website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de fetiche » JANAÍNA SAFADINHA!

JANAÍNA SAFADINHA!

Publicado em julho 2, 2020 por Augusto Prado da Silva

Me chamo Janaina, tenho 22 anos, não tem um corpo que para muitos chamaria a atenção, eu sou magrinha, seios com piercing e bumbum pequenos mas quem ja provou gostou. Vou contar o que aconteceu comigo e meu colega de trabalho, vamos chamar ele de Guto.

Tudo começou quando eu arrumei um emprego de garçonete em um restaurante onde o Guto era o gerente e barman… Ele ficou responsável por me dar o treinamento e então ali nós começamos conversar e ter uma certa intimidade, eu percebi que ele começou a me olhar de um jeito diferente e não vou negar que eu tinha interesse nele pois ele é um negro bonito. Certo dia ele me chamou para me ensinar as coisas do bar, era um bar pequeno então a gente ficava um pouco apertado, tendo que passar um por trás do outro as vezes e eu sempre fui safadinha… Um momento ele passou atrás de mim e eu abaixei de propósito fingindo que ia pegar algo na geladeira só pra ver a reação dele, então eu senti ele se esfregar em mim segurando a minha cintura.

Depois desse dia um começou a provocar o outro, sempre que podia ele se esfregava em mim e eu nele, fomos ficando mais íntimos e conversando sobre vários assuntos até sobre sexo, um dia estávamos conversando e percebi que ele estava excitado com a conversa, fiquei no caminho de propósito eu estava usando uma calça legging que deixava minha bundinha gostosinha e ele foi passar atrás de mim… Segurou na minha cintura e esfregou aquele mastro na minha bunda! Eu senti um volume enorme e fiquei toda assanhadinha.

Dias depois eu tranquei ele no vestiário e nós nos beijamos bem gostoso, ele segurava meu cabelo, depois me apertava, apertava minha bunda com muita vontade! E foi na noite desse mesmo dia que aconteceu a nossa primeira transa. Ele pediu pra eu esperar ele fazer o fechamento do restaurante e eu esperei né kkk, fomos pra cozinha comer algo pra ir embora e começamos a falar besteira, até que ele disse…

Guto – Você fica me provocando, mas pra você é fácil esconder quanto tá excitada, agora eu tenho que ficar escondendo o volume na calça.

Janaina – Volume? Deixa eu ver então…?

Então ele me abraçou por trás e ficou esfregando na minha bunda… Eu. Coloquei a mão pra trás e senti o volume daquele mastro duro! Era enorme e bem grosso.

Guto – Janaina, para de graça… Fica mexendo com fogo

Janaina – Parar por que? Eu adoro me queimar

Falei isso enfiando a mão por dentro da calça dele, aí começamos a nos beijar loucamente, ele me pegou no colo e me colocou em cima do balcão, acariciando meu corpo, eu tirei sua camisa, ele tirou a minha, tirou meu sutiã e caiu de boca nos meus peitinhos bem gostoso! Ele chupava, lambia, mordia o biquinho enquanto eu arranhava as costas dele e beijava seu pescoço. Aí eu desci do balcão, ajoelhei na frente dele, abaixei sua calça e abocanhei aquela rola enorme, chupei como uma verdadeira vagabunda! Lambia a cabecinha, engolia o pau inteiro, chupava as às bolas dele e ele segurava meu cabelo e empurrava minha cabeça no pau dele.

Chupei até ele gozar na minha boca, engoli todo o leitinho bem gostoso, tirei minha calça, minha calcinha e debrocei no balcão ficando de 4 pra ele… Abri minha bundinha com as mãos e falei

Janaina – Vem gostoso, fode essa bucetinha vai! Sei que é isso que vc quer, tá louquinho pra me comer… Então vem me come!

Senti ele colocar a cabeça do pau na porta da minha bucetinha e ficou pincelando ali, depois ele cuspiu no pau e colocou a cabecinha de novo na entradinha… Foi forçando devagarinho até entrar tudo e começou a bombar gostosinho, eu como a boa vagabunda que sou comecei a gemer baixinho e pedir mais!

Janaina – Vai gostoso me fode com força, me faz gozar nesse seu pauzão! Vai!!!

Guto – Você quer com força né? Putinha gosta de ser fodida com raiva! Então toma!

Aí ele enfiou seu mastro de uma vez em mim!!! Que sensação deliciosa dele estar me arrombando, cada estocada que ele dava, mais forte eu gemia! Ele enrolou meus cabelos na mão, puxou pra trás e dava vários tapas na minha bunda! Ele me comeu assim por um bom tempo, até que eu não estava mais segurando e gozei gostoso sentindo aquele pau enorme dentro de mim!!

Foi uma das melhores transas que já tive! Qualquer dia eu conto a outra que rolou num evento que fomos fazer.

Leia outros Contos de fetiche bem excitantes abaixo:

Falando sacanagem no ouvido Dela em frente a Janela

Voyeur da filha

10500 views

Contos Eróticos relacionados

Loirinha mimada e o negrão tarado da construção -Parte 2

A forma como ele me olhava em pé toda gozada enquanto eu pedia pra ir embora me assustava, e me dava a certeza que ele não deixaria se eu não obedecer, enquanto as coisas que ele me falava... que...

LER CONTO

Cheiro Gostoso de Fêmea

Trabalhei minha vida toda em fazendas, minha mãe pegava muito no meu pé pra estudar ( coisa que fiz depois de velho), não deu certo. Enfim... por estar nesse meio, lidando com boiada e tropa,...

LER CONTO

A segunda vez com nosso amigo em comum

Ola hoje quem vai contar nosso fetiche sou eu  a esposa, somos um casal eu 33 anos ele 39 anos, somos casados a 10 anos e somos um casal bem tranquilo e bem resolvido no q queremos, depois que meu...

LER CONTO

carol minha filha num baile funk 1

Eu me separei a dois anos atrás ,vim morar numa chácara aqui mesmo na cidade onde sempre vivi, já me habituara a minha solidão ,  apesar de sentir muito a ausência do convívio com minha filha...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • RO 16/11/2021 11:12

    Essa magia é do jeito que gosto,safada o bastante pra me deixar de pau duro. Me lembra fatos que já aconteceram comigo em lugares inusitados. Estou esperando vc safadinha.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 5 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos