website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » AO VER O PAU DO AMIGO SENTI QUE SERIA CORNO MANSO

AO VER O PAU DO AMIGO SENTI QUE SERIA CORNO MANSO

Publicado em maio 8, 2020 por Roberto Filho

AO VER O PAU DO AMIGO SENTI QUE SERIA CORNO MANSO

O conteúdo deste e outros contos que editarei são as verdades sobre minha entrada para o Clube dos Cornos Mansos. Foram uns 3 anos de muitas conversas, frustrações e até desentendimentos. Hora ela acenava positivamente, logo mudava para negativamente e assim foi. Chateado, resolvi dar uma parada com esse assunto. Me calei e deixei tudo como ficou: nada de nada decidido. Ela nessa época com seus 32 anos, bonita, aliás sempre foi como é ainda hoje, e bem de corpo, aquele balanço safado no andar, uma característica pessoal dela. Verdadeira modéstia, ressalto que por onde andava, chamava muito a atenção tanto de homens quanto de mulheres. Passado um tempo, ela toca no assunto que não descartei, mas baixei total o volume. Sem demonstrar surpresa e entusiasmo pela iniciativa dela, dei total a tenção. Foi além da minha expectativa a nossa conversa e então tive nesse momento a clara sensação de que ela estava querendo me presentear com um belo chifre. Mais outra, e outra e algumas conversas sobre o assunto aconteceram chegando a leva-la para o ato de tocar até 3 siriricas. Isso que estava acontecendo já ocupava mais de a metade da capacidade do meu caminhão carregar. – Foi então que liberado por ela, comecei a desenvolver um plano de “caça ao macho.” Quem? Como? Onde? Perguntas diárias na minha cabeça me empurrando para encontrar esse “pauzudo” sim tinha que ser “pauzudo”. Fui e negócios na cidade próxima onde tenho um amigo e colega de profissão de muitos anos. Não conhecido dela ainda. Fui visita-lo. Conversa vai, conversa vem até que ele vai ao banheiro dar uma mijada e me chama para continuarmos com o assunto que tratávamos. Eu na porta, olhando-o de costas mijando. Ao se virar, deixa a mostra algo que eu nunca havia visto ao vivo. Um senhor com s maiúsculo, SENHOR PAU. Num cálculo rápido chutei de 20 a 22 cm, grosso, cabeçudo e retinho. Nesses segundos, ele arregaçou o pau várias vezes, balançou e até meio duro ficou. Depois, indo para minha casa, caiu a ficha. Ele fez aquilo de propósito. Por quê? Me perguntei várias vezes e não obtive respostas! O que realmente valeu é que vi um pau, sério candidato e foder minha mulher. Cheguei e logo contei o que aconteceu na casa do amigo. Foi cristalina sua curiosa alegria em querer saber se além de pauzudo o cara seria um bom fodedor/safadão. Então comecei a armar um esquema para trazer o amigo em minha casa. Morávamos a apenas 3 meses naquele endereço. Litoral, próximo da Praia. E o “pauzudo” vou (identifica-lo) assim neste e nos outros contos aceito o convite e ligou confirmando que viria na próxima semana. Foi dado início a um festival de punhetas; ela com consolo e tudo o mais, e eu na esquerda e direita. predominava o assunto, “pauzudo” e muitas fodas que certamente aconteceriam. O amigo chegou, fiz a apresentação e já notei que ambos se olharam com interesse mútuos. Ela de shorts curto e regata, fazia calor, e ele passando os olhos de cima para baixo na minha esposa, futura esposa/puta. Em meio a conversa, ele nos conta que nessa mesma rua, a esposa dele ganhou do pai, uma casa onde eles vinham quase todos os finais de semana principalmente no verão. Amigo corno e futuro corno! Foi a penúltima gota de porra que faltava! Porra! Que maravilha! Senti firmeza e certeza que aquele pau grande, grosso, cabeçudo e retinho iria muito breve, penetrar fundo na Mary. Vou identificá-la assim. Na despedida rolou um demorado abraço dele nela, e vi, claro que vi, a testa da buceta encostar no volume acentuado, bem ali, onde ficam os pequenos e grandes cacetes. À noite, Mary se sentou com o cuzinho em um consolo mais ou menos do tamanho do “pausado” e deitada de costas, meteu na buceta um de cor negra, pouco maior e gozou falando no futuro Macho. Punhetei com força e muito tesão. Gozei na boca da Mary. Ouvi: “Goza Corno! Corno Manso! Vou te meter muito chifre Cornudo!! Fechei os olhos e gozei vendo aquela imagem quando o amigo arregaçou mostrando a cabeça do majestoso. Meia da tarde, sexta feira, chegaram. Foram apresentadas as esposas e rolou um papo legal. Discretos ele e a Mary conversaram bastante. O “pauzudo” com a futura corna da Mary foram para casa, e uns 40 minutos depois, a esposa dele passa dizendo que vai ao mercado fazer umas compras. É agora! Já! Mary, Mary! Vai agora na casa dele, e dá a buceta, o cu, chupa faz o que você quiser. Já? Agora! Ele está sozinho. Vai! Ela voltou com um sorriso maior que a sua buceta. Ainda tinha porra espalhas pela bunda e escorrendo lá do fundo da sua xereca. Pode ser? Xereca? Então vai! Corno! Ele me comeu assim que cheguei. Foi beijo de língua, pegação rápida e ele já estava pelado. Vestia apenas uma sunga! Foi vapt-vupt e o pau durão já encostava na testa da minha buceta. Me virei de costas, apoiada na cama, meus shorts foram rebaixados ao nível do chão. Abri as pernas o que pude, e senti uma coisa quente forçando a entrada da minha Perereca. – Perereca? – Está vai! Forçou e foi entrando já que eu estava molhadinha da silva. Aquilo não parava de entrar Corninho! Uiiiii e quando os pentelhos encostaram na minha bunda, tive a certeza que estava preenchida total. Estoca daqui, rebola da li, fode de lá, geme de cá, e pau na buceta! Foi assim cornudo! Ele não segurou mais, e gemendo disse: “Goza comigo minha Puta” Rebolei, rebolei como nunca tinha rebolado! Enfiei minha buceta naquele pau! Gozei junto com o meu macho. Foi delirante. Foi apaixonante. Ele é o homem da minha Buceta meu Corno Manso! – Escutou bem? Esse pau vai me foder todinha, ele é o meuuu machooo! E me deu um beijo gostoso. Estava selado e carimbado meu passaporte de corno manso. Até então! Estava tudo certo como 2 + 2 são 4! Precisava, eu, resolver a questão, “ver para crer!” Por hora o “pauzudo” solicitou a Mary que tomasse cuidado, ele não queria me magoar. Isso quer dizer: Era segredo entre os dois. Tudo bem! Foi até que…o casal veio já a noite, conversamos, rimos, nos divertimos tomando umas geladas e foi dito pela cornuda, que ela e uma amiga iriam no dia seguinte à tarde para o Shopping na cidade vizinha. Convidou a Mary que justificou não poder ir. Claro!!! Imagina se a nova esposa/puta iria? Após, eu e ela deitados, conversamos sobre a maneira de dizer ao “pauzudo” que eu já sabia e queria ver para ser corno completo! Isso? É com você cornudo! Resolve essa que eu resolvo a colocação de chifre na tua cabeça! Tá? Tudo bem! Não demora e o “pauzudo” chegou. Conversando, conversando, mas o clima estava mais para putaria do que falação! Foi então que abri o jogo dizendo: Amigo! Ontem você comeu a Mary e quer comer hoje novamente né? Tudo certo! Vais comer hoje e quando quiseres. Vão lá para o quarto e fodam à vontade! Ei! Isso é verdade? Você quer isso? – Quero e ela também quer! E você também quer! Então fique frio, sou corno manso de você, e a Mary é sua puta e minha esposa/puta. Mary se levanta, vai até o “pauzudo” ajoelha e lhe dá um demorado beijo de língua. Alisa o pauzão, abre a bermuda e libera o mastro. Vai beijando, lambendo e punhetando. Começa a ficar duro. Abocanha o que pode. Suga, mama, chupa a cabeçona e massageia as bolas. O Macho manda parar um pouco, levanta tira a bermuda, tira a camiseta e se senta. Encostado na poltrona, abre as pernas e o majestoso aparece imponente, robusto, reluzente e latejante. Mary parece querer engolir aquele pau. O Macho geme, manda ele chupar todinho, e diz mais: Ela agora é minha puta, viu corno? Sim! Sua puta! Faça o que quiser com ela. Mary tira o vestidinho, já sem calcinha peladinha, avança por cima e vai se sentando no fantástico cacete do meu amigo. Esconde tudo! Rebola com ele atolado. Sem parar os dois se beijam enquanto a buceta e o pau vão se entendendo lá por baixo. Fode minha linda! Fode! – Ela obedece e manda ver! Sinceramente? A Mary sem ter dado para outro até então era uma eximia fodedora. De onde eu estava, via o vai e vem daquele baita pau. A Buceta estava estufada nos lábios. O simpático caralho amorenado, enchia a minha esposa de prazer. Mary aumentava o ritmo e cavalgava mais rápido. Vez outra o “pauzudo” estocava de baixo para cima. Com uma das mãos o Macho alcançou o cuzinho da Mary. Sem demora, forçou e meteu um dedo momento em que ela gemeu mais alto e disse: querido! Uiii Vamos terminar esta e depois você fode esse cuzinho como teu gostoso pau uiiiiiiiiiiiii vou gozarrrrrr vem comigo meu machoooooo aiii uiiiii estoca pouco vaiiiii aiiiiiiiiii asssimmmmmmmm uiiiiiiiiiiiii ele geme e chama ela de puta gostosa, vou te foder todinha sua cadela………mais, mais não pareeeeee uiiiiiiiiii uiiii uii hummmmm assim Mary levou pela segunda vez o maior pau que e ela já vimos. Refazendo-se, os dois ficam abraçados aos beijos e amassos. O Pauzão continua duro, e ela com ele atolado. Gostou corno? Pergunta o Macho ! Muito bom! Vocês fodem muito! Respondi. Vamos trocar de lugar corno! Vou comer o cuzinho dela nesse sofá maior. Olhando de lado, vi que o macho era um homem com um destaque invejável. O PAU. Na comida de cu, onde gozou o “pauzudo?” Todos os detalhes no próximo conto. Agora sou! E você que quer ser e ainda não é! Fique calmo! A tua hora vai chegar e ela vai dar.

Veja outros contos de Contos eróticos de corno e bem gostosos logo abaixo:

FODI COM DOIS COROAS SERTANEJOS, NA FRENTE DO CORNO MANSO.

Pedi pra minha esposa dá pro ex

42519 views

Contos Eróticos relacionados

MINHA ESPOSA ADORA FODER COM NOVINHOS NA MINHA FRENTE

Meu nome é Carlson e sou casado com rosana, essa gostosa de 40 aninhos, na cozinha de nossa cada de praia. tenho 56 anos e somos liberais. sou corno manso assumido mesmo. e usamos esse local para...

LER CONTO

Namorada europeia

Bom, tudo começou quando uma russa se mudou pro meu  predio, ao lado do meu ap. Logo nas primeiras semanas ela deu em cima de mim, e claro cai matando. Comecamos a namorar, ela era bem tranquila,...

LER CONTO

Meu namorado tomou porra

Olá, meu nome é Rafaela tenho 18 anos e namoro a 2 com o Ricardo. Esse conto foi do ano passado. Meu namorado tem 25 anos porém aparenta ter a minha idade pois ele é mais baixo e bem magrinho kk....

LER CONTO

ENGANEI MINHA ESPOSA PARA ELA DAR O CU PARA UM NEGÃO

Olá, sou Mário casado com Beatriz, nomes fictício, Beatriz e uma mulher de 24 anos extremamente linda e deliciosa demais, porém beata de igreja, filha de pastor de uma igreja famosa que vou omitir...

LER CONTO

7 - Comentário(s)

  • Comedor de casadas GGD 22/08/2021 22:28

    É sempre isso aí mesmo meu amigo! No início os maridinhos cornos mansos ficam com um pouco de ciúmes de pensar que as mulherzinhas deles está ADORANDO MUITO receber rolonas pretas bem maiores e mais grossas do que a dele largando o fiofó delas todo acabado e BEM ABERTO mesmo!!! Mas depois eles ficam VICIADOS em ficar apenas assistindo enquanto dois negões da rola bem grossas ficam empurrando dentro do cú e da buceta das mãezinhas das filhas deles é ainda gozando bem forte AMANDO cada segundo daquela putaria sem vergonha l!

  • Aristeu Fran 14/04/2021 00:02

    Eu sou casado com uma gordinha que é louca por um pauzudo e vi que tem um aqui que tem uma rola de 24cm é oque eu procuro entre em contato comigo amigo Whats Ary

  • Comedor 07/03/2021 11:11

    Oi

  • Comedor 07/03/2021 02:35

    Sou casado e estou a procura de outros casais onde o esposo gosta de ver sua esposa fudendo com outro e se ele quiser também posso comer ele na frente da sua esposa MEU ZAP OBS MINHA ESPOSA NÃO PARTICIPA.

  • carvalho 09/12/2020 16:14

    nossa senhora eu e a esposa queremos fuder com negros palzudos e grossos pois deve ser gostoso demais

  • Comedor 24 cm 01/12/2020 01:28

    Se você já é corno manso ou tem o sonho de ser em breve, me apresenta sua esposa gostosa e deixa seu desejo e fantasia virar realidade. Vou meter meu pauzão de 24 cm até o talo na boca, na buceta e no cuzinho dela, até faze-la gemer e gozar gostoso e enche-la de porra quente e grossa na sua frente para você ver e gozar só na punheta, delirando de tesão, prazer, alegria e felicidade de ver sua esposinha gozando e sendo bem leitada por outro macho bem dotado e esporrador de verdade. São 24 cm com 8 jatos de porra cremosa e saborosa para ela se deliciar como desejar ok! Meu e-mail é: Aguardo contatos dos interessados, casais, esposas liberadas, noivas ou solteiras fogosas e gostosas, responderei a todos ok!

  • Humberto 24/06/2020 19:34

    tenho um lindo penes com 20 centímetros. Kero namorar com você e a sua mulher e ser ativo para os dois

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos