Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos verídicos » O DONO DA ACADEMIA ME FODEU NO MEIO DOS VELHOS

O DONO DA ACADEMIA ME FODEU NO MEIO DOS VELHOS

Publicado em abril 17, 2021 por Vanessa

Olá, pessoal. Então vamos lá. Esse é o meu terceiro relato, sendo escrito em ordem dos acontecimentos das minhas transas. Pra quem não me conhece, meu nome é Vanessa, sou uma ruiva baixinha, magra de cintura fina, peitos enormes e siliconados e bunda grande e redonda. Contei em meu primeiro relato, que meu ex-marido me traiu e como fiquei uma bela de uma puta depois disso.

Pois bem, essa foda que vou contar hoje, aconteceu em Santa Catarina, logo depois que comecei a trepar com o dono da academia onde eu treino. Um dia, depois de a gente passar a tarde toda transando, ele me convidou para ficar um final de semana com ele e uns familiares dele e conhecidos em uma casa que eles têm Camboriú. Me disse que gostaria que eu fosse só para eles pensarem que eu era namorada dele, e não ficarem fazendo perguntas e tal.

Continua depois da publicidade

Entretanto, ficaria 3 dias em uma mansão de frente para o mar que eles têm lá. Como eu poderia recusar tal oferta? Praia, festa e sexo com ele o tempo todo. Claro que aceitei na hora. Ainda assim, ele me disse que teriam duas condições, é que eu só poderia usar fio dental, pra exibir meu bundão pra todos, e que eu faria tudo que ele quisesse. Fácil, claro que eu aceitei isso.

Viajamos e chegamos já na quinta feira a noite na cidade. Assim que chegamos na casa, os parentes dele me olharam de uma forma impressionante, principalmente os homens. Mas o que me olharam como se estivessem arrancando a minha roupa, eram os primos mais novos dele e dois tios, ou pelo menos, eram chamados de tios por todos eles.

Mas lógico, eu já cheguei na casa e coloquei um shortinho que ficava quase no meio da minha bunda grande, e os meninos e os velhos, não paravam de me olhar por um minuto. O dono da academia, até chegou no meu ouvido e disse:

Continua depois da publicidade

– Meus tios tão te fodendo com os olhos, amanhã tu poderia dar um showzinho aqui pra eles né minha cadela ruiva? Poe aquele biquini delicioso que tu tem…

Me senti uma putinha, mesmo assim, adorei a ideia, é só dei uma piscadinha para ele, avisando que eu ia fazer isso mesmo. Depois, jantamos, tomei um banho e a noite transamos, mas transamos muito! Foram pelo menos umas 3 horas dando pra ele. Cara bombado, treina muito, aguenta horas metendo sem parar.

Nosso show de transa na madrugada foi tão grande, que quando acordamos, os tios deles já estavam nos olhando de uma forma diferente, com aquele sorrisinho de canto. Sentamos à mesa, e na mesma hora um deles me olhou e disse:

– Então Vanessa, dormiu bem?

– Dormi sim! É gostoso aqui, dormir com o barulho do mar!

– Olha, a única coisa que eu não ouvi ontem, foi o barulho do mar Vanessa (Falou isso quase rindo)

Acho que eles esperavam que eu fosse ficar com vergonha ou sem jeito, já que estavam me dizendo que me ouviram gemer por horas durante a noite. Aí eu tomei um gole de café e falei toda tranquila e bem puta:

– Sabe como é né tio, olha o tamanho dele, se acha que é fácil aguentar esse homem em mim e não gemer? Mas eu prometo que nas próximas noites, ele vai tapar a minha boca enquanto a gente transa.

Ele me olhou desacreditado! Olhei para o meu macho (vou chamar ele assim daqui para frente para facilitar) e ele estava segurando o riso, enquanto olha para os tios deles, até que ele disse:

– Essa é diferente tios, vai ser difícil deixar ela constrangida.

Depois dessa primeira apresentação, resolvi tomar um sol. Subi até nosso quarto, que ficava no 3 andar da casa, exatamente junto com os outros 2 quartos, onde ficavam cada um dos tios dele e um banheiro. Cheguei no quarto, peguei um biquini amarelo, claro que era fio dental, não era tão escandaloso quanto os outros, mas para o primeiro dia, resolvi começar com mais calma.

Assim que sai do meu quarto, dei de cara com um dos tios dele, que totalmente descarado, olhou para pedaço do meu corpo, como seu eu fosse um pedaço de carne pra ele comer… Depois de uns segundo me fodendo com os olhos eu disse:

– Pelo jeito tu gostou do biquini né tio? (ainda dei uma voltinha para mostrar o rabetão de fio dental)

Ele só deu um sorrisinho e disse:

– Gostei muito mais do que está dentro do biquini. Que corpo é esse em Vanessa…

Eu toda safada, só dei uma risadinha, fui até ele, dei um abraço, e claro que ele retribuiu me abraçando forte, já quase com a suas mãos em minha cintura. Soltei ele, disse que iria a piscina para nadar um pouco e tomar um sol.

Assim que cheguei, peguei uma das cadeiras de sol, rabão para cima, óculos escuros, fone de ouvindo escutando meus rocks, e só de canto de olho, olhando todos eles me secando. Era impressionante, que todo mundo passou bem atras da minha cadeira umas 50 vezes. Dos tios, até os primos dele.

Aí, ele veio até mim, me dei um beijo na boca gostoso, e claro que eu retribuí, até porque, eu já estava bem melada, aquele bando de machos loucos pra me foder, me deixava em um tesão enorme. Tanto que no meio do beijo, dei uma apertada no pauzão dele, que ele tomou um susto e disse:

– Tá louca Vanessa, apertando minha rola aqui na frente de toda minha família? Tá querendo bancar a atriz pornô é? Ser fodida com plateia?

No que ele me disse isso, fiquei com uma cara de safada, que vocês nem imaginam. Aí ele me olhou e disse:

– Tu quer mesmo minha cadela! Entendi…, mas não vai ser aqui com eles não tá. Mas me aguarde. Agora, deita com esse cuzão pra cima, que vou passar bronzeador na tua bunda, já que tu quer mostrar pra todos que tu é uma puta safada, vou te ajudar (terminou de falar e tacou um tapa na minha bunda)

Nessa hora do tapa, olhei para os tios deles, e estavam os dois me olhando como se eu fosse uma bela de uma puta. Depois, mais tarde, quando todos dormiram, trepamos igual loucos por mais uma noite! Mas sentei, sentei demais no pau dele, pensando em todos aqueles machos me olhando naquela casa.

Já no sábado, como era o último dia nosso na casa, resolvi apelar um pouco. Meti um biquini cor da minha pele, que parecia que eu estava nua, dependendo de como estivesse me olhando. Quando cheguei na piscina, passei desfilando por todos os machos, como uma bela puta, e larguei minha toalha quase no meio de todos, deitei com a bunda pra cima, na direção das cadeiras deles. Até que um dos tios deles disse:

– Olha o tamanho disso!! Por isso eles passam a noite toda metendo. Nunca vi uma bunda assim na minha vida!

Nisso, eu tirei os óculos, virei pra eles e falei:

– É mesmo, a única coisa é que não foi a noite inteira! (dei uma piscadinha, e virei de frente pra piscina de novo)

– Mas é claro, olha o tamanho dessa bunda, precisa de pelo menos uns 3 homens fortes pra te dar tranco né ruiva? Pelo que eu escuto, talvez até mais!

– Sim, uns 4 seria o ideal mesmo, mas agora vou tomar um sol.

A cara dele quando eu disse isso, foi impagável! Bom, passei o resto do sábado me exibindo para todos eles. Chegou à noite, era a hora de descarregar meu tesão no meu macho. Só que nessa noite, enquanto ele fodia minha buceta d4, do nada, ele parou de meter o pau em mim e disse:

– Pensei em uma coisa, já que você ta toda exibida aqui. Quero te foder na praia. Agora!

Na mesma hora, eu levantei e disse:

– Quero! Agora! Vamos!

Nisso, eu peguei o meu biquini e fui colocar ele, quando ele chegou, tomou o biquini da minha mão e disse:

– Não! Vamos pelados! Agora, assim mesmo!

Aí, eu fiquei olhando para ele, meio que pensando, analisando as possibilidades. Realmente, me deu um puta tesão sair pelada da casa dele, e cair direto na praia. Era uma região bem pouco movimentada a noite, já que tinha muito velho por lá. Então, ele pegou na minha mão, puxando para fora do quarto e dizendo:

– Para de fazer cu doce, eu sei que tu estás louca pra se exibir pelada pra alguém e se eu bem te conheço, se a gente ficasse aqui mais uns 3 dias, tu ia foder com meus dois tios né putinha?

Tive que me dar o direito de ficar em silencio, já que era 100% verdade. Então, saímos do quarto peladões mesmo, atravessamos a casa e chegamos no portão de trás, que dava acesso direto ao mar.

Ali mesmo, ele me jogou na areia e caiu de boca na minha buceta. PQP, que coisa deliciosa! Aquele vento gelado batendo no meu corpo nu, eu toda arrepiada enquanto ele chupava minha buceta com gosto, apertava meus peitões, e eu só me contorcia com ele entre as minhas pernas. Do nada, ele para de me chupar, ajeita o pau na minha buceta e mete com gosto, me fazendo soltar aquele gemido alto, e só diz:

– Isso minha putinha ruiva, agora geme para a praia toda ouvir o quanto você é minha puta!

E meteu, mas meteu com gosto! Quando eu senti que ele deu uma segurada, para gozar, ele tirou o pau da minha buceta, levantou e disse:

– Vem! Vamos para o mar um pouco! Não quero te gozar ainda!

Me levou para o mar, ficamos nos banhando um pouco, enquanto claro, nos beijávamos, ele ficava me abusando, metendo dedos na minha buceta, no meu cu, apertando meus peitos, como se estivesse brincando comigo, mas retardando sua primeira gozada. Então, ele me tirou do mar, e foi me levando para um locar, que era mais estreito, mais longe da casa dele, perto de umas pedras, mandou eu ficar escorada nas pedras, com a bunda empinada para ele. Começou a esfregar o pau na minha buceta e no meu cuzinho mas nada de meter, parecia que ele só queria me deixar louca, e conseguiu, porque eu gozei nessa bagunça dele. Umas 2 vezes pelo menos.

Depois de um tempo nessa pegada, pensei que estava ouvindo vozes, que vinha do outro lado das pedras, mas como o mar batia muito, imaginei que não era nada. Eu estava certa. Mais uma vez, ele para de passar o pau na minha bunda e da alguns passos para traz, e quando eu olho, estão outros 3 caras, na verdade, 3 velhos. Tomei uma puta susto, quase pulando pra trás e perguntando que porra era aquela? Ele me olhou e disse:

– Calma Vanessa! Deixa eu explicar, lembra que tu queria ser fodida com um pessoal assistindo, então, esses aqui são os vizinhos do lado, eles aceitaram assistir você em ação. Eles só vão ficar pelados, e assistir o quanto você é putinha me dando.

Fiquei ali alguns segundo pensando, e os velhos me olhando molhada e pelada, confesso que nessa hora, me deu um misto de tesão e medo, e fiquei meio que sem ação. Até que um dos velhos, que estava só de sunga veio se aproximando de mim e disse:

– Relaxa menina, vamos fazer assim, vamos mais próximos da casa de vocês, e então se você quiser, é claro, você mostra pra esses 3 velhos como uma ruiva quente igual a você transa (falou isso e passou o dedo no meu peitão)

Nessa hora, meu tesão foi no espaço. Só parei no meio dos 4, me ajoelhei, peguei no pau do meu macho e comecei a chupar o pau dele com vontade. Nessa hora, ele só me pegou pelos cabelos e disse:

– Se preparem, vocês vão ver a maior puta em ação agora.

Nesse momento, eu parei de mamar, fiquei de pé no meio deles e disse:

– Então, vocês vão só assistir, não é? Nada de me tocar certo? Só vão me olhar ser a putinha dele?

Todos concordaram. Então nessa hora, fiquei d4 e sai como uma cadelinha pela praia, mostrando meu bundão para os 4 e dizendo pro meu macho:

– Vem, come o cu da tua cadelinha na frente dos teus amigos! Vem

O Bicho veio pra cima de mim com tudo! Chegou chupando minha buceta d4, enfiando o dedo no meu cu, enquanto eu gemia muito, enquanto escutava os caras me dizendo o quanto eu era gostosa e tinha uma bunda super grande. Então, meu macho encostou o pau no meu cu segurou no meu cabelo e começou e enfiar a rola em mim sem dó! Nossa, comecei uma gritaria louca!

Aí virou filme pornô mesmo, os 3 caras ao meu redor, e o meu macho me fodendo em várias posições, que inclusive os velhos ficavam pedindo. Foram pelo menos umas 2 horas assim, até que percebi que eles estavam todos pelados, e com as picas pra fora, meio que punhetando as rolas na minha direção, ai meu macho parou de meter no meu cu, e disse assim:

– Vanessinha, eles realizaram a sua fantasia, de ser fodida com plateia, você poderia deixar eles gozarem em você agora né…

Nem pensei muito, deitei na arei e disse:

– O que vcs tão esperando?

Os 3 vieram pra cima de mim, passando o pau na minha cara, apertando meus peitões, esfregando a rola por tudo em mim, até que um deles, subiu em mim, deitou o pau no meio dos meus peitos e disse:

– Vai putinha, você sabe o que eu quero!

Apertei meus peitões na pica dele comecei uma espanhola caprichada, enquanto o outro cara, parou bem do lado da minha cara, com o pau quase na minha boca e foi tocando uma punheta. Foi praticamente ao mesmo tempo que os dois gozaram em mim, um no rosto e o outo nos peitões.

Já o terceiro cara, mandou eu me levantar, virar a bundona pra ele e disse:

– Nunca vi uma bunda tão maravilhosa, não vou te foder como combinado, mas quero que tu rebole no meu pau até eu gozar na tua bunda.

Eu só engatei minha bunda no pau dele, olhei para traz com cara de puta e comecei a rebolar o bundão no pau dele. Mas rebolava, esfregava e o pau dele quase entrava no meu cu, que já tava meio aberto do meu macho foder tanto, até que em uma das reboladas, eu senti ele entrando no meu cu, só virei pra trás e disse:

– Goza! Goza no meu cu cuzão!

Ele pegou forte na minha bunda, deu umas estocadas a mais, tirou o pau do meu cu e encheu minha bunda de porra! Depois, ainda fez questão de ficar espalhando a porra dele pela minha bunda toda. Aí o meu macho chegou me pegando pelos cabelos, botou o pau na minha boca e falou:

– Não esquece do teu dono cadela!

Fiquei ajoelhada, no meio dos 4, toda gozada, fedendo a porra, com arreia no corpo todo e mamando meu macho até ele gozar tudo na minha boca. Claro, como boa puta que sou, engoli cada gota de leite dele e fiquei alí, ajoelha, gozada e pelada no meio deles.

Até que um dos caras fala:

– Da próxima vez, leva ela mais cedo lá em casa, que pelo jeito ela daria conta de nós 4!

Meu macho diz:

– Meu amigo, precisaria de nós 4 e meus dois tios, essa cadela não para nunca de foder!

Os caras pegaram suas coisas e foram embora. E claro, nós tb. Chegamos em casa de fininho, já que eram quase 7 horas e corremos para o banho. Ele saiu primeiro e eu saí logo depois. O problema é que ele me deixou sem toalha de banho.

Peguei uma toalha de rosto pra me secar, e ia sair pelada pelo corredor mesmo, até porque, já seria a terceira vez naquela noite. Pois bem, assim que atravessei o corredor, cheguei no quarto, o filha da puta tinha trancado a porta, e eu pelada no corredor batendo de leve na porta pra ele abrir. Fiquei quase uns 2 minutos ali desse jeito, quando olho para trás, os dois tios dele no corredor me olhando pelada. Nossa, quando pensei em esconder os peitões e a buceta, eles chegaram mais perto e um deles falou:

– O Vanessa, já vimos tudo nesse corpo aí, não precisa esconder mais nada, aliás, fique a vontade com a gente, até preferimos assim em. (falaram isso, um colocando a mão na minha bunda e o outro no meu peitão) Além do mais, a gente sabe que tu ta querendo se mostrar pra nós desde o primeiro dia né…

Nossa, mais uma vez meu tesão explodiu. Nem conseguia dizer nada, até que eles saíram de perto de mim e foram para a escada. Depois, o macho abriu a porta e entrei pra dormir.

Dormimos poucas horas, já que o avião iria sair as 12:00. Então arrumamos nossas coisas, coloquei apenas um vestido leve e nada por baixo dele. Começamos a nos despedir deles, até que eu perguntei onde os tios dele estavam, me falaram que eles estavam lá em cima no quarto. Disse ao meu macho que eu ia lá dar tchau para eles.

Fui até o quarto e estavam os dois lá. Pedi licença para entrar. Eles deixaram, é claro. Então eu disse que vinha dar um abraço de despedida neles. Então um deles, que estava sentado na cadeira disse:

– Que maravilha! Eu só não entendi essa roupa aí. Depois de ontem a noite, achei que nós pudéssemos ser mais íntimos, não acha Vanessa?

Eu entendi a piadinha deles, então resolvi dar uma brincada antes de sair já que tínhamos alguns minutos. Dei uma risadinha, e tirei o vestido, ficando peladona na frente dos dois. Fui na direção dele, sentei no colo dele, com meus peitões praticamente na boca dele, enquanto o outro veio por trás de mim pegando na minha bundona e apertando com gosto, e dizendo no meu ouvido:

– Ta louca pra dar pra gente desde o primeiro dia né ruiva?

– Estou sim! Mas vocês não tentaram me foder até agora pq são bobos!

– E mesmo, somos mesmo, uma puta que fica se exibindo assim, só pode querer rola mesmo (enfiou o dedo no meu cu, e eu soltei um gemido) gosta no cu né putinha, quer meu pau nesse cu também, não quer!

– Quero, mete, mete no cu dessa puta mete.

No que ele botou o pau pra fora e esfregou no meu cu, o meu macho gritou da escada:

– Bora Vanessa! O uber ta chegando!

Sai de cima do velho, virei no outro que tava com a pica pra fora, dei uma lambida no pau dele e disse:

– Na próxima vez que eu vir pra cá de féria, preparem os viagras, que eu vou esfolar o pau de vcs dois!

Coloquei meu vestido e desci como se nada tivesse acontecido. Infelizmente, ainda não consegui ir para a casa deles para pagar minha promessa.

Bom esse foi meu terceiro relato. Para quem quiser falar comigo, vou deixar meu e-mail aqui:

[email protected]

17144 views

Contos relacionados

Primeira vez que peguei em um pau.

Olá. Eu sou a Thay, atualmente eu tenho 25 anos e este relato que vou compartilhar com vocês, aconteceu quanto eu tinha meus 17 anos. Desde novinha sempre fui muito curiosa em relação a sexo,...

LER CONTO

O EMPRÉSTIMO – PARTE VIII

VIII 27/01 Essa semana tinha compromisso e seria no fim de semana, não aguentei, na quarta-feira passei um zap dizendo que iria jantar na casa deles, e levaria o jantar. E contaria a má notícia a...

LER CONTO

Casal Safado – Apresentação

Casal Safado- Apresentação Eu tive muita sorte em encontrar a mulher com quem eu casei. Ela é linda, divertida, companheira. Toda meiga, delicada e educada, mas na hora da cama ela gosta de...

LER CONTO

1 - Comentário(s)

  • Marcos Vinicius Brandão 19/04/2021 13:46

    Bom dia Vanessa !Tem fotos do bumbum? Esse conto me deixou louco de tezao, bjs!

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2021 - Contos adultos