website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]

SexyShorts

Publicado em março 26, 2022 por Alyssa

oi meu nome é alyssa, espero que vocês gostem desse conto sobre meu primeiro sexo de verdade.

Deus, como me sinto empoderada por poder transmitir tanto prazer a esse homem. Eu sei que ele quer ver mais do meu corpo alem do que eu deixo nas fotos do Instagram, eu sei que ele quer bater nessa bunda branquinha, e eu não consigo ficar sem imaginar aquelas mãos firmes me apertando inteira, só de imaginar fagulhas explodem dentro de mim. Eu gosto de sentir o homem nas minhas mãos, eu tenho o que ele quer e muito mais do que ele precisa, tenho um sexo que vai deixá-lo pasmo. Eu não quero que ele apenas penetre aquele pau em mim, eu quero sentir tudo, quero me sentir desejada por ele, quero sentir ele perdendo os sentidos de vontade de gozar na minha cara.

 

Quando eu começo a chupar aquele pau reto branco e grosso não deixo ele tocar em mim além do meu rosto, ele enquanto geme gostoso pra mim faz carinho no meu rosto, eu logico me esngasgando naquele pau gostoso e quente, devagar deixo cair saliva nos meu seios que estão cobertos até então, lentamente vou abaixando meu pijaminha sexy antes chegar nos bicos enrigecidos e vermelhos do meu peito. Eu confesso que queria sentir aquela porra quentinha na minha boca mas eu emploraria para sentir aquilo ali mais algum tempo, ele nao pensou o mesmo em poucos segundos ele gozou no meu rostinho maquiado e vermelhos dos tapinhas que levei por não mostrar meus peitos pra ele.

ele queria me comer, queria muito, eu sabia mas eu quis ficar me fazendo de difícil, eu estava muito molhada, muito mesmo, a vontade de sentir aquele pau quentinho dentro de mim não era normal, eu não costumava sentir isso por nenhum homem, geralmente eu chamo eles para fazer sexo, faço eles de gato e sapato e me satisfaço e mando eles em bora, mas esse tinha algo diferente, ele colocou três dedos no meu joelho, eu já estava em pé e ele sentado na cama, achei meio estranho, achei que tudo já havia acabado, mas ele começou a subir os dedos lentamente, foi passando pela minha coxa, aquele movimento lento com os dedos estava me deixando bem quente, naquele momento minha calcinha branca estava encharcada, mas isso era comum. finalmente ele chegou onde ele queria, mas não foi direto ao ponto, ele foi devagar, desbravando o local, cirurgicamente movimentando os dedos em volta da minha buceta, eu estava arrepiando todos os pelos do meu copo, eu já estava tremendo de tesão, e em um movimento involuntário eu tentei colocar a mão dele na minha buceta depressa, mas ele não deixou, olhou para o meu rosto e se levantou, em um pulo ficou de pé à minha frente, agarrou minha bunda com força que me levantou do chão por alguns segundos, segundo suficiente para ele me empurrar na parede,

– Acho que chegou a hora de eu ver esse paraíso.
– E se eu não deixar você entrar no meu paraíso?
– Eu vou ter que entrar a força.

Lentamente ele foi desapertando minha bunda que já estava contra a parede, lentamente com as pontas do dedo ele foi levando até minha buceta, naquele momento ela já estava pingando de tanto tesão, minhas pernas já estavam tremendo, minha respiração ofegante, minha boca mais seca do que o deserto do saara, eu estava com medo do que iria acontecer, eu nunca tinha chegado tão longe, até então eu era a mulher que dava prazer não a que sentia, mas aquele homem, aquele homem era um mar de prazer, não só pela aparência exuberante, mas pela presença, pela energia, pela força e mais mil outras coisas.
Com a mão chegando bem devagar na minha buceta e a outra abaixando meu sutiã ele sorria, parecia que era a primeira vez que ele via uma mulher tão gostava igual a mim, quando meu sutiã caiu por completo ele ficou anestesiado em completo êxtase, quando a mão dele finalmente chegou lá, foi como um choque, mas um choque que eu senti da minha buceta para o corpo todo, no mesmo momento eu dei um gemido que me entregou e que o animou, lentamente ele foi manuseando meu clitóres, minhas pernas estavam ficando bambas, e eu estava quase implorando para ele enfiar aquele pau inteiro dentro de mim, com força e sem dó nenhuma, Deus o que eu estava me tornando.

ele devagar falou bem no meu ouvido

– Ainda não acabou.

e me jogou na cama, e começou a soltar beijinhos nas minhas coxas, eu apertava as orelhas dele com minhas coxas grossas, puxava o cabelo dele, e gemia, nossa gemia muito, ele começou a me chupar, e eu senti um tesão tão grande que eu já estava cogitando a ideia de oferecer meu cuzinho para ele pode me comer logo. eu estava apertando o travesseiro com tanta força me remexendo toda, e gritando, eu só queria sentir aquele pau em mim.

– Por favor me come, vai eu te imploro, come essa buceta logo.

então ele colocou aquele pau em mim, e enquanto entrava eu não conseguia me segurar, eu estava sorrindo involuntariamente, meu corpo inteiro estava tento espasmos, até que por fim senti aquele pau la no fundo, eu estava tão molhada que não ouve complicação nenhuma para entrar.

Ele começou lento mas aumentando a velocidade de acordo com que eu gritava, ate que segundo depois eu gozei naquele pau gostoso, ele tirou e jogou a porra inteira no meu rostinho novamente.

3690 views

Contos Eróticos relacionados

Suruba na praia com o primo do meu noivo

Olá, me chamo Liz, tenho 22 anos e estou noiva de Eduardo estamos juntos à 7 anos. Isso mesmo desde os 16 anos de idade. Neste conto vou relatar a suruba na praia que tivemos. Sempre tivemos...

LER CONTO

De uma noite estressante, para uma noite inesquecível

Era 15 de abril, o dia de trabalho tinha sido longo para mim, muito cansativo e estressante por conta de vários imprevistos que haviam acontecido. Cheguei em casa quase 8 da noite, tomei um bom...

LER CONTO

NAMORO SECRETO – A MINHA LIBERDADE – 1º CAPÍTULO

NAMORO SECRETO (2) Como passei a noite de quinta arrumando minha mala, muito a contragosto, era de se esperar que eu desabasse na minha cama. E como fui avisado pelos meus pais, logo de madrugada...

LER CONTO

Swing no Caribe – EP 01 – Início das Férias

Os homens também são capazes de produzir conteúdo erótico para mulheres e todos os gêneros. Basta ter a sensibilidade para entender o prazer de cada um, sem abrir mão da ousadia das fantasias...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos