website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » Levei minha esposa para o colegio onde ela estudou e dei ela para o professor que ela tinha tesão no colegio

Levei minha esposa para o colegio onde ela estudou e dei ela para o professor que ela tinha tesão no colegio

Publicado em novembro 5, 2022 por Leandro Escravo

Fui com minha mulher visitar o interior de São Paulo. Ela precisa de alguns documentos do tempo o colégio e naquela época não tinha as facilidades que existem hoje de tudo on-line.

Lá nos corredores quando voltávamos para a saída apareceu um senhor com seus 50/55 anos.

Branco, cabelos grisalhos, alto. Era o professor Erasmo.

Minha esposa apresentou. Quando ela tinha 15 anos, ele administrava aulas de biologia.

Ele ficou fascinado como ela cresceu e a mulher que ficou depois daqueles anos todos.

Minha esposa o convidou para jantar para continuarmos a conversa, lembrando-se dos velhos tempos.

Trocamos telefone e no caminho fui conversando com minha mulher.

Ela falou que ele foi o primeiro homem que se apaixonou,  se naquele tempo ele tivesse chegado junto dela, não teria casado virgem comigo.

Dei risada e perguntei se ela ainda o achava atraente.

– Bem…sabe, ele ficou muito bonito, mesmo sendo cinquentão.

Á noite quando chegamos ao colégio, Erasmo se desculpou falando que precisaria ficar mais tempo.

Vi a cara de desapontamento da minha esposa e falei que iria comprar algo e comeríamos juntos na escola.

Deixei minha mulher lá.

Quando voltei, vi ambos conversando animadamente. Escutei os elogios de como ela ficou muito bonita etc. E da minha mulher comentário não menos claros.

Quando cheguei a conversa parou. Então começamos a comer.

Eu tinha gostado do clima de quando tinha chegado, por isso aproveitei para começar a conversa.

– O Senhor é casado.

– Viúvo.

– Esse tempo todo sozinho?

– Pois é..

– Deve ser por opção, pois com certeza tem muitas mulheres que te acham interessante.

– hahaha. Cite uma.

– A Laura.

Ambos ficaram sem jeito.

– Não vamos ficar assim. Minha mulher te achava atraente quando era novinha e ainda acha hoje. Não é mor?

– Sim, falou meio sem jeito.

– O Senhor a acha também atraente.

– Nossa, que pergunta.

– O senhor acha?

– Ela é muito bela, não nego.

– Sente desejo.

– Meu senhor, se gerei algum…

– Não precisa se explicar e levante.

– Levante querida.

– O que vai fazer.

– Vou dar algo que você quer desde que tinha 15 anos.

Comecei a beijar e apalpar minha mulher na frente do professor dela

Ela no começo tenta parar, mas cedeu.

Então a deixei no meio da sala e voltei a sentar.

O professor estava quieto com os olhos perplexos.

– Queria, por favor, mostre como cresceu para o professor.

Meio sem jeito, minha mulher começou a soltar o vestido, ficando apenas com a roupa intima.

Ela estava rubra, com vergonha, mas mesmo assim seguia minhas ordens.

– Linda, não é professor?

Ele não me respondeu, mas continuou olhando ela fixamente.

– Tire o resto amor.

Apesar da vergonha, ele seguiu minha ordem.

Ela ficou nuazinha na minha frente e do professor.

– Então professor Erasmo, ela não cresceu? Agora não é crime você olhar. Ou melhor, não é crime tocar.

– Espere, tem certeza, nossa , tem certeza.

– Nós temos certeza. Ela sempre quis muito ser sua. Duvido que nunca quis usar uma das suas antigas alunas. Agora tem a chance.

– Querida, ele precisa da sua ajuda.

Minha mulher nuazinha, foi a direção do professor, sentando no seu colo e beijando.

Que tesão eu sentia, vendo ela se entregando ao professor que tinha quase o dobro da idade dela.

Ela tocou e beijou muito minha mulher, com muito desejo.

Ela puxava o rosto dele junto ao dela enquanto beijava e ele segurava ela firme com ambas as mãos naquele bumbum delicioso e nuzinho da minha mulher.

Quando finalmente pararam o namoro, ela o puxou e o fez sentar sobre a mesa, derrubando alguns papeis. Nessa hora ela abaixou a calça dele

Vi que minha mulher conseguiu fazer o professor ter uma bela ereção. Ela abocanhou com gosto aquele pau que tinha vontade de chupar quando mal tinha peitos ou pelos na bucetinha.

Eu apreciava a bundinha arrebitada da minha mulher enquanto chupava o professor.

– Professor, eu sempre tive vontade de fazer isso na sua mesa.

– Pena que a sala está vazia, não é amor?

Ela sorriu e voltou a chupa-lo.

Depois ela subiu sobre ele e encaixou o pau do professor na bucetinha e começou a subir e descer.

Dava um tesão vendo-a dando para o professor na sala que estudou. O reflexo do corpo dela nas janelas me deixava muito mais excitado.

Quando o professor começou a se contorcer porque iria gozar, minha mulher apenas acelerou o movimento.

Quando ele estava gozando, minha mulher começou a beija-lo novamente.

Eles ficaram se beijando até o pau sair de dentro dela.

Nos vestimos e depois trocamos telefones.

O professor amou os momentos que teve com minha mulher

Isso me atiçou uma fantasia. De ver minha mulher dando para todos os homens que sempre teve vontade.

Então imaginem o que vem por ai.

Leia outros Contos eróticos de corno bem excitantes abaixo:

Meu Marido é um Corno

O funcionário amante, levando a patroa para a farra

7599 views

Contos Eróticos relacionados

Tudo começou com uma massagem tântrica

Bom pessoal, Sou o Neto, tenho 51 anos, engenheiro, um bom porte físico, mesmo já sendo um coroa e vou narrar uma estória que me aconteceu a pouco tempo. Sou de Recife e atualmente moro numa...

LER CONTO

Inicio de tudo

Olá. Meu nome é Gustavo. Tenho 34 anos 110kg 1.80alt. Sou casado com Cintia. Uma gordinha de 98kg, 1.66alt com 48anos. Aquele tipo de gordinha com bunda peitos e coxas enormes e a cintura fina. Vou...

LER CONTO

Erin boa de bunda II

Erin, uma belíssima nórdica de dezoito aninhos, joga o lençol pro lado descobrindo o homem adormecido que a havia sodomizada durante a noite toda. Ela vai até o banheiro, faz o exame no anus e...

LER CONTO

MINHA ESPOSA DEU A BUNDA A MEU MELHOR AMIGO

Nessa foto minha esposa está nua, em nosso banheiro, com meu melhor amigo. Amigo de infância. Jamais pensei nisso. Foi decepção total mesmo. Mas deixa eu explicar tudo. Sou casado com Ana e...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos