website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de putaria » Maratona de Domingo

Maratona de Domingo

Publicado em janeiro 18, 2024 por Fernando Moreno

No domingo de manhã, depois de ter tido uma noite maravilhosa com Silvana e Evelyn, acordei cedo, e olhei na geladeira para saber o que tinha para preparar um café da manhã legal para as meninas. Não tinha muito então fui à padaria perto de casa; quando voltei, coloquei o café na cafeteira, enquanto isso fui tomar banho para dar uma despertada. Silvana e Evelyn ainda estava dormindo, cheguei na cozinha e enquanto estava lá, Evelyn chega e me dá um bom dia com beijo, que logo correspondo, não demorando muito Silvana também levanta e também me dá um bom dia, e um beijo.

Silvana vai até Evelyn e também da um bom dia para ela, e as duas simplesmente decidem tomar banho para despertar.

Brinco e digo “acho que vou junto hein!” elas logo me dizem “por que não?”

Com um convite desse, até esqueci o café fui junto tomar banho novamente com as meninas, comecei a beijar Silvana e alternando com Evelyn, meu pau ainda não estava tão firme assim, pois não sou de aço, mas ele estava querendo dar algum sinal de vida. Evelyn e Silvana percebeu e ajoelhou e começaram a me fazer um boquete duplo com direito a beijo entre elas. A língua delas se encontrava na cabeça do meu pau e vez e outra Evelyn engolia meu pau todo de uma vez, como ele não estava tão duro ela conseguia com facilidade. Silvana decidiu deixar Evelyn se deliciar com o meu pau e começou a me beijar. E me lançou uma proposta, “que tal fazermos uma maratona hoje, quer tentar? Prometo que seremos boazinhas.” Fiquei um pouco com medo porque já tinhamos transado uma boa parte da noite, pois tive um pouco de receio de não conseguir corresponder elas. Mas aceitei, Evelyn também gostou da ideia e disse pra não se preocupar que é só curtir, se não conseguisse endurecer, deixasse que elas fariam o trabalho por mim.

Fomos para a cama e nisso por incrível que pareça, meu pau já estava em pé, Silvana começou a fazer um 69 comigo e Evelyn se ajoelhou entre minhas pernas, e começou a ajudar na mamada, quando elas sentiram que meu pau já estava duro o suficiente, Silvana foi para a beirada da cama e encaixou meu pau na entrada da sua xoxota. Já Evelyn começou a beijá-la e com a mão apoiada sobre a cintura dela começou a ajudar ela na galopada; Silvana colocou um braço para trás apoiando sobre meu peito, e com a outra mão começou a se tocar, o que senti que suas unhas passavam sobre meu pau, Evelyn já prontamente começou a chupar a buceta de Silvana e massagear o meu saco com sua mão. Tinha vez que Evelyn parava de chupar a xoxota de Silvana e começava a mamar meu saco, e passava a língua de baixo para cima até chegar na buceta de Silvana, que soltava uns gemidos maravilhosos de ouvir.

Silvana deu mais algumas galopada, agora com as mãos apoiando sobre os ombros de Evelyn, quando ela cansou, saiu logo de cima o que Evelyn não esperou e já veio para cima de mim, galopando também, mais de frente para mim, apoiando as duas mãos sobre meu peito. Silvana foi para a cabeceira da cama abriu as pernas e começou a se tocar, enfiando dois dedos dentro da sua buceta, tirando os dedos de dentro, alternava entre enfiar os dois dedos dentro da xoxota e ficar brincando com seu clitóris. Evelyn decidiu não dar sucego, e galopava sem pausa, gemendo igual uma cadela, e galopava cada vez mais rápido e com força. Silvana assistindo essa cena se tocava, e apertava os peitos dela.

Depois de ficar trepando assim em cima de mim por alguns bons minutos; Evelyn saiu de cima de mim e se sentou(literalmente), em cima do meu rosto. Com a sua xoxota molhada e encharcada comecei a enfiar a língua sobre a buceta, o que percebi que ela estava próxima a gozar. Silvana também percebeu e começou a acelerar na siririca em que estava, e eu chupando a Evelyn passei uma das mãos para frente, comecei a apertar o peito dela; quando ela começou a gozar, senti o gostinho delicioso dela sobre a minha boca. O engraçado que enquanto ela gozava, ela me sufocava com o seu peso sobre o meu rosto, mas amei, porque quando ela terminou de gozar caiu de lado, praticamente no meio das pernas de Silvana, mais além de ficar entre as pernas de Sil, também ficou de 4 com a bunda arrebitada para cima.

Para mim foi um convite para penetrar ela de 4, logo atendi esse desejo. Coloquei minha mão sobre a cintura dela e já mirei na entrada da xoxota dela, o que logo meti na buceta dela, e como resultado da galopada que ela me fez, comecei a bombar rápido e sem parar, nisso ela chupava a buceta de Sil que já começava a gozar, forçando a cabeça de Evelyn contra a buceta.

 

Logo comecei a gozar juntamente com elas, depois de terminar me deitei, e nos deitamos, claro continuamos nos beijando e continuamos a nossa maratona de domingo. Depois dessa experiência Silvana e Evelyn acabaram se assumindo e foram embora do Brasil para Espanha, ainda nos falamos via WhatsApp, mais não tive outras aventuras assim como eu tive com elas.

E você já fez alguma maratona de sexo? Deixe nos comentários como foi essa experiencia.

Leia outros Contos de putaria bem excitantes abaixo:

O Exame

Dei gostoso para o pintor

19050 views

Contos Eróticos relacionados

Dei pro colega de trabalho

Enviado por: Luana Olá meu nome é Luana tenho 28 anos morena, 1,64 altura ,seios grandes,bunda média e solteira ,o que eu vou contar aconteceu a algum tempo,trabalho em uma loja na parte do...

LER CONTO

Ménage com a amiga

Sou uma ruiva de 20 aninhos, linda e fogosa. Eu e meu namorado Pedro, somos um casal que gosta de putaria. Desde que eu pedi pra ele arregaçar meu cu, me tratar igual uma puta na cama, tudo ficou...

LER CONTO

Espiando Mamãe Trepar

Espiando Mamãe Trepar

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Minha Mãe Me Mamou

Minha Mãe Me Mamou

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Novinha Caipira Sentando Na Piroca

Novinha Caipira Sentando Na Piroca

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Minha primeira suruba

Olá galera, meu nome é Rafaela, tenho 21 anos, moro em São Paulo e hoje vou contar para vocês como foi minha primeira suruba . Faço o curso de enfermagem, é uma rotina de estudos bem...

LER CONTO

Sexo na rua, metendo guampa no marido com o ex.

Quando mais nova tive um namorado delicioso, que tirou minha virgindade, ele usou a abusou de mim, me comia toda, várias vezes ao dia... Eu ficava com minha bucetinha esfolada. Eu amava muito ele e...

LER CONTO

A coleção de buttplugs de Vanda – II

Amanda mexe a cabeça de um lado pro outro com Teo fungando em seu pescoço. Uma das mãos dele está com os dedos acariciando internamente a xana da bela mulher vinte anos mais velha que ele. A ponta...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos