Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » VI MINHA ESPOSA DANDO O CU PARA MEU AMIGO

VI MINHA ESPOSA DANDO O CU PARA MEU AMIGO

Publicado em maio 10, 2020 por Roberto Filho

A

Andei muitos dias em teste comigo mesmo. Como seria meu comportamental e emocional após a colocação dos primeiros chifrinhos. O que mudou?  Bem!  Aumentaram os compromissos principalmente na questão sexo comigo, com ela e …….Sim porque essa foi uma das responsabilidades assumidas por mim, manter o avento em alta, garantir para minha esposa total e absoluta tranquilidade na concretização de nossos desejos, o meu de ver, o dela de fazer. O que em alguns casos acaba frustrando a ação sexual safada, é o fato de as coisas não acontecerem conforme a expectativa. No nosso caso, foi tudo bem, tudo certo. O Macho foi 10, o tamanho do pau era o desejado, o dono do pau   um bom fodedor e carinhoso, houve identificação mútua, rolou afinidades e principalmente, pau e buceta se entenderam. Esses detalhes só aumentam a confiança e a tranquilidade principalmente por parte da esposa. Ela precisa de todas as garantias de que; uma vez feito, está feito, aceito e que não haverá cobrança a posteriori. Na nossa avaliação, de um a dez, demos a nota 8 e meio. E o que sobrou da estreia a ser feito? Ficou dito que o Macho comeria o cu da minha esposa no sofasão. Acrescentei a essa ação libidinosa, medir o tamanho e grossura do pau do Macho. Estávamos na passagem do segundo para o terceiro dia onde dois eventos sexuais muito bons haviam acontecidos.  A Mary deu a buceta na casa do Macho, na sexta a tarde, e no sábado levou sentada o majestoso pau absolutamente reto. Fui administrando as primeiras horas do Domingo, para que desse tudo certo e que minha esposa levasse com expressa agilidade o cacetão bem no meio do seu cuzinho. Antes, devo relatar que conversamos s obre “fidelidade” fidelidade? Kkkk – porra meu! Falamos sobre ela manter-se leal ao Macho atual, ou daria umazinha com outros? – Mary não soube responder, e deixamos em compasso de espera para ver à frente o que poderia pintar ou não pintar. Bem!  Um cu deveria ser comido hoje, e conforme o programado, seria os anus da minha esposa/puta, então, vamos agilizar as coisas.  Fui até a casa do Macho ver como estavam   e como seriam as próximas horas do casal de amigos. Ouvi da esposa cornuda que ela e umas amigas iriam depois das duas se reunir para jogar cartas. Oportuna a iniciativa uma vez que o tempo estava nublado sem condições de praia legal. Bem, já sou sabedor que das duas em diante o pau poderia comer. Por ser ainda umas nove horas da manhã, fomos até o sítio. Estava o chacareiro envolvido com alguns afazeres e tão logo notou nossa chegada veio nos receber. Vi que estava sozinho e ele me disse que sua esposa havia ido à casa de uma irmã e só retornaria na segunda feira. Logo a Mary foi até o local onde ficam os cavalos enquanto fiz alguns acertos com o Nestor que pediu para ir até onde estava a Mary uma vez que um cavalo estava para cobrir uma égua. Trocando em miúdos, o animal iria foder a potranca. Tinha uma construção na frente que tirava um pouco a visão do local onde estava a Mary. Não prestei atenção no tempo e a Mary com o   chacareiro estavam exatamente atrás da construção. Ouvi o relincho de um animal e um “nossa!”  na voz da minha esposa. Tudo certo. Concluir o trabalho contábil e nos despedimos do Nestor. A caminho de nossa casa, a Mary levanta uma das pernas puxando a calcinha de lado, e começa a passar a mão na buceta. Corno! Chupei o pau do Nestor. – Porra!!!!!  Quase perdi o controle da direção!  O que?  Sim!  Chupei o pau do Nestor! O cavalo começou a comer a potranca e vi que o Nestor estava de pau duro. Ele alisava o cacete e me olhava. O que foi Nestor? Está com tesão?  Desculpe dona… é que faz tempo.  sem fazer nada…daí vendo o cavalo…fiquei assim!  Hummmm…. deixa ver?  Hummm   é grande!   E fui alisando em toda a sua extensão   apertei um pouco e senti que também era grosso. Abri o zíper da calça, e busquei aquilo que estava duro. O Nestor abaixo a calça e apareceu…nosso corno! Que pau lindo!! Punhetei um pouco e abocanhei! Fiz o que deu para colocar tudo na boca. Corno querido!  Chupei, mamei e toquei uma punhetona para ele. Ele gemia muito querido!  Segurava minha cabeça e mantinha minha boca cheia com o pau latejante. Aumentei o ritmo e ele avisou que ia gozar.  Fiz questão de mamar mais e mais, eu queria aquela porra toda na minha boca.  E veio!  Nossa!  Quanta porra meu Corno!!!  Fiz o Nestor gozar gostoso. Muito Gostoso! Me ajeitei, ele se vestiu e ficou assim, sem falarmos nada. Você minha esposa/puta!!! Não perde tempo né?  Foi bom?  Gostou? –  Muito cornudo!  O Pau dele é delicioso. Quero dar a buceta para ele está? –  Tudo bem-querida!  Vais dar! Deixa comigo!  – Caracas!!!! Essa esposa é do caralho mesmo! pensei – Instantaneamente entendi o ocorrido. Aconteceu por umas coincidências momentâneas. O cavalo fodendo a égua, o Nestor carente e a Mary assumidamente uma esposa/puta.  Está explicada a ação “chupeta no sítio”. Aliás, isso fecha com o que disse a Mil anos o Filósofo Sexual Contemporâneo, XEXÉU K.C. TÃO, “mulher que levar a segunda PICA, sem a terceira não fica!” –  Conferi a hora, e vi que se aproxima o momento em que o cu da minha esposa levaria um mastro muito duro. Foi preciso dobrar a quantidade de gel aplicado no pau e na entrada do cu da Mary. Duas tentativas e não entrava. Na verdade, a Mary creio, só deu o cu para mim   umas duas vezes ao longo do nosso casamento. Daí….se posicionou novamente, abriu bem as pernas e com o peito tocando a cama, empinou a linda bunda para receber o majestoso pau do amante. Me aproximei, abri o caminho para se chegar ao buraquinho, ele veio. Chegou, encostou a cabeçona, forçou e ela forçou de lá para cá. Vi a cabeça desaparecer. Uiii entrou?  Pergunta a Mary. A cabeça foi!  O Macho delicadamente foi botando centímetro por centímetro. A cada um deles, a minha esposa respondia com um gemido prazeroso. Apertadinho esse cu!!! Falou o Macho – Mete mais querido, mete tudo!  Era o pedido da esposa/puta. Hummm que deliiiiiiciaaaaaa nossaaaa!  Mary estava se realizando com um gigantesco cacete na bunda. Ela então começa a foder… faz um vai e vem maravilhoso! Fodendo e gemendo, Mary vai fazendo sua parte com dedicação e prazer, mais de 20cm de prazer, bem mais, isso verificamos depois, quando peguei a trena e medi o tamanho do absoluto fodedor da minha esposa. Você meu Macho!  Me fode!  Quero receber!  Manda tudo, da cabeça ao talo, vai fodeeee. O “pauzudo” não se acanha, e num frenético vai e vem, fode o cu da Mary atolando tudo. Fode ele, fode ela, o cu recebe a Mary se entrega, geme, grita e pede mais, quero mais…não pare…  foda esse cu vai   meu Machooo. Foi assim até o mais maravilhoso momento. Ela estava começando a gozar pelo cu. O Macho gemendo meio gritando dizia:  Fodo toda essa bunda.  Cu delícia…  sinta minha porrrraaaaaa     gozandoooo   hammmm        eu também queridooo, gozando no teu pau com o meu cu…deliciaaaaaaaa.             — foi estupidamente sensacional!  Se você ainda não viu sua esposa levando no cu mais de 20cm de pica, está perdendo um dos mais valiosos momentos da putaria chifronezia.  Indescritível!  Ali na sua frente, sua esposa, amada esposa, leva na bunda um pau enorme de um cara que fode muito e despeja lá dentro daquele buraco tão desejado, quantidade maravilhosa de porra do Macho/Amante. – Exausta, Mary se deita, se aconchega ao Macho e ficam os dois agarradinhos por algum tempo. Providenciei o pano limpa tudo, e a pedido dela limpei sua bunda, e meio sem jeito, dei uma limpada no maravilhoso cacete comedor de cu de esposa/puta. – Isso corno! Cuida bem dele! É o fodedor da sua esposa! – palavras do Macho. – Foram os dois para o banho.  Dei uma olhada, e vi a Mary de pernas abertas, o pau literalmente duro a caminho da buceta. – Vou contar tudo no próximo.

Continua depois da publicidade

8078 views

Contos relacionados

CORNO ME LEVA PARA SUÍTE SADO CM 4 MACHOS E FILMA TUDO.

Boa tarde a todos. Eu sou assim mesmo. Quando dá vontade de foder loucamente ou tenho um fetiche, falo logo para meu marido corno e ele tem de me atender, bem mansinho e feliz,como todo corno manso...

LER CONTO

Sexo inesperado na van do serviço

Oi amores. Sou a Cyntya. Bbw 48 anos e muito puta pro meu corno ganhar chifres. Meu marido me leva de moto pra pegar a van do serviço todos os dias. Eu sou a ultima a ser pega e meus colegas q vao...

LER CONTO

GOSTO DE SER DESMORALIZADA, NA FRENTE DO CORNO MESMO.

Vejam nessa foto e nesse filme que eu estou enviando como sendo desmoralizada, como uma cadela vadia e de rua, cheia de camisinhas com esperma, jogadas no meu rosto e no meus seios. Eu gosto muito...

LER CONTO

No banheiro da boate

Ola amores. Sou a cyntya. Uma esposa gordinha dedicada a por chifres no meu maridinho corno manso. Um dia das minhas loucuras foi quando fui numa boate famosa aqui na minha cidade. Fui com o fabio...

LER CONTO

3 - Comentário(s)

  • Ricardo 14/05/2020 13:33

    Que Esposa gostosa

  • Roberto Filho 12/05/2020 12:11

    Valeu Juan! Obrigado! Esposa/Puta também agrade e manda beijão! Fique ligado que tem mais!

  • juan Pablo Gomes Lescano 10/05/2020 19:45

    Excelente conto. Parabéns. Um abração.

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 3 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos