Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » O CHACAREIRO VIRA MACHO DE ESTIMAÇÃO DA MINHA ESPOSA

O CHACAREIRO VIRA MACHO DE ESTIMAÇÃO DA MINHA ESPOSA

Publicado em maio 11, 2020 por Roberto Filho

O CHACAREIRO VIRA MACHO DE ESTIMAÇÃO DA MINHA ESPOSA

Tem um pau atravessado no meu caminho. Preciso remover isso, acertando tudo para que a minha esposa realize seu desejo. Ela quer dar a buceta para o nosso chacareiro. A pirocada inicial aconteceu quando fomos até o sítio, (para quem não leu o conto a anterior,) lá ela acabou chupando o pau do seu funcionário hoje de estimação. Logo após a suculenta mamada, Mary me contou os detalhes e manifestou grande desejo de bucetear com o Nestor, esse o nome de identificação do administrador na chácara a mais de 10 anos. E nunca vi, nem suspeitei de que alguma coisa putanhosa estaria ocorrendo entre minha esposa e o meu (nosso) funcionário. Surgiu e aumentou essa vontade depois que ela abocanhou o grande e grosso, repito: grande e grosso cacete do Chacareiro. Logo após o pedido, Iniciei o projeto: ”Abrir o Jogo” para o Nestor, e esperava breve explicar e convidar o peão, para foder a sua patroa,(minha esposa,) Confesso a você, que desde o começo dessa andança da Mary de pau em pau, fiquei agradavelmente surpreso com a performance dela e sua dedicação em acrescentar mais detalhes interessantes no seu currículo de “ESPOSA/PUTA. Eu esperava sim que a ex-recatada senhora fodesse satisfatoriamente, mas foi além, e vem fodendo muito, satisfazendo a si e com certeza ao Macho também. E o da vez, é o Chacareiro. Moreno, alto, 50tão, cacetudo, homem simples, mas com perfil marcante de que é um ótimo fodedor, daqueles sem ser lapidado, puramente amador, joia bruta, mas com um detalhe pouco igualado. Tem um pau do tipo que as esposas/putas adoram. Passados alguns dias, abastecido de argumentos, fui falar com o Nestor. Fui repetitivo ao dizer que priorizava atender as vontades da Mary. Ele sabia, mas não ao ponto de entregar a buceta, o cu, a boca as mãos e o corpo enfim, da esposa para outro homem fode-la. Um pouco surpreso, mas bom entendedor, pois já nas primeiras seis palavras, captou tudo. Aceitou, agradeceu e se pôs à disposição para a hora que quiséssemos. Euuu Viiiii! Essa conversa fez ele ficar de pau duro! Visualizei então, o dia em que a Mary abocanhou esse absoluto membro avantajado. Senti por um rápido momento o quanto minha esposa foi eficiente e será muito mais em local apropriado com esse homem a e sua ferramenta indo em direção a um dos seus locais de puro prazer disponíveis na querida puta Mary. – Abro um parêntese para dizer ao amigo, candidato a corno, a coisa é por ai! Você tem que estar na linha de frente. A emoção de levar chifre começa no preparo de todos os detalhes para a entrega da tua amada esposa a um “pauzudo”. – Momentos antes de eu sair, o Nestor fez uma confissão pouco comum: “Patrão! Desculpe falar, mas nunca fiz sexo atrás de uma mulher. (traduzindo) Nunca fodeu um cu. Será que isso vai acontecer com dona Mary? – Fique calmo. Não se preocupe. Ela vai meter o cuzinho no seu pauzão sim! Deixe que ela ajeita tudo, você só fode. E foda bastante Nestor! Tá? – Conclui comigo mesmo: bem, aqui tudo acertado! Apenas vou avisar o Nestor sobre a hora e o dia da fodeção. – Mary minha esposa/puta!! Está tudo certo! O Nestor vai foder você! – Obrigada meu corno! Rolou um beijo de puta no marido chifrudo – Só um detalhe importante! O Nestor nunca fodeu um cu! Vá com calma para não o constranger. – Verdade? Tudo bem amor! Nessa ele vai foder o meeuu cu, deixa comigo tá? – Mary estupidamente atacada pelo tesão, vai beijando, se esfregando e tira toda a roupa do Nestor. Surge a nossa frente, um morenaço, 50tão, meio grisalho um pau com forte indício de que em poucos segundos estará literalmente duro. A Minnnhaaa esposa/puta, pega o pauzão do Chacareiro, alisa, dá umas punhetadas, sempre aos beijos. Por um pequeno momento, Mary tira o vestido. Já estava sem nada por baixo, e o Nestor demonstra agradável surpresa ao ver peladona a sua patroa a qual ele vai foder dentro de alguns minutos. Usando sua sensualidade, Mary desce, acariciando o pauzão, aqui vou detalhar o “pauzão”: A Cabeça da mesma espessura do corpo. O Corpo, reto, grosso. Busquei a trena e ela tirou as medidas cabíveis. 20 cm – da cabeça ao talo. – Grossura, da forma que a Mary tirou a medida, passando em volta do pau a trena, deu 14. Um caralho moreno escuro, chamativo pela cor da cabeça, parecendo um gordinho vestido de marrom com um boné rosa/avermelhado. Minha esposa se esforça para meter na boca todo esse salame calabrês defumado. Não cabe! Fica pela metade, mas devidamente lambido, sugado, mamado e punhetado. – A senhora…. e fica nisso. Nestor não consegue dizer mais nada! Mary vai para o sofá, fica de 4 e chama o peão. Bota essa delícia na minha buceta, vai! Bem aprumado, Nestor encosta a colorida cabeçona e dá uma forçada de leve. Hummm bota! Vai enfiando, vaiiii! Ele obedece a patroa e o robusto desliza buceta adentro. Todo atolado, ela manda Nestor foder com estocadas da cabeça aos pentelhos. O Peão faz isso, e com firmeza bota todo o pau para dentro da buceta da minhaaa esposa/puta. – Eu sabia que seria muito gostoso!!! Eu sabia!!!! Vai fode. quero mais, quero tudo!!! Sob essas ordens, Nestor desenvolve um ritmo cadenciado levando o cacetão a sumir e reaparecer na entrada da gulosa buceta da putona esposa. A Mary está pela boa. Ela sinaliza que em mais duas ou três estocadas, vai soltar o líquido gosatílico vindo das profundezes do seu canal receptor de paus grandes, grossos e rígidos. E veio! A Mary entrou em processo de gozação como nunca eu havia visto. Ela foi as nuvens e voltou várias vezes. Emocionalmente trepou nas paredes e se abriu toda recebendo aquele tão desejado pau de um peão fodedor. Artesanalmente com sua buceta, Mary cobriu todo o majestoso morenaço com muita porra. Essa mulher que estava ali na minha frente dando a buceta para um “pauzudo”, me enchia de prazer e satisfação! Ela era uma completa e bem-sucedida esposa/puta. – (um tempinho depois) – Ela optou em sentar-se. Achou que se sentando, o cu assimilaria melhor a entrada de algo grande e grosso no seu interior. Assim foi feito. Nestor deitado com o pintão duro apontando para o teto, aceitava a taradíssima esposa que se aproximava para a operação “sentar no pau”. Lubrificado pela porra da femea, deslizava a cabeça para dentro do cu da Mary. Não identifiquei o ruído de muitos decibéis. Gemido ou grito? Ou os dois em um? A Mary sentiu o grossor de um pau caipira. Na mistura de dor com prazer, minha esposa/puta desce com tudo e atola o mastro do peão no seu até pouco tempo, cuzinho de pouco uso. Foram saltos! Longe de ser cavalgadas, diria eu, a Mary fez mesmo foi saltar com vara, ou na vara. Vai demorar para ver outra fodida de cu como essa. Mary joga a cabeça para trás, diz em alto e bom tom: Vouuuuu gozaaaarrrrrrrrr – e começou! Nestor segurava um pouco levantada a bunda dela, e estocava de baixo para cima. Era da cabeça ao talo, amassando os pentelhos. Nestor entra definitivamente no clima, geme junto e anuncia sua estreia em comer cu. Ele gozou! Ele fodeu! Ele meteu tudo, tirava tudo e metia tudo! Mary transpirava felicidade, prazer, gosto pela putaria sadia e completa. Nestor foi desgraçadamente competente. Fodeu muito e permitiu que minha esposa fodesse muito também. Foi o mais completo adubo putanhoso para o crescimento dos meus chifres. Realizado. Muito realizado. Esposa exímia puta/casada. Eu completo e passivo corno manso. E vocês? Para ele: serás um bom e competitivo corno amigo! – Para ela: está esperando o que para dar essa buceta, esse cu? – Nos veremos no próximo.

Continua depois da publicidade

3950 views

Contos relacionados

CORNO ME LEVA PARA FODER COM DOIS CARRETEIROS.

Bom dia a todos os amigos. Olha, tem de ser muito corno mesmo para ser casado comigo, pode ter absoluta certeza. Mesmo estando no meio liberal há mais de 10 anos, ainda fico impressionada com isso....

LER CONTO

Para a alegria do corninho

Passava pouco mais das 18h quando a mensagem do marido chegou ao meu WhatsApp: "Opa. Você está disponível hoje?". Já comecei a ficar excitado e, mais que depressa, respondi: "Sim, claro". "Então...

LER CONTO

ANAL COM PAU ENORME, NA BUNDA DE MINHA ESPOSA.

Eu bem que avisei a minha esposa, que esse negócio de querer caralho muito e grande na bunda podia lascar o ânus dela. Mas palavra de corno é mesmo que nada. Na verdade, a culpa é minha. Há...

LER CONTO

Meu corninho adora ver um negão me fodendo

Meu nome é Bianca, tenho 29 anos, moro no Rio de Janeiro e meu corninho adora ver um negão me fodendo de maneira bem gostosa. O corninho que eu me refiro é meu marido e neste conto vou contar...

LER CONTO

SEMPRE TRAI MEUS MARIDOS COM ESSA MINHA BUNDA.

Como podem ver nessas fotos, tenho uma bunda enorme e profunda. Meu ânus fica lá no fundo de meu reguinho. Aqui abro bem a bunda,mesmo assim dá para vocês notarem o quanto meu cu fica profundo, no...

LER CONTO

Minha primeira traição

conto erótico minha primeira traição ♠️ olá sou a bruna tenho 27 anos sou casada a 9 anos . minha primeira traição foi com um rapaz do meu serviço. ele. era bem mais novo que eu.na...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos