website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » Perdendo a virgindade com a prima

Perdendo a virgindade com a prima

Publicado em setembro 12, 2022 por Marcos

O que aconteceu neste conto que vou relatar a vocês ocorreu bem antes deu conhecer a minha atual parceira na época foi entre mim e a minha prima Camila eu vcs já devem conhecer, mas se não conhecer leiam o meu conto anterior que vai ajudar e vcs vão gostar eu estava na idade em que os hormônios a flor da pele qualquer  coisa nessa idade é motivo pro pau ficar duro na hr e eu tenho uma prima que é um, tesão de menina apenas um ano mais velha que eu  pernas bem torneadas do vólei que ela fazia bundinha redondinha e bem empinadinha peitinhos pequenos e pontudos cabelos quase castanhos ela tem 1,67 de altura na escola ela chama a atenção por onde passava todos os, caras olhavam e babavam nela. Mas vamos ao que de fato interessa ela sabia que toda a vez que há via deixava-me maluco ela tem um irmão mais velho e tenho uma proximidade muito grande com eles então por este motivo quase todos os dias estava na casa deles é claro quetmbia lá sempre para poder ver a delicinha da minha prima, mas um certo dia os rumos das coisas mudaram fui até a casa deles para ela auxiliar-me com alguns trabalhos da escola por ela já ter passado por aquilo e pelo fato de ser bem mais inteligente que eu marquei de ir lá as 15 h numa  quarta-feira chegando lá estávamos sozinhos na hr já imaginei milhões de coisa na minha cabeça quando olho para ela vejo a deslumbrante mulher que era com um shortinho de leg. Que tava torando nela tampa até a poupa da bunda somente de tão curto que era eu fique em transe por um momento olhando para ela que estava na porta e me fala

-vamos menino ou vai ficar aí na porta parado feito uma estátua !
Neste momento percebi estar com os olhos vidrados nela e percorrendo todo o seu corpo comendo ela com os olhos com toda Ctz ela notou isso fiquei um pouco constrangido, mas logo passou e falei para ela
– nossa Camila não sei oque-me deu nem percebi que fiquei igual bobo. Nós dois rimos então ela falou
-vamos entra logo vamos fazer o seu trabalho pq tô com presa. Então eu falei que se ela tive-se algum compromisso e se eu fosse atrapalhar eu voltava outro dia ela então falou
-não é nada disso primo é que tenho o meu para fazer tmb depois, mas como vou te ajudar com o seu vc vai ter que me ajudar com o meu. Então eu falei
-mas eu n sei nem o meu como vou ajudar
vc com o seu então nós rimos da situação e ela logo me respondeu de volta
Ela — masné com o trabalho que vc vai ajudar vc vai fazer uma massagem nos meus ombros enquanto eu faço o trabalho Concordei e seguimos fazendo o trabalho de vez enquanto eu n resistia e olhava para ela para as pernas delas e ela percebia e parecia gostar depois de um tempo ela pediu-me para ir buscar água para ela quando me levantei era nítido que estava morrendo de tesão e com o pau duro busquei a água quando entreguei para ela deu para ela ver como estava e ela não deixo passar em branco e falou
-acho que vc tá com vontade de ir ao banheiro e tá se segurando em primo Não sabia onde enfiar a minha cara e todo com vergonha eu disse

-estou mesmo deixa eu ir lá e já volto, fui esperei a minha ereção passar um pouco e voltei para lá após um tempo acabou o meu trabalho e ela começou o dela então chegou o momento deu retribuir a ajuda dela e fazer a massagem nos ombros dela tocar nela deixou-me em um tesão inexplicável então começamos a conversar de paqueras e percebi que ela tmb estava com um pouco de tesão então ela pegou-me de surpresa e disse

– vi que vc n para de olhar para mim com cara de desejo vou deixar vc fazer massagem nas minhas cochas.
Então  eu mais que de presa fui sentei-me no chão e comecei a massagear a coxa dela percorria toda a sua perna com as minhas mãos até chegar próximo a sua virilha e voltava então levantei-me e me coloquei de joelho ao lado dela e continue a fazer o que estava fazendo mais Agr com o meu rosto próximo ao seu pescoço eu estava ofegante e com muito tesão n estava mais pensando direito tomei  impulso e comecei a dar selinhos e mordidas no seu pescoço pra a minha surpresa ela não pediu para parar oque-me deu liberdade para continuar então levantei-me passei o meu pé sobre a sua cintura e fiquei como se estivesse sentado no seu colo nós olhamos por alguns segundos aquele olhar de desejo estava nítido nos nossos olhos então passei a minha mão por sua nuca fui até o seu ouvido comecei a beijar e a sussurra
– nossa prima sempre fui doido para fazer isso um sonho que está se realizando ela suspirava alto quase que um gemido então ela me empurrou de cima dela sentei-me na cama ao lado da onde estávamos e ela começo a falar com uma voz manhosa
— já chega primo não podemos fazer isso se alguém descobre estamos ferrados Eu peguei na mão dela puxei para próximo de mim e olhando nos olhos dela disse

— ninguém vai ficar sabendo isso vai ser nosso segredo entre primos tá na sua cara que vc quer eu tmb quero não esperei ela responder e levantei a agarrei e começamos a nos beijar loucamente um beijo apaixonante a conexão daquele beijo era inexplicável comecei a passar as minhas mãos por todo o seu corpo acariciando a sua blusa então ela começa a tirarvminha camiseta vou e faço a mesma coisa com ela deixo os peitinhos
dela todo exposto rosinha a coisa mais linha enquanto nos beijávamos comecei a passar a mão nos peitos dela dando leves apertadas nos biquinhos então coloquei ela sentada na cama e comecei a chupar bem devagar os peitinhos dela e dar leves mordidas depois de um tempo subi e comecei a beijar o seu pescoço novamente e fui descendo bem de vagar beijando seu corpo todo aproveitado cada curva que ele fazia ate os seus pés cheguei na bucetiha dava alguns beijinhos por cima do short ainda então comecei tirar o seu shortinho bem devagar quando vi aquela bucetiha vermelhinha a coisa mais linda comecei a chupar bem devagar como se estive-se dando um beijo apaixonado ela já soltava alguns gemidos e falava
-aaahhh isso priminho que delícia me faz a sua mulher hj vai! Continuei a chupar ela quando ela soltam um gemido mais alto

– AAAAAAHHHH estou gozando aaaiii nossa que delícia ! Ela ficou com a perna trémula e tendo pequenos espasmos pelo corpo levantei-me tirei o meu shot e deixei a minha rola exposta ela viu e falou
– a nossa não sei se vou conseguir primo ainda sou virgem
Esse fato deixou-me surpreso e ainda mais cheio de tesão e falei
-nós vamos de vagar com carinho a minha princesa vai ver  que vai ser maravilhoso para nós dois Coloquei o meu pau na sua boca e falei vai chupa um pouco vai ela fez um Boquete bom aquele era o primeiro bloquete que recebia então para mim era a 8 maravilha do mundo depois de um tempo ela chupando ficamos na posição de ladinho comecei a pincelar o meu pau naquela bucetinha que tava toda melada ia, colocava um pouco e tirava ela falava  — aaaiiii vai de vagarzinho que tá começando a ficar gostoso
Assim fiz depois de um tempo meu pau já estava todo dentro da sua bucetiha eu metia bem devagar até que ela falou
-isso vai mais rápido Agr que está gostoso vai priminho Eu fui comecei a meter mais rápido e falar-nossa que delícia fuder com vc que bucetiha mais gostosa essa

Ela
-ainda bem que vc gosta vai-me fode gostoso eu sou toda sua Agr
aaahhhh
Eu
-vc é só minhaentão safada
vou te comer sempre então ela começou a rebolar eu já tava quase explodindo então ela falou
— me fode vai vou gozar na sua rola caralho quê delícia aaaaaahhh
Eu
-vai goza para mim vai priminha safada que eutmbvou gozar aaahhh

Ela
-goza pra min vai gostoso goza nos peitinhos da sua priminha safada tirei o meu pau para fora da sua bucetiha e comecei a bater uma próximo do seu peito e falei
-toma leitinho toma priminha n é isso que
vc quer
Ela
— isso me dá leitinho vai safado Gozei gostoso nós peito dela então nós deitamos e começamos a falar que tinha sido a primeira vez de nos 2 e que tinha sido muito bom ela disse que sempre teve  uma queda por mim eu confessei que tmb tinha por ela, mas nós dois sabíamos que n poderíamos namorar, mas continuamos tendo os nossos encontros e as nossas provocações
hj eu namoro ela tmb, porém sempre que nós vemos trocamos olhares ngm até
hj descobriu e nem desconfia se gostarem comentem que conto mais minhas aventuras sexuais desculpa por ser tão longo assim, mas não conseguiria descrever bem se fosse de outra maneira e me perdoem tmb pelos erros ortográficos que tem

7766 views

Contos relacionados

Minha amiga do Grajaú e eu

O que vou relatar realmente aconteceu. Estávamos no início dos anos 2000. Eu prestava serviço em uma operadora de telefonia bastante conhecida. O local era bem movimentado e dinâmico,...

LER CONTO

Cunhada safada

Primeiramente deixe me apresentar, sou Paul,  tenho 35 anos, sou casado a 13 anos... Tudo começou quando nos mudados de cidade, e algum tempo depois minha esposa (Daniela) me pediu permissão...

LER CONTO

Sarah, a lourinha do Tinder – Parte I

Sou coroa, 52 anos, separado, cabeleireiro, sou boa pinta, ainda tenho um charme. Moro no Rio. Inscrevi-me no Tinder, ando dando curtidas para ver se alguma “desesperada” cai na minha “rede”....

LER CONTO

Jantar em família

Eu tenho um 1,67, negra, seios fartos, bunda grande, cintura fina e um rosto de ninfeta com um sorriso lindo. Ele tem 1,87, pardo, peitoral quase definido, pernas torneadas e definidas, mãos grandes....

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 2 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2022 - Contos adultos