Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de incesto » Pra não perder o marido deixo ele fuder minha filha

Pra não perder o marido deixo ele fuder minha filha

Publicado em janeiro 14, 2021 por Alinne

Olá! Me chamo Camila, 34 ano, loira, alta e bem cuidada. Me casei aos 16 anos de idade com meu atual esposo Pedro, hj com 38 anos. Pedro é um homem alto, forte, bonito e bem rígido, do tipo bruto e machista, mas que nunca me deixou faltar nada, ate pq é um homem muito trabalhador e honra seus compromissos de macho alfa. Desde que me casei com ele ainda muito jovem, ele já deixou claro que mulher dele não se manda, não trabalha fora, não grita com ele e que tem que o respeitar e amar acima de tudo. E eu perdida de amores aceitei as condições e me tornei ao longo dos anos uma dona de casa que ama e vive para seu marido, no início foi bem difícil, achei que não fosse aguentar as coisas que ele fazia comigo. Já fui traída várias vezes por ele, e sem direito de falar nada, já apanhei muito por às vezes querer falar mais alto que ele, mas com o passar do tempo fui aprendendo a me colocar no meu lugar de mulher submissa ao meu macho.

Depois de muitos anos de casados, tivemos a nossa filhinha Júlia, a minha princesinha. Confesso que não foi uma gravidez planejada, mas foi muito bem aceita por nós, o grande problema foi durante os meses de gravidez onde sofri muito com a ausência do meu marido que saía e me dizia que ia ter que comer uma puta na rua pra aliviar o tesão que sentia. Eu chorava horrores, mas nunca tive voz ativa com ele e apesar de tudo, não queria ser uma chata na vida do meu homem.

Continua depois da publicidade

O tempo passou e finalmente nasceu nossa filha, Julia hj tem seus 15 anos e é uma menina linda, loirinha, bunda grande, peitinhos médios e uma pele delicada.

Pedro sempre a tratou com muito carinho, sempre a mimou de mais, e ela sempre foi muito apegada com  ele. E eu sempre amei ver o carinho que tinham um pelo outro, até pq meu marido que antes era bem agressivo, passou a ser bem mais calmo, me tratando até com mais delicadeza, confesso que estava me sentido muito feliz. Até que um certo dia tudo mudou, meu marido chegou em casa já a noite e me pede para colocar um filme na tv para assistirmos, e eu prontamente chamei Julia e formos para o quarto. Julia na época tinha 13 anos e deitou no nosso meio e se cobriu. O filme foi passando e eu fui percebendo algo estranho no ar, meu marido estava meio eufórico e a Ju parecia com medo de algo, então puxei o lençol de uma só vez e gelei com a cena que presenciei, meu marido estava com a mao dentro da calcinha da minha filha. Ainda em choque, perguntei o que ele estava fazendo, e ele como se fosse algo normal me disse que estava fazendo um carinho na filha dele. A Ju percebendo a gravidade da situação levantou envergonhada e foi correndo para o quarto dela. Pedro então fechou a porta e transtornado de ódio me jogou na cama e me disse:

_ Olha aqui, faz tempo que não te quebro a cara, mas não me perturba não.

Continua depois da publicidade

Eu chorando perguntei

_ Mas pq vc estava passando a mão nela ?

_ Ue, me deu vontade, e vc estragou tudo

_ Mas ela é sua filha, como vc tem coragem

_ Olha aqui, Camila, nunca mais quero suas interferências na minha intimidade com ela, vc não tem querer nessa casa.

Falou e saiu pra rua só voltou no dia seguinte. E não tive coragem de ir falar nada com a Ju, passei a noite aos plantos.

No dia seguinte, Pedro me chamou para conversar no quarto.

_ Olha, tive pensando, nossa filha já está uma mocinha e com uma xoxotinha maravilhosa, a partir de hj vc vai encentivar ela a ser bem mais carinhosa e liberal comigo.

_ Mas como assim? Vc quer comer ela ?

_ Quero vc e ela como minhas mulheres, ou do contrário me saparo de vc e arrumo outra.

Eu sem saber como reagir aceitei a condição e passei a fazer vista grossa para eles. Hj em dia ele beija na boca dela, passa a mão na xota dela na minha frente e eu aceito numa boa, quase sempre ele prefere sair com ela do que comigo, mas pelo menos agora ele passou a sossegar mais e não vive em rua bebendo, ele é o homem da casa e tem todo o direito de comer nós duas sim. Nunca tive vontade de participar com eles, mas não sinto mais raiva da situação, sou bem passiva e obediente ao meu marido.

Enfim, essa é mais uma história real, tenho certeza que bem diferente do que a maioria curte, mas é a minha realidade, sou feliz dessa forma. Sou uma mulher corna, passiva, e louca pelo meu marido. Hj ele é um homem realizado, tem duas xoxotas em casa e se quiser outra na rua ele sabe que não vou criar problemas, pq o importante é o homem se satisfazer, nós mulheres nascermos para servirmos ao nossos homes. Bjs

84566 views

Contos relacionados

Demorou mais meu Irmão me Comeu de Verdade

Achei q isso so tinha acontecido la em casa, pórem a internet mudou. Comei a ler muito sobre isso, percebo que algumas historias são fantasiosas e outras reais. Quando leio que o cara foi torando...

LER CONTO

Incesto com minha enteada Célia

Eu, tenho 43 anos, moreno, médio dotado, (18 cm), engenheiro civil. Célia 17 anos, morena tipo mestiça, bum bum avantajada, seio médio.Em uma tarde de domingo após uma festinha entre família...

LER CONTO

CAPÍTULO 7 – THAYANI, MINHA PRIMA MAIS VELHA

Após passar um final de ano agitado com a Dani, a vida volta ao normal... Em casa, como os pais da Kiany haviam tirado férias em janeiro, a Kiany estava viajando, ou seja, estava sem minha...

LER CONTO

12 - Comentário(s)

  • Ana 04/12/2021 13:40

    Tá certo. Mulher tem que se educar assim

  • Anesio Luiz marchini 29/08/2021 19:34

    Eu comia a minha tia ...uma cavala muito gostosa,desde os 13 anos até os meus 25 anos

  • Gaucho 26/07/2021 17:12

    Coisa boa que delicia adoraria viver essas loucuras boa do sexo

  • Frank 30/06/2021 00:49

    Se a guria aceitou na boa e ate gosta , não vejo problema algum , Eu estourei o cabaço de uma guria filha de uma amiga , com o consentimento da mãe , e na casa dela

  • PAULO 11/06/2021 20:10

    Sempre gostei de incesto Quem quiser compartilhar uma experiencia Real fala comigo

  • João 17/04/2021 19:10

    Infelizmente são poucas as mulheres que entende seu lugar como mulher

  • Adubação 12/04/2021 03:34

    10 anos tá muito cedo pra chupar a bucetinha?

  • Baby 29/03/2021 13:57

    Aqui em casa minha mãe conversou comigo e disse que eu tinha que ser a mulher do meu pai. No começo estranhei, agora vivo feliz. Tenho 18 anos e to sempre dando pro meu pai.

  • Comedor 17/03/2021 20:24

    Adoro lê histórias reais de incesto MEU ZAP

  • rorschach 09/03/2021 01:47

    isso que é vida. não tem nada mais bonita que a família unida e se amando. conta mais

  • Sedutor 10/02/2021 20:59

    Sério isso, mas que vi ti broxante, aff

  • Junior 09/02/2021 12:19

    Que delícia. Meu sonho ter uma mulher q aceita comer nossa filha

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos