website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Namorando escondido minha prima milf magrinha

Namorando escondido minha prima milf magrinha

Publicado em outubro 5, 2022 por Pedro

Vou contar uma história bem gostosinha, de quando eu tive um caso com minha prima, essa prima é uma loirinha, que tem quase 40 anos, é uma magrinha bem gostosinha, bunduda e peitos bem durinhos, sempre fui maluco por ela, desde que eu era bem criança ela ficava brincando que ia me levar pro banheiro, me lembro dela se trocando na minha frente, me deixando pegar na sua buceta e sempre brincando, mas óbvio era uma criança, me deixava doido por que ela era muito gostosa e eu não podia fazer nada, quando fui envelhecendo ela vivia passando com roupa de academia, bem gostosa, eu sempre “homenageava” ela, lembro de quando tinha 13 anos, ela sentando no meu colo com roupa de academia, fiquei muito sem jeito, mas sempre me lembro de como ela tava gostosa.

Ela era casada, depois que casou ela morava relativamente longe de mim, em um lugar fora da cidade, mas seus pais moravam perto de mim, então, quase sempre via ela por ali, então continuei mantendo um diálogo com ela, apenas cumprimentando, acontece que em 2018, quando eu tinha 19 anos, ela se separou, começou a andar mais na casa de seus pais e começou a falar mais comigo, não sabia como me aproximar dela ao ponto de ter uma chance, mas então lembrei que o aniversário dela estava perto, tradicionalmente, juntamos alguns familiares fazemos uma festa simples até 11 horas, depois bebemos só os primos mais novos, até de manhã, oportunidade perfeita pra chegar nela.

Como falei estava um pouco próximo, então ajudei ela bastante nas coisas do aniversário, depois do aniversário, primos indo embora e ficou somente eu, uma mulher que ajudava na casa dela e ela. A mulher ficou ajeitando as coisas da festa, enquanto eu e ela estava na sala, ela um pouco bêbada ficava sentando no meu colo, dançando funk e falando putaria, ela falou para eu ir deixar a mulher e que podia voltar para casa dela, pq ela ainda tinha muita energia pra gastar e comigo lá seria bem melhor, eu óbvio que não perderia a oportunidade de ficar a sós com ela e brincando disse que ela tinha que mostrar “o que ela sempre disse que ia me mostrar no banheiro”, ela riu e disse que já poderia me mostrar naquele momento logo, que eu já tava crescidinho, me puxando pro banheiro enquanto a mulher estava na cozinha, ela disse que se ela chegasse perto ia disfarçar e ela foi ficando nua e pegando meu pau, chupou até quando percebemos que a mulher estava vindo.

Me vestir e ela abriu a porta, ela tava só de calcinha mas a mulher não desconfiava, pois era como se eu tivesse botando ela pra tomar banho, foi pra fora e começou a falar pra mulher, que ela ia tomar banho e fechar a porta que eu ia deixar ela, a mulher nem estranhou ela nua pois pensava que era normal pra família muito próximos, fui deixar ela, qnd cheguei minha prima tava nua na área da casa, me esperando, eu tentei falar que ela tava nua qse no meio da rua, mas ela saiu na rua, dizendo que não tinha ninguém, era a casa dela, ela queria ficar nua, batendo na xereca no meio da rua e se esfregando em mim dizendo, “só vc está aqui, e vc vai comer essa bucetinha agr, não devia se preocupar”, fiquei cheio de tesão, então apertei a bunda dela e beijei a sua boca, ela se ajoelhou, pegando meu pau, falando que ia me chupar ali mesmo, pegou ele e enfiava todo, falando “tua prima é uma cachorra, não tem pena dela não”, ela queria fazer na rua mesmo, mas convenci de entrar, qnd fechei a porta ela veio pros meus braços e eu carreguei ate o sofá, chegando lá, ela falou “uma princesa, todinha, agr a princesa quer esse pau na minha cara”, bati na cara dela e botando meu pau na boca, me abaixei e chupei ela, ela se contorcia, me arranhava, gemia muito, subir beijando seus peitos e pedindo para ela gemer mais baixo, ela respondeu que não que ia gemer e gozar pq a casa era dela, eu masturbando ela enquanto chupava seu peitos, até enfiar o pau, sua buceta era perfeita, alem de lisinha e rosinha era apertada, ela se levantou falando que queria quicar, sentou bem gostosinho e quicou muito se virou de frente eu apertava sua bunda e chupava seus peitos.

Falei que ia gozar ela se ajoelhou e chupou até a última gota, depois ela se deitou e continuei chupando ela, até ela gozar molhando tudo, ela tava totalmente louca, pegou meu pau que já tava duro de novo, segurou firme e falou “vou ficar de 4, me come com força que vou gozar de novo”, assim eu fiz, segurando seu cabelo, comi com força, ela enlouquecia, sua buceta tava pingando, ela gozou, depois eu gozei na sua bunda que ja ta a vermelha de tapas, qnd terminamos ela ficou um tempinho parada e depois fomos tomar banho, ela estava totalmente satisfeita fomos pro quarto e aproveitamos o pouco tempo que tinhamos para durmi, de manhã fui para casa normalmente, passando o dia de ressaca, mas qnd deu 9 hrs da noite ela me perguntou o que eu estava fazendo e se podia ir falar com ela, fui na casa dela, conversamos um pouco, do que poderia acontecer, que a família não poderia saber, mas concordamos que queríamos continuar pelo menos com o sexo, ali fizemos mais uma vez e depois deitados ela falou “dorme aqui”, falei para minha mãe que ia durmi na casa de uma amiga, então a partir daí minha mãe entendeu que eu tinha uma “namorada”, sempre que ia para minha prima falava que ia para casa “dessa amiga/ namorada”, essa que minha mãe nunca conheceu, nem viu foto e nem ouviu o nome, pq na vrdd nunca existiu e era minha prima.

Por esse fato, esse período que tive um caso com ela, pode-se dizer que eu “namorava” com ela, ao menos escondido

Leia outros Contos de incesto bem excitantes abaixo:

Papai me ensina – Capítulo 4

Trepei com o meu irmão

11412 views

Contos Eróticos relacionados

Lila e o filhinho corno IV

Na luxuosa cabine-dupla estavam acomodados Lila e Felipe. Os dois eram belos exemplos de beleza escandinava. O motorista é negro de quase um metro e noventa, fortão. Eles partiram da fazenda da...

LER CONTO

As gozadas que tive na pica de meu primo

O que pode acontecer quando dois adolescentes ficam de agarramento às escondidas dentro de casa?! Ainda mais quando a menina era eu, uma ninfetinha com muito fogo no rabo e nenhum juízo. Pois...

LER CONTO

Apostando minha filha com os amigos

Essa é uma história curta de como eu descobri o lado safado de minha filha após apostar ela para os meus amigos. Me chamo Adriano, tenho 43 anos e sou divorciado. Moro com minha filha Débora de...

LER CONTO

Fodendo A Uber Gostosona

Fodendo A Uber Gostosona

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Arrombando A Sobrinha Virgem

Arrombando A Sobrinha Virgem

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Enrabando Novinha ARROMBADA

Enrabando Novinha ARROMBADA

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Fase Sombria

Fase sombria Começava com papai entrando no meu quarto deitava do meu lado como um ritual, me virava de lado encostava nas minhas costas, afastava a calcinha ou shortinho do pijama, encaixava o...

LER CONTO

No mato com minha prima

meu nome é valmir, tenho 39 anos e gosto de pescar e minha prima silvana sempre vai jundo comigo e o marido dela Ela tem 55 anos a bunda grande, seios grandes, é gordinha, tem uma buceta bem...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos