website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos porno » Pia de prédio perde a virgindade no Maranhão

Pia de prédio perde a virgindade no Maranhão

Publicado em setembro 4, 2022 por Guilherme

Bom, o que eu vou relatar aconteu no começo do ano, eu vim do Paraná morar com meus tios no Maranhão eles precisavam de ajuda com o trabalho e eu estava sem fazer nada então resolvi vir.

Eu nao sou o tipo atletico e nem gosto de sair muito mas esse trabalho me faz entrar em contato com varias pessoas diferentes nesse caso uma mulher na casa dos 40.

Sempre gostei de mulheres mais maduras e nesse caso eu ja tunha visto ela antes no trabalho ja que ela era uma cliente do meu tio, essa mulher que vou chamar de Val sempre foi muito educada comigo nunca insinuou nada mas vamos ao conto.

Como ja disse nao sou um rapaz atletico mas tambem nao sou gordo, nesse dia estava chovendo e como era uma sexta meu tio ja tinha ido para casa e eu fiquei caso aparecesse algun cliente, sentado na recepção eu escuto um carro estacionando dela sai Val uma mulher em seus 40 anos, loira e meio baixinha, ela sai correndo do carro para nao se molhar e eu prentamente abro a porta para ela, ao entrar eu ja noto ce sua camisa estava molhada e nisso dava para ver seu sutiã, ela tinha peitos grandes quase saltavam para fora e nesse caso meu pau ja começou a dar sinais de vida.

– caramba que chuva, se chefe esta eu preciso entregar uns documentos

– nao ele esta em uma reunião e nao volta maks hoje

– ah que pena bom eu posso deixar eles com voce e entregar para ele na segunda?

-claro!

Nisso ela tira uma pasta da bolsa e me entrega, ficamos de papo furado por um tempo ate a chuva diminuir, nisso ela falou que tinha se mudado recentemente e que estava bem deslocada, também falei que era novo e que se habituar a novas cidades era dificil.

-ah mais um rapaz novo como voce ja deve ter achado uma namorada né

– não eu nao sou muito de sair, sou meio timido

Ela então sorri e se levanta e vem em minha direção

– sabe eu adoro novinhos timidos iguais a você.

Pronto meu coração acelerou e ja nao consegui controlar meu pau.

– ah! Olha só.

Ela entao começa a acariciar meu pau por cima da calça.

– me diz voce e virgem?

Bom ai foi o momento de vergonha, eu tenho 25 e sim eu era virgem w respondi isso para ela.

– sim.

– nossa eu adoro chupar novinho virgem voces sao os melhores.

Ela entao se ajoelha abre minha calça e começa a esfregar o meu pau.

– nossa dona Val que delícia

Ela olha para mim e da uma leve gargalhada que me deixa com mais tesao ainda.

Logo ela começa o boquete aquela boca quente e experiente eu ja estava louco entao ela comecou a usar a lingua e a me masturbar, eu ja estava alucinado.

-Val eu vou gozar!!

Sem esperar a resposta dela segurei sua cabeça contra meu penis e jorrei dentro da boca dela a cada espasmo eu metia mais fundo na boca dela.

Tirando o meu pau da boca ela sorri e mostra a língua, logo depois ela engole tudo.

– gatinho nao pode gozar na boca das menininhas assim pode afogar elas.

– me desculpa

– que nada, eu nao sou uma menininha sou uma mulher e adoro quando novinhos como voce gozam forte na minha boca.

Nao demorou muito e meu pau ja estava duro novamente.

– Nossa como eu amo os novinhos sempre com muita energia

Ela entao me senta e vai ate sua bolsa e paga uma camisinha, colocando no meu penis com a boca ela levanta a saia e puxa a calcinha para o lado

– agora eu vou tirar o teu cabaço lindinho.

Ela senta devagar e eu sinto a buceta dela escorregar ate o talo, ela põe os braços ao redor do meu pescoço e me beija.

-Dona Val voce e muito gostosa

– haha eu sei gatinho vice e muito lindo tambem.

Ela começa a rebolar lentamente seu vestido cobria a sua vagina e meu pau e isso me excitou mais ainda, logo ela começou no sobe e desce

– voce e meu agora, geme pra mim meu novinho, geme!

Ela trocava entre rebolar e sobe e desce, eu ja iria gozar novamente.

– AH eu vou gozar Val!

Ela acelera o movimento e leite na borracha, depois de eu terminar ela ainda montada e meu pau dentro, nao nos mechemos.

Terminand ela joga a camisinha fora e me da um beijo

– e ai como foi a sua primeira vez?

– fantastica!

Ela sorri e fala que a chuva ja diminuiu e me passou o seu WhatsApp mas ela foi bem clara que era so ela quem iria começar as conversas, assim saindo e eu ainda embasbacado e pensado que era um sonho vi aquela mulher sair como se nada tivesse acontecido.

E é isso, eu tenho mais aventuras caso queiram eu posto aqui.

9081 views

Contos relacionados

Comi minha vizinha

Comi minha vizinha. Estou aqui para contar um conto e ganhar um conto. Moro em um conjunto residencial, onde há várias casas, umas bem próximas das outras e ali todos somos conhecidos e até...

LER CONTO

A bela e o velho

Enviado por: Ananda Pelo espelho me vejo sentada na cama daquele senhor. Eu só de calcinha (minúscula), tênis e meia ¾, cabelos soltos, pele branquinha e lisinha, toda gostosa com bumbum...

LER CONTO

Seccrettus: Amanda Prazer em Conhecer!

Hoje remexendo em uma caixa de coisas guardadas, eu voltei ao passado, encontrei algumas coisas que me fizeram relembar muitas coisas. Ja fazia um tempo. que eu precisava fazer uma organização, mas...

LER CONTO

Dia de sorte com a mulher casada

Olá, escrevo para contar algo inusitado que aconteceu com a mulher casada , pois nem sempre a sorte nos sorri. Estava em um dia de domingo em casa entediado, quando resolvi entrar na net em um...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos