Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos 2019 » O Dia da praia e da Lingerie

O Dia da praia e da Lingerie

Publicado em fevereiro 2, 2020 por Douglas Felipe

A programação do dia era praia, sol e sexo. Bem no começo do dia acordo ela, que chamarei de Sol, com uma ligação e um BOM DIAAA, logo nos encontramos e partimos para a praia. Ao chegarmos logo encontramos um local para ficar e tentar conseguir um belo bronze pra sensualizar nossos corpos, assim que ela expõe seu corpo apenas de bikini, meus olhos já começam a admirá-la e minha mente começa a imaginar maneiras de provocá-la e dar tesão a ela durante todo o dia. De inicio começamos a passar protetor e bronzeador um no corpo do outro. Começo a passar protetor no corpo dela, Sol se deita de bruços com aquela bunda gostosa e com aquela visão maravilhosa e malicia na mente ajusto seu bikini tocando nas partes menos expostas da sua bunda, fazendo o mesmo ao passar o bronzeador ela se vira pra cima e faço o mesmo ao passar bronzeador na sua cintura, virilha e nos peitos deixo a mão entrar mais fundo em seu bikini, tocando seus mamilos e apertando seus peitos de leve. Sol faz o mesmo ao passar em mim, comigo de bruços ela ajusta minha sunga tocando na minha bunda e ao passar na frente deixa a mão tocar de leve meu pau e as bolas, feito isso nos esticamos sobre a areia da praia e tomamos sol por bastante tempo, comentando algumas putarias e eu sempre observado aquele corpo virado pra cima e de bruços, imaginando todo o tesão possível de dar a ele e receber. Dando um tempo ao sol, decidimos entrar na água e lá, sem ninguém pra reparar nos nossos atos, ficamos esfregando nossas partes debaixo d’água num tesão muito gostoso, tocamos nossas partes, ela me masturbando e eu fazendo o mesmo por ela, voltamos para o sol e decidimos andar até um local mais calmo, reservado e embaixo da sombra tiramos um bom cochilo agarrados e novamente voltamos para a água e em meio a água calma, porém com algumas pessoas longe ao redor e com  tesão batendo novamente ela me masturba com seu corpo por cima do meu e com meus pés tento as partes ela ficamos nisso por um tempo até decidir ir para casa com direito a uma parada para almoçar e comprar um acessório pra poder deixar o tesão rolar em casa. Logo tomamos um banho ao chegar e ela já começa a me provocar não deixando tocar aquele corpo que eu passei o dia desejando, terminando ela me coloca pra fora do quarto com uma venda me mandando esperar enquanto se arruma, dado um tempo ela me chama pra o quarto comigo vendado, me conduzindo pela mão até a cama para deitar e me amarrar e ao som de uma musica bem sensual ela retira minha venda revelando o que tinha preparado: um quarto a luz de velas com uma mulher muito cheirosa vestida em seu jaleco. De inico, ao som da musica ela faz uma dança sensual pra mim, retirando seu jaleco revelando uma lingerie  branca por baixo muito sedutora que embelezava aquele corpo gostoso, sentado na minha cara e depois no meu pau comigo amarrado ela me beija e me provoca dando inicio depois a um 69 me chupando muito gostoso ao ponto de quase me fazer gozar e eu amarrado sem poder fazer nada beijo aquela buda e sua calcinha branca tentando afastá-la pra poder chupar ela também, logo ela me manda virar de bruços pra realizar uma massagem muito gostosa, passando a mão por todo meu corpo das costas até os pés. Sabendo que eu gosto ela começa a mexer com minha bunda, passando a mão, apertando, dando uns tapas por eu ter feito o que não devia enquanto estava amarrado passando a mão entre a minha bunda e logo partindo pra uma chupada muito boa que ao achar que tinha terminado me manda virar, mas logo fico de quatro pra provocá-lá e deixá-la com mais tesão ainda, que continua a me chupar enquanto me masturba, ela me pede pra virar e continua a me provocar, exibindo aquele corpo gostoso e sentando na minha cara pra eu poder chupar e quando começo não consigo mais parar e sinto que ela também não consegue resistir, mesmo amarrado tento segurar ela até que ela se solte e comece e me chupar muito gostoso enquanto estou deitado, ela me provoca mais ainda exibindo seu corpo e seus peitos até o ponto de me deixar com muita vontade e implorar pra chupá-los enquanto se esfrega no meu pau a ponto de não resistir de tanto tesão e vontade de colocar ele. Colocando a calcinha pro lado, ela coloca bem devagar pra que eu possa sentir meu pau entrando muito gostoso na buceta dela, sentindo cada pedaço apertado, molhado e quente sentando e rebolando rebolando muito gostoso por um tempo, pra aumentar o tesão mais ainda ela se masturba enquanto senta, apertando e deixando meu pau mais molhado enquanto goza. Minhas amarras se desfazem e começo a comer ela muito gostoso enquanto beijo sua boca, bato em sua bunda e falo putarias em seu ouvido, enquanto trocamos de posição ficamos de frente pro espelho e com ela virada de costas admiro seu corpo, brincando com sua bunda fazendo a Sol olhar o quanto ela é e estava gostosa naquele momento. Deito ela na cama e começo a beijá-la e provocar descendo pra chupar enquanto ela implora por apenas uma passada de lingua, beijo sua virilha e suas pernas e deito ela de bruços pra esfregar meu pau atrás e na sua bunda enquanto falo putarias em seu ouvido, ela coloca meu pau e com aquela visão maravilhosa dele comendo aquela buceta eu começo bem devagar e logo vou mais forte, puxando seu cabelo, batendo na bunda e falando em seu ouvido a gente fica nesse tesão com meu pau duro ao máximo até que ela goza até que novamente ela fica por cima cavalgando gostoso por um tempo pra depois colocar os pés  e agachada senta muito gostoso em mim, com meu pau entrando da cabeça até o talo ela senta e se masturba apertando e molhando meu pau com seu gozo e sem resistir a todo o tesão desde o inicio do dia, sem resistir aquela visão e a sensação do seu orgasmo logo chego ao ápice do meu tesão, enchendo a camisinha de leite e naquele clima de orgasmo e satisfação deitamos agarrados pra aproveitar um momento de carinho no quarto frio e a luz de velas.

1986 views

Contos relacionados

A mulher do canto do bar

Esta noite não era das mais belas, embora seu charme fosse notável. Tão notável quanto ela, ah, como era charmosa. Do balcão eu podia vê-la, seu sorriso, seu olhar, sua forma de cruzar as...

LER CONTO

o cozinheiro pauzudo comeu a vizinha novinha

Morava sozinho em Brasília,vim de Minas Gerais para o Distrito Federal porque tinha me separado e muito decepcionado vim tentar uma vida nova. Chegando na capital do país ,aluguei um apartamento...

LER CONTO

Amiga Novinha da Filha Fodeu Igual uma Puta

Sempre leio essas histórias que novinha, conseguiu provocar e depois que rolou a putaria,, sei que tem verdades e mentiras, quando se trata de família é bem possível ser verdade, rs rs, afinal na...

LER CONTO

Sexo na virada de ano para 2019

Eai pessoal, tudo bem com vocês?! Meu nome é Talita, tenho 21 anos, moro no Rio de Janeiro e vou contar para vocês como foi que eu fiz sexo na virada de ano de 2018 para 2019. Como de costume...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 4 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos