website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos gay » CONFESSO AGORA ( 04 ) Fatos reais Nomes fictícios

CONFESSO AGORA ( 04 ) Fatos reais Nomes fictícios

Publicado em janeiro 20, 2024 por JOÂO LUIZ

………. sequencia do CONFESSO 03 ……..

Aquele sábado como Luiz Carlos, ficou na nosso história, Tanto o Bira como eu queríamos mais, era uma coisa viciante, o Bira ficou de levar o Luiz Carlos outra vez lá no apto dele, mas não estava conseguindo. Encontrei diversas vezes com o Luiz Calos no clube e também no shopping, ele prometia ir, mas não aparecia.

O fogo da idade era muito, as namoradas no máximo uma masturbada. Fomos atrás do Gustavo que o Luiz Carlos havia falado, mas ele era muito bixinha, muito gayzinho, isso dai não nos interessava. Então o Bira, sempre com as idéias, “cara, estava pensando, o que vc acha de um pau preto” (risos).

Nos encontramos com nossa namoradas no shopping, primeiro chegou a Inêzinha, minha namoradinha, uma linda, linda, depois a Marta, namorada do Bira, o Bira sempre com suas piadinhas, falando coisas de sexo e naquela tarde entrou em um assunto que a gente entendia bem, sobre sexo anal, ele começou a perguntar a elas se já tinham feito alguma vez, assim na cara de pau e se elas tinham amigas que faziam, pq ele dizia que tinha virado moda, pq as meninas tinham medo de engravidar, então acabavam dando o cu…., a Inêz, ficou sem jeito, não disfarçou nem um pouco que não gostou da conversa a Marta, quis se fazer de moderninha e ainda deu uma aliment6ada no assunto, dizendo que tinha amiga que fazia. Depois daquilo fomos ao cinema, o Bira muito safado, deixou a Marta entrar na fileira das poltrona, centrou ao lado dela e a Inêz acabou sentando ao lado dele, não concordei, fiz a Inêz mudar , eu sentei ao lado dele.

Durante o filme, senti ele aproximar a mão e me apalpar. Pegou no meu pau diversas vezes apertando, ele provocava, queria provocar. Terminou o filme, saímos, fomos ao centro num barzinho, papo vai, papo vem , a Inêz, “olha que esta chegando”, surpresa nossa o Luiz Carlos, com um outro cara, amigo dele, Sergio. Com certeza o Luis Carlos, falou algo ao nosso respeito, pq os olhares do Sergio mostraram isso, sentaram ali, conversamos, e nessas conversar, era evidente que a Inês conhecia bem o Luiz Carlos. Logo depois levantaram, saíram, o Bira pra não perder o mau costume, “meninas vc já ouviram falar do Luiz Carlos ?” fazendo sinal com as duas mãos, demonstrando que ele era pauzudo, as duas riram e a Inêz, “sim, sim, eu sei que ele é assim”, silencio total, Bira outra vez, ” e como vc sabe disso?”, Inês demostrando ter ficado encabulada, “ele namorou uma colega minha da escola, ela me contou”, os olhares foram desviados e ninguém mais tocou no assunto.  Mas deu pra notar as duas namoradas se olhando….

Saímos do barzinho cada um pra suas casas, combinei com o Bira almoçar no apto dele, as duas ao mesmo tempo se candidataram pra almoçar lá também.

Então domingo pela manhã fui direto na casa da Inêz e logo fomos para o apartamento do Bira, a Carla já estava lá, também se shortinho eu e o Bira de bermuda. Almoçamos, fomos pra sala, conversa vai e vem, o Bira fez a Carla levantar do sofá, ” vem aqui comigo” falou e se foram para o quarto dele. Eu aproveitei que estava ali sozinha com a Inêz e com uma pergunta na garganta, ” vc me conta como foi mesmo qu3e ficou sabendo do pauzão do Luiz Carlos ?”, ela ficou roborizada na hora, instantaneamente, então tive certeza que havia algo alí, insisti, insisti, insisti, ela então contou que um dia foi visitar a amiga, a mãe da amiga deixou ela entrar dizendo que era pra subir que ela estava no quarto, só não avisou que o Luiz Carlos estava lá também, quando ela entrou no quarto o Luiz Carlos de pé frente a cama a amiga, sentada na cama, segurando o pauzão dele, masturbando. Num susto , ele botou pra dentro da bermuda, ela levantou e foi disfarçar abrindo o armário.

Ele logo foi embora, a amiga contou que eles tinham um casa, mas  que nunca tinha dado pra ele, só masturbava e ele , também algumas vezes masturbou ela. Logo os dois namorados desceram e as duas foram embora. Fiquei lá com o Bira, que logo depois de um café,. “cara muita tesão, tô afim, mas vc me come primeiro, depois encho teu cu de porra”. Fomos pro quarto dele, a cama estava desarrumada, ” ela não dá pra mim, só mesmo amasso , masturbação, deixa eu entrar com dedo na ppk dela, mas não deixa com o pau, já virei ela pra comer o cuzinho dela e ela não deixou, ela é uma sacana, deixa eu colocar o pau na porta do cuzinho e quando começo empurrar ela cai fora, fdp…” (risos). Já abrindo a gaveta, tirando camisinha e o tubo de ky. Ficamos nu da cintura pra baixo, “senta  ali, vou sentar em cima, mete tudo “, ele estava bem maluco, veio e sentou parecia com raiva, na primeira sentada entrou tudo, ele então cavalgava, “cara pega meu pau, aperta ele, não goza no meu cu”, gemendo muito, ficou sentado com tudo dentro e imóvel, eu sentia as contrações dele.

 

Levantou me passou uma toalhinha, que enrolei meu pau , ele sentou no meu lugar, “vem agora, senta aqui, me dá esse cuzinho gostoso”, a gente já estrava acostumados com isso, enterrei tudo, ele me empurrou fez eu sair de cima, deita aqui, te ajeita aqui, quero meter e ver meu pau entrando no teu cu, e vou gozar”, me ajeitei na cama ele veio a mil, enterrou e socou forte, bruto, rápido , até gemer alto, socar tudo e ficar gozando com tudo dentro. Caiu morto do meu lado, respirando rápido, ofegante. Antes de eu ir embora, outra vez na cozinha tomando um café, “cara quando lembro do pauzão do Luiz Carlos, fico louco de tesão” (risos). Dei tchau, e fui para minha casa….

….segue no CONFESSO 05 ….

Leia outros Contos eróticos gay bem excitantes abaixo:

TUDO MUDOU. ( E ) fatos reais com fantasias. Nome fictícios.

TUDO MUDOU ( D.1) NAMORADAS e gay Fatos reais

6030 views

Contos Eróticos relacionados

MINHA PRIMEIRA VEZ CHUPANDO UMA ROLA

Depois de tanto tempo desejar chupar uma rola, eu acabei conseguindo realizar esse desejo! Eu sou um magrinho discreto, tenho 22 anos com um estilo nerdinho. Tenho 1,75 de altura e 59kg, com cabelo e...

LER CONTO

Com um senhor maduro (parte I)

Já contei como foi minha primeira experiência homosexual, completa e realmente satisfatória, no relato anterior, com meu primo no mato, lá no início doa anos 80. Depois daquela primeira...

LER CONTO

Esposa Puta Traindo Marido

Esposa Puta Traindo Marido

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Castigando A Netinha

Castigando A Netinha

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Brincando Com Minhas Irmãs

Brincando Com Minhas Irmãs

LER CONTO
  • Enviado por: Admin
  • ADS

Perdendo as pregas com o amigo

De: Naldinho Desde quando eu era moleque e brincava na rua, os meninos maiores me passavam a mão na bunda, me encoxavam e falavam pra eu dar a bunda pra eles. Nem sabia nada dessas coisas. Não...

LER CONTO

AMIGOS NA ADOLESCÊNCIA (B) verídico. nomes fictícios

Foi na adolescência mesmo que tudo começou. Lembro bem que aos sábados a tarde tinha futebol, depois no banho, diversos amigos do jogo, no banho. Lembro que eu tinha que disfarçar pra não me...

LER CONTO

Encoxadas no ônibus

Boa noite gente tudo bem ? Bem gente sou cdzinha iniciante , moro atualmente na região de BH , e o que vou relatar , aconteceu hoje as 20 horas no onibus vindo pra casa. Me chamo Sabrina , sou...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 3 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2024 - Contos adultos