website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » – – – G H E – 21º CAPÍTULO – AMOR – CARINHO E PAIXÃO

– – – G H E – 21º CAPÍTULO – AMOR – CARINHO E PAIXÃO

Publicado em dezembro 11, 2022 por CARLOS A. LYRA

TEMA – GHE – CARINHO – AMOR – GRATIDÃO E PAIXÃO – 21º. –
Autor: C. F. Lyra;
Uma Autobiografia Real e Verdadeira
Personagens: Ghe (Paraense – 40 anos) – C. L. (50 anos – Carioca)

Neste Primeiro Capítulo –
Uma Aula muito dinâmica e divertida.
Fiquei abraçado a Ghe e ela. ‘’Amor’’, como não te amar. Minha alma, a tua alma, unidas em um só desejo e em um só prazer e só Amor, Meu Amor. Sei que somos submissos a esse Amor. Nós tínhamos o domínio do nosso amor e ela sabia ser uma dominadora e linda mulher. Me dominava e eu a dominava e sabia ser minha e era minha. As mulheres e a Livia não cansavam de me agradecer o carinho, a atenção e o amor por elas.

– Fomos para um banho e a Livia. Pai, não abuse. Acabamos de almoçar e o senhor é muito atrevido no mar. Sorri e concordei. Ficamos por mais 15 minutos e fomos tomar uma rápida ducha e 10 minutos fomos na guarnição e agradecemos o carinho e a atenção deles. E seguimos para casa.
A Jully estava muito atenta ao trânsito devido ser horário de almoço. Eu a observava e ela. Carlos, obrigado pelo seu carinho comigo e amo estar com vocês. E piscou. Entendi a piscada dela. Em meia hora já estávamos em casa. Lívia ficou ajudando a Jully a retirar tudo do carro e a Ghe e a mãe foram tomar banho. Logo em seguida fui acompanhar a Ghe ao banho para que ela não se acidentasse.

Ficamos brincando embaixo do chuveiro e ela estava aquecendo a banheira e me pediu para nos amarmos na banheira. Foi um pedido cheio de amor. Em 10 minutos a banheira já estava cheia e aquecida e fomos para lá. Eu tinha trancado a porta e ficamos mais tranquilos. Ela começou a me acariciar e sentiu que ele estava ficando duro em sua mão e aproximou a bundinha na varah e falou. ‘’Amor’’, deixa eu meter assim. Ela estava muito elétrica e altiva. Ela percebeu a virilidade e colocou a bucetinha toda ensaboada na varetona e foi acondicionando dentro dela e falava. ‘’Amor!!! Delícia!!! Vai, estou metendo em você, gostoso. E dá um suspiro forte e fala. ‘’Amor’’, está todo dentro de mim e agora deixa eu gozar primeiro. E metia em um vai e vem delicioso. Estava linda e bem bronzeada.

Eu enterrava e socava aquela deliciosa buceta e ela vibrava com as enterradas que eu dava nela e segurava as suas coxas para que ela sentisse toda a minha vibração dentro dela. Logo em seguida ela dá um suspiro e um urro forte e diz. ‘’Amor’’, gozei deliciosamente. Foi um ato magnifico e delicioso e em seguida eu dou um encoxada nela bem forte e despejo uma boa dose de leite dentro dela e ela vibra intensamente. Foi uma chuveirada deliciosa. Ela estava exausta, também. Terminamos o banho e fomos descansar. Já que mais tarde tinha uma missão com a Livia.
Descansamos até às 17:00 horas e depois fomos tomar café. Ela colocou somente a camisola e fui fazer café. Logo em seguida chegou a Lívia, também só de camisola e a Vivian sentiu o mesmo desejo de se apresentar nua, também. Todas as três estavam em uma camisola bem discretas, mas bem transparentes e a Jully era a única decentemente vestida. Ela elogiou as mulheres e foi me abraçar e agradecer o carinho que tenho por ela.

Fiz o café o fomos lanchar. Ficamos conversando e perguntei a Livia sobre os temas a serem estudados e ela trouxe algumas anotações e analisei e achei algumas anotações bem interessantes. Ghe, também, analisou as anotações e ela pediu para não serem comentadas. Ela, Livia, perguntou o porquê e a mãe explicou a situação. E logo em seguida fomos as aulas.

Neste Segundo Capítulo –
Uma Aula muito dinâmica e divertida.
Elas, você vai falar sobre o que primeiro!!! Eu disse. Sobre possessão.
Eu disse. Meninas, sim, vou falar desses dois temas e se tiverem mais algum podem acrescentar. Ela. Ghe, Amor, amo quando você me chama de ‘’menina’’
Fomos para o quarto e as duas muito abraçadas e sorridentes. Transmitia alegria, muita leveza de ser e sorridentes.

Ao iniciarmos, a Ghe fala. ‘’Amor’’, você vai falar da nossa intimidade. Eu disse que sim. Ela, mas, ‘’Amor’’, você vai invadir a minha e a nossa privacidade. A filha. Mas, mãe, eu sou a sua filha e isso impede em a sra. ficar constrangida.
Eu falei. Ghe, Meu Amor, esse é o melhor momento dela, Livia, tomar posse dos seus desejos e sentimentos. Amor!!! A vida é sábia e ela não erra nunca e a Livia já entende e com certeza será muito feliz. Ela tem uma mãe sábia e estruturada. E complementei. Filha, coloque intenção e dinamismo nas suas ações e nas suas palavras, seja sempre autêntica e retome de vez o seu poder de escolha. Você é linda, é meiga, é charmosa e herdou da sua mãe esse carisma de linda mulher que é. As duas sorriram e terminei. A sua mãe é muito elétrica e você é a única pessoa que saberá transformar em alegria e entusiasmo a sua vida. Por isso nós a amamos. E fomos as aulas.

 

Ela, Livia. Pai, presenciei uma cena de vocês dois muito divertida. Eu vi e notei que a mãe estava apreensiva. Ela, Livia. Pai, achei interessante a menção dela falar que você é meu possuidor???. Que o Sr. é o homem dela. Isso é amar e amor!!! Nós dissemos que sim, pois sua mãe é incondicionalmente a minha mulher em tudo. E ela, Ghe. Filha, seu pai é tudo em mim, dentro de mim e me possuindo. E as duas bem abraçadas com muito carinho. Ela, Livia, sorria e disse.
Mas, mãe, como foi delicioso elevar até a sua boca aquela estaca??? E via que estava amando chupar e mamar aquela estaca??? Ela, a mãe. Filha, é um sentimento infinitamente limpo e sadio. Entre nós dois não existe máscaras e preconceitos. Sem ciúmes, sem cobranças, com muito amor, com posse do homem que é seu. É essa essência que faz você amar. É essa posse de amar. Ela, Livia. Então, esse sentimento e essa essência é que fascina e torna a vida a dois mais amorosa. É por isso que escuto os gemidos e urros da sra. e sempre falando. Vai, Amor, mete, vai, mete!!! É por isso que vocês dois tem essa maravilhosa cumplicidade. A mãe sorri e fala. Por isso que será a minha neuropsicóloga. Ela, Livia. Estou amando essa aula e não teremos tempo para discutirmos muito pois a sra. tem as suas atividades e a gravidez está deixando a sra. cada vez mais linda.

Neste Terceiro Capítulo –
Uma Aula muito dinâmica e divertida.
Uma aluna muito perspicaz.
Como era um sábado, tínhamos bastante tempo para a nossa aula. Ela. Ghe. Apesar de parecer irracional, mas eu adestrei o amor por este homem, a minha mente e o meu coração para ver nele o homem que me satisfaz e me dá prazer para realizar as minhas loucuras e os meus desejos mais íntimos. Ela, Livia, escutava a explanação da mãe e fala. Mãe, e quanto ao amor??? Ela. Ghe. ESSE ESTÁ MUITO BEM GUARDADO DENTRO DE MIM NO FUNDO DO MEU E DO SEU CORAÇÃO, TAMBÉM. Ela, Livia, sorriu alegremente.
A verdade é que um minuto ao lado do nosso amor vale mais do que uma vida inteira sem ele.
Cada segundo que se passa com a pessoa amada é como uma brisa de ar fresco.

O sentimento é de plena renovação, como se todos os sentidos estivessem adormecidos e acordassem de uma só vez.
A ideia de perder esse ser tão especial dói demais, porque é ele quem dá vivacidade aos dias tristes.
A filha estava muito feliz ao lado da mãe. E faz uma pergunta bem indiscreta. Mãe, como é se sentir possuída sentindo aquela estaca sendo introduzida e a senhora rebola, geme e grita com muito amor. Ela, a mãe. Filha, como você sabe disso!!! Ela. Mãe, eu vi na hora que o pai te abraçou como muito carinho e amor e lembro as palavras dele. Gravei e ficou estampada em meu rosto o tesão que ele tem pela sra. E meteu aquela estaca toda dentro da sra. e aí saí e fiquei analisando a reação da sra. com muito carinho e amor. E escutava a sra. gemer e falar. Mete, Amor, sou sua loba e sua submissa.
Ela fala. Porque a sra. tem que ser submissa!!! A sra. já é a mulher dele e ele a possui com muito amor e a sra. também fala. Meu possuidor e meu homem!!! É interessante e muito significativo essa expressão.

Neste Terceiro Capítulo –
Uma Aula muito dinâmica e divertida.
Uma aluna muito perspicaz.
As expressões que ficaram marcadas.
Ela, filha. Mãe, todas as suas expressões sempre de uma mulher muito culta e experiente na cama. E todas as expressões são vibrantes e amorosa. É interessante a sra. falar. ‘’Quero ser tua, me possua, Amor’’ e por aí vai. Quero ser tua, quero que você seja meu. Quero poder sempre te amar e ouvir o quanto sou amada, quero poder acordar com você me enchendo de beijos ou simplesmente acordar para ver o quanto é lindo você dormindo. Mas do meu lado, eu quero você do meu lado. Será que ninguém entende?

A filha estava maravilhada com o carinho da mãe e fala. Qual é a sensação que a sra. sente ao ser penetrada e absorver aquela varetona dentro da sra.??? Ela. Filha, quando você ama é tudo magnífico. É uma delícia saber que você está sendo consumida com muito amor.
Ela sorriu e falou. Interessante, ser ‘consumida’. O quarto estava trancado e a mãe pede para que ela se deite na cama e vai tirando a roupa dela e ela também fica nua. E fala e mostra as diferenças entre elas duas. Uma já experiente como mulher e ela ainda virgem.
Ela, Livia, mas!!! Ela, Ghe, percebeu e falou. ‘’Amor’’, você não se importa. Vem e mostre o seu corpo. Fiquei sem ação. Mas, ela, Ghe, insisti.

Neste Quarto Capítulo –
Uma Aula de Genética.
Foi uma aula bem divertida e as duas estavam bem excitadas com a minha nudez diante delas. Foi algo inusitado. Ela, Ghe, filha, é fácil ser amada quando você está em um salto 12/14 e a filha observada com muita atenção os detalhes do corpo humano ao vivo. A mãe fez uma rápida explanação e demonstração e a filha observa bem atenta aos movimentos da mãe com a boca ao colocá-lo inteiramente na boca e faz alguns movimentos e depois fala. Ela, Livia, estava tensa e admirada e fala. Pai, eu vi o senhor penetrando e vi a mãe vibrando em cima dele como se fosse uma leoa devorando a sua presa.

A mãe disse. Você pode fazer os seus estudos pessoalmente e na minha presença e aí está a sua curiosidade. Ela fez algumas carícias e ficou admirada com a virilidade e a potência. E fez algumas anotações e disse que queria ter algumas aulas mais detalhadas se a sra. autorizar. Ela, Livia, estava nua e me abraçou e percebeu aquela vara entre as suas coxas e ficou um pouco excitada. Percebi a sua ansiedade e a mãe voltou do banheiro e falou. Filha, te amo muito e já sentiu o porquê ele é muito meu. E fomos nos vestir.
Logo em seguida fomos para cozinha. As duas estavam lindas e fui fazer café e a Livia foi preparar um lanche para as duas. Elas ficaram conversando a respeito das aulas. E a mãe fala. Filha, amar é uma delícia e muito bom e principalmente amar o homem que te satisfaz e te produz mulher. Ser amada e melhor ainda. Você sente a produção dele dentro de você.

Eu abracei as duas e fomos tomar café. E disse. Meu Amores, a minha conclusão é: Deus nos colocou neste mundo dotados de um amor e poder que nos dá liberdade desse infinito amor.
Ela, Ghe. Filha, com ele aprendi o que é amar e ser amada e ser muito mulher. Logo em seguida chegou a Vivian e se juntou a nós no café. Os pequenos momentos são de imenso valor em nossas vidas. E a Livia ficou admirada com o carinho da avó comigo. Ela. A Sra. tem um carinho imenso pelo meu pai, neh!!! Ela foi clara e objetiva e disse. Seu Pai!!! Ele é maravilhoso. E sorriu com muita sinceridade. Ela, a avó, para a neta. Livia, aprendi que o tempo me fez amar e se sentir o amor se torna cumplicidade, amizade, desejo, vontade e felicidade. Aprendi que mesmo amando ninguém pode pôr a sua felicidade nas mãos do seu amor…

Aprendi a dar risada de coisas banais, superficiais mas que me tornou mais feliz..
Aprendi que ao acordar devemos sempre dizer Bom Dia…
Aprendi a ser mais persistente, como você..
Aprendi a ouvir música alta no meio do nada…
Aprendi como é ser amada, desejada…
Aprendi a falar mais..
No Próximo Capítulo.
Uma Declaração surpreendente da Avó
C. Carlyle Lyra
C. C. L.

Leia outros Contos eróticos verídicos bem excitantes abaixo:

Minha Primeira Transa

MINHA MULHER EM LOUCURAS SEXUAIS A MEU PEDIDO

1232 views

Contos Eróticos relacionados

Meus contos sado- primeira vez

Um certo dia uma menina de 16 anos resolveu fazer cursinho em uma instituição X, essa menina, sou eu , e aqui podem me chamar de Liz. Os professores dessa instituição eram todos muito jovens , a...

LER CONTO

MINHA MULHER EM SEXO COM O NOSSO AMIGO JOÃO, COMIGO A ASSISTIR

No fim de semana passado, no sábado, recebemos finalmente em nossa casa, eu a minha mulher, um amigo de longa data que há muito manifestava o desejo enorme de poder gozar com os pés da minha...

LER CONTO

Minha cunhada e minha namorada

Sempre que ia na casa da minha namorada a irma dela( obs: ambas são duas loiras, minha namorada faz mais o estilo princesinha com seus 20 anos e minha cunhada um pouco mais velha mas linda tbm) um...

LER CONTO

Brincadeira De Irmãos

Brincadeira De Irmãos

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Irmãzinha Boqueteira

Irmãzinha Boqueteira

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Um Padrasto Muito Tarado

Um Padrasto Muito Tarado

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Angela – 8º Capítulo – Uma relação de muito amor e carinho…

  Tema: Angela – A minha Linda Professora. Introdução – 8º Capítulo - Uma relação de muito amor e carinho... Personagens – Carlos e Ângela – Ele Fisioterapeuta e ela...

LER CONTO

Transei com o pai do meu namorado Real

O pai do meu namorado Oi amores me chamo Laura ,sou nova anos, 1.64 de altura, magra, cabelo longo, branquinhe, sorriso lindo , se você quiser saber como sou fisicamente meu insta é...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos