Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » Minha prima safada

Minha prima safada

Publicado em junho 5, 2020 por Augusto Prado da Silva

Vou contar pra vocês sobre o dia em que transei com a minha prima gostosa!
Ela se chama Karol, tem cerca de 1,65 de altura e um corpo esculpido por Deus, uma cintura fininha, uma bunda enorme redonda e durinha, coxas grossas, peitos médios durinhos… Cabelos cacheados, moreninha. Uma verdadeira delícia.

Então, a gente sempre se deu muito bem, desde pequeno, brincávamos juntos e trocamos confidências… Uns 3 anos atrás ela começou a namorar e me contou como foi uma de suas transas com o namorado, tudo que ela me falou só serviu pra me deixar com mais tesão por ela… Ela falando que chupou até gozar na boca dela, que ela senta sem dó e adora dar de 4. Enquanto ela me falava meu pau foi ficando duro como uma rocha e eu percebi que ela viu por que eu estava com um short desses de jogar bola e fez um bom volume pois fui abençoado por Deus com uma rola de 23cm. Eu fiquei sem graça e tentei esconder o volume, aí ela sorriu e falou pra eu parar de ser bobo pois ela já tinha me visto pelado, se eu tinha esquecido (isso aconteceu num dia que ficamos bêbados e ela me ajudou a tomar banho).
Então eu relaxei e ficamos ali conversando, até que ela foi pra casa que por sinal não fica longe da minha, algum tempo depois ela me liga desesperada pedindo pra eu ir na casa dela pois ela viu passar um rato enquanto ela tomava banho. Então eu fui pra lá matar o rato, cheguei lá ela abriu a porta e eu a olhei de cima a baixo, ela estava só de toalha com o corpo ainda molhado… Aquilo me deu um puta tesão, la fui eu procurar o bendito rato, até o momento que ele passou perto dela e no susto ela soltou a toalha que caiu mostrando seu delicioso corpo pra mim, eu não conseguia tirar os olhos dela, meu pau ficou duro na hora e ela ficou um pouco sem graça… Eu disse que tava tudo bem e fui matar o rato. Depois disso ela se enrolou de novo na toalha e foi me agradecer, me deu um beijo no cantinho da boca e aí eu não resisti, segurei nos cabelos dela e a beijei com uma vontade voraz, então ela retribuiu o beijo e naquela loucura eu tirei a toalha dela de novo…

Continua depois da publicidade

– Nossa primo, que beijo gostoso, que pegada forte… Assim eu vou pirar!

– Uma gostosa dessa merece ser tratada bem…

Então ela se ajoelhou e tirou meu pau pra fora, ouvir ela dizer (Nossa é grande)… E começou a me chupar com muita vontade, ela sugava, lambia, colocava tudo na boca, chupava minhas bolas… Parecia uma verdadeira puta fazendo boquete, então ela levantou e ficou de costas pra mim forçando sua bunda enorme no meu pau…
Enquanto ela rebolava pra mim, eu beijava se pescoço, acariciava seus seios e enfiava os dedos naquela bucetinha deliciosa que já estava encharcada de tesão… Ela começou a dar uns gemidinhos e falar muita putaria.

Continua depois da publicidade

– Fala a verdade, faz tempo que vc quer me comer né seu safado. Eu via o jeito que vc me olhava com cara de quem tava com tesão.

– Faz tempo mesmo, desde aquela vez que vc ficou de calcinha e sutiã na minha frente, eu não paro de pensar em vc me dando.

– Então vem cá gostoso, coloca essa pauzão na minha bucetinha vêm!
Ela falou isso enquanto deitava no sofá abrindo as pernas, então eu coloquei a cabeça do pau na estradinha da buceta dela e fui empurrando devagar, sentindo ela se abrindo todinha, quando passou da metade eu empurrei de uma vez o resto, ela me abraçou e soltou um grito arranhando as minhas costas.

– Filho da puta, que pau enorme! Agora fode essa bucetinha fode, olha como ela tá molhadinha pra vc, cachorro.

– Você é uma delícia, essa buceta gostosa, apertadinha, vou meter até te encher de porra sua vagabunda.

E comecei a meter com força enquanto ela prendia as pernas nas minhas costas e gemia feito uma cadela no cio! Ela me arranhava e eu batia na cara dela chamando de puta, vagabunda…. Ela olhava pra mim com aquela cara de safada e sorria. Até que ela falou que queria sentar no meu pau e eu deixei, ela virou de costas pra mim, segurou meu pau e sentou de uma vez com aquele rabão delicioso… Começou um sobe e desce frenético enquanto eu segurava seus seios, ela começou a acariciar a buceta e num esguicho forte ela gozou gostoso no meu pau, ficou um tempo ali sentada e rebolando…

– Agora fica de 4 pra mim sua vadia, que vou te foder gostoso.

– Nossa, assim tá bom meu macho?

Ela falou colocando os ombros no chão e deixando seu rabão bem empinado pra mim, eu não resisti comecei a chupar seu cuzinho que estava piscando de tesão, ela gemia feito puta e eu coloquei na buceta dela e comecei a meter de novo, ela gemendo pediu pra eu comer seu cuzinho…
Cuspi no cuzinho dela e fui empurrando a rola devagar pq era bem apertadinho… Ela gritava e pedia pra eu arregaçar sua bunda.
Quando entrou tudo ela começou a rebolar e eu fazendo um vai e vem devagarinho… Até acostumar, aí eu fui aumentando a velocidade até chegar num ritmo gostoso onde ela foi a loucura e eu também. Então enrolei seus cabelos na minha mão e puxei com força fazendo ela soltar um gemido e estocava com força naquele rabo maravilhoso!
Batia na bunda dela e puxava seu cabelo enquanto empurrava até às bolas nela, fazendo aquele poc povo gostoso. Ela como uma boa puta pedia mais e mais, rebolava e falava pra eu deixar ela toda arrombada!

– Aí gostoso! Fode essa puta, fode meu cuzinho vai, ah que delícia, me arregaça inteira com essa vara enorme, hoje sou sua puta vai me fode safado.

– Que delícia, vou te encher de porra, vou gozar!

– Vai safado, enche meu cuzinho de leite vai, me dá seu leitinho!
E eu gozei como um cavalo dentro do cuzinho dela, ela sorria enquanto eu deitava ao seu lado exausto… Nós beijamos novamente e ficamos ali curtindo o momento.
Se soubesse que seria bom assim já teria transado com ela antes, nossa relação ficou cada vez melhor e transamos várias outras vezes, transamos até hoje… Ainda vou contar como foi as outras fodas com essa priminha vagabunda! Hoje ela está mais gostosa ainda e acho que vamos continuar nos pegando por um bom tempo ainda.

8061 views

Contos relacionados

Ensinando safadeza a uma ninfeta

Eu sou a lu,este conto faz parte do meu livro CONTOS DE LU.Eu quando era pequena,fazia muita safadeza com minhas primas e num belo dia a tarde,assim que nós fizemos todo serviço da casa.Fomos nós...

LER CONTO

Agredida e violentada por três

Estava a caminho de casa, apenas uns 10 mim de caminhada até chegada, completamente sozinha, eu seguia meu caminho exatamente no meio da rua na faixa amarela, andava e mexia nas pontas dos cabelos,...

LER CONTO

Come uma gordinha que conhece no Bar

Fala galerinha! bl? Vamos para mais um Conto Adulto. Era uma noite de sábado e eu fui tomar uma cerveja em um barzinho perto de casa. Entre uma cerveja e outra avistei uma gordinha gostosa pra...

LER CONTO

Mãe do Meu amigo.

Hoje uma ideia veio a minha mente. Irei iniciar uma conta no xvideos, dividir minha experiências e momentos de prazer. A Iniciação desse projeto seria com um amigo, mas algo inesperado aconteceu. ...

LER CONTO

Engravidei de meu sogro I

Enviado por: Helga Shagger Meu marido Hanz não tolerou a indiscrição de meu amante Ezequiel. Ele foi reclamar seu direito a criança de quem eu daria luz dentro de sete meses. Zeke era nosso...

LER CONTO

O Estagiario submisso

Olà,eu sou Rodrigo e vou relatar outra de minhas loucuras sexuais.... Era uma segunda feira e eu estava com muito tzão(era um daqueles dias que punheta nenhuma resolve) cheguei no trabalho e geral...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos