Bem Vindo, visitante! [ Entrar | Cadastro ]
Contos adultos » Contos de putaria » Minha PUTINHA BOQUETEIRA

Minha PUTINHA BOQUETEIRA

Publicado em novembro 16, 2020 por JB

Olá, depois de falar da minha prima putona do BOCETÃO inchado, vou falar da minha putinha boqueteira, da bocetinha sedenta por pica. Daiane era uma menina sapequinha, sempre me olhava e dava risada. Sua bundinha estava ficando cada vez mais empinada, eu imaginava sua bocetinha, como ela chama, levando pica de quatro.  Uma vez tive que me mudar e ela me perguntou pelo Messenger se era verdade. Disse que sim e que ela não estava preocupada com isso. Ela disse que estava então disse para ela provar. Ela disse que estaria na esquina da casa dela, mais ou menos uns três dias depois às 14 horas. Surpreendentemente, ela estava lá. Fomos para o meu apartamento, eu tinha ficado sabendo que ela tinha levado pica, mas ela dizia que não. Começamos a nos pegar, até que eu disse a ela que poderíamos transar em outra ocasião, mas ela disse que estava lá e queria transar. Comecei a colocar o pau nela, enquanto ela se retorcia demonstrando não ter muita experiência. Até que ela disse espero que já tenha entrado tudo. Ficamos brincando ali enquanto ela aprendia tudo. Combinamos que na segunda vez ela iria mamar, algo que a transformou em uma grande boqueteira. Ela tinha um namorado que morava perto dela, mas ela saía e ficava na esquina me esperando, ninguém nunca comentou. Algumas vezes saia com o apoio da irmã, mas apenas brincava: “estou saindo, vou dar o meu cu”. E assim fomos transando quase todas as semanas. Quando chegávamos no motel ela já começa mamar, não perdia tempo. Eu sempre a chamei de putinha, e ela amava. Quando não conseguia fugir de casa para levar pica ela lamentava. Com o namorado era mais fácil, pois dizia que ia para a casa dele, depois que ela deixou o namorado ficou mais difícil sair de casa. Com o tempo começou a transar com o namorado, também traiu ele com outros caras. Ela contou de dois que trabalhava com ela. Na hora do almoço eu pegava ela no trabalho e socava em sua bocetinha, ela tomava leitinho no lugar do almoço. Foi assim que os caras que trabalhavam junto com ela também fizeram. Um dia ela tinha acabado de levar pica e estava deitada e eu pedi para colocar no cu dela, rapidamente ela recebeu a pica sem dificuldade, demonstrando ser muito putinha.  Todas as vezes que nos encontrávamos ele chupava antes de levar rolada, como ela disse uma vez, depois mamava pelo menos duas vezes, algumas vezes fazia três boquetes e sempre tomava todo o leitinho. Algumas vezes, conversávamos sobre sexo, ela dizia que se pudesse mamaria o tempo todo no meu pau e queria roladas na bocetinha de quatro. Que sua bocetinha ficava pulsando o dia todo depois de levar pica. Ela queria transar com outra mulher, mas faltou um pouco de coragem a ela para realizarmos, mas ainda chegou a beijar uma amiga, sem ter a bocetinha chupada e sem chupar a bocetinha da outra. Quando enviava alguns vídeos de sexo ela dizia que queria ser putinha daquele jeito, que queria aguentar picas de todos os tamanhos, mas ela já aguentava tudo desde o começo, nasceu para ser putinha. Que boquete suave. Daiane era muito religiosa. Agora que arrumou um namorado e vai casar, não transamos mais, mas tivemos ainda algumas fodas enquanto estava começando com o cara. Depois tivemos uma despedida. Daiane sempre será uma putinha incrivelmente boqueteira.

10920 views

Contos relacionados

Perdi a virgindade com um pauzudo

Olá, me chamo Luiza, e após ler diversos contos tomei coragem para compartilhar algumas de minhas experiências. Essa história ocorreu nos meus 19 anos. Irei contar como perdi a minha virgindade ,...

LER CONTO

INICIAÇÃO DA RAQUEL, PARA SER MINHA PUTA

Olá a todos! Gostaria de compartilhar a primeira experiência num ménage masculino da minha esposa. Me chamo Marcos (fictício) e ela Raquel (fictício). Eu, já sou um homem experiente, de meia...

LER CONTO

Sofá da minha Safada.

Se aquele sofá soubesse falar, tenho certeza que seria - Estou melado e marcado de um sexo gostoso... Tudo iniciou na tarde de julho de 2020. Como rotina depois do almoço de domingo, pegamos o...

LER CONTO

Ménage com a amiga

Sou uma ruiva de 20 aninhos, linda e fogosa. Eu e meu namorado Pedro, somos um casal que gosta de putaria. Desde que eu pedi pra ele arregaçar meu cu, me tratar igual uma puta na cama, tudo ficou...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 5 = ?

Se você gosta de ler contos eróticos o contos adultos é o site perfeito para você. Aqui você vai ler contos sexuais reais, e o melhor de tudo é que o site é atualizado diariamente.

© 2020 - Contos adultos