Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos picantes » Trai meu marido com um gostoso negão no condomínio – 2º Capítulo

Trai meu marido com um gostoso negão no condomínio – 2º Capítulo

Publicado em junho 19, 2022 por CARLOS A. LYRA

Trai meu marido com um gostoso negão no condomínio – 2º Capítulo

C. Carlyle Lyra

– . . . – Introdução – 2º Capítulo –

Continua depois da publicidade
 

– . . . – Depois de uma conversa bastante amistosa e agradável sobre a vida dele. … Dos acontecimentos pessoais do meu adorável e reluzente negro gostoso militar. … Do nosso beijo na boca. … Do sentimento de tesão que eu estava tendo por ele. Ele sempre sorrindo com carinho, mas bem safado, também nos sorrisos.

– . . . – Das partidas de futebol, ele sugeriu que ficássemos mais próximos e que o marido dela seria bem-vindo. … Mas, ela pensou!. … Como faríamos para ‘foder’ enquanto o marido dela estivesse jogando com eles.

Continua depois da publicidade
 

– . . . – Foi só imaginação e pensamento. … Eu desejava muito ‘foder’ com esse negro gostoso hoje. … minha buceta latejava por aquela piroca. … Eu imaginava, planejava e fazia funcionar os meus neurônios para ter aquela piroca dentro de mim. …

– . . . – Quero muito trepar com aquele negro pauzudo, hoje. … Pensava todas as formas dele estar em cima de mim, hoje. … Ricardo estava indo para o trabalho e convidei o Fernando, é o nome dele, para tomar banho lá no meu apartamento. … A vantagem do meu apto é que ele é no térreo e ninguém fica espionando. … Deixei o meu filho com a cuidadora de crianças do condomínio e fomos para o meu apto. … Ele, bem discretamente, estava um pouco afastado de mim e eu me apressei e deixei a porta semiaberta e logo em seguida ele entrou. … De imediato me deu um abraço forte e bem carinhoso e apertado e me beijou na boca com uma volúpia intensa. …

– . . . – Senti aquela baita piroca se avolumar no calção dele. … E percebi que era algo descomunal e fenomenal. … Logo em seguida a minha buceta deu um alerta: … Imaginei ela falando: ‘Trepa’ logo em cima dessa pirocona. … O corpo esquentava de tesão e fomos para o banheiro. … Fui tirando o calção e a cueca e ele foi tirando a minha blusa e a bermuda colante que eu estava no corpo e ficamos nus. …

– . . . – Pude sentir aquela ‘torah’ negra entre as minhas coxas e liguei o chuveiro. … Ele estava retendo o tesão dele e vi aquela belezura negra e não resisti. … Me abaixei e coloquei-o na boca. … Não cabia. … Era enorme, grosso e reluzente. … Parecia que ele escovava e dava brilho nele. … De tão reluzente que estava. … Fui massageando com a boca e ele em um vai e vem coordenado e foi enfiando centímetro por centímetro em minha boca que acabei engolindo todo chegando a me engasgar pelo tamanho e pela grossura dele. …

– . . . – Estava delicioso aquele membro negro em minha boca. … Estava amando, babando, sugando e mamando aquela pirocaça. …

– . . . – Ele me acariciava nos seios, na boca, nos ouvidos e até no nariz ele me beijava. … Sentia a língua dele toda dentro de mim. … De repente sinto aquele jato fervente em minha e a ‘porra’ toda dele vai escorrendo pela boca e pela agua quente do chuveiro e eu rapidamente saio e fico me deliciando com aquele creme e fico engolindo as gotas restantes que estavam em meus seios. …

– . . . – Ele então se agacha e começa a mamar, chupar e dar diversas linguadas vigorosas em minha buceta e enfiava a língua tão profundamente que parecia que ia atingir o meu útero. …

– . . . – Não resistimos e fomos para cama ensaboados do jeito que estávamos e ele não se fez de rogado e enterrou aquela pirocona toda na minha buceta que ela gemeu e sorriu de felicidade sendo penetrada e possuída por aquela negra e gostosa piroca. …

– . . . – Eu falei. … Fernando, Amor, enterra toda essa pirocona nessa buceta que é toda sua. … Despeja todo seu líquido em mim, vai. … Gozaaaaaa, Amooooorrrrr, Gozzzzaaaaaaa. … Aaaaaiiiiii, Amor, Goooozzzzaaa. … E ele deu uma estocada vibrante na minha buceta. … Ele relaxou um pouco e falou. …

– . . . – Lidi, assim ele queria que eu fosse chamada por ele. Você é muito gostosa e tesuda. … Na cama, toda molhada, fui acariciando aquela ‘torah’ com a boca e estimulando para crescer na boca e em poucos minutos aquela peça maravilhosa da natureza estava tomando forma de estaca. … Fiquei de quatro para ele e ele foi me acariciando. … Vulva, clitoris, buceta e útero. … Em um movimento frenético com a língua que me fazia estremecer de tesão e desejo. …

– . . . – Ele: … Lidi, goza em mim, vai. … Ele metia tão gostosamente a língua em minha buceta que em minutos eu entrei em um orgasmo delicioso e despejei o meu líquido no rosto dele e nos beijamos e engolimos todo aquele líquido e nos lambemos deliciosamente.

– . . . – Logo em seguida, de quatro como eu estava, ele enterrou aquela ‘torah’ em minha buceta e ficamos em um vai e vem intenso que gozamos freneticamente. … Fodemos deliciosamente. …

Fiquei em cima dele e fazendo movimentos vibratórios dentro da minha buceta, ora ele piscava aquela ‘torah’ dentro da buceta, ora ele dava umas leves estocadas para estimular o meu tesão por aquela linda ‘torah’ negra dentro de mim. … Ficamos ‘fodendo’ esse período até eu buscar meu filho no parquinho, pois já eram 11:30 horas e estava se aproximando o almoço do menino.

– . . . – Aí o Fernando me pegou no colo e pude sentir aquele calor e prazer de ter um homem musculoso me agarrando e senti a ‘torah’ igual a pedra e pedi para colocar dentro de mim e eu no colo dele colada à parede, ele em um gesto preciso e delicado mete de uma vez e a minha buceta absorve e engole aquela majestosa ‘torah’ e nos movimentos que fazíamos logo entramos em estado de gozo.

– . . . – Ele despejou uma gostosa quantidade de creme em minha buceta que ela era vibração total. …

C O N T I N U A . – – –

No Terceiro Capítulo – A descoberta do marido e uma declaração surpreendente.

C.  Carlye  Lyra

3900 views

Contos relacionados

Amalie 02.2 – Um novo Parceiro

...Voltamos Então ele se sentiu a vontade pra pegar nos meus peitos, aquilo tava uma delicia, controlar ele, mas ver ele safado avançando, e sentir a rola dele na minha mão enquanto isso tudo,...

LER CONTO

As Aventuras de uma Alemã Fogosa 01

Olá a todos, me chamo Amalie, recebi esse nome de minha mãe, ela professora e uma das suas maiores inspirações foi Amalie Emmy Noether, uma grande matemática de minha terra, a proposito sou...

LER CONTO

Virei escravo da minha mulher

Virei escravo sexual da minha esposa Obs.: Amor meu, minha mangabinha se por algum acaso você ler isso não precisa brigar comigo não... Pois é só um conto que estou escrevendo. Ok? Olá...

LER CONTO

A Namorada da Minha Cunhada

Dos meus 14 aos 17 anos, eu namorei Fernanda. Ela foi minha primeira namorada, a minha primeira transa, e com ela aprendi bastante sobre sexo. Tivemos diversas experiências que eu não tive com...

LER CONTO

Meus amigos abusaram da minha mãe

Olá me chamo Nicolas e o caso que irei contar é verídico , demorei um pouco pra falar sobre esse assunto pq me incomodava , mas anos se passaram e eu superei Tudo ocorreu no dia 12 de agosto (dia...

LER CONTO

Passeio Na Praia

Aconteceu numa sexta-feira, eu estava num tédio sem fim em casa, quando resolvi mandar uma mensagem para uma velha amiga que estava na cidade. Conversamos bastante, sobre as novidades e coisas...

LER CONTO

A Babá De Luxo

A história que lhes contarei aconteceu há um tempo atrás. Me chamo Gabi, tinha 17 anos na época, cerca de 1,67m, 65kgs. Loira de olhos castanhos e sempre tives seios bem grandes avantajados que...

LER CONTO

Deus fez as primas para não comer as irmãs

"Deus fez as primas para não comer as irmãs" era uma das frases que minha prima dizia com bastante frequência. Venho de uma família numerosa, tinha uma quantidade enorme de primos, primas, tios e...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 1 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2022 - Contos adultos