website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de travesti » A amiga dela veio morar na nossa casa.

A amiga dela veio morar na nossa casa.

Publicado em novembro 27, 2022 por Alesandro Pierinni

Para quem está acompanhando vai entender. A Eduarda e eu estamos num relacionamento, morando juntos e tudo mais. Logo no começo de abril de 2022 mesmo uma amiga dela, da faculdade lá de Campinas veio morar conosco, eu quando ela me falou rejeitei a ideia, mas a Eduarda falou que ela já estava sem trabalho e logo iria ficar sem lugar pra dormir, que ela também concluiu a faculdade e teria que voltar, falou que é muito amiga dela e que ajudou em tudo na transição da Eduarda, e ela me falou que também era uma travesti, com tantos argumentos não tive como negar. Logo no dia 4 de abril a Júlia chegou lá em casa, eu estava no trabalho e assim que cheguei quem abriu a porta foi ela, uma travesti de pele morena linda, quase da minha altura, devia ter 1,80m, parecia uma passista de escola de samba, cabelo cacheado comprido, 30 anos, pelos dourados, linda mesmo.

Cumprimentei, entramos e a Eduarda estava no banho, havia chegado a pouco também, sentamos no sofá e ficamos conversando, nos conhecendo melhor, afinal iríamos dividir a casa a partir de então. Nem parecia que era uma travesti, traços perfeitos, femininos demais. A Eduarda desceu e ficamos ali conversando, elas foram preparar a janta e fui tomar banho. Desci e continuamos a conversa durante a janta. Estamos nos entendendo os 3 super bem, sem problemas algum. Curtiamos tudo junto os 3, bares, shows, saídas, enfim. Os meses se parassaram e nesse feriadão do dia 15 de novembro não conseguimos nada pra fazer, talvez seria praia e barzinhos a noite. Mas como o tempo não ajudou, estava com chuva e um friozinho, durante a noite tivemos que ficar em casa e logo surgiu a ideia de abrirmos uma garrafa de vinho, eu gosto muito de vinho e tenho, como se fosse, uma mini adega em casa.

Abrimos a primeira e fossomos vendo um filme, e conversando, e abrimos outra e assim foi indo. Na quarta garrafa de vinho elas já estavam bem alegres e as brincadeira foram ficando apimentadas. A Eduarda chegou e falou assim: “Quer ver eu deixar o Ale bem excitado?” Eu ri e a Júlia ri do falou: “Como?” e a Eduarda falou: “Eu sei que ele quer muito uma coisa!! e foi segurando a Júlia pelo pescoço e mandou um beijão de língua e tudo mais nela e a Eduarda tinha razão, fui logo ficando de pau duro, ela parou com o beijo e veio com a mão no pau pau, viu q estava duro e falou rindo “Eu não disse que ele iria ficar excitado!!” e as duas rindo, a Eduarda ainda com a mão no meu pau, puxou o short, colocou meu pau pra fora e começou a chupar e a Júlia olhando parecendo que também queria me chupar, faltava pouco babar no pau e derrepente a Eduarda parou, mas ficou segurando meu pau e puxou a Júlia como se falasse “vai, chupa você também.

” E a Júlia não ficou tímida, começou a me chupar e que chupada ela dá em, que boquete gostoso ela faz. Enquanto ela chupava a Eduarda beijava minha boca, chegou no meu ouvido e falou que a Júlia era passiva. A Eduarda desceu e ficaram as duas mamando meu pau, que maravilha aquilo, às duas, não sei se por causa do vinho, mas pareciam famintas,  e mamavam com uma vontade que me deixa cada vez mais excitado. Saí da posição e partir pra cima da Eduarda, fui tirando a roupa dela e a Júlia ajudando, fui tirando a parte de baixo e a Julia a parte de cima deixamos a Eduarda peladinha e fui mamar o pau dela enquanto a Júlia mamava os peito dela, fui mamando tão bem que só faltava a Eduarda se contorcer ou gritar.

Com isso só a Júlia ainda estava de roupa ainda, fui pra cima dela, fui beijando a boca dela,  fui afastando o pau da Eduarda com a boca, com o rosto, fui beijando a Júlia e já tirando a roupa dela e a Eduarda foi beijar a boca dela e eu já mamando os peitos já indo descendo, cheguei no shortinho e abri, coloquei o pau dela pra fora, um pau bonito, reto, grossinho, deve ter uns 19cm, comecei a chupar, sabia que ela é passiva mas no tesão ali pensei que não haveria problemas, como não houve. Fui chupando e a Eduarda beijando a boca dela e descendo pros peito, barriga, fui mamando e ela se contorcendo de tesão, estávamos os 3 totalmente nús já.

Puxei a Júlia, deitada de costas no chão, no “frango assado” e empurrei o pau no cúzinho dela, apertadinho e a Eduarda e me colocou pra mamar o pau dela, eu comendo ela e mamando a Eduarda que soltava uns gemidinhos, a Eduarda foi vindo pro meu lado, tirei do cúzinho da Júlia e fui enfiando na Eduarda que estava de “4” pra mim, fui metendo gostoso, a Júlia ficou em pé na minha frente e me deu o pau pra chupar, fui mamando aquele pau, pau gostoso de mamar. Saí da posição que eu estava e fiquei de “4” pra Eduarda que veio metendo gostoso no meu cúzinho, soltei um gemido e a Júlia veio metendo o pau na minha boca e falando: “Isso, chupa, chupa gostoso assim, que delicia de boquete!” Enquanto a Eduarda empurrava em mim eu chupava mais, com mais vontade.

Deitei de costas no chão e a Eduarda continuou metendo, a Júlia ficou de “4” em cima de mim, com o pau na minha boca e fui mamando, ela se virou e foi mamar meu pau, ficou num “69”, ela mamando meu pau, eu mamando o pau dela e a Eduarda metendo gostoso no meu cúzinho. A Júlia foi subindo e veio beijar minha boca, me beijou e foi no meu ouvido e falou: “Quero comer seu cúzinho bem gostoso!” Eu fiquei sem resposta, na minha cabeça ela era passiva, mas com todo aquele tesão ali eu respondi: “Vai, come bem gostoso então!” Ela foi indo ficou atrás da Eduarda, que ainda estava empurrando, segurou nos peitos dela e foi no ouvido e falou baixinho, só vi pelos lábios mesmo: “Deixa eu agora!” Eduarda deu a última estocada e saiu, a Júlia foi empurrando bem devagar, foi enfiando e a Eduarda ficou como a Júlia estava, no “69” comigo, mamando meu pau e eu chupando o dela, quando a Júlia enfiou tudo eu senti o saco batendo na minha bunda e ela começou a socar, que delícia, mais muito gostoso, senti o pau dela todo dentro, bem grandinho.

Ela saiu da posição, virei de lado e pedi pra ela deitar na minha frente, fui metendo “de ladinho” e chamei a Eduarda pra se deitar atrás de mim e ela foi vindo, enfiando o pau dela todo, socando forte. Eu estava comendo a Júlia e sendo comido pela Eduarda, que socava bem gostoso. Depois de um tempinho elas duas trocaram de posição, a Júlia veio pra trás de mim e a Eduarda pra frente, continuei no meu das duas. A Júlia socava tão gostoso que numa certa hora me empinei todo pra ela e ela me abraçou enfiando tudo, virei pra beijar a boca dela, nos beijamos, segurei firme o pau da Eduarda, que gemia também, fui até a boca dela pra beijar também.

A Júlia saiu e deitei ela de costas pro chão, de costas pra ela me agachei no pau dela, senti entrando tudo chamei a Eduarda pra sentar no pau, com as duas paradas fui me mexendo pra cima e pra baixo, pra cima ia comendo a bunda de uma e descendo sendo comido pela outra. Nunca pensei na vida em estar com duas travestis ao mesmo tempo, já era bem difícil imaginar estar com a Eduarda, imagina com duas, mas estava gostoso demais. Inverti as duas de posição, agora por baixo estava a Eduarda e em cima a Júlia, fui fazendo a mesma coisa. Eu já estava quase gozando, e a Eduarda falou que iria gozar, então sai da posição, os 3 estávamos quase gozando.

Parti pra cima da Eduarda e comecei a mamar o pau dela, a Júlia veio junto, começamos a mamar os dois, ela na cabeça e eu no corpo e saco, eu ia pra cabeça e ela chupava o corpo e saco e quando eu estava na cabeça do pau dela senti que ela iria gozar, fui por baixo e dei uma acariciada no cúzinho dela e a Júlia mamava o saco e quando ela foi pro corpo senti na boca a Eduarda gozando, um jato forte atrás do outro, a Eduarda de tanto tesão puxou minha cabeça precisonando contra o pau dela, o pau dela todo na minha boca, quase me engasgando e aos poucos eu ia engolindo aquela gozada toda, continuei mamando e o que ficou no pau dela fui tirando com a boca mesmo e engolindo, já que havia engolido tudo “forçado”.

Enquanto isso a Júlia estava com o pau na minha bunda, não estava comendo meu cuzinho não, mas esfregava o pau nele, soltando uns gemidos. A Eduarda percebeu que ela iria gozar, foi pra cima dela e começou a chupar o pau dela eu também fui, comecei a mamar como muita vontade, eu sentia na boca o pau dela latejando de tesão, a Eduarda percebeu e saiu, foi pra trás de mim e com o pau começou também a esfregar no meu cúzinho. Fui mamando sozinho, senti a Eduarda metendo o pau no meu cúzinho, ela está de pau duro ainda, duro e babado entrou fácil, senti entrando gostoso, macio demais, e dei uma mamada tão forte que a Júlia também gozou na minha boca, da mesma forma ela fez, me segurou, soltou um gemido mais alto e com as duas maos puxou minha cabeça, mamei o pau dela e ela gozando na minha boca, uns 5 jatos direto na minha garganta, que engoli praticamente toda, continuei mamando até sentir o corpo dela mole.

A Eduarda percebeu e chegou me mamando a Júlia também veio, ficaram ali me chupando uns minutinhos também e meu pau começou a dar umas latejadas e a Eduarda sentiu que eu iria gozar, começaram às duas a chupar a cabeça do meu pau se beijando e eu comecei a gozar e elas chupando cada uma pegando um jato, pareciam sincronizadas, não perderam nada, engoliram tudo também, engoliram me olhando,  como se falassem “Você engoliu a nossa e engolimos a sua também!”. Fiquei deitado e elas subiram, deitaram no meu peito, me beijaram e ali ficamos, os três pelados, descansando depois da transa.

Leia outros Contos eróticos de travesti bem excitantes abaixo:

Fui fêmea da minha namorada travesti

Primeira vez sendo passivo com uma travesti linda!

13049 views

Contos Eróticos relacionados

Comi um travesti na casa abandonada

Tudo bem pessoal? Meu nome é Marcelo, tenho 40 anos, moro em Blumenau e vou relatar para vocês como foi o dia em que eu comi um travesti na casa abandonada perto do meu trabalho. No horário de...

LER CONTO

Minha Ex-Enteada Transex

Durante 10 anos eu vivi um casamento infeliz com Eliza. Eu tinha 26 anos quando a conheci. Ela tinha 30, e era mãe de um garoto de 8 anos, chamado Pedro. Pedro era um garoto muito gentil, um pouco...

LER CONTO

Confissões de Uma Trans – O Casal de Amigos do Meu Pai

Me chamo Melissa, sou uma garota trans de 25 anos. Há 5 comecei meu tratamento hormonal, então já estou em uma fase bem avançada. Quase já não vejo nenhum traço do meu antigo "eu" masculino em...

LER CONTO

Travesti me comeu depois de eu comer ela

Oi galera! Meu nome é Felipe, tenho 25 anos, sou de Porto Alegre e hoje vou contar para vocês como foi o dia em que a travesti me comeu depois de eu comer ela. Sempre fui fissurado em travestis...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 1 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos