website page counter
Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos eróticos de corno » NOITE DE NÚPICIAS, MARIDO BEBADO, ACABEI DANDO PARA O VIGILANTE

NOITE DE NÚPICIAS, MARIDO BEBADO, ACABEI DANDO PARA O VIGILANTE

Publicado em novembro 27, 2022 por Ademir

NOITE DE NÚPCIAS, MARIDO BÊBADO, ACABEI DANDO PARA O VIGILANTE

Olá, me chamo Marina, tenho 26 anos e o dia do meu casamento com Marcos, foi perfeito! A cerimônia na igreja foi maravilhosa, eu estava linda com meu longo e branco vestido de noiva. A festa então, foi ótima, tinha de tudo do bom e do melhor! Não economizamos, tinha comida, bebida e música de primeira. A animação foi completa! Tudo estava caminhando para uma noite dos sonhos, que toda mulher deseja viver, se não fosse por um pequeno detalhe….

Meu querido noivo, marido agora, o Marcos, exagerou no álcool e ficou completamente bêbado! Eu só fui perceber o estado de embriaguez dele na hora em que a gente estava indo para o motel…Nos despedimos dos convidados e fomos de carro para a tão esperada noite de núpcias.

Ah! Eu tinha me preparado com todo carinho para aquele momento, Fiz depilação completa em todo o corpo principalmente na boceta e cuzinho, coloquei um conjunto de lingerie muito sexy que ganhei das madrinhas e o melhor, eu ia fazer sexo anal com o Marcos pela primeira vez! Prometi isso a ele durante nossos cinco anos de namoro, que o meu cuzinho ele só ia comer depois de casados.

No caminho para o motel, eu percebi que ele não estava nada bem! Quase bateu o carro várias vezes e andava em zigue-zague pelas ruas, a nossa sorte é que já era de madrugada e não tinha muito movimento… ao chegar ao motel o papelão continuou! O Marcos não conseguia colocar o carro na vaga da suíte de tão bêbado que estava, dava ré, virava pra cá, virava pra lá, cantava pneu e nada..Até que um segurança do local, um negão alto e fortão, veio verificar o que estava acontecendo e percebendo o estado do meu marido, gentilmente ofereceu ajuda para estacionar o carro. Mas O Marcos, bêbado como estava, foi muito mal educado e ficou puto da vida com o vigilante, gritando que ele não foi chamado para nada e que ele mesmo resolveria o estacionamento, o vigilante então se desculpou e se retirou deixando meu marido as voltas com o estacionamento do carro que depois de muitas tentativas conseguiu estacionar… Havíamos reservado a mais sofisticada suíte para a noite especial com todos os requintes possíveis, hidro, piscina e tudo que tem direito. Aquele clima a meia luz, cama redonda, aguçou ainda mais o meu tesão!

O Marcos estava tão bêbado que me levar no colo para o quarto foi o maior sacrifício! Chegando lá, me largou na cama e foi ao banheiro dizendo estar muito apertado devido a quantidade de cerveja que tomou na festa e eu aproveitei para me preparar para nossa noite, retirei as roupas e coloquei um baby doll curtinho sobre a lingerie sensual e me deitei na cama esperando meu marido, finalmente eu ia ser enrabada, a minha boceta estava latejando de tesão, finalmente ia perder o cabaço do cuzinho a tanto tempo planejado, porém 10 minutos depois o Marcos não voltava ai fui até o banheiro ver o que estava ocorrendo e tomei um baita susto! Ele estava caído no chão em frente do vaso sanitário! Fiquei apavorada achando que ele tinha passado mal e corri para fora da suíte para pedir ajuda a alguém e dei de cara com o segurança negão, contei a ele o ocorrido e ao voltarmos ao banheiro, meu marido roncava alto deitado no chão!

Dona, não tem nada de errado com seu marido, ele apenas está dormindo de tão bêbado que está, eu fiquei muito sem graça e pedi a ele para me ajudar a colocá-lo na cama, ele concordou e o levamos até a cama onde ele desmaiou de vez, o desgraçado tinha me deixado na mão em plena noite de núpcias, após deixá-lo na cama, percebi o segurança me olhando insistentemente e pensei que ele queria uma gorjeta pela ajuda, eu disse a ele que não tinha nenhum trocado comigo, mas ai percebi que ele estava é olhando para meus trajes, eu havia esquecido que estava semi nua o aquele baby doll mínimo mostrando a calcinha fio dental que mal cobria minha boceta e desaparecia entre minhas nádegas me deixando extremamente sensual.

Ai notei o grande volume que se formou em sua calça e me assustei, mas eu estava com tanta tesão que comecei a fantasiar com o negão, sentindo a boceta molhada e latejando, olhei para ele meio sem jeito, ele sempre me encarando com os olhos brilhantes de desejo, se aproximou de mim, eu me encolhi toda com grande receio mas cheia de tesão, ele sem nada dizer me abraçou, eu estremeci quando senti os braços fortes do homem em torno do meu corpo e a pressão do seu pau duro em meu ventre, eu estava muito assustada, agradeci a ele pela gentileza tentando escapar dos seus braços antes que fosse tarde mas ele não me largava e me apertando mais, começou a beijar meu pescoço, ai não aguentei, estava com muita tesão e decepcionada com meu marido que me deixou na mão naquela noite tão especial e me deixei levar pela volúpia do momento, me agarrei a seu corpo musculoso e senti o seu calor, ele procurou meus lábios, eu desvairada, entreabri a boca recebendo sua língua exigente que explorava todo o interior da minha boca, senti suas mãos grossas e fortes apalpando meu corpo, senti seus dedos acariciando minha bunda entrando por dentro da calcinha e gemi.

Ele me pegou no colo e me deitou na cama bem ao lado do meu marido que roncava como um porco, enfiou a língua em minha boca novamente enquanto tirava as próprias roupas ficando totalmente nu com aquele pau imenso preto e duro apontando para mim, tirou minhas poucas roupas com minha ajuda e mamou meus seios duros de tesão gulosamente, eu gemia perdida de prazer punhetando aquele mastro enorme, nossa como era grande, uns 23 ctms de puro nervo preto e grosso, vi que minha noite de núpcias não seria perdida afinal, dos meus seios foi descendo a boca pelo meu ventre até chegar na testa da minha boceta inchada de tesão, mordeu e abrindo minhas coxas caiu de boca na minha boceta melada, senti sua língua grosa entrar dentro de mim e tive o primeiro orgasmo dos muitos que iria ter naquela noite, gozei gostoso na sua língua, após meu gozo, ele retirou a língua da minha boceta e foi subindo pelo meu corpo, enfiou a língua em minha boca enquanto encaixava a cabeça do enorme cacete na entrada da minha bocetinha.

Senti a pressão e a cabeça do seu pau entrar em mim, gemi de dor na sua boca e rebolando fui recebendo seu delicioso membro até sentir suas bolas baterem em meu cuzinho, seu pau estava atolado totalmente em mim, gozei e sofri com aquele monstro enterrado em mim até sentir seu gozo abundante, as contrações do seu cacete despejando esperma em meu útero, o homem era delicioso demais, gozei novamente em seu gozo quase desfalecendo de prazer, transamos de todas as forma possíveis bem ali ao lado do meu maridinho corno que nem se mexia rsrsr, ele me penetrou a boceta diversas vezes e gozou dentro 2 vezes, nem lembrei de camisinha, eu estava totalmente arreganhada pelo seu enorme cacete, era tão grande que eu sentia ele chegar no meu útero, ficamos alternando as posições durante mais de uma hora, até que ele me pediu para ficar de bruços pois queria meter em meu cuzinho, achei que não ia aguentar e disse que não, que seu pau era muito grande e ia me machucar muito, mas ele insistiu e me forçou a virar de bruços, encaixou a enorme cabeça na entrada do meu pobre cuzinho e começou a pressionar, eu com medo, tranquei o cuzinho, mas ele continuava a pressionar querendo entrar, disse a ele que era virgem no cuzinho para ele ter cuidado, mas ele estava tão tarado que nem me ouviu, e foi enfiando aquela tora em meu pobre cuzinho, senti a enorme chapeleta escorregar devagar para dentro de mim, gritei de dor.

Tentei escapar mas nãi deu ele me segurava firmemente eu então me abri o máximo possível para recebê-lo, o cacete duríssimo foi entrando devagar, eu chorava e gemia de dor mas o prazer era intenso e fui rebolando para facilitar a penetração, depois de algum tempo sempre entrando, finalmente senti suas bolas tocando minhas coxas, senti seu corpo pesando sobre o meu e o início dos movimentos de vai e vem dentro de mim, a cada centímetro que entrava, parecia que eu era rasgada ao meio, uma mistura de dor e prazer ao mesmo tempo tomavam conta do meu corpo, o falo enorme estava atolado totalmente dentro de mim, fodeu gostoso me levando a diversos orgasmos até que esporrou violentamente dentro do meu cuzinho levando minha virgindade que eu havia guardado para meu marido que continuava roncando bem ali do nosso lado, depois do gozo, ficamos descansando até que ele saiu devagar de dentro de mim, e deitou-se do meu lado, respirando ruidosamente cansado pelo embate sensual, eu senti seu esperma escorrer do meu cuzinho dilacerado e percebi depois algumas manchas de sangue nos lençóis, ele havia quebrado algumas preguinhas do meu dilacerado cu, depois de um descanso, passei a beijar seu peito musculoso e fui descendo até seu pinto que com meus carinhos ficou duro novamente, mamei devagar sentindo as veias salientes do seu delicioso cacete, fui engolindo até me engasgar com a enorme cabeça em minha garganta até o negro gozar em minha boca, uma quantidade de porra que me fez engasgar, delicia demais, mamei cada gota do seu esperma quentinho.

Descansamos mais um pouco e ele se levantou dizendo que tinha de ir pois estava trabalhando, metemos mais de uma hora, ele gozou duas vezes em minha boceta uma vez no cuzinho e uma vez na boca, quase acabei com o negro rsrsrs, me proporcionando meia dúzia de gozadas maravilhosas, ele se vestiu e se despedindo com um beijo na boca, desapareceu do quarto e da minha vida, meu marido continuava a dormir pesadamente, tomei um banho, e percebi que a minha boceta estava vermelha e dolorida de tanto levar pau e o cuzinho ardia demais, eu estava exausta de tanto meter e gozar, fui para a cama ao lado do meu marido corno agora rsrsr e dormi imediatamente devido a exaustão pelas deliciosas gozadas que o negro me proporcionou, acordei no dia seguinte com meu marido me beijando e se desculpando pela bebedeira que estragou nossa noite de núpcias, disse a ele que tudo bem que a gente ia tirar o atraso na noite seguinte, ele nem imagina que meti um monte com o vigilante negro e estava com a boceta e o cuzinho arreganhado de tanto levar vara rsrsrs, saímos bem tarde do motel, eu não vi o negro que meteu tanto em mim levando o cabaço do meu cuzinho, nunca mais voltamos ali mas a lembrança vai ficar para sempre…

Leia outros Contos eróticos de corno bem excitantes abaixo:

Esposinha salvando o emprego do marido

Só negócios

17122 views

Contos Eróticos relacionados

Despedida de solteira da amiga

Ola amores. Sou a Cyntya, 48 anos plus size mto safada do meu corninho. Ha alguns meses minha amiga veronica estava para se casar e resolvemos fazer uma despedida de solteira. Numa das reunioes das...

LER CONTO

O dia que dei para um macho com meu namorado corno dormindo do meu lado

Esse conto de sexo começou em um dia de sol, em uma manhã de sábado em que toda a galera se reunia na piscina de uma casa de eventos aqui perto. Lá era bem baratinho para entrar e os nossos amigos...

LER CONTO

O Corno Cooperativo II

Luigi Coran, um rico empresário do ramo editorial. Apesar de sua experiência e frieza, agora ele precisa umas pílulas para acalmar sua ansiedade. Tudo isso começou quando ele foi flagrado pela...

LER CONTO

Diana e o estagiário negro IV

Já se tinha passado oito dias desde do acontecido entre a dra. Diana, diretora da área jurídica de uma grande companhia de seguros e seu estagiário Bernardo, um belo negro de de 25 anos, que todos...

LER CONTO

2 - Comentário(s)

  • Michelly CDzinha 23/01/2023 19:58

    Adorei seu conto. Sorte do negro e sua tb. Eu busco uma mulher para realizar minha fantasia de ser corno. de CDzinha já realizo sozinho ou com parceiros. Se alguma se habilitar a ser minha esposa nessas condições, só me chamar no e-mail.

  • ANDRE 28/11/2022 10:59

    Que tesao de relato. vc continuou colocando xifre no corninho????

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 1 + 5 = ?
ContosAdultos.Club - O seu site de Contos Eróticos
Se você gosta de ler contos eróticos ou contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.
© 2023 - Contos adultos