME VONTADE DE REPETIR

Há alguns anos tive uma experiência fantástica que recordo com saudade e tesão e adorava repetir. Eu frequentava um ginásio, onde homens e mulheres praticavam desportos vários, entre os...

LER CONTO

Sou tarado por pau

Não sou nenhum jovem, já passo dos 60, mas tenho uma vitalidade de 40, claro...na vontade de dar meu cu, adoro pau no cu. Depois de velho fui experimentar esse negócio de dar o cu e acabei...

LER CONTO

O zelador destruidor de cu

Hoje vou contar oque aconteceu comigo essa semana. A clinica onde trabalho está fechada a 15 dias por causa da quarentena e essa semana tive que ir là abrir pra poder o faxineiro fazer a...

LER CONTO

Lambendo CU da Mamusca

Lambendo CU da Mamusca

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Primeira dupla penetração da filhinha

Primeira dupla penetração da filhinha

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Realizando os desejos da Mamusca

Realizando os desejos da Mamusca

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Razão e emoção (02)

Após um merecido descanso para que pudéssemos recuperar nossa energia, Geraldo se recompôs enquanto eu me vestia e descemos até o lobby onde ele me ofereceu um café que aceitei de bom grado. ...

LER CONTO

Meu vizinho sacaninha

Hoje tenho 17 anos, mas a história que vou contar aconteceu há mais tempo, quando eu tinha 13 anos. Eu tinha acabado de me mudar para Juiz de Fora, em Minas. Eu era um garoto de cidade grande...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos